1. Spirit Fanfics >
  2. The Kiss of Death >
  3. Monstro?

História The Kiss of Death - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


o mundo tem algo contra mim, só pode. Lembram que no ultimo capitulo eu disse que podia escrever porque minha irmã havia concertado o pc? Depois disso o que estragou foi o teclado. Recentemente ela comprou um novo, então agora sim eu posso escrever. Os meus professores tem enviado muito trabalho ultimamente e eu também começei a fazer outras coisas além das Fanfics, então eu provavelmente vou postar só uma vez por semana aqui, mas não se preocupem porque os capitulos vão ser bem maiores para compensar todo o atraso. Então não se esqueçam, Capitulo novo todo sabádo as 3 horas da tarde, espero que gostem do capitulo, desculpem se tiver algum erro ortografico.

Capítulo 7 - Monstro?


Fanfic / Fanfiction The Kiss of Death - Capítulo 7 - Monstro?

Eu ouvi vozes conversando ao meu lado.

- Hiro! Para de falar, ainda é de manhã cedo, eu quero dormir...

Eu disse enquanto tentava me espreguiçar, desarrumando os lençóis da cama, porém, quando eu abri os meus olhos eu não estava no meu quarto, não havia ninguém falando e aquela não era a minha cama.

Eu estava em um quarto quase inteiramente branco com uma ampla janela para um jardim às minhas costas, a sala tinha apenas uma porta cinza automática com um carpete xadrex das mesmas cores sem vida, havia diversas plantas e flores em vasos espalhadas por todo o lugar, acho que na intenção de tentar tornar o ambiente mais colorido e aconchegante e menos com a cara de um quarto de hospital.

O que eu estava fazendo ali afinal? E o que foi que eles me deram?

Minha visão borrava a toda vez em que eu tentava focar em alguma coisa, eu ainda me sentia um pouco zonza e parecia que um caminhão, um caminhão bem grande, tinha passado por cima de mim.

Parecia até que eu tinha chegado ali em um passe de magica, eu sentia como se alguém tivesse apagado a metade da manhã do meu cérebro.

Algumas horas atrás...

Hiro on

- Para onde nós vamos agora?

Me pronunciei enquanto andávamos os oito juntos pelo corredor na saída do refeitório.

- Ainda temos um tempinho antes de nós irmos visitar o terceiro andar, mas mesmo se perdermos a hora não tem problema, embora tenhamos um guia nos não somos obrigados a seguir com ele e os outros visitantes.

Me respondeu Yumi ao mesmo tempo em que olhava para os grupos de estudantes a nossa volta, não eram muitos que estavam vagando pelo corredor junto com a gente, por um segundo eu pensei que conhecia uma garota de cabelo castanho curto e de uniforme que passou por a gente, mas deve ter sido apenas uma impressão minha.

- Ei, a gente pode ir buscar a Yuri,aposto que ela vai estar lá naquela estufa... Ainda!

Respondeu Natan me tirando dos meus devaneios enquanto ele e os outros soltavam uma risada em conjunto por conta de algo que a Ruko havia falado.

- Você sabe do que eles estão rindo tanto Naomi?

Porém quando eu tornei a olhar para o meu lado não havia ninguém, ao menos que o nome da parede fosse Naomi, não havia nenhuma por ali.

No mesmo momento que eu ia perguntar aonde tinha ido parar minha melhor amiga nós ouvimos gritos de pessoas vindos do fundo, quando eu me virei havia uma garota, não, não uma garota, Naomi. Ela parecia estar fora de si mesma, falava sozinha gritando para a parede enquanto os outros apavorados com a cena a observavam de longe, cochichando entre si, provavelmente pensando que ela sofria de alguma doença mental.

Quando eu e os outros nos aproximamos ela começou a bater em qualquer um que chegasse perto dela, assim como uma louca saída de um manicômio faria, mas aquela não era nenhuma louca saída de um manicômio, era só a Naomi, minha melhor amiga.

