História The last flowers - Chanbaek - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7, TWICE
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Dahyun, Jackson, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kai, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Kris Wu, Lay, Lu Han, Mark, Min Yoongi (Suga), Momo, Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin, Yugyeom
Tags Chanbaek, Dahmo, Flores, Hanahaki, Hanahaki Byou, Hunhan, Jikook, Kaisoo, Kristao, Markson, Namjin, Sulay, Vkook, Xiuchen, Yoonseok
Visualizações 79
Palavras 1.198
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Lemon, LGBT, Sobrenatural, Survival, Suspense, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 9 - Seven


Fanfic / Fanfiction The last flowers - Chanbaek - Capítulo 9 - Seven

— Eu descobri o que nós temos.— Disse Baekhyun, tirando a pétala de sua boca.

— O quê? — Jimin perguntou, limpando a boca suja de sangue com as costas da mão.

— Não sei explicar, venha ver você mesmo.— Disse o loiro, abrindo a tela do notebook.

Jimin assentiu e deu descarga, logo lavando o rosto e caminhando até o lado do outro.

— Aqui.— Baek virou o computador na direção do loiro.

Park sentou-se na cadeira e olhou tudo com atenção, franzindo o cenho e relendo tudo mais algumas vezes.

— Você acha que isso é verdadeiro? Parece verdadeiro, outra coisa não explica isso que anda  acontecendo com nós dois.— Baekhyun disse, o encarando.

— É, isso é...tenso.— Jimin suspirou.

— Você gosta de mim.— Baekhyun foi direto.

O menor abriu a boca mas não falou nada, apenas abaixou o olhar, envergonhado.

— Não tem problema você gostar de duas pessoas ao mesmo tempo. Estamos juntos nessa.— Baekhyun suspirou, o abraçando repentinamente.

Por um momento o coração de Jimin se encheu de alegria, pensando que tinha chance.

— Eu não entendo o porquê de eu ter começado a gostar de você.— Jimin riu.— sabe, nós...nos conhecemos a tampouco tempo.

— Porquê eu sou lindo e maravilhoso, uma pessoa muito majestosa e qualquer pessoa se apaixona por mim.— Disse Baekhyun.

O menor revirou os olhos e levantou, tropeçando e caindo em cima de Baek, que perdeu o equilíbrio e se deitou na cama. Ambos ficaram nervosos, estavam tão próximos que sentiam a respiração um do outro. O coração do loiro acelerou, estava batendo tão forte em seu peito, que desconfiava se o outro conseguiria ouvir. Byun não sabia reagir, apenas ficou congelado ali em baixo do loiro, sem saber o que fazer. Mal piscava. Jimin fechou os olhos com força, nervoso pelo acontecido. Baekhyun respirou fundo e assoprou o rosto do garoto.

— Vamos comer alguma coisa? — Baekhyun perguntou.

— Não estou com fome.— Park saiu de cima do mesmo.— Eu vou embora, preciso me arrumar.— falou descendo às escadas rapidamente.

— Yaa, você não comeu nada hoje! — Baek seguiu o mesmo.

— Não estou com fome.— repetiu, parando no primeiro andar.

— Está sim.— Baekhyun disse, ouvindo a barriga do garoto fazer um barulho.

— Isso... não é fome.— Falou o garoto, antes de se entregar ao desmaio. 

E em seguida, o garoto acabou caindo no chão antes que baekhyun pudesse segurá-lo. O rapaz ficou preocupado, pois Park acabou batendo a cabeça ao cair.

— Jimin?! — Baekhyun sacudiu o mais novo, que não respondia a nada.

E então, o garoto ficou  desesperado por não saber o que fazer. O loiro ficava cada vez mais pálido e parecia não respirar. Baekhyun não sabia o que fazer, então o pegou no colo e correu para o quarto.

— Jung...kook, Baek...hyun.—

murmurou.

— Jimin! — O maior começou a chacoalhar o garoto.

Park abriu os olhos aos poucos, vendo Baek o observando preocupado.

— P-pare...— Se referiu à estar sendo chacoalhado.

— Desculpe.— Baekhyun suspirou aliviado.

O menor tinha lágrimas nos olhos e ardia em febre, não conseguia se manter em pé direito, estava fraco. O amor estava o enfraquecendo, e Jimin não gostava nada daquilo.

— Você está suando, está com febre, eu não sei o que fazer! — Baekhyun entrou em desespero novamente.— Quer algodão doce? Eu sei que você gosta, você disse que gostava e era seu doce favorito.

O menor deu risada e negou com a cabeça.

— Eu vou morrer.— Jimin concluiu, sorrindo mínimo.

