História The Last Mission - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - 01. Jeon


- Essa é a sua última chance, Jeon. Se não cumprir essa única missão que nem exige tanto de você, sua vida acaba. ㅡSenhor Lee dizia sussurrando bem perto, segurando o meu rostoㅡ Você só precisa ser viadinho do jeito que sempre foi, ok, garotinha?
Sem pensar duas vezes, sinto o cuspe sair automaticamente de minha boca e acertar numa mira certeira a cara daquele homem nojento. Era o dono da máfia em que eu trabalhava, e desde que me viu nos amassos com meu parceiro Bogum, as piadinhas sobre nunca pareceram ter fim.

-Tirem ele daqui. Agora! ㅡO Lee disse furioso, mas não furioso ao ponto de fazer algo contra mim, apenas pediu que seus empregados me levassem pra fora, aonde meu amigo Min Yoongi me esperava batendo os pés.

-Como foi? ㅡYoongi pergunta checando se eu estava inteiro.
-Eu cuspi na cara dele, de resto está tudo bem, tenho uma última chance que não parece ser muito difícil de cumprir, mesmo que fosse, era isso ou ele me matava, então eu aceitava ou aceitava. ㅡDou de ombros.
-Jungkook você sabe que a gente pode tentar fugir... É arriscado e a casa ainda não ficou pronta mas a gente pode!
-Yoongi, obrigado por tudo que você já fez por mim, mas estou perto da minha liberdade, você conseguiu a sua e não vou arriscá-la. Se puder me ajudar eventualmente eu serei grato, mas vá curtir a sua liberdade agora, você é um milionário!

A máfia que nos contratou tinha um ciclo aparentemente simples: procuravam jovens adultos que não possuiam emprego fixo, lhe ofereciam o emprego dos sonhos e depois contam que é uma cilada. Eles são obrigados à cumprir metas, assaltos, fraudes e qualquer coisa que os solicitassem em troca de ter uma vida extremamente luxuosa e, assim que cansarem, os solicitam a mais difícil e arriscada meta em troca de sua própria vida e um contrato milionário. Eu não sei bem a real intenção deles com isso, já que dinheiro aparentemente nunca foi um problema pro Sr. Lee, mas eu faço, afinal ou eu cumpro as metas, ou eu perco a vida, então decidi lutar mais um pouco.
A última missão de Yoongi foi matar o chefe da nossa máfia adversária, em recompensa ganhou um cheque com infinitos dígitos 0 depois do 1.

~~~~
Estava deitado na minha cama, pensando num plano impecável, sem erros ou falhas e a curto prazo pra conquistar Kim Taehyung. Não seria difícil na minha imaginação, já que tenho os meus charmes e também sou muito bonito. Tudo bem que eu teria que conquistar o homem que teve o título de mais bonito do mundo por dois anos consecutivos, o homem que é filho do maior milionário da Coréia do Sul, o homem que está sempre rodeado de seguranças e paparazzi... Céus, ele deve ser metido num nível insuportável! Ok, não vai ser tão fácil assim.
Em meio aos meus pensamentos, nem percebo Bogum entrar, ele se senta na ponta da minha cama e espera até que eu perceba.
-Você vai na festa hoje? ㅡEle diz empolgado como sempre.
-Que? Que festa Bogum?
-Do Kim! Kim Taehyung! ㅡMeu coração aceleraㅡ Ele, o Seokjin e o Namjoon que vão fazer, na verdade. O pai deles não está em casa. Óbvio que vai sair nas notícias depois mas acho que eles não ligam, ricos daquela forma nem tem como ligar pra uma bagunça que não são eles que limpam... Enfim, vai?
- Vou ㅡ Meu corpo desperta e me levanto rapidamente da camaㅡ Vou tomar um banho, quer vir?
- Já tomei mas não me importo de ficar bem limpinho, então sim. ㅡEntre risos, ele se levanta e me acompanha até o chuveiro, no qual fizemos coisas que se passam pela sua imaginação agora.

---------------------
Taehyung P.O.V
Era de manhã quando tive a feliz notícia de que meu pai iria viajar por uma semana. O que significava que eu e meus irmãos teríamos a casa inteirinha só pra gente, não que ela não fosse assim sempre, já que nosso pai mal nos vê, mas uma semana sem ele significa uma semana sem regras, ou reuniões, ou qualquer coisa assim. Desde que me assumi e a mídia caiu mais ainda pra cima de todos nós, meu pai estabeleceu o dobro de regras que já tínhamos antes, mas se saiu bem atuando para as entrevistas ao dizer que me apoia nessa "decisão", quando na verdade 99% das novas regras eram sobre mim em contato com outros garotos. Mas, uma semana sem ele, quer dizer uma semana sem essa lista inacabável de regras. Liberdade!
Assim que a notícia veio, nem precisei fazer nada, o meu irmão Seokjin já tinha mandado uma mensagem no grupo que temos junto ao nosso outro irmão Namjoon e meu melhor amigo de infância Jimin. A mensagem dizia "Festa hoje, chamem os amigos da faculdade, os amigos dos amigos, os irmãos dos amigos, as irmãs principalmente!" então era isso, festa! Hoje será um dia bom.

Perdido na minha sala de arte particular, Que ficava ao lado do meu quarto, acabei me empolgando em minhas pinturas o suficiente pra que nem visse a hora passar, só me dou conta de quanto tempo eu estive ali quando vejo meu celular tocar, era o Jimin avisando que estava chegando. Já eram 18 horas e a festa começava as 19, rapidamente corri pro banho, me vesti com uma calça jeans clara e uma camiseta branca comum, aparentemente tudo que eu visto fica bom e vira notícia nas revistas, então apostei em algo simples.
Assim que o Jimin chegou, já descemos para o jardim aonde aconteceria a festa. Estava cheio de luzes coloridas, uma mesa enorme repleta de bebidas e petiscos, um bar, várias boias na piscina, tudo perfeitamente pronto pra receber sabe-se lá quantos jovens, hoje meu único objetivo era beijar, quantas bocas eu quisesse.

Assim que algumas pessoas foram chegando, ligamos uma música boa e começamos a beber e conversar, alguns já estavam mais felizes e dançando, outros no sofá conversando e eu com Jimin, ou pelo menos estava, ele acabou de sumir de mãos dadas com uma garota aleatória.

- Taehyung? ㅡ Ouço uma voz um tanto quanto melódica invadir meus ouvidos, um homem alto, bonito, de sorriso divino está parado na minha frente. Seus cabelos escuros caem levemente nos olhos e ele com certeza é lindo. Kim Seokjin, o meu irmão.
- Oi Jin
- Está se divertindo? A casa está enchendo! ㅡEle diz bebendo um gole de alguma coisa.
- Hum, é, sim... Vc viu o Jimin? ㅡOlho em volta.
- Subiu, provavelmente só volta daqui um tempo, se é que me entende. Está usando o quarto de visitas. ㅡEle diz rindo.
- Ok... Então eu tô sozinho.
- Não está não, vem, vou te apresentar pra uns amigos ㅡAntes que eu pudesse responder sou simplesmente puxado por ele, mas algo no caminho me faz parar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...