Mas naquele momento, naquele exato momento aquela Naomi não estava lá, a Naomi que eu conhecia estava em outro lugar, pois essa Naomi jamais machucaria alguém como ela estava fazendo ali naquele exato instante.

Eu vi ela arremessar Ruko e Gohan para o outro lado do corredor com um único golpe do braço sem nem mesmo piscar o olho, nenhum ser humano faria aquilo.

- NAOMI!!!

A gritei o mais alto que pude para chamar sua atenção, porém quando ela virou para mim havia sangue em sua roupa, a essa altura eu já nem sabia a quem o sangue pertencia, se era a ela ou a algum dos estudantes que estavam inconscientes atrás de mim.

Seus olhos que a instantes atrás eram verdes claros, agora me olhavam brilhantes em um forte tom de vermelho vivo, que era assustador a qualquer um que chegasse perto, aquilo era muito mais do que se ela estivesse louca, era como se não estivesse me vendo de verdade, e naquele momento, ela não parecia humana, foi como se ela realmente fosse um monstro.

Percebendo que ela estava distraída, Natan e os outros a seguraram por trás, e dessa vez ela não resistiu.

- O quê? O garoto, ele vai... fugir...

Garoto? De quem ela estava falando?

Ela realmente parecia estar confusa agora, bem diferente de antes, era como se ela estivesse estado em  transe o tempo too e havia acabado de acordar, Natam e Yume também pareciam ter chegado a essa mesma conclusão que eu e a soltaram.

Agora eu podia ter certeza de que a Naomi que estava na minha frente era a que eu conhecia de fato, e não aquela versão estranha e assustadora de segundos atrás, aconteceu tudo tão depressa  que se não fosse o cenário a nossa volta, eu nem sequer acreditaria mesmo que aquilo havia acontecido de verdade.

Ela começou a caminhar em minha direção, mas parou quase que imediatamente depois de olhar para suas mãos, para o sangue que havia nelas, e naquele momento, quando eu olhei nos olhos dela eu vi medo, medo como ela jamais tinha sentido antes, medo de estar certa e que havia sido ela quem fez tudo aquilo, eu quis fazer isso parar, dizer que era apenas um pesadelo muito ruim, ou pelo menos explicar o que tinha acabado de acontecer... mas como se explica uma coisa que nem você entendeu ainda?

Antes que qualquer um de nós percebesse dois homens com jalecos brancos se aproximaram e injetaram algum tipo de calmante em sua nuca, ela olhou para mim com o olho piscando levemente e foi então que eu percebi que ela iria desmaiar ali mesmo.

- Naomi!

Eu disse mais uma vez enquanto corria para frente para segura-lá.

- Naome. Esse não é o meu nome. O meu nome é Zero Two. Você devia saber  disso melhor do que ninguém, afinal, você quem me deu esse nome. Dar-ling.

Então antes e desmaiar ela virou o olhar para o vidro da janela, vendo algo que eu não podia ver.


Notas Finais


Se estiver confuso, não se preocupem, tem uma otima explicação pra tudo, eu sei que é maldade minha mas adoro deixar as pessoas curiosas. Não esquecem, capitulo novo todo sabádo as 3 da tarde.
Deixem nos comentarios (se quiserem) o que acharam do capitulo, eu amo mesmo ler os comentarios de vocês e eu sempre respondo todos eles.

link do meu fc no intagram, ja estamos quase em 700 lá!

https://www.spiritfanfiction.com/link?l=https://www.instagram.com/desventuras_fa/

Link do meu canal no YouTube, passem lá se quiserem, o tema é desenhos e animes

https://www.spiritfanfiction.com/link?l=https://www.youtube.com/channel/UCs7NM2s24k20_MyjHUeUifA

vem fanfic nova por aí, só isso que posso dizer, minha boca agora é um tumulo.

Tô cheia de coisa pra fazer, mas também não consigo ficar parada kkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...