História The last goodbye (2 temporada de Seu Olhar) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Camila Cabello, Lauren Jauregui
Tags Camren
Visualizações 351
Palavras 1.310
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), LGBT, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi meus amores!

Voltei rápido ehin?!

Pessoal este capitulo não está tão bom do jeito que eu queria, mas não queria deixá-los esperando muito.

Como sempre não revisei, então perdoem os erros!

Boa leitura e vejo vocês nas notas finais.

Capítulo 1 - Ela


Fanfic / Fanfiction The last goodbye (2 temporada de Seu Olhar) - Capítulo 1 - Ela

New York- Tempos atuais

POV-Lauren Jauregui

Hoje meu dia estava verdadeiramente corrido, fiz duas entrevistas, fui também a um coquetel em homenagem ao lançamento do meu mais recente livro, sim, além de ser uma jornalista de sucesso sobre economia e relações internacionais, também me tornei escritora, e hoje me dedico mais a está atividade do que ao jornalismo em si. O que está tornando o dia de hoje mais corrido do que nunca é que eu tenho que voar pra casa e arrumar as crianças, meus filhos, eu tenho dois meninos, produção independente através de inseminação artificial, Thomas de 4 anos e Benjamin de 2 anos, as preciosidades da minha vida, por mais que eu já a 3 anos um grande empresário do ramo de Tecnologia, eu optei por mantermos somente um namoro e sem este compromisso de formar uma família, meus filhos o chamam pelo nome Henry e não de pai ou tio. Depois de tudo que aconteceu comigo no passado, a ideia de formar uma família nunca mais passou pela minha cabeça, minha família são somente eu e meus filhos! Chega de me apegar, estou com Henry, mas não o amo. De fato, só amei uma vez na vida, mas de nada adiantou, pois na primeira tempestade ela me deixou e nunca mais voltou! Espantos meus pensamentos disso, pois já não basta ter pensado tanto nela nos últimos meses, porque este livro que está sendo lançado agora é nada mais, nada menos do que sobre ela! Chego finalmente no meu apartamento e assim que atravesso a sala, sou recebida por dois pestinhas completamente agitados e sujos de tinta.

Eu: que bagunça é essa Tom e Ben?

Tom: a gente tava brincando de desenhar mama.

Eu: de desenha a folha ou o rosto de vocês filho?

O pestinha puxa o irmão e saem correndo para não levarem bronca.

Olho para Maria minha babá e peço para ela arrumar os dois. Hoje nós voaremos para Seattle para rever meus pais e também para acompanhar a formatura de Sofia, o tempo realmente passou voando e a minha antiga cunhada está finalmente se formando em artes cênicas. Para mim foi muito difícil aceitar o convite de dona Sinu, mas minha ex-sogra sabe ser bem convincente quando quer. Fora que me certifiquei com Meredith e ela me garantiu que minha ex não estará presente devido a compromissos profissionais. Uma parte de mim gostaria de finalmente revê-la, mas a maior parte não quer pensar nisto, vê-la depois de tudo pode reabrir uma grande ferida.

Flashback On

Estava aguardando Camz vir me buscar para o baile, quando recebi uma ligação de Brad me implorando para conversar comigo. Na ligação ele disse que estava passando por um momento delicado e que estava pensando em se matar e que só não faria se eu fosse conversar com ele. Meu primeiro instinto foi de negar, mas depois eu fiquei com medo de ele fazer algo e o peso ficar em minha consciência. Pedi então para os meus pais avisarem Camila para me encontrar no endereço dele, e sai em disparada a casa do Brad. Assim que cheguei notei tudo muito quieto e Brad na cozinha com uma faca na mão. A todo instante ele dizia que ir tirar a própria vida, eu ia o convencendo do contrário. Depois de um tempo ele foi se acalmando e serviu uma água pra mim e para ele, eu estava tão nervosa que acabei tomando tudo de uma vez. Uns segundos depois eu senti meu corpo pesado e apaguei. O que aconteceu no dia seguinte virou minha vida de cabeça para baixo, acordei nua na cama e Brad vinha com uma bandeja de café da manhã nas mãos.

