História The last choice - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias As Crônicas de Nárnia, As Crônicas dos Kane, As Provações de Apolo (The Trials of Apollo), Descendentes, Magnus Chase e os Deuses de Asgard, Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Alex Fierro, Annabeth Chase, Apollo, Aslan, Frank Zhang, Hades, Hazel Levesque, Jason Grace, Magnus Chase, Mal, Meg McCaffrey, Nico di Angelo, Percy Jackson, Rachel Elizabeth Dare, Sadie Kane, Thalia Grace, Walt, Will Solace
Tags Fierrochase, Percabeth, Solangelo, Wico
Visualizações 16
Palavras 1.038
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, LGBT, Magia, Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá magos e semideuses, como passaram de feriado?
Muito obrigada pelos favoritos e comentários. Nossa aventura está apenas no começo e espero que me acompanhem por muito tempo.

Boa leitura!

Capítulo 4 - Um amigo da morte


Rodeou os túmulos sem dar muita importância, até sentir uma nevoa expeça tomar conta do lugar. Tudo ao seu redor ficou desconexo, pendendo entre duas realidades. 

Ele soube que o tinha encontrado.

Não muito longe de si, sentado sobre uma lápide, encontrou quem procurava. 
Foi so nesse momento que notou que estavam com cortes de cabelo parecidos. Anúbis tinha as mãos nos bolsos da jaqueta de couro e olhava para Nico com ar preocupado. 

- Sabia que viria. - disse olhando para Nico sério - Precisamos conversar.
- Esta terminando comigo? - soltou a piada sem perceber, Anúbis revirou os olhos, mas riu.
- Vá a merda, Di Ângelo. - Nico riu em seguida e sentou-se do lado do amigo - Sua alma mudou. 
- Eu sei. - suspirou - estou com medo de ir ao submundo, acho que meu pai vai perceber...
- Ele vai. - garantiu Anúbis - tem uma aura de luz em volta de sua escuridão, e impossível não notar. Elas quase se misturam e se completam de um jeito estranho. Nunca vi nada parecido.
Os dois ficaram em silêncio.
- O que realmente aconteceu aquela noite Nico?
- Algo ou alguém me deu de volta as recordações de minha vida passada.
- Isso não e bom. - Anúbis passou as mãos nos cabelos preocupado - Quebra muitas regras.
- Ele me disse. - deu com ombros, derrotado.
- Porque Ele falou com você? - franziu o cenho em estranheza - Ele não gosta de meter-se com semideuses ou magos. Normalmente, só lida com mortais...
- Nessa outra vida, nós nos conhecíamos. - olhou para o amigo.
- Quem você foi exatamente Nico? - perguntou, apreensivo.
- Eu era Rei... No mundo dele... - disse devagar. Anúbis arregalou os olhos.
- Okay. Isso é duas vezes pior. - respirou fundo - Quem fez isso com certeza não te escolheu por acaso.
- E agora? - se levantou, ficando de frente para Anúbis.
- Se ele disse para esperar vamos esperar. Dá uma passada na Casa da Vida e fale com o Walt. Talvez ele consiga um amuleto ou um encanto que disfarce um pouco sua luz. - Nico assentiu - Acha que consegue ficar longe do mundo inferior por uns dias?
- Vou tentar. Estou pensando em passar uns dias em Nova Roma, meu pai nunca aparece quando estou por lá. Quero ver se relaxo um pouco também, todas essas lembranças estão me deixando confuso e cansado... - esfregou as mãos no rosto, exasperado.
- Olhe pelo lado bom, pelo menos você só tem uma vida passada. Se fosse mais, possivelmente sua mente já teria entrado em colapso e enlouquecido. - Deu de ombros, Nico o olhou assustado - mas uma coisa ainda não se encaixa...
- O que?
- Se sua alma pertencia a Ele, sua pós morte deveria ser no País Dele. Você não deveria ter renascido, muito menos como grego. -Anúbis fazia caretas, enquanto pensava.
- Ainda não entendi... - Nico colocou as mãos nos bolsos do jeans e deu um olhar cansado para o amigo. Anúbis suspirou.

Ele se levantou da lapide de onde estava e pegou um graveto no chão, fazendo um desenho. O filho de Hades olhava sem entender, mas aguardava uma explicação.

- O que eu vou lhe contar agora é  extremamente proibido para mortais, semideuses e magos. Mas como já tá tudo ferrado mesmo, foda-se.
- Certo. - Respondeu incerto. Anúbis parecia agoniado.
- A vida e a morte são um ciclo, que sempre funciona da mesma maneira, mas nunca no mesmo lugar. Isso vai depender de onde você vive, em que você acredita e as experiências que teve ao longo de sua existência. Se sua pós vida vai ser egípcia, grega, romana ou qualquer outra que seja, isso vai depender de vários fatores externos e algumas outras regras que seu cérebro humano jamais compreenderia.
- Disso eu já sei. Foi por conta de algumas dessas questões que acabamos nos conhecendo.... 
- Sim, mas este não é o ponto. Você sabe pra onde as almas vão quando morrem, mas sabe onde elas nascem?
A pergunta pegou Nico de surpresa. Nunca tinha pensado nisso. Anúbis sorriu astuto.
- Vem Dele. - disse por fim, olhando nos olhos de Nico. Eles estavam arregalados.
- Você quer dizer...
- Sim. - Nico sentou-se atordoado e Anúbis sentou-se ao seu lado, pondo a mão em seus ombros.
- Eu sei que esta cheio de dúvidas, mas não posso falar sobre esse assunto. Como já disse, falar sobre Ele é proibido entre os deuses. O que você precisa saber é: As almas nascem e se dividem em culturas e crenças conforme se desenvolvem, mas uma vez classificado, ela nunca renasce numa pós morte diferente.
- Você está  dizendo que o simples fato de eu ter nascido grego já está errado?. - respondeu amargurado.
- Ainda mais filho de quem é. Isso burla tantas regras que não sou capaz de mensurar o que pode acontecer se os outros deuses souberem disso.
- Mas não foi só eu. - voltou seu olhar para o deus.
- O que quer dizer?
- Eu tinha três irmãos, e Ele foi bem específico quando disse que nós ainda estávamos próximos... - olhou para Anúbis em dúvida. - e não acho que seja apenas eles...
- O que quer dizer? - se endireitou.
- Percy.
- Você acha que ele é alguém do seu passado?
- As lembranças que tenho com ele se confundem muito com a de uma pessoa específica, eu achei que era só coincidência, mas pensando agora...
- Isso pode ser ainda mais sério do que imaginei... - disse mais para si mesmo do que para o garoto ao seu lado. - Tente descobrir se você encontra mais alguém. Quem quer que fez isso com você, vai tentar fazer com os outros, acredito eu.
- Certo. - levantou-se e o outro fez o mesmo - Minha vida esta correndo risco?
- Você é um semideus, o que você acha? - deu um meio sorriso - Tente não me procurar, a partir de hoje, as coisas vão ficar bem complicadas...
- Sabia que ia me dispensar... - fez a piada e abraçou o amigo brevemente.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...