História The Last Tears - Capítulo 28


Escrita por: ~ e ~Hayley182

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Drama, Jikook, Lemon, Namjin, Revelaçoes, Romance, Vkook, Yaoi, Yoonmin
Visualizações 317
Palavras 3.020
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiiii Tlt's tudo boum?
*espero que sim*
Sei que devemos explicações, mas este é o último cap e vcs devem estar curiosos
então...
boa leitura e até as notas finais!
^^

Capítulo 28 - The Last Tears


Um ano depois...

Jimin Pov's

-Está demorando muito! -Reclamei andando de um lado para o outro.

-Concordo! -Disse Jungkook agindo como minha sombra.

-Acalmem-se só tem... -Tae olha no relógio. -Exatamente dezesseis minutos que ela entrou! -Disse preciso.

-Realmente parece ser mais... -Comentou Hoseok calmamente.

-Então... como o bebê irá se chamar? -Perguntou NamJoon, tentando inutilmente nos acalmar.

-A bebê. -JungKook corrigiu.

-Lara. Em homenagem a mãe do Yoongi. -Respondi sem dar pausa em meus passos.

-Lindo no... Ei Taemin não corra no corredor do hospital! -Namjoon deixou a frase em aberto correndo atrás do filho que se divertia pelos corredores esbranquiçados.

-O nome é realmente lindo Jimin. -Elogiou Hoseok.

-Obrigado... -Disse pensativo e um tanto entristecido por ainda não superar a falta do Yoonie aqui, neste momento tão especial.

(...)

-Agora é real! Estão demorando muito! -Jungkook falou com certa irritação.

-Estão lá dentro a quase uma hora... -Disse preocupado passando o indicador pelo queixo.

-Tae... que horas são mesmo? -J-Hope perguntou intrigado.

-São...

No momento que sua mente registrou as horas, seus olhos se tornaram enormes devido a sua expressão de espanto.

-Ai Meu Deus eu esqueci o Mike na escola! -Gritou surtando.

-Não acredito nisso! Já é a terceira vez em dois meses! Quer que peguem o nosso filho Taehyung? -Advertiu Hoseok irritado.

Tae boquiaberto não diz uma só palavra, sabendo que o namorado tem razão, uma vez que faz apenas cinco meses que eles conseguiram adotar o adorável Mike, que havia ficado órfão após Gabriel, seu pai, morrer na prisão.

Posteriormente o "surto" de impaciência do Hoseok, Tae me lança um olhar hesitante, como quem pede desculpa por não poder ficar presente no momento mais importante da minha vida, que é o nascimento da minha filha.

-Tudo bem Tae, vai lá. Quem realmente deveria estar aqui, infelizmente não está.

-Volto mais tarde para ver a Lara. -Falou enquanto saia apressado.

-Vamos Taehyung! -O grito de J-Hope ecoou na sala de espera, sendo advertido pelas enfermeiras que passavam no local.

-Não grita, isso aqui é um hospital. -Tae murmurou para ele, enquanto se aproximava.

-A culpa é sua! -Gritou novamente, voltando a baixar o tom no segundo seguinte. -Quem esquece o próprio filho? E além do mais... -Continuou a reclamar até finalmente desaparecer pelas portas de vidro fumê.

-Será que aconteceu alguma coisa com elas? Já deviam ter nos dado alguma resposta... -Disse JungKook suando de nervoso.

-Elas estão em boas mãos, o Jin cuidará muito bem da Melanie e da pequena Lara. -Afirmou Namjoon a fim de acalmar os ânimos.

Minutos depois a médica da Melanie juntamente com o elegante doutor Kim Seokjin surgem  no final do corredor, e imediatamente Jungkook e eu corremos para encontrá-los.

-Então... quem de vocês é o novo papai? -A médica perguntou sorridente.

-Eu! -Gritei exasperado.

-E... EU!... -Uma voz ofegante, rouca e alta ao mesmo tempo surge no final do corredor.

-Yoonie... Você está atrasado! -Falei emburrado.

Com as mãos nos joelhos recuperando o fôlego, ele respira profundamente, caminhando vagarosamente em nossa direção em seguida.

-Desculpe pequeno, só agora consegui sair daquele tribunal. -Falou, beijando-me na testa em seguida.

-Então esses são os papais?

-Sim... Doutora Jang, esses são Min Yoongi e Park Jimin, os pais da Lara. -Explicou Jin, com seu típico sorriso.

Sorrindo como duas crianças que acabaram de ganhar um doce, Yoonie e eu nos olhávamos orgulhosos.

-Senhores, sua filha espera por vocês, vamos lá?

