História The legend of Korra (Korrasami) - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Avatar: A Lenda de Korra
Personagens Amon, Asami Sato, Bolin, Korra, Mako, Suyin Beifong, Tenzin
Tags Amon, Asami, Bolin, Bopal, Korra, Korrasami, Kuvira, Mako, Opal, Vaato, Zaheer
Visualizações 149
Palavras 1.713
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Luta, Policial, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 12 - Fim ??


Fanfic / Fanfiction The legend of Korra (Korrasami) - Capítulo 12 - Fim ??

       Korra acordou primeiro na Manhã seguinte,ainda parecia surreal que sua Asami estivesse aqui,ainda mais depois da conversa que tiveram ontem.

           Flashback on:

Korra entrou em seu quarto e deu passagem para Asami entrar,estavam num maior silêncio pois não sabiam como iniciar aquala conversa.Korra fecha a porta atrás de si e caminha até a janela de seu quarto se apoiando no parapeito.Asami com certa cautela senta na cama de Korra.O silêncio varria o cômodo,o vento frio batia contra seus corpos quentes, enquanto o silêncio continuava.

- Eu achei que era a escolha certa - Korra falou quebrando o Silêncio incomodativo.

- Mais não foi - Asami murmurou de cabeça baixa.

- Sami...eu te amo muito e foi por te amar que acabei me afastando,eu achei que estivesse confusa com seus sentimentos, não duvido que você me ame mas....a confusão de sentimentos que aquelas duas criaram foi demais para mim - Korra falou com a voz falhando.

- E se afastar era a solução? - Asami indagou soluçando.

- no momento sim,mas eu não queria te deixar Sami, só...foi preciso eu achei que foi preciso - Korra falou começando a chorar.

- Mas não foi,Korra eu simplesmente perdi o chão quando soube que você foi embora,tudo que eu precisava era de você eu não estava confusa com meus sentimentos eu só.....cansei da confusão de Esca e Kuvira - Asami falou com lágrimas descendo pelo seu rosto.

Ambas fizeram o que acharam ser certo,amar e fazer o outro feliz mesmo que isso signifique deixá-lo.Você quer que essa pessoa seja feliz,embora não seja com você,amar e perdoar,confiar,proteger e lutar um pelo outro.Se você vai pular de um abismo, não será só você será os dois, não existe paraquedas apenas amor.

- Sami eu também perdi o chão quando te deixei,eu não te procurei porque - Korra não conseguiu terminar,pois as lágrimas já banhavam seu rosto sem parar.

Um minuto de silêncio e Asami também resolveu falar,só que Korra terminou a sua ao mesmo tempo.

- Eu tive medo de você me rejeitar - as duas falaram juntas em meio às lágrimas.

Doía ver uma chorando por causa da outra,mas o que poderiam fazer?ela se amavam tanto que chegava a doer.

- Sami me perdoa eu achei que era o certo a se fazer - Korra falou saíndo do parapeito, caminhando até Asami.

- Me perdoa você amor por não ter sido forte e ter te impedido - Asami falou em prantos.

Korra abraçou Asami,sentindo os braços da engenheira ao seu redor.Era um abraço cheio de sentimentos, não importava o mundo a fora,era só elas alí naquele quarto sentindo o calor uma da outra, reconectando seus corações.

- Eu te amo Sami, muito,muito - Korra falou beijando todo o rosto de Asami,antes de chegar nós lábios.

- Eu Também te amo Korra,Deus como te amo - Asami falou beijando Korra.

Foi um tocar de lábios,mas o suficiente para explodir seus corações e a força do amor em seus corpos.Suas escolhas podem ter sido erradas,mas nesse exato momento o amor se tornou nem mais forte.Obstaculos sempre viram mas o amor de Korra e Asami seria e será maior.Terminaram o beijo e Asami se aconchega nós braços de Korra,que senta encostada na cabeceira da cama com Asami em seus braços,fazendo uma leve carícia em seus cabelos.