Brad: bom dia gatinha, dormiu bem?

Eu: Brad o que você fez?? Meu Deus o que você fez???

Brad: eu fiz o que devia ter feito a muito tempo.

Eu: seu filho da puta, você me, você... (disse já chorando).

Brad: calma Laur, eu não sou doido eu não te violentei nem nada. A única coisa que fiz foi deixa-la à vontade na minha cama, para que quando aquela nerd chegasse, finalmente nos visse juntos e percebesse que o seu lugar era comigo.

E foi ali naquele momento que eu sabia que tinha a perdido!

 

Flashback Off

Depois daquele dia eu fui atrás de Camila, fui na casa dos meus sogros, procurei junto as minhas amigas, mas ela tinha sumido. Segundo Sinu ela chegou em casa transtornada, pediu o pai para disponibilizar um jatinho e disse para eles que ia resolver as coisas da faculdade o, porém é que depois disso ela sumiu no mapa, trocou de celular, se mudou definitivamente para França que eu só fiquei sabendo anos depois e nunca me deu a chance de me explicar. E depois de um ano tentando, eu finalmente disse adeus a Karla Camila e segui minha vida, assim como ela tinha seguido a dela.

Deixo de pensar nisto e foco em me arrumar, depois de tanto tempo eu voltaria para casa esperando que desta vez vida não me apronte mais nada.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Noite do mesmo dia em Marseille- França

POV- Camila Cabello

Chego em casa depois de um plantão de mais de 48 horas, nem sequer tenho forças para ascender a luz, só tiro a minha roupa e apago de calcinha e sutiã. Acordo umas cinco horas depois com uma luz bem na cara. Abro os olhos e vejo minha amiga e colega de trabalho parada em pé com uma cara emburrada me encarando.

Ariana: pode ir levantando este traseiro enorme da cama e vai se arrumar Karla.

Eu: do que você está falando? Eu terminei um plantão de 48 horas depois de 2 cirurgias seguidas, eu não vou a lugar nenhum Ari. O que você faz aqui?

Ariana: a sua mãe me ligou e disse para eu fazer de tudo para que você parece de se afogar no trabalho para ir na formatura da sua irmã. Como assim você não vai na formatura da sua irmãzinha Mila.

Eu: só podia ser minha mama. Ari eu já expliquei para minha irmã, inclusive já paguei a passagem dela, para que ela passe um pouco das férias aqui comigo. Está tudo certo.

Ariana: e você acha que ela não vai se magoar de você não ir Mila? Você sabe que tem mais de 4 férias acumuladas no hospital, basta você fazer uma ligação para o Phillipe que ele te libera. Do que você está fugindo, hã? Camila são 10 anos que você não volta para sua casa. 10 anos Mila!!! Seus pais, amigos e sua irmã sentem sua falta. Não vai me disser que depois de todo este tempo você ainda não vai a Seattle por causa dela?

Eu: não se trata disso é só que eu...

Ariana: você mente pra mim e eu finjo que acredito, ok? Você precisa deixar isto pra trás Camila, embora eu ainda ache que você devia tê-la deixado se explicar. Mas de qualquer maneira, não é certo só seus pais e sua irmã e aquela deusa da sua amiga virem pra cá te ver. Está na hora de enfrentar os demônios do passado. Chega de desculpas e vamos para Seattle.

Eu: como assim vamos para Seattle?

Ariana: você acha que eu vou perder a chance de ver aquela gostosa da Meredith novamente? Mas nem morta. Eu já pedi pra Bertha arrumar a sua mala, já está tudo pronto e nosso voo sai daqui a 2 horas. Vai se arrumar.

Eu: eu preciso ligar no hospital Ariana, eu tinha consultas marcadas criatura!

Ariana: eu já havia falado com a sua secretária e já pedi para ela liberar a sua agenda pelo próximo mês. É hora de férias baby.

Eu: você não existe!!!

Piscou para mim e saiu. É não tem mais jeito de fugir. Eu só espero não me deparar com:

Ela


Notas Finais


E ai, o que acharam? Gostaram que a Ariana entrou na fic?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...