Nervosos não conseguimos dizer uma só palavra mediante a toda a emoção do momento, portanto, somente assentimos positivamente com a cabeça.

-E a Melanie? -JungKook perguntou.

-Ela também está radiante, e deseja vê-lo.

Dessa maneira seguimos todos até o quarto cento e oitenta e dois conhecer nossa pequena após tanta espera.

(...)

Quando o Jin abre a porta meus olhos atentos imediatamente buscam pela criança que logo vejo dormindo em um berço improvisado ao lado da Melanie.

Me aproximo lentamente extasiado, ao vê-la de perto meus olhos involuntariamente se enchem de lágrimas, mesmo sendo recém nascida é lindíssima, e muito parecida com o Yoonie, pele clara translúcida, cabelos escuros e os lábios desenhados de uma maneira muito similar ao do pai. Mesmo sabendo que eu e o Yoongi fomos doadores, creio que a Lara seja biologicamente dele, o que não me afeta, quando na verdade, ela é nossa... nossa filha.

 

Yoongi Pov's  

Tudo ao redor do ambiente pareceu-me desaparecer, como se existissem apenas Jimin, eu e nosso bebê. Ambos estávamos muito emocionados e felizes, ao olhá-la tão frágil e pequena um sentimento completamente novo cresceu dentro de mim.

Tudo o que passamos pareceu ter um sentido naquele vigésimo de segundo no qual meus olhos registraram a figura daquele serzinho.

Flash Back On

Um ano atrás...

Não sabia muito mais do que o Jimin me dissera do momento em que "morri", também não tinha muito o que saber quando se estava ‘’morto’’.

Pois é, de acordo com os médicos tive um parada cardíaca quase irreversível, meu coração parou por um minuto e doze segundos, os doutores já haviam desistido e observavam com compreensão e pena uma residente continuar tentando me reanimar..Talvez por estar frustrada? Bom, isso não importa agora, já que quando Jimin invadiu o quarto, se esforçando arduamente para se soltar de todos que tentavam segurá-lo enquanto chorava e gritava com seus olhos em meu corpo, a residente conseguiu que meu inútil coração voltasse a bater em seu preguiçoso rítmo.

Muitos dizem ver uma luz no fim do túnel quando morrem por poucos instantes, eu porém, enquanto aquela mulher se esforçava para me ressuscitar e Jimin chorava dolorosamente, mesmo que não acreditem, eu vi minha mãe. Talvez a palavra correta não seja "ver", pois, ainda hoje não consigo me lembrar dos traços do seu rosto, e no meu momento de morte não foi diferente, não conseguia ver detalhadamente os traços da sua face, sua voz entretanto me era muito clara, lembro-me  de sentir preso, ao mesmo tempo que queria alcançá-la algo parecia me prender a este mundo. Jamais me esquecerei de ouvi-la repetir... "Ainda não Yoongi".

Talvez Park Jimin, e o presente perfeito que ganharia um ano depois fossem o motivo do "ainda não" da minha mãe.

Flashback Off

 

Tocamos levemente em seu cabelo escuro macio, enquanto as outras pessoas da sala nos olhavam tocados.

-Bem-vinda meu amor... somos... seus pais. -Jimin cochichou próximo ao seu pequeno corpo.

-Melanie... eu sempre serei grato por ter me dado o melhor presente da minha vida.

 

Flash Back On

Dez meses antes...

-Então como se sente? -Melanie perguntou sorridente.

-Bem para quem morreu e voltou a vida. -Repliquei irônico.

Jimin me lançou um olhar repreensivo.

-Está cada vez melhor, só precisa ficar em repouso. -Explicou pacientemente.

-Então logo ficará bem, já que ama ficar de repouso. -Melanie comentou sarcástica, fazendo todos sorrirem.

-Uou! O que aconteceu com esse lugar? Está até parecendo um casa agora! -O escandaloso Taehyung disse, adentrando em meu apartamento sem bater.

-Não é? Também tive essa reação quando vi pela primeira vez. Certamente o Jimin faz muito bem a este lugar. -Concordou a Melanie.

-Ei! Não era tão ruim! -Falei ofendido.

-Na verdade era sim Yoonie.

-Viu? Agora podem até providenciar as crianças!

-Seria um sonho TaeTae. -Replicou Jimin.

-Por que um sonho? -Indagou a Melanie.

-Eles nunca dariam a guarda de uma criança para um casal de gays aqui na Coréia. -Jimin explicou derrotado.

-E se... vocês tivessem um bebê biológico?

