História The Letter - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Aposta, Clichê, Drama, Jikook, Namjin, Vhope
Visualizações 66
Palavras 3.256
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


VOOOLTEI COM MAIS UM CAPÍTULO MEUS AMOOORES
ESPERO QUE GOSTEM BASTANTEE

Capítulo 7 - Chapter 7


 

As longas semanas enjoativas de provas finalmente havia terminado. Jeon estava enfim em paz de tanto trabalho, seus músculos pediam por socorro. E nada melhor do que passar um dia inteiro em casa, descansando em sua confortável cama. Quer dizer... pelo menos era isso o que ele planejava, antes de seu querido amigo não jogar em cima de si e chamando para sair com o restante do pessoal.

- Eu já disse que não irei. – Jungkook bufou pela décima vez ao dia, tentando empurrar um Taehyung no seu pé.

- Vamos Kookie... O Jiminnie vai... 

Silêncio...

- Sabia que isto é chantagem? – Jeon olhou o amigo, que sorriu vitorioso levantando os braços em comemoração.

- Coloque uma roupa sexy, quem sabe hoje você não tira seu cabaço.

- O quê? – Ruborizou o moreno.

- Ah qual é Kookie. Vocês já estão me dando nojo de tanta agarração. – Tae dizia em desanimo, jogando uma regata na cara do moreno. – Veste isso, é a melhor opção que tem aqui. 

- Você é um idiota! – Jungkook mostrou a língua.

Com muita insistência de seu amigo, Jeon resolveu se arrumar e ir no tal lugar que o outro arrastará. Sua cara de insatisfação era visível por todos, estava mau humorado e era óbvio que preferia bem mais sua cama do que estar de frente para um shopping observando a afobação de Taehyung ao ver as lojas de pelúcia.

- Você não é mais criança, Tae. – Reclamou. 

- Você está muito chato hoje, Kookie. Vai vamos se divertir... – Puxou o moreno pelo braço adentrando cada vez mais ao Shopping. E aquilo se tornou pior quando encontrou o restante dos meninos.

- Tae.... – Hope o abraçou apertado e com o seu belo sorriso. – Vejo que o convenceu.

- É mais ele está um saco. – Taehyung fez um bico em seus lábios, vendo Jimin se aproximar da fera.

- Jungkookie... – Jimin se aproximou com seu belo sorriso. – Yah! Se anime, vamos...?

Jungkook olhou de soslaio para Jimin, este que continha o mesmo sorriso nos lábios e as mãos posicionadas em seu ombro, tentando lhe animar, que aos poucos foi cedendo aquele tão belo e incrível sorriso.

Com o fato de Jungkook ceder apenas a um sorriso, Taehyung se encontrava com a boca aberta, incrédulo como Jimin causava tanto efeito nele. O Kim apenas balbuciava palavrões inaudíveis para o moreno escutar e observou calado Park e Jungkook caminhando lado a lado como dois pombinhos pelo grande Shopping. 

Desde o último beijo em que Jimin dera em Jungkook, eles se tornaram mais próximos, ainda não definiram aquilo com um namoro, pois Park ainda estava confuso com os seus sentimentos. Não queria assumir Jungkook quando não estava certo do que sentia, e ainda havia a idiota aposta com seus amigos... Deveria contar a Jungkook depois? 

Não, certamente iria magoá-lo, deveria acabar com isto primeiro, queria logo dar um fim nesta coisa ridícula de aposta, afinal, não queria ter um relacionamento na base de uma brincadeira. 

Pensativo era o que mais definia Jimin no momento, queria tanto não ter entrado nesta aposta e ficado quieto na sua. Mas não, teve que cair nas tentativas idiota de Min Yoongi. E agora se encontrava totalmente perdido em seus pensamentos. Como acabar com aquilo sem pagar um mico horrendo na frente da escola? 

- Jiminnie...? – Chamou Jeon. – Está escutando?

- Hm? Sim, estou. Continue... – Abriu um breve sorriso encarando as orbes negras de Kookie, voltando a atenção no que ele dizia. Ele era tão bonito...

Park Jimin se perdeu no olhar daquele garoto tão belo a sua frente, o sorriso infantil, e o olhar escuro como a noite, os cabelos negros que se destacava com a sua pele clara. Não queria jamais tirar aquele rosto infantil e cheio de alegrias. Não queria ver o seu rostinho inundado de lágrimas e com um olhar de desaprovação para si. Não queria isso...

