1. Spirit Fanfics >
  2. The Letter - Beauany >
  3. E você, quem é?

História The Letter - Beauany - Capítulo 5


Escrita por:


Capítulo 5 - E você, quem é?


           Não consigo raciocinar de onde conheço essa mulher e a má iluminação da rua não ajuda muito.

           — Josh? É você mesmo? O que está fazendo num lugar como... Este? — Ela aponta para a festa atrás de nós.

          — Desculpa... Vocês se conhecem? — Estou ao lado de Any e ela parece tão confusa quanto eu e agradeço mentalmente por ela ter perguntado pois eu certamente me faria de sonso até lembrar quem é a pessoa que está conversando comigo.

           — Sim, sim! Josh veio do meu lado no avião hoje. — Ohhh, pelo visto minha memória só me ajuda quando quer. — E vocês, de onde se conhecem? — Sua mãe cruza os braços esperando uma resposta.

           — Digamos que a gente não se conhece... Eu só queria ter certeza de que sua filha não iria terminar a noite de uma maneira diferente...

           — Hm... Mas de qualquer forma, obrigada por me ligar, não sei o que eu faria se algo de ruim acontecesse. — Sua voz agora é totalmente doce e ela me abraça. — Me dê seu telefone, uma coincidência dessa certamente não irá ocorrer novamente. — Any entra no carro revirando os olhos.

          Ela desbloqueia o celular e me entrega para que eu digite os números. Essa situação fica mais estranha a cada segundo que passa.

            — Já está tarde, quer uma carona? — Falando assim, nem parece a mesma mulher que quase me xingou pelo telefone a quinze minutos atrás.

            — Não, obrigado. Estou esperando um amigo. — Recuso educadamente, apesar de só querer minha cama nesse momento, mas eu conheço Krys o bastante para saber que ele não me perdoaria se eu fosse embora sem ele.

             — Ok, se cuide. — Ela entra no carro e dá a partida rapidamente, me deixando ali sozinho pensando no que exatamente aconteceu em cinco minutos. Essa cidade me surpreende a cada piscar de olhos.

           Resolvo voltar para a festa e tentar achar Krys para ir embora, porém vejo que isso pode demorar um pouco quando sinto uma mão segurar e puxar meu braço.

            — Se envolver com a mulher dos outros é seu fetiche, Beauchamp?

            Tento me lembrar de quem é essa voz e me viro para tentar identificar a pessoa. Um garoto branco, cabelos escuros e de óculos, que eu tenho certeza que nunca vi na vida.

            — E você, quem é? — Acho que preciso fazer terapia pra parar com esse deboche em momentos em que não devia.

            — Uma pessoa que ouviu histórias do seu passado e que não vai deixar você cometer os mesmos erros novamente. Então pode ter certeza que se você chegar perto da Any de novo, eu não vou ter pena de você como o Noah teve.

             — Sabe Antônio... Se você não estivesse tão ocupado beijando outras bocas, talvez ela ainda fosse sua. Não seja egoísta, você não pode ter todas.

             Sinto minha bochecha latejar no primeiro soco, um gosto de ferrugem no segundo e no terceiro minha cabeça se choca contra o chão. Tudo começa a ficar embaçado ao ponto de só ouvir vozes e respirações ofegantes ao meu redor. 

                                       ��

             — Ora ora... A bela adormecida finalmente acordou! — Assustado, me levanto rápido demais e minha vista escurece, me dando uma sensação de tontura. — Ei, ei, ei, calma... Vem, senta aqui. Seu olho ainda está inchado mas um gelo sempre resolve.

              — Que merda, Krys! O que aconteceu?

              — A festa estava chata demais e o seu "show" até que animou um pouco. — Krys abre o freezer para pegar gelo. — Mas sinceramente, você já muito foi melhor! Com três socos você já estava desmaiado, o que houve? Saiu de forma, Josh?

              — Que horas são? — Esfrego meus olhos que ainda doem e tento processar tudo o que aconteceu ontem.

             — Três e pouca. — Krys senta do meu lado e encosta o gelo delicadamente no meu rosto. — Mandei uma mensagem para a sua vó e falei que você dormiu aqui. Eu ia te deixar lá ontem de noite mas no seu estado, eu tenho certeza que ela iria desmaiar se te visse assim.

             — Hm... Obrigado, eu acho.

             — Não precisa me agradecer, só preciso que você vá embora em... — Ele checa o relógio no pulso. — Trinta minutos antes que meus pais cheguem e comecem a fazer perguntas que eu tenho certeza que você não gostaria de responder.

             — Me empresta uma toalha? — Peço com um sorrisinho falso e Krys pega uma almofada do chão e atira em mim, nos fazendo rir.

            — Tem no banheiro. — Sussurro um obrigado e corro até o cômodo.

            A casa do Krys teve uma reforma total desde quando eu vim aqui pelo última vez, todos os móveis são novos e a decoração está impecável, até o banheiro parece ser de outra casa. Procuro pela toalha e acho-a facilmente no armário embaixo da pia.

            O enorme espelho reflete o que eu mais temia antes de vir para cá: Voltar a ser aquele garoto ridículo e inconsequente de dois anos atrás. Meu olho está roxo e meu beiço tem um corte de ponta a ponta que ainda está um pouco dormente. Tiro a roupa e entro no chuveiro quente para tentar relaxar um pouco.

           Assim que saio do banho, vejo meu celular em cima da bancada, mas antes de checar as mensagens, escuto um barulho de carro vindo da garagem. Merda! Pego meu tênis perto do sofá e corro para tentar sair pelos fundos antes que alguém me veja.

          Corri mesmo com meus músculos doendo e nem sei como consegui chegar à casa da minha vó tão rápido. Bato umas três vezes no portão mas ninguém me atende, minha vó deve ter saído. Ótimo! Era só o que faltava: preso do lado de fora. Sento na calçada e puxo o celular no bolso enquanto ela não chega. 

Whatsapp: 6 mensagens de 2 conversas.

xxxxx-xxxxx ~ Priscila: Bom dia! Que a paz alugue o seu coração por tempo ilimitado!

Yoon ��: Garoto???
            Yoon ��: Cade você??? Viajou para o outro lado do continente, não para o outro lado do mundo.
            Yoon ��: Ah, então é assim né...
            Yoon ��: Volta para os seus amiguinhos e esquece que sua melhor amiga existe né
            Yoon ��: Ok Joshua... Ok...       

        

 

 


Notas Finais


Oi genteee ❤️ E antes que perguntem: sim, a pessoa que mandou mensagem para o Josh é a mãe da Any kjkkkk.

E se você prestou atenção no primeiro capítulo, percebeu que a criança ao lado deles no avião não era a Belinha (irmã da Any) e sim, um menino. Bom, eu resolvi fazer algumas mudanças na vida real dos personagens ao longo da fic e depois vocês entenderão o porquê. Mas enfim, aguardem os próximos capítulos para conhecer o Davi, irmão mais novo da Any.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...