-Seria ótimo Melanie, mas nós ainda não sabemos como fazer um bebê nascer em homens.

-Tem um jeito. Posso ser a mãe do bebê.

-Melanie? Está louca? -Jimin perguntou furioso.

-Não! Não desse jeito! -Respondeu balançando as mãos. -Digo, uma inseminação artificial, posso gerar o bebê de vocês...

-Você está mesmo falando sério? -Meu namorado indagou incrédulo.

-Se fizesse isso por nós eu seria eternamente grato. -Disse tocado.

-Ah que fofo! Vocês terão um bebê! -Exclamou Tae empolgado.

-Será meu presente adiantado de casamento!

Flashback Off

 

-Logo será o nosso... -Murmurou JungKook próximo a namorada.

-Está louco? Depois de toda essa dor! Não mesmo. -Respondeu divertida.

-Veremos... -Ameaçou sorridente.

-Quando poderemos levá-la para casa? -Jimin perguntou encarando a criança.

-Amanhã. -Respondeu Kim SeokJin.

No dia seguinte...

 

Jimin Pov's

-Bem-vinda a sua nova casa meu amor... -Sussurrei segurando-a nos braços, enquanto o Yoonie abria a porta, carregando as coisas do bebê.

Cuidadosamente à levamos até seu novo quarto, inicialmente era o intocado quarto dos avós do Yoongi, mas depois que tivemos a notícia que nossa filha já estava à caminho ele concordou em doar os pertences dos seus avós para que pudéssemos montar o local para a bebê.

Quando entramos Lara se move em meus braços, abrindo um pouco a boca.

-Gostou filha? -Yoonie perguntou sorridente, e sendo sincero, é a primeira vez que vejo esse tipo de sorriso em sua face.

O quarto foi carinhosamente decorado por mim e pelo Yoonie, na maioria por mim, já que ele concordava com qualquer coisa que eu decidisse. O local predominantemente rosa, era como um quarto de princesa, com estantes de livros, bichinhos de pelúcia, duas cadeiras de balanço ao lado do  berço branco que combina perfeitamente com a estante. Há também fotos minhas e do Yoonie em um canto da parede, além fotos da Melanie grávida, o quarto é acolhedor e cheio de pequenos detalhes fofos, tudo pensado para nossa pequena.

-Não é melhor colocar esse berço em nosso quarto? Não vou conseguir deixá-la sozinha aqui.

-Yoonie, devemos acostumá-la a dormir no berço. -Expliquei colocando-a para dormir.

(...)

-Desculpe... nem tive tempo de perguntar como foi no tribunal. -Falei, enquanto preparamos a mamadeira da bebê.

-Horrível. A Somin estava totalmente diferente, chorando e fingindo-se de vítima o tempo todo. -Explicou nauseado.

-Sinto muito não ter ido com você, era o nascimento da nossa filha, e... ainda não tenho certeza se posso encará-la.

-Tudo bem pequeno... Não vamos mais tocar nesse assunto, é passado.

-Está certo.

-Ei, a mamadeira está pronta! -Falou orgulhoso erguendo o objeto.

-Deixe me ver! -Coloco uma gota na parte superior da mão. -Quer queimar a língua dela? -Perguntei entre risos. -Você precisa esfriar antes amor.

-É mesmo né? Nossa, ainda bem que você está aqui. -Disse preocupado sentindo a temperatura do leite.

-Ainda temos tempo para aprender... este é só o  nosso primeiro dia! -Exclamei sorrindo e mostrando meu eye smile, fazendo Yoongi sorrir lindamente de volta.

 

Cinco mês depois...

 

-Uou! Como uma coisinha tão fofa pode fazer algo tão fedido?! -Yoonie falou tapando nariz.

Lara sorri encarando o papai.

-Isto é engraçado mocinha? -Disse divertido, dando-lhe vários beijos nos rosto.

-Yoonie coloque-a na banheira por favor. -Pedi jogando a fralda suja no lixo.

-Quem é a princesa do papai?! -Indaguei usando uma voz mais fina que o normal, sorrindo todo bobo, enquanto jogava água morna em seu corpo.

-Pequeno... é melhor você segurá-la. -O medroso disse.

-Tudo bem amor, você pode fazer isso. -Falei confiante. -Não é Lara? Diga ao papai que ele consegue segurar você. -Completei usando a voz mais fina de novo.

Yoonie pega nossa princesa como se a mesma fosse a coisa mais frágíl desse mundo, e pra nós ela era. Lara era o ser mais lindo, frágil e inocente que existia. Yoonie a enrolou na toalha com extremo cuidado, seus olhos analisavam a nossa filha cheios de carinho, amor e preocupação, enquanto eu observava aquela cena com um sorriso de orelha a orelha.