 

Do outro lado do Shopping encontrava-se Namjoon e Jin, olhando assustado para um Yoongi sorridente a frente, ele sorria até mesmo para uma criança que passava perto de si. E... De um Yoongi sorridente, não vinha coisa boa.

- Yoongi diga logo o que estava tramando. – Falou Jin, vendo o moreno olhar pra trás sorridente.

- Viu que eu ganharei a aposta? – Yoongi deixou transparecer seu tão adorável sorriso fofo, mas não se deixe enganar, aquele sorriso era um dos piores...

- Ganhou? Por que? – Indagou Namjoon, arqueando as sobrancelhas.

- Não acha que fiz esta aposta pra vê-los pagar um mico, ne? – Falou Yoongi, tendo olhares confusos, apenas bufou e continuou a falar. – Eu não fiz esta aposta com a intenção de deixar Hoseok e Jimin envergonhados na frente da escola...

- O quê? – Interveio Jin.

- Eu fiz esta aposta por que estava cansado de ver como o Hoseok e Jimin se sentia os fodões em relação aos seus sentimentos. Eles poucos se importavam com os sentimentos daqueles que eles feriram... Eu não aguentava mais vê-los tirando sarro dos que simplesmente entregavam tudo que tinham de bom para lhe oferecerem, eles descartavam qualquer pessoa que tentava se aproximar de uma maneira que pudesse fazê-los feliz... Isso não está certo, sinceramente já estava ridículo pra eles. E com esta aposta eu vi um meio de mostrar pra eles que eles não são impunes ao amor. Tenho a certeza que um deles vai vir falar comigo e pedir que acabe com esta aposta, e quando vier, vou estar certo de que este se apaixonou.

Jin e Namjoon estavam perplexos pela fala e a inteligência de Yoongi. Como pôde imaginar algo assim? Nem mesmo Jin, com a cabeça cheia de planos mirabolantes não havia pensado nisto. Os dois apenas abaixaram a cabeça dando pequenos sorrisos, sabia que o Min havia feito algo bom desta vez. 

- Você é mesmo uma peça. – Jin disse, rindo acompanhado de Namjoon e Yoongi.

                                                  X.X

Jungkook observava atentamente como Jimin parecia distraído, imerso aos seus pensamentos. Queria perguntar o que estava passando, mas será que ele havia este direito? Não queria ser um intruso na vida do ruivo. Afinal, nem sabia o que eles tinham era algo chamado de relacionamento.

Isso estava acabando com Jungkook, queria tanto saber o que aquilo que eles havia definia, apesar de que para ele não ligava, mas ao menos ser tratado como um possível namorado seria algo legal. E quando o moreno percebeu, se encontravam do lado de fora do Shopping. Confuso, este olhou para o ruivo ao seu lado que olhava ao redor procurando algo.

- O que houve? Por que saímos? – Perguntou Jungkook.

- Hãm, desculpe... Eu... Achei que... A deixa pra lá, vamos voltar. – Jimin disse suspirando forte, e voltando a caminhar para dentro do Shopping, mas uma mão o parou, segurando em seu braço.

- Jimin, o que houve? Tem algo lhe incomodando? – Perguntou.

Jimin observou as feições delicadas de Jungkook e um breve sorriso abriu de seus lábios, e aproximou seu rosto do moreno segurando suas bochechas delicadamente. Sorriu abertamente quando viu Jungkook corar com aquele ato.

- É só uma coisa que preciso resolver logo. Não se preocupe, logo NÓS estaremos bem. – Jimin selou os lábios de Jungkook, em um ato carinhoso, não aprofundou nada, apenas queria demonstrar que estava tudo bem. – Desculpe, ok? Eu já decidi o que devo fazer, não se preocupe, em breve lhe contarei. – beijou a testa do moreno, vendo-o assenti de leve e abrir aquele sorriso que para Park era a melhor coisa do mundo. 

Eles voltaram para dentro do Shopping mais tranquilos, e mais falantes, ambos não conseguiam parar a boca e sempre diziam coisas que distraiam. E mais ao longe encontraram um lugar com várias coisas interessantes para casais, havia diversas coisas, como ursinhos, doces, e algumas coisas juntos a papeis que eram entregados como carta. Um breve pensamento de onde estaria sua tão adorada carta  passou pela cabeça de Jungkook. Mas resolveu não dá muita importância a isso, afinal, mesmo não entregando aquela carta, estava ali ao lado de quem amava. 

