História The Last Months - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Avenged Sevenfold, Linkin Park
Personagens Brad Delson, Chester Bennington, Dave Farrell, Joe Hahn, M. Shadows, Mike Shinoda, Rob Bourdon
Visualizações 22
Palavras 934
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Famí­lia, Poesias, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


16 semanas em ele...

Capítulo 4 - The Message- March


Fanfic / Fanfiction The Last Months - Capítulo 4 - The Message- March

As sombras

  Estava nítido em meu pesadelo, eu não conseguia te segurar. Eu deixei você cair e eu estava tão próxima de salvar você do seu próprio destino. Eu cheguei tão perto, mas tão perto, que a minha vontade era me jogar em seguida. Mas eu não podia, havia mais alguma coisa que me prendia a esse mundo.

 E havia alguma coisa me prendendo nesse pesadelo há dois dias. Eu não fazia ideia do porque eu estava tendo pesadelos constantes em que eu puxava a mão de alguém, mas o peso dela era superior ao meu, e então, ela caia de um penhasco, e eu assistia tudo.

 Senti um choque ao acordar, um choque tão grande que me fez ter vontade de chorar. Encostei minha cabeça no travesseiro e chorei, coloquei pra fora todo aquele pesadelo ruim.

  - Victoria, eu vou entrar. – Matthew bate na porta. – Você tem que levantar.

  - Eu já estou levantando. – disse enquanto secava as lagrimas.

  - Por que você estava chorando? - Matthew para a minha frente com os braços cruzados.  – Eu sabia que não deveria ficar longe de você por tanto tempo, agora as coisas acontecem e eu não estou sabendo de nada!

  - Não Matt! Não é isso!- digo me sentando na cama. – Eu tive um pesadelo horrível, e já é segunda vez.

  - O que nesse pesadelo te deixou assim? – Matthew pergunta apreensivo.

  - Não sei dizer exatamente o que era. Tinha uma pessoa caindo de um penhasco e eu tentava puxar ela de volta, mas uma hora ela caiu. – aquilo estava realmente me atormentando. – Era... Horrível ouvir ela gritar sabe.

 - Era um homem ou uma mulher?              

 - O grito parecia de um homem. – tento me lembrar. – Mas o foda é que eu não consigo lembrar o rosto, eu não via o rosto... Ela só caia e gritava.

 - Vem aqui. – Matthew me envolve em um abraço. – Você está precisando falar alguma coisa? Como você se sente depois disso?

 - Com um aperto no coração muito grande. – digo chorando. – A maioria das vezes que tenho pesadelo com essas coisas geralmente tem algum significado.

 - Para de pensar nisso. – ele me abraça mais forte. – Eu estou aqui com você meu amor, nada vai te ferir.

 - O problema não é comigo Matthew, é com alguém.

 

20 de Março

 Hoje era aniversário de Chester, meu querido ídolo. Não pensei duas vezes antes de mandar uma mensagem parabenizando-o pelos seus 41 anos. Eu estava muito ansiosa para que ele visse o grande texto que fiz para ele, (não é todo dia que temos oportunidade de mandar mensagem para o ídolo e ele responder), então me apressei.

“Hoje o cara que está no meu top três faz 41 anos! Eu estou tão feliz pelo seu dia, espero que você aproveite muito com a sua família! Não sei expressar a gratidão que sinto por ter conhecido você, pra mim você é simplesmente incrível (e muito engraçadinho pro meu gosto). Desejo muitos anos de vida à você Chaz, desejo que sua vida seja repleta de amor, momentos bons, e que você se lembre deles todos os dias. Obrigada por me apresentar a sua família, estou com muita saudade de todos, principalmente das gêmeas Lila e Lily. Gostaria de agradecer por cada minutinho de conversa que tivemos, e por sempre me receber com um sorriso enorme no rosto e transmitir o que uma pessoa tem de mais importante: Paz. Você é minha fonte de inspiração para toda vida. Agora, por favor, aproveite muito o seu dia! Sinta-se amado e respeitado por todos nós, sinta-se abraçado por todos nós! Eu, e todos os fãs te amamos imensamente. Feliz aniversário para o cara que tem o melhor grito do mundo <3 (se meu irmão ler isso ele me mata) Te amo Chazbe! Um grande abraço de uma pequena fã.”

  Eu não me sentia íntima de Chester, mas era digna de mandar um texto em que eu expressava meus sentimentos de fã. Só de imaginar o quanto esse cara foi atencioso enquanto eu estava em sua casa, é uma coisa que me deixava muito alegre. Sua família toda é abençoada, são crianças muito boas e engraçadas, que demonstravam um grande amor/admiração pelos seus pais.

  Enquanto eu refletia, meu celular vibrou. A mensagem era de Chester.

  “Receber uma mensagem dessas realmente melhorou muito o meu dia! Vi, eu que agradeço por você ter tirado um tempinho para me parabenizar, e usar a sua maior arma para deixar um quarentão feliz! Ah, e espero que saiba qual é a sua maior arma, e se não souber, aguarde até o final da mensagem!

 Dou risada com essa última frase, e continuo a ler.

  “Parece que as crianças gostaram muito de você, e olha que eles são bem seletivos em relação à isso. Gostaria muito que você aparecesse aqui de novo, estamos te esperando de braços abertos. Talinda e eu estávamos pensando em um jantar. O que você acha? Nós realmente adoramos a sua presença e a presença do seu irmão e família naquele almoço. Enfim, espero continuar sendo sua fonte de inspiração por muito tempo, e que Deus te abençoe! Muito obrigado pelas palavras que você usou comigo naquele dia, e bem, aqui está a sua maior arma: Palavras. Você põe qualquer pessoa pra cima, e não deixa ela cair em um abismo quando tudo está errado. Um grande abraço Vi! Te amo!”

  Eu senti uma coisa diferente ao ler essa mensagem. Foi uma grande mistura de emoções, e no final, eu não sabia mais o que eu estava de fato sentindo. Eu precisava chorar mais uma vez.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...