 

Me sentia a pessoa mais feliz e sortuda do mundo por ter aqueles dois anjos na minha vida.

(...)

-Yoonie... fica com ela enquanto preparo nosso jantar. -Disse seguindo para a cozinha.

-Ai não! o papai Jimin vai cozinhar! -Cochichou.

-Eu ouvi isso! -Gritei da cozinha.

-Você quer ficar de pé no colo do papai? Ahh, cadê o barrigão? Hein? -Ouvi ele brincando com ela da cozinha, não segurei o sorriso ao escutar todas as risadas que Lara dava e a aquela voz fofa de Yoonie para com ela.

(...)

-Yoonie! Está pronto. Traz a Lara, está na hora do leite. -Gritei da cozinha.

Como não houve resposta, vou até eles, e os pego dormindo, Yoongi deitado no sofá com a bebê dormindo profundamente sobre seu peito. Involuntariamente meus olhos se enchem de lágrimas mediante a cena mais linda que já vi até hoje, as duas pessoas que mais amo neste mundo juntas, de uma maneira tão fofa! Talvez agora compreenda todos os maus momentos que passei, tudo aconteceu para que eu pudesse viver esse momento, onde encontro a real felicidade.

 

(...)

Um ano depois...

Yoongi Pov's

-Rápido pequeno ou vamos nos atrasar! -Disse pela terceira vez em vinte segundos.

-Calma Yoonie... Você já arrumou a Lara? -Gritou do quarto.

-Sim. -Respondi despreocupadamente.

Quando ele chega a sala, ainda colocando o cinto, me assunto quando o vejo ter uma crise de riso.

-O que foi? -Perguntei perdido.

-Oh Meu Deus! O que você fez com a nossa filha? -Indagou risonho.

-Qual é o problema? -Perguntei encarando-a de pé apoiada no sofá.

-Yoonie... Ela parece que vai para o polo norte! Pra quê tantos casacos? Sem contar que você arruinou a coitadinha prendendo seu cabelo assim! -Disse pegando-a no colo.

-Aish! Está frio lá fora, tenho medo que ela pegue um resfriado, e este penteado nem está tão ruim! Você já fez piores -Reclamei emburrado.

-Sério? Você prendeu o cabelo dela em seis partes! -Solta uma risada nasalada.

-Sempre que eu prendia um lado faltava o outro! -Expliquei fazendo bico.

-É porque ainda é muito pequeno... -Explicou enquanto tentava ajeitar o cabelo da nossa filha. -Mas você pode prender em dois de cada lado..Acho que desta maneira fica bonito. -Franziu o cenho, observando o penteado estranho que fez, o encarei debochado, fazendo o mesmo bufar frustrado e desmanchar o penteado -Esquece, ela fica linda de cabelo solto -Disse lançando um eye smile para Lara, que exclamou ‘’Glatinho!’’ apontando para os olhos de Jimin, o mesmo riu e deu-lhe um beijo na testa.

Sem perceber, abri um sorriso bobo com aquela cena, que se desfez quando me lembrei de continuar minha conversa com Jiminnie.

-Ainda acho melhor deixá-la com os agasalhos. -Retruquei

-Deste jeito ela vai sair rolando! -Sorriu divertido. -Vamos deixar dois, e levar um, se esfriar mais colocamos nela. -Afirmou pacientemente.

Dei de ombros.

-Então... para onde nós vamos mesmo? -Perguntou dentro do carro.

-É uma surpresa. -Respondi misterioso.

Vejo pela visão periférica sua expressão emburrada, por alguma razão ele sempre teme o futuro.

Após duas longas horas dirigindo o carro, chegamos ao local desejado.

-Uma praia? -Jimin perguntou boquiaberto.

-Não é incrível? -Perguntei admirado, vislumbrando o lindo reflexo da lua na água.

-Sim, mas...

-O Namjoon nos emprestou sua casa na praia este final de semana. -Expliquei olhando lindo rosto sorridente.

Inesperadamente ele me abraça delicadamente tendo a Lara dormindo em meus braços, murmurando em seguida:

-Obrigado por isso.

(...)

Cansados da viagem comemos um sanduíche como jantar e fomos mais cedo para a cama.

No dia seguinte acordamos com o nascer do sol, fizemos café da manhã juntos e fomos para a praia, onde a Lara se viu maravilhada com a areia branca, tanto que tentava comê-la a cada cinco minutos.

-Pequeno, pode pegar um suco para mim por favor? -Pedi.