Depois de horas dentro de um shopping, todos resolveram ir embora. Não compraram nada demais, apenas algumas lembrancinhas ou coisas não muito caras. Mas óbvio, um sempre tinha que abusar mais, e este era Taehyung, com uma sacola completa dos mais variados doces.

- Taehyung, sua mãe vai te matar! – Jungkook bateu na testa do amigo, este que apenas riu.

- Ela não precisa saber. – deu uma piscadela em resposta e voltou a caminhar pela rua.

- Então é aqui que eu lhe deixo. – Disse Park, em uma rua onde cada um teria que seguir para sua casa.

- Eu posso dormir em paz, ne? Digo... Você está mesmo bem? – Jeon perguntou, preocupado.

- Sim, você pode. – Jimin riu. – Eu prometo que falarei com você sobre isso, mas apenas descanse. 

- Tudo bem. – Jungkook sorriu envergonhado, e em um ato repentino selou os lábios de Jimin e correu para encontrar com Taehyung. 

 

                                                                    X.X

Park se encontrava nervoso demais, em frente à escola com as mãos trêmulas. Não queria saber qual seria a reação de Yoongi nesta hora, quando falasse que não queria mais saber daquela aposta ridícula. 

Jimin mordeu o lábios em nervosismo ao avistar Yoongi vindo andando calmamente em direção a si. 

- Olá, Jimin... – Disse Yoongi, com a mesma expressão, séria. 

-Precisamos conversar... – Falou e o Min teve que esconder o sorriso que já iria adornar seus lábios, se conteu e apenas acenou indo para um lugar mais reservado.

- Ok, estamos sozinhos, fale. – Disse Yoongi escorando em uma parede. 

- E-Eu... Eu quero acabar com esta aposta. Eu...Não sei dizer pra você isso... Mas...

- Você se apaixonou. – Falou rápido, tendo um olhar assustado de Park.

- Como você...

- Tudo bem, vai em frente. – Pegou a mochila do chão jogando em suas costas. – Não irá passar nenhuma humilhação, se é isso que está preocupado.

Yoongi mandou-lhe um breve sorriso, e saiu da pequena sala em que estavam, deixando para trás um Jimin totalmente atônito, foi tão fácil assim? Esperaria um belo sorriso do Min, ou um belo ‘’ você se fodeu amigo, vai ser divertido ver você de cueca em cima da mesa do pátio’’. Mas teve apenas um sorriso acolhedor... 

Mas que porra aconteceu aqui?

 

As aulas ocorreram tranquilamente para uns, mas para outros, estava tudo um caos. Hoseok entrava em um conflito interno com a sua própria mente. O que eu faço? O que eu deveria fazer? Devo acabar com tudo isso? Perguntas como esta martelavam instantaneamente sua cabeça. Afinal, estava ou não gostando de Taehyung?

Riu com o seu pensamento, era tão confuso que nem isto teria a resposta. Queria que alguém respondesse para si, mas quem? Se contasse para Park, saberia que o amigo iria rir de si, e o pior, caçoar que ele ganhou aposta. Jimin estava fora de cogitação. Yoongi muito menos, o pior de tudo seria falar para aquela quem fez a aposta, iria achar que ele era o perdedor ali, e ele realmente não queria ser o perdedor. Ele realmente precisava falar com o Namjoon, era ó único que não iria lhe julgar, certo?

Com seus tão instintos dizendo que aquilo era o melhor, encontrou o amigo sentado junto de Jin, ambos conversavam tranquilamente de baixo daquela árvore agradável. Aproximou receoso, e deu pequenas tossidas denunciando sua chegada repentina.

- Oi Hoseok! – Namjoon sorriu terno.

- Oi, e oi Jin. – Sorriu para o moreno que retribuiu em resposta. – Hã... Namjoon, posso falar com você?

Namjoon olhou para Jin em resposta, pedindo silenciosamente, permissão para falar com o amigo. Em outra situação, Hoseok teria rido do amigo, mas seu nervosismo era tanto que não conseguiu nem mesmo achar a situação cômica. 

- Ah, claro. Lembrei que tenho alguns trabalhos para revisar, nos vemos depois. – Disse Jin, dando um selinho no outro, e abandonando o lugar em seguida.

- Então... Pode começar. – Falou Namjoon, encarando fixamente o amigo.

- C-Como é se apaixonar? – Perguntou, sentando-se ao lado dele.

Namjoon encarou cerrando os olhos, desconfiado daquela pergunta estranha vindo de Jung Hoseok.