— E-eu não sei...b-bom, você começou a vomitar as pétalas do jungkook primeiro, então...creio que tem que falar com ele primeiro, depois resolvemos o caso das minhas flores.— Baekhyun sorriu mínimo.— Eu não quero que você morra.

O menor sorriu, fazendo um eye smile.

— Estou torcendo por você e o Chanyeol.— Park disse, antes de desmaiar pela segunda vez.

— Jimin acorde! — Baek começou a chamá-lo, sem obter resultados.— Não me deixe sozinho, por favor!

E então, sem saber o que fazer, o loiro o abraçou apertado. Jimin sorriu enquanto dormia, sentindo um pouco da sua dor sendo aliviada. Baekhyun permaneceu abraçado com o menor, deixando uma lágrima solitária escapar. Sentia muito por ser uma das causas da dor do garoto. Estava aprendendo a gostar de Jimin, porém não da forma que o menor queria. Baekhyun o amava como um amigo, e nada mais que isso.  Jimin conhecia jungkook há muito tempo, desde quando eram crianças. Se escolhesse perder a memória, sua vida sem jungkook seria incompleta, viveria sempre como se algo estivesse faltando. Park preferia mil vezes morrer com aquele amor não correspondido, ao esquecer do garoto e das boas lembranças que vivenciou com o mesmo durante todo aquele tempo.

Mais tarde, quando jimin acordou, viu que estava sozinho na casa.

— Não acredito que ele me deixou sozinho na casa dele.— Park disse, levantando-se da cama e caminhando até o banheiro.

Ao entrar no banheiro, o menor encontrou Baekhyun tomando seu banho, enquanto cantarolava.

— Yeongweonhal jul aratdeon sarangdo jeomulgo

Ijen geu heunhan chingumajeo tteonaganeyo

Naiga deureoseo na

Eoreuni doena bwayo

Wae ireoke buranalkka!

— Saramdeureun oneuldo gwageoe meomulgo

Sesangeun na eopshido jal doraganeyo

Ajigeun eoryeoseo na

Cheori an deuna bwayo

Wae ireoke babo gateulkka.— Jimin cantou, assustando o garoto.

— Aaaaaah! — Baekhyun gritou, tentando cobrir as partes íntimas.

Mas o menor tinha visto tudo, porém, apenas fechou a porta e saiu, como se nada tivesse acontecido. Baekhyun ficou coberto de vergonha, enquanto Jimin ao lado de fora, gostara do que viu.

— Grande.— O menor sorriu.

Byun saiu enrolado até o peito, com o olhar preso no chão. 

— Desculpe por ter entrado no seu banheiro, achei que estivesse vazio.— Jimin suspirou, encarando o maior.— Eu já estava indo para casa, mas lembrei que não sei o caminho.

— Vamos, eu te levo assim que você se vestir. Vai ser engraçado te ver com uma roupa minha.— Baekhyun sorriu, procurando uma roupa para o garoto.— Vai ficar bonitinho, mas não tanto quanto eu, porque eu sou lindo.

Assim que achou, entregou nas mãos do outro, esquecendo-se de segurar a própria toalha. Vendo que a toalha caiu, Baekhyun abaixou-se no mesmo instante.

— Yaa, você é muito burro! — Jimin disse, rindo.

— Vire-se pra lá! — Baekhyun cobriu-se como podia.

— Aliás, gostei do baekzinho.— Park sorriu, saindo do quarto e indo até o banheiro.

O loiro cobriu o rosto totalmente vermelho com as mãos, parando para se vestir.

— Estou vendo o malaquias.— Jimin apontou, rindo.

O maior se abaixou de novo, cobrindo a parte da frente e engatinhando até o closet.

— Agora eu vi sua bunda!

— Para com isso!

                     🌹🌹🌹

— Você não perde a oportunidade de deixar alguém envergonhado, não é? — Baekhyun cruzou os braços, se jogando na cama.

— A culpa é sua que não sabe se enrolar em uma toalha.— Jimin riu.

— Você é muito chato.— Baekhyun riu.— me pegou distraído!

Jimin fechou a cara, se jogando na cama, de costas para o loiro. E então, voltou a tossir duas vezes pior do que antes. 

— N-não consigo respirar... — Jimin disse, com a mão na garganta.

— Ei, me desculpa! Eu estava brincando! — Baek o encarou.

Jimin tentou se apoiar na cama, porém não conseguiu. Acabou cuspindo duas flores inteiras, logo em seguida caindo no chão, se entregando ao desmaio novamente.

🌹🌹🌹🌹🌹🌹🌹🌹🌹🌹🌹


Notas Finais


Olá amores! Tudo bem com vocês? Estou ótima.

Gostaram do capítulo? Comentem o que estão achando, eu gostaria de saber!

Beijos com Nutella ❣️🌈


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...