-Ah! Sim eu posso. -Respondeu docemente, e no meio do caminho completou. -Não tire os olhos da nossa filha!

Pouco tempo depois, ele volta com o suco e algumas frutas.

Sentado ao meu lado no sol revigorante da manhã, ele observa nossa bebê brincar com uma caixinha escura nas mãos.

-Filha... o que é isso que você está brincando? -Perguntou retoricamente, tirando o objeto babado das mãos da criança.

Ao ter em mãos a pequena caixa, ele me lança um olhar questionador antes de abri-la.

-Yoonie... o que é isso? -Indagou com a voz trêmula.

-Abre. -Ordenei sorridente.

Jimin Pov's

Quando aberta a caixa de veludo me revela um lindo  e delicado anel. Minha voz pareceu ficar presa na garganta, meus olhos derramavam lágrimas de alegria, e tudo estava tão perfeito que eu temi estar sonhando.

-Você aceita? -Yoonie perguntou, encarando-me com seus olhos doces.

-É claro meu amor... -Respondi com voz embargada, beijando-o apaixonadamente em seguida.

(...)

-Então agora somos noivos! -Afirmei desacreditado encarando o anel em meu dedo durante o jantar.

-Precisamos comemorar... -Yoonie cochichou no meu ouvido, enquanto acariciava minha coxa.

Dou um sorriso malicioso, me sentando de frente em seu colo em seguida.

Nos beijamos intensamente, tanto que ficamos sem fôlego.

Em um salto ele se levanta comigo em seu colo, e prensa meu corpo contra a parede. Rapidamente ele desce e sobe seus lábios percorrendo do meu pescoço ao meu tronco.

Mais uma vez em um movimento rápido ele me vira de costas e com uma mão agarra meu cabelo, tendo a outra descendo meu moletom..Até que ouvimos um choro conhecido que nos faz parar imediatamente.

-Oi meu amor... O papai está aqui... pronto... pronto... -Falei enquanto a balançava em meus braços.

Do quarto ouço uma doce melodia conhecida. Com a Lara nos braços me dirijo a sala.

-Eu adoro essa música... -Comentei. -E parece que a nossa filha também, ela ficou bem mais calma.

-Senta aqui. -Ele ordena parando a música por alguns segundos.

-Eu nunca imaginei que poderia ser tão feliz com outra pessoa... -Falou de repente me fazendo sobressaltar. -Obrigado por superar todos os desafios ao meu lado e nunca ter desistido de mim...

Suas palavras sinceras me fazem recordar nossos dias difíceis, e um filme passa por minha mente, e no fim, eu só tenho a sensação que tudo valeu a pena.

-Yoonie...

-Jimin...

Chamamos um ao outro calorosamente, e em uníssono falamos.

-Eu te amo.

-Eu te amo.

Deixei que algumas lágrimas caíssem e Yoonie as secou com o polegar ternamente, me fazendo sorrir fraco.

-The last tears...

Yoonie sussurrou em meu ouvido, voltando a tocar para nossa filha em seguida.


 

Não podemos prever o futuro, quando achamos que nossa vida está nos eixos ele ri de nossa cara e nos dá uma grande surpresa, as vezes boa, e as vezes ruim, o que realmente importa é a forma que você irá lidar com ela.

 

...Porque nenhuma escuridão, nenhuma manhã e nenhuma estação, pode ser eterna...


 


Notas Finais


Oi T-T
Pessoal, sendo sincera, me senti tão amada por vocês enquanto escrevia essa fic, foi a minha primeira do BTS, e foi uma experiência incrível, eu ri, chorei, fiquei tensa, odeiei e amei muiiito com vocês!
Só tenho a agradecer por terem acompanhando conosco, pelos comentários hilários, pelo carinho e apoio
(estamos em um caso sério de amor com os leitores de TLT)
Chegamos ao fim da história com este capítulo, espero muiiiiiiito que vocês tenham gostado, e devo me desculpar pelo período de ausência, como sabem, consegui um emprego que toma praticamente todo o tempo e saúde mental, não sei a idade de vocês, mas, na minha, neste período de transição para adulta e muito complicado T-T
Futuramente pretendemos escrever outra fic, então, não se afastem de nós hihi <3
*não vou chorar, socorro!!!*
Então é isso...
Obrigada a todos!
Nós amamos vocês de verdade <3
Até qualquer hora meus eternos tieltis ^^
2kiss/ kisses (vou sentir falta desta despedida)

Das autoras malucas:
Nayara Viana (hayley)
Maria Eduarda Pires (Sugafree)
...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...