1. Spirit Fanfics >
  2. The Legend of the Golden Emperor >
  3. Omnes

História The Legend of the Golden Emperor - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Iaeeeee galerinha do meu cores, eu sei gente, vocês devem estar pensando:" esse autor diz, 'amanhã sai' mas sai 1 ano depois, é muito filho da pura senhora".
Tenho uma explicação, consequentemente troquei de celular depois que conseguir depois que roubaram o meu antigo, e o celular atual eu não tinha salvado a senha e eu tentei mudar a senha mas deu erro todas as vezes que fui trocar, recentemente consegui, mas estava sem ideias de para fazer um capítulo decente, agora li uma fic narukushi que me clareou a mente e resolvi da continuidade ao meu projeto, tentativa de fic. E outra preciso urgentemente de um coautor, quem acompanha a fic e quiser se candidatar estarei avaliando. Hoje é um capítulo mais romântico, CONTÉM PALAVRAS CHULAS E SEXO EXPLÍCITO.

Sem mais delongas bora pro cap.

Capítulo 5 - Omnes


 

Leiam as notas iniciais per favore.

Passado alguns dias desde o confronto com a nobreza de Rias e a sua investida em Sona, Naruto levava sua rotina corriqueira entre cometer chacinas e estudar. Não que o ensino lhe fosse necessário, ia à escola por hobby e também por motivos à mais. 
Já era tarde da noite quando recebeu uma mensagem de Sona, lhe pedindo para se encontrarem na residência de Sona. O loiro fez suas higienes pessoais, vestiu uma calça moletom preta e uma camisa na cor azul-turquesa, seguiu para o andar de baixo ligou seu carro e partiu rumo à casa da Sitri. Vai ser uma noite longa. 