- Hãm... Eu não sei ao certo Hoseok. – Coçou a nuca, tentando falar algo que convencesse o amigo. – Por que está perguntando?

- Eu? Ah, nada. Só estou curioso sobre algo. Digo... Você gosta do Jin, ne? – Perguntou, vendo Namjoon acenar positivamente. – E como é este sentimento?

- É algo bom Hoseok. – Disse Namjoon vendo o moreno a sua frente morder os lábios em nervosismo. – É um sentimento que lhe traz paz, felicidade, e também... Pode lhe trazer tristeza.

- T-Tristeza?

- Sim, caso não é reciproco. – Disse firme, vendo Jung encarar o chão pensativo. – Por acaso... Você está gostando de alguém?

- O-O quê? Claro que não Namjoon, há, eu Jung Hoseok gostando de alguém. – Riu em nervoso.

- Hm... Então está bem. – Namjoon disse desconfiado, mas preferiu não tocar mais no assunto, visto que Hoseok não sentiria a vontade falando aquilo ainda. 

- Então eu já estou indo, ok? Obrigado pela...Ajuda. – Sorriu sem graça e acenou, já correndo para fora do alcance de Namjoon.

- É Min Yoongi, vemos que seu plano está dando certo. – Namjoon riu e negou a cabeça vagamente. 

                  

Hoseok andava pensativo pela escola, e se deparou com uma cena que lhe deixou mais ainda pensativo. Park também estaria gostando de Jungkook? Ah cena que lhe fez questionar isto, era onde Jimin abraçava carinhosamente Jungkook, sem se importar com as pessoas ao redor. Aquela cena era tão bonita, e isso deixou Jung ainda mais aflito.

- Hoseok! – Jimin sorriu ao ver o amigo ali parado.

-A-Ah, oi Jimin! - Sorriu cumprimento Jungkook em seguida. – Jimin... eu... posso te perguntar algo?

- Ah claro. – Jimin olhou para Jungkook dando um selinho em si. – Nos vemos depois, ok?

Jungkook concordou com a cabeça e se despediu de Hoseok. 

- Você está gostando dele?

Foi curto e direto.

- Estou.

Também foi direto deixando Hoseok pasmo.

- Mas e a nossa aposta? Esqueceu dela? – Hoseok franziu o cenho.

- Deveria perguntar para Yoongi se ainda existe isso. – Jimin arqueou uma sobrancelha e cruzou os braços, sentindo-se desconfortável com aquela conversa. 

- Está de brincadeira? Isso foi uma aposta Jimin, acorda! Sabe quem somos? 

- Sei... Park Jimin e Jung Hoseok, os grandes pegadores da escola, impunes ao amor. – Responde o ruivo, rindo em deboche. – Qual é Hoseok, eu não quero mais isto.

- O que? 

- Foi isto que ouviu amigo. Eu vi que no final, esta nomeação que nós mesmo fizemos, não adiantava de nada. 

Dito isto, o ruivo recolheu suas coisas e saiu do local onde estavam, deixando um Hoseok furioso. Furioso demais ao ponto de não perceber que alguém estava atrás de si.

- A-Aposta? – Uma voz soou atrás de si, e Hoseok jurou que realmente não queria ter virado e encontrado um Taehyung lhe olhando questionador.

 

                                                              X.X

- Eu realmente não acredito que me trouxe aqui. – Disse Jungkook olhando nervoso para Jimin.

- Bem vindo a minha casa! – Jimin disse abrindo a porta e rindo pelo nervosismo que o outro se encontrava. – Relaxa não tem ninguém aqui.

- Ninguém...?

- Não. Meu pai está trabalhando e a empregada provavelmente deve ter ido fazer compras. – Falou subindo as escadas, indo direto para seu quarto.

Jungkook arregalou os olhos ao ver como aquele quarto era grande e agradável. O cheiro de Park estava impregnado em cada cantinho do cômodo. Deixando-o mais à vontade naquele ambiente. 

- Eu vou tomar um banho, ok? Enquanto isso, fique aqui. – Jimin sorriu.

Jungkook passeou pelo quarto, encantado por cada pedacinho daquele recinto. Pegou cuidadosamente uma foto na cômoda do ruivo, observando uma mulher com uma aparência jovial, de cabelos castanhos, e com um eye smile semelhante ao seu amado. Ao seu lado estava um homem forte, com uma expressão fria em seu rosto, lhe deixando um pouco assustador. E no centro um garotinho de cabelos negros com um enorme sorriso infantil adornando seu belo rosto. É claro que ali notou ser a família de Jimin, e sorriu por ver como ele se parecia com a mãe. 