                  Flashback off

Korra acaricia de leve o rosto de Asami e de repente um flash de memória apareceu,uma criança corria pelo chão gelado parecia a tribo da água do norte,mas Korra não sabia identificar.Era uma garotinha que corria e falava com sua mãe,dizendo o quão divertido era brincar no gelo.Até que a garotinha chama sua Mommy e quem se aproxima da garota e .....

Korra balança a cabeça, tentando intender o que aconteceu,mas sem sucesso.Asami começa a se mexer,dando sinais de que acordaria.Korra volta a atenção para Asami e vê a garota abrir os olhos, revelando o quão lindo são com a pequena luz sobre eles.Sorrindo espontaneamente, Korra deixa um selinho demorado nós lábios de Asami antes de desejar-lhe Bom dia.

- Bom dia amor - Korra falou com a voz rouca de sono.

- Bom dia amor - Asami retribuo o cumprimento com outro selinho demorado.

- Como foi com minha mãe? - Korra perguntou,vendo Asami sentar em seu colo deixando o sutiã vermelho rendado a mostra.

- Bom, nós conversamos muito - Asami falou sorrindo, enquanto acaricia o abdômen de Korra.

- Sobre o que ? - Korra perguntou curiosa.

- Você - Asami sussurrou se inclinado para beijar Korra.

A porta do quarto se abre e uma Senna alegre entra divagando no quarto com os olhos fechados.

- Filha você vai ajudar seu pai com os ... - Senna abre os olhos,flagrando Korra parcialmente nua e uma Asami igual.

Arregalando os olhos a mãe de Korra fica chocada com a cena, Asami de branca ficou vermelha e praticamente pulou do colo de Korra fazendo a avatar cair no chão pelo susto.

- M-Mãe E-Eu .....eh... nós... - Korra tentou falar enquanto coçava a cabeça pela pequena queda.

Sorte que ela estava de cueca e top mas mesmo assim Senna sentisse constrangida, aliás muito constrangida.

- E-Eu volto outra hora,Ah garotas não se atrasem para o café da manhã - Senna falou saíndo do quarto.

Ela não seria raiva pela cena,só constrangida,ela já imaginava que elas tinham esse tipo de intimidade só não esperava pegá-las.

- Aí que vergonha - Asami murmurou afundando a cara no travesseiro.

- Nem tanto amor - Korra murmurou com um leve catombo na cabeça.

- Amor sua mãe viu praticamente tudo e se nós... - Asami balançou a cabeça, tentando não imaginar a cena se Senna pegando-as na ação.

- Eu sei e vergonhoso - Korra admitiu mais ela já tinha visto.

Se dirigindo para o banheiro Korra fez sua higiene matinal e logo foi a vez de Asami.Se vestiram numa conversa agradável e desceram as escadas de mãos dadas.

- Fico feliz que tenham se reconciliado - Tonraq falou sorrindo.

- Reconciliação até demais - Senna murmurou constrangida.

- Desculpe Senna - Asami pediu envergonhada.

- Não a nada do que se desculpar querida, vocês são jovens - Senna deixou a última frase no ar.

O Café da manhã seguiu em harmonia,Senna alfinetou a filha várias vezes sobre o acontecimento do quarto, deixando Korra constrangida e Asami e Tonraq riam,claro quando Senna não alfinetava as duas.

Korra saiu com seu pai,indo treinar um pouco a muito custo,pois não queria deixar Asami.Senna aproveitou a chance e começou a conversa com Asami.

- Você poderia me ensinar a cozinhar Senna? - Asami perguntou derrepente, sentindo seu rosto queimar.

- Claro,a Korra adora bolinhos da chuva poderei te ensinar tudo - Senna falou empolgada,pois intendeu o ensinar a cozinhar de Asami.

Nossa engenheira queria aprender especificamente o que Korra gosta de comer,pois não queria ser uma noiva sem experiência na cozinha.Senna começou a ensinar passos a passo como Asami poderia fazer os bolinhos da chuva e Asami ia prestando bastante atenção em tudo,com um pouco de treino Asami pegou o jeito.O casamento das duas não foram desmarcados ainda séria daqui a um mês.O que deixou Asami bem animada e nervosa,do mesmo jeito com Korra que ainda não encontrou seu terno.Falando em terno.