Sona estava tensa, tinha convidado Naruto para um jantar com o pretexto de conversar sobre às atividades do mesmo em Kyoto e suas regiões vizinhas, mas sua real intenção não era essa.
Estava terminando de preparar a mesa quando ouviu o barulho de um carro se aproximando.
Sona: Deve ser ele, kami, que nada saia do planejado. Não pensou duas vezes e foi abrir à porta. Sona estava vestindo um vestido sensual de seda colado que realçava suas curvas sensuais.
Ao abrir a porta, Naruto estava escorado no batente com uma rosa vermelha na boca e com uma expressão não tão profissional - podemos dizer - Sona ao vê-lo ficou levemente corada.
Ficaram por poucos segundos se encarando até Sona quebrar o gelo entre eles.
Sona: Entre Naruto-kun, não esperava que fôsse tão pontual. Sona então liberou a passagem para o loiro entrar e foi surpreendida com um leve selinho.
Naruto: Então devo informar a senhorita, que se tratando de ocasiões especiais eu abro excessões. Comentou rindo vendo a expressão surpresa e corada de Sona. 
Sona: Uzumaki-kun peço que seja menos imprevisível, humpf. Resmungou com os braços cruzados baixos aos seios, lhe dando um ar mais fofo, o que atiçou ainda mais os poros do Uzumaki.
Seguiram então para o jantar e lá se deleitavam pelas iguarias supostamente preparadas pela morena. Em certo momento os dois não paravam de se encarar, aumentando ainda mais o clima entre eles.
Sona: Céus como este homem me prende com gestos tão simples. Sona de deleitava em pensamentos quando levou sua mão para retirar uma sujeira de comida no canto da boca de Naruto. Espere está sujo, deixe-me limpar. Retirou a sujeira e a levou até sua própria boca, Naruto sorriu de lado com à atitude da menor.
Horas se passaram os dois já tinham terminado de jantar e estavam degustando um vinho seco Domaine de la Romanée-Conti Romanée-Conti Grand Cru, enquanto conversavam.
E lá se íam duas, três doses de bebidas e já era perceptível uma Sona pouco alterada. Naruto então não perdeu tempo e a tomou nos braços lhe dando um beijo terno, que logo foi se intensificando e se tornando luxurioso e sensual. Suas línguas se entrelaçam causando espasmos de prazer em ambos.
Se separaram pela falta de ar e continuaram a dar beijinhos.
Naruto: Pensei que teria mais insistência, ou foi o álcool que ajudou?. Perguntou enquanto beijava e chupava o pescoço sujestivo de Sona. 
Sona: Cla-a...ro que não, estou sã, eu você não percebeu que sua vinda aqui foi o óbvio. Falava com dificuldade entre sutis gemidos. 
Então o ato se intensificou e ambos já se encontravam no quarto da Sitri. Ambos não se contentaram com os tecidos que os impediam de desfrutar maior prazer e os arrancaram ao poucos. Naruto descia beijando o corpo de Sona já despido, passando por seus seios medianos e durinhos, por sua barriga até chegar na "abertura mágica". Brincou com ela e então introduziu um dedo até por os três e começar estocadas lentas e prazerosas que proporcionaram choques de prazer na mesma. Sona se contorcia e gemia tímida pelas investidas do mesmo, até uma onda de calor se apoderar de sua vagina fazendo seu corpo extremecer em prazer. 
Sona: Quero provar você agora.
Então deitou o loiro na cama e foi o lambendo até chegar onde queria, ao retirar à cueca pegou o pênis e começou a masturba-lo de leve até começar uma sucção lenta e prazerosa, depois foi aumentando o ritmo e já fazia garganta profunda, até fazer o loiro se derramar em sua boca. Ao provar o esperma seus instintos succubos à fizera ficar mais pervertida.
Sona: Estou pronta e quero... Imprensada na parede e com força. Naruto ficou encabulado mais já estava dopado de prazer.
Naruto: Não sabia que a senhora corretamente certinha, tinha fetiches tão sensuais.
Então empurrou a morena pra parede, por ser mais alto a moreninha teve que empinar bem sua bunda grande e durinha, então o loiro introduziu seu pau fazendo ambos gemerem de prazer então começou as estocadas violentas até, fazendo Sona babar de prazer e gemer discaradamente.
Sona: Vaai... Filha da puta...aaahnn, soca essa piroca nessa endiabrada.- Ambos já estavam indo as nuvens pelo prazer, então Naruto usou suas artimanhas secretas (se não fossem secretas, eu contaria para vocês kk) aumentando ainda mais a força e a velocidade das estocadas, então ele pegou ela e a jogou na cama de quatro, então mirou no butox e introduziu sem dó e piedade. Sona gemeu de dor e surpresa pelo ato inesperado, mas logo estava gritando de prazer. 
Sona: Vai...mais rápidoooohnn. Sua voz já embargada de prazer, mal era entendida.
Naruto: Quer ensinar açougueiro a cortar carne bebê, então toma, ahn.- estocou com mais velocidade até sentir as paredes vaginas de Sona se contrair e sentir a sua bixana mais lubrificada: ela tinha gozado.
Em uma reviravolta, Sona tomou o controle da situação e estava em cima de Naruto quicando com vontade e o loiro metendo bala.
Sona: Me fez...annh...gozar ownnn...agora é minha vez. Então acelerou o ritmo da quicada até fazer ambos gozarem, em clímax avassalador.
Naruto: Foi a melhor transa, o que acha de uma ducha?. Estavam ambos deitados abraçados se recuperando da foda louca .
Sona: Eu acho uma ótima pedida. Então se dirigiram para o Box
Naruto: Mas, e os negócios?. Perguntou caçoando um pouco
Sona: Você acreditou mesmo nessa?. Ambos sorriram e entraram na banheira
É, seria uma longa noite.

Observador distante: Tsc, bastardos.

OMG BB 

#meti_sai

Leiam as notas finais meus consagrados


Notas Finais


Enfim quero agradecer o apoio e o incetivo de vocês tanto Boys e Girls, chero na bundinha de bebês de vcs, eu nunca imaginei que essa tentativa de fic chegaria a esse ponto, próximo cap, vou explorar mais a ação belê.

Recado dado, tchau, good bye, arriverdeci, xau, até a prochima fuiiiiiiiiiizzzzzzzzzzz.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...