História The Kings Blood (O Sangue do Rei) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Mirai Nikki
Tags Ação, Aventura, Romance
Visualizações 9
Palavras 951
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ficção, Luta, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Eu sou o rei!


Novamente acordando nesta cidade chata, aah... Como estou entediado de viver sempre as mesmas coisas, ir para a escola, aonde encontro um monte de idiotas metidinhos, e ter de viver nesta cidade cheia de gente idiota... 

- Kei... Esta na hora de ir para a escola, sua mãe já esta de saída..

- Eu já ouvi! Estou saindo agora.

Kei levanta com uma cara de sono vestindo seu uniforma todo amarrotado, mais sem se importar com isto descendo as escadas de seu quarto que fica na segundo andar só vê sua mãe saindo para trabalhar, ele apenas acena para ela sem dizer mais nada ainda bocejando.

- Hmm.. Hoje o dia esta meio nublado, me parece que não será um dia tão bom..

Kei chegando em sua escola é sempre encarado por seus colegas de classe nos corredores, por se vestir de maneira desleixada, elem de seu visual ameaçador sempre demonstrando mal humor, e o quanto acha chato estar na escola com seus colegas.. Kei também é temido por seu histórico de brigas, que o deram uma fama de delinquente.

- Oh.. Kei você chegou.. A aula já vai quase começar, e você esta bem encima do horário _diz o professor de kei ao velo entrar na sala com todos já sentados.

- Não enche velho! Já vou me sentar. _responde Kei com um olhar de mal humor como sempre..

Kei logo se dirige a sua mesa, uma mesa ao fundo do lado da janela..

- Ei Kei você precisava falar assim com o professor? _pergunta Minami, uma dos poucos amigos que Kei tinha.

- Ah não enche, o velhor quis me incomodar sendo que nem atrasado cheguei ainda!

- Mais você chegou bem em cima do horário e dever do professor se preocupar.. Hora você podia ser mais gentil as vezes. _responde Minami com uma cara de chateada pelas falas de Kei.

- Gentilezas não me ajudarão em nada.. Quando tiver uma oportunidade vou sumir deste lugar. _responde Kei já virando seu rosto para a janela.

Passa 2 horas e toca o sinal para o intervalo.

- Ei Kei! Você viu que abriu um novo shopping perto do centeo da cidade? _pergunta Minami animada

- Oh serio?! E o que tem de bom nisto? _responde Kei...(como sempre ne)

- Poxa.. Você poderia se interessar por algo as vezes.. Mais em fim eu queria ir lá dar uma olhada.. Mais você sabe no horário que saímos é meio perigoso para uma garota sair sozinha... Você pode ir comigo? _pergunta Minami com um olhar que por si só o implora..

- Então você quer me fazer de guarda costas!

- Não é isto Kei... Eu realmente quero ir com você.. _Minami responde de forma baixa e dificil de se ouvir..

- O que você disse?? _Kei por sua vez não consegue ouvir direito.

- Por favor Kei vamos... Vamos!

- Esta bem.. Se isto tirar você do meu pé eu irei..

Kei então apos uma longa insistência concorda e quando bate o sinal para o fim das aulas daquele dia, os dois vão em direção ao centeo da cidade... Chegando ao shopping Minami sai para ver cada loja, e comprar roupas as quais ela queria, Kei já acompanha ela mais afastado das lojas, apesar de sua cara de mal humor, era clara sua vergonha de estar fazendo comprar com uma garota.. Kei e Miname se conhecem dez de quando eram crianças, devido a isto eles sempre se falaram, e por Minami ser acostumada ao jeito grosso de Kei..

Enquanto Kei espera Minami sair de uma loja de roupas íntimas femininas, um jovem correndo acaba se esbarrando nele, e caindo no chão..

- Ei você esta bem? _diz Kei ao jovem.

- Cara que saco.. Você não sabe sair do caminho quando os outros estão com preça! _responde o rapaz.

- Hora seu! Não se meta comigo se não quiser se dar mal! _responde Kei já cheio de raiva..

- Não tenho tempo a perder com você, seu palhaço de cara amarrada..

O Jovem se levanta e sai correndo empurrando todos a sua volta.. Kei não é alguém qie deixa passar algo assim, ele vai atraz do rapaz já por impulso, e devido a sua raiva... Minami ao sair da loja já vê Kei correndo atraz de alguém.. O rapaz é rapido mais por estar cansado Kei alcança ele rapidamente e acaba parando ele em um terreno vazio..

- Oque você quer cara amarrada? _pergunta o rapaz ofegando de cançado.

- Você não achou que eu deixaria barato ne moleque.. Vai se arrepender de ter nascido.

Kei não é o tipo de pessoa controlada, ele tem o perfil pavio curto... Logo ele parte para cima do rapaz aonde o acerta um soco na bareiga, o rapaz tenta acertar um soco nele, mais Kei desvia e acerto outro em seu rosto... Devido a seu histórico de brigas Kei desenvolveu habilidades em brigas.

Logo o rapaz cai no chão.. E uma luz azul forte sai dele atingindo Kei e o fazendo cair no chão..

- Mais oque é isto.. Que luz é esta em minhas mãos.. Eu acho que vou desmaiar. 

Kei acaba ficando desacordado.. Na manhã seguinte ele acorda em sua cama sem entender oque aconteceu com ele.. Ao acordar ele sente algo em seu cobertor, e ao remover ele de sua cama ve uma jovem menina de cabelos brancos, e um vestido preto cheio de babados, Kei não entende o aque esta conhecendo..

- Mais oque aconteceu ontem no centro.. Como vim parar aqui! Ei nanica acorde agora, quem é você, e oque faz no meu quarto?

Fazendo estar perguntas em voz alta, a menina acorda...

- Você podia fazer menos barulhos em.. _a menina acorda com sono.

- Não importa responda minhas perguntas ou vou jogala pela janela.

- Nossa mais que rude esses delinqüentes.. Meu nome é Alice, e bem vindo ao jogo de território.. Novo rei!

- Que?!

Contínua...


Notas Finais


Espero a vocês leitores que tenham gostado do prólogo! E obrigado por ler!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...