O olhar observou várias coisas aleatórias sobre o cômodo, até cair em uma folha, uma folha com uma letra especifica, bonita e que ele reconheceria de longe. 

Sua carta.

Sua carta estava ali.

Park teria roubado de sua mochila? Isso era possível? Negou rapidamente com a cabeça, pegando a carta em mãos, observando que realmente era sua carta ali. Seu coração acelerou, a respiração faltou, e ele se desesperou. Como... Como Jimin havia roubado aquela carta? E por que? Aquela carta era importante para si. 

E Jungkook respirou fundo, respirou o mais fundo possível, tentando colocar seus pensamentos no lugar.

- Ok, ok, ele não roubou, a carta caiu, ne? Ele deve ter achado e guardado... Deve ter sido isso, tem que ser isso. – Disse respirando fundo pela quarta vez.

- O que faz com isso na mão? – Jimin entrou no quarto de repente, assustando Jungkook. O moreno lhe encarou assustado, e ainda havia a carta em mãos. 

- A-Ah... E-Eu... A-Achei... – Respirou fundo. - A letra muito bonita... V-Você... Onde encontrou?

- Encontrei-a perto da entrada da escola. Tinha o meu nome nela, e decidi guardar... Você sabe de quem é? 

- Se eu sei...? 

- Sim Jungkook, se você sabe quem é o dono da carta.  – Jimin se aproximou do moreno, pegando a carta de sua mão. – Você está pálido, aconteceu algo?

- Não... Eu estou bem. – Sorriu amarelo. – E esta carta... Ela é...

- Jimin? – Uma voz feminina adentrou o quarto.

- Ah, você chegou. – Jimin sorriu para a velhinha. – Jungkook esta é Mi-Cha, a empregada. Mi-Cha, este é Jungkook.

- Ah, seu namorado? – A velhinha sorriu largo para o moreno que ruborizou sem saber o que responder. Afinal, o que ele diria? Seria mesmo namorado de Park Jimin? – Prazer... Vejo que Jimin tem bom gosto.

- A-Ah, obrigado, eu acho. – Jungkook respondeu envergonhado, e olhando de soslaio para o ruivo, pedindo socorro com o olhar.

- Ah Mi-Cha, pode fazer um lanche para nós? – Pediu Jimin vendo a mesma sorrir e pronunciar um ‘’ claro’’ malicioso. 

Jungkook deixou o ar sair de seus pulmões ao ver a mesma fechar a porta, deixando-os a sós. 

- Caramba... – Jungkook colocou a mão no peito, rindo em nervoso. 

- Por que não respondeu ela? – Perguntou Jimin.

- Respondi o que?

- O que somos... – Jimin se aproximou vagarosamente de Jungkook, repousando suas mãos na cintura alheia.

- E o que somos...? – Jungkook disse em sussurro, as testas coladas e as respirações descompassadas era o que deixava o ar mais tenso.

- Amantes? Ficantes? Ou melhor... Namorados? – Jimin roçou de leve os lábios no do moreno.

- Você me considera isso? – Perguntou levantando o olhar e encontrando os de Jimin.

- Eu te considero bem mais que um simples amante ou ficante, Jungkook. – Jimin fechou os olhos, aspirando o perfume adocicado de Jungkook. 

- Então... Namorados? – Sussurrou o moreno, receoso da resposta.

- Namorados. 

A resposta foi devolvida com firmeza, e os olhares se encontraram em meio ao clima quente que ali estabeleceu. Jimin aproximou os corpos, e sem delongas colou os lábios de Jungkook ao seu. As línguas travaram uma guerra sem fim, os movimentos eram lentos mais excitantes. O ruivo apertava a cintura, enquanto mordiscava vez ou outra o lábio do moreno, escutando seus tão deliciosos arfares. O ósculo foi finalizado com alguns selinhos, e teria continuado se Mi-Cha não tivesse interrompido, deixando ambos sem graça. 

Mas de uma coisa Jimin estava certo, acabar com aquela aposta foi a coisa mais certa que deveria ter feito.


Notas Finais


e ai gent? Oq acharam deste final?
Ah, nn se pode esquecer que o Taehyung escutou a conversa dos meninos rsrs, o que será que deve acontecer?

ATE O PROXIMO CAPITULO BABYS


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...