[....]

- Não pai,esse aqui é de velho - Korra murmurou Olhando para o terno preto com uma "cauda" atrás.

- Hora filha, não diga isso ficou elegante em você - Tonraq falou olhando para Korra.

- Não ficou não,eu pareço um velho - Korra murmurou entrando no provador.

Eles haviam entrado numa loja de roupas modernas,aberta a pouco tempo na tribo da água do norte.Tonraq suspirou,sua filha não iria casar com roupas tradicionais que eram lindas em sua opinião,mas Korra disse que queria se casar do jeito que o casamento seria,ou seja moderno.Korra saiu do provador minutos depois,ela vestia um terno azul escuro,gravata preta,camisa social brava e sapatos social.Tonraq abriu a boca mais não falou nada,Korra estava elegante, muito elegante aliás.

- Humm - Korra murmurou se olhando no espelho.

- Você está ótima nesse terno filha - Tonraq falou impressionado.

O terno caiu não só bem em Korra,mas também modelou e marcou os músculos de seu corpo, não tirando o ar de garota em Korra que ficou sexy e atraente com aquele terno.

- Obrigada pai,ele é perfeito - Korra admitiu animada.

Ela é Asami não precisaram conversar,pois a decisão de se casaram não mudou.Asami achou seu vestido a quatro dias atrás,era um simples mais delicado vestido.Korra não sabia que Asami encontrou seu vestido e nem Asami sabia se Korra procurou ou encontrou seu terno.Ambas confiavam uma na outra nessa questão.

Korra comprou o terno e caminhou em direção oposta a do pai,já que Tonraq tinha uma tribo para cuidar.Korra escondia o terno numa grande sacola,ela pretendia pular na janela de seu quarto e guardar o terno sem deixar Asami ver.Vendo sua mãe e Asami na cozinha pela janela,Korra pulou rapidamente a janeual e guardou o terno dentro do guarda roupa.Pulando de volta para fora,Korra caminhou para entrar em sua casa,é vê Asami colocando bolinhos de chuva numa travessa,o cheiro era delicioso.

- Humm bolinhos da chuva - Korra comentou animada indo até a cozinha.

- Asami quem fez filha - Senna comentou sorrindo.

- Amor não sabia que você cozinhava - Korra falou surpresa.

- Eu resolvo aprender - Asami admitiu corada.

Korra sorri e caminha até Asami, beijando suas bochechas,antes de bica seus lábios.

- Sabe que não tem obrigação de cozinhar,mas já que quer aprender tenho certeza que suas comidas seram maravilhosas amor - Korra falou sorrindo.

- Eu não tenho certeza disso - Asami meio insegura.

- Deveria ter amor, você é muito talentosa - Korra falou tentando encorajar a noiva.

- Korra tem razão Asami,seus bolinhos estão uma delícia - Senna falou comendo um dois Boninhos de chuva.

- Mãe eu que iria provar primeiro - Korra chiou fazendo bico.

- Desculpa filha, não resisti - Senna falou sorrindo amarelo.

Asami pega um bolinho da travessa e leva até a boca de uma Korra emburrada,mas recebe de bom grado o bolinho.

[....]

- Aqui e o oficial Mako falando, não a nada no galcão,vasculhamos tudo aqui e não encontramos nada - Mako falou no rádio da polícia.

- Entendido, oficial Mako e Bolin voltem a fazer a ronda,câmbio desligo - falou a pessoa do rádio.

- Finalmente esse lugar me dá calafrios - Bolin falou saíndo rápido do balcão totalmente escuro.

Olhando uma última vez ao redor, Mako desiste e sai do galpão, não percebendo o movimento de duas pessoas nas sombras,seus corações eram cheios de maldade é uma promessa de vingança foi feita e seria cumprida,assim eram em seus pensamentos malvados.


                        Fim ??


Notas Finais


É brincs amores,espero que tenham esclarecidos alguns acontecimentos e dúvidas,até a próxima 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...