História The Letters - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Gina Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Minerva Mcgonagall, Remo Lupin, Ronald Weasley, Severo Snape
Tags Snamione
Visualizações 88
Palavras 1.065
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Magia, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mais um capítulo,espero que gostem. :)

Capítulo 7 - Capítulo 7


Fanfic / Fanfiction The Letters - Capítulo 7 - Capítulo 7

P.O.V Snape
      
      Depois de ver Granger indo para algum lugar,fiz minha ronda diária,andei por todo castelo,e consegui tirar alguns pontos da Grifinória,no caminho de volta para meu quarto escutei vozes,e caminhei calmamente pela escuridão,talvez conseguisse tirar mais alguns pontos.

  As vozes vinham dos aposentos do Lobo,mais havia uma voz feminina,a porta estava entreaberta,nunca fui curioso ao ponto de querer vigiar meus colegas de trabalho,mas aquela voz me chamou a atenção,olhei para a fresta da porta,e vi claramente a parte do quarto onde eles estavam,e para minha surpresa,lá estava ela,a praga, Granger,que conversava animadamente,e nunca parava de sorrir, não sei ao certo quanto tempo fiquei ali,mais consegui ver quando ela o beijou.Então ela namorava o lobo? Isso não era uma surpresa pra mim,eles andavam juntos por todo lado,além de sempre ficarem se abraçando na frente de todos, ridículo,aquilo me dava enjoos,o estranho para mim foi ela pedir desculpas e sair correndo,ela era uma garota realmente estranha,Lupin parecia decepcionado,talvez  ela não gostasse tanto dele quanto ele queria,"Eu estraguei tudo" foi o que ele disse logo depois de fechar a porta,aparentemente nenhum dos dois haviam me visto.

     Vi naquele beijo minha oportunidade de me livrar dela,eu acabaria de vez com essa coisa de agradecimento,ela não me incomodaria mais.

   P.O.V Hermione

  Entrei em meu quarto o mais rápido que pude,eu não parava de pensar no que eu havia feito,eu só posso estar louca,era a única explicação.
           E se alguém viu? O que eu faria? Por que Lupin parecia decepcionado? Eram perguntas que não saiam de minha mente.Sentei em uma das poltronas e coloquei minhas mãos sobre minha cabeça,tentando me livrar de todas as asneiras que passavam por ela naquele momento.

       Então,a porta se abre,e Snape passa por ela,tamanha foi minha surpresa,ele estava com um sorriso estranho estampado em seu rosto,levantei assustada e fui logo perguntando.

         -O que você está fazendo aqui?
       -Acho que precisamos ter uma conversa senhorita Granger-disse ainda com aquele sorriso,eu estava apavorada
        -Não  temos nada para conversar Snape
   -Temos sim minha pequena praga-ele estava se aproximando,e eu tentava me afastar cada vez mais- Acho que você não me viu quando saiu do quarto de seu namorado lobo.
         Eu estava completamente ferrada,ele iria contar a Minerva e eu já estava quase começando a arrumar minhas malas.
       -Eu não tenho namorado- foi a única coisa que consegui dizer.
    -Acho que tem sim,a porta não estava completamente fechada e eu vi por uma fresta o seu lindo e romântico beijo.
       -E agora você vai contar a Minerva,para ela me demitir bem no começo do ano letivo-Ele segurou em meu braço pra me impedir de afastar mais,como se eu pudesse,já tava com as costas nas parede.
        -Não.
        -Não?- ok,agora eu estava confusa.
        -Não,Granger.-quase conferi se ele estava doente.
       -Por que não?Achei que me odiasse,então naturalmente era o que iria fazer.
    - Sim,mais isso não te impediria de continuar a me incomodar.
         - Então não vai contar para ninguém?-ja estava começando a gostar de Snape,se é que era possível.
     - Não contarei,com uma condição - bom,não era possível gostar dele.
            -E qual seria essa condição?
        - Que você esquecesse essa coisa de agradecimento,e que não me importune com essas besteiras mais.
           -Sério? Você poderia me pedir qualquer coisa,mais pediu logo isso?
          -Algum problema em querer um pouco de paz?
          -Não,tudo bem.- Na verdade eu estava bem aliviada por ser só isso.

    -Então garota,vai querer ou não?

      Era uma decisão fácil,eu precisava preservar minha carreira como professora,e uma hora  ele iria me agradecer.
         -Tudo bem,mas não pense que irá se livrar tão fácil assim de mim.
         -Eu sei que não vou- falou com a voz mas rouca que o normal,o que me causou um arrepio.
          Então ele ficou parado ali,me olhando,se não fosse uma boa oclumente,diria que ele estava tentando ler minha mente. Mas o olhos dele,eram diferentes,eu já havia visto olhos azuis como o céu,verdes como a grama molhada depois de um dia de chuvoso,mas o que vi naqueles olhos,era diferente de tudo,eles eram negros como a noite da batalha,profundos como o oceano,eram olhos que haviam sofrido por anos,mais agora estavam livres.Como a escuridão de sua alma,eles guardavam tudo,eles eram intensos.
          Eu vi meu reflexo ali,naqueles olhos sem vida,que bem no fundo dava para ver uma luz, fraca,mais bela, que estava viva no meio de toda aquela imensa escuridão que era a Alma de Snape.
        Fechei os olhos por um segundo,e ele não estava mais lá,deixando apenas seu perfume amadeirado e o barulho do farfalhar de sua capa.
         Soltei a respiração que nem sabia que havia prendido."Meu Deus,o que está acontecendo comigo?".
          Só consegui deitar em minha cama,mas não dormi um segundo se quer,as perguntas sem respostas em minha cabeça me atormentavam,e eu sabia agora depois de tudo,Snape seria minha predição.
        Levantei de minha cama assim que os primeiros raios de sol atingiram meu rosto,sem disposição nenhuma,me arrumei e fui para o café,enquanto tomava meu suco de abóbora,vi Snape olhando para mim com aquele sorriso sínico dele,aquilo não ia ficar assim,terminei meu suco e sai dali,logo depois do jantar eu iria até seus aposentos e resolveria isso,ele não podia me chantagear.
         Atravessei as portas do salão principal,e senti alguém segurar meu braço,virei para trás e lá estava Lupin.
        -Espero que você não esteja com raiva de mim por causa de ontem.
         -Eu não estou - respondi simplesmente
         -Então o que acha de um chá hoje depois do jantar?
   -Me desculpe Remo,mas tenho um compromisso.
   -Quem sabe outro dia então-Disse tristemente e foi embora
         As aulas do dia passaram devagar,no almoço eu só queria levantar e quebrar a cara de Snape,Lupin olhava pra mim com um olhar melancólico,mas tudo isso iria se resolver após o jantar.
      O jantar terminou e Snape saiu do salão,fui para minha sala,peguei um livro que havia deixado lá,e fui para o quarto de Snape.
          Abri a porta como ele fez quando entrou no meu,e dei de cara com um escritório "bom,se ele não está aqui,deve estar no quarto" pensei,abri a única porta que estava em minha frente,e vi ali um Snape com uma toalha enrolada na cintura,que caiu assim que ele se virou para mim assustado. 

    O livro que estava em minha mão caiu em baque só, não consegui não olhar para seu corpo,e Merlin,Snape era gostoso,ele era magro,mas tinha poucos músculos em seu abdômen,seus cabelos estavam bagunçados  caindo no rosto,ainda molhados como se ele tivesse acabado de sair do banho,o que  dava uma visão completamente excitante.


Notas Finais


E aí,o que acharam?
Até o próximo
L.R


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...