1. Spirit Fanfics >
  2. The Library Guy - imagine Min Yoongi (BTS) >
  3. Capítulo 21

História The Library Guy - imagine Min Yoongi (BTS) - Capítulo 21


Escrita por:


Notas do Autor


Eu estava tão ansiosa que ontem mesmo eu comecei a escrever este capítulo, eu tentei revisar e postar mais cedo, só que precisei resolver algumas coisas... mas enfim, agora ele esta aqui!

Boa leitura!

Capítulo 21 - Capítulo 21


Fanfic / Fanfiction The Library Guy - imagine Min Yoongi (BTS) - Capítulo 21 - Capítulo 21

Yoongi P.O.V

Não havia se passado nem 5 minutos da mensagen enviada para ________ quando noto a mesma saindo de sua casa e caminhando em minha direção. Sorrio com a cena e ela me encara com uma expressão confusa.

— O que foi?– perguntou sorrindo fraco.

— Nada. – Digo zombeteiro.– Estava apenas te admirando. – Completo e vejo a garota ficar envergonhada no mesmo momento.

Eu adorava falar este tipo de coisa para _________, porque era muito engraçado ver a menor desviar o olhar e agir desse jeito quando estava com vergonha.

— Deixa de ser abusado Min.– ______ diz tentando disfarçar, o que era mais engraçado ainda.

— Mas você fica adorável assim.– Digo forçando a voz enquanto levo minha mão até o centro da sua cabeça.

— Deixa de ser chato e vamos logo,hum? – A garota tira minha mão rapidamente dali e revira os olhos, me fazendo rir com a cena.

— Mas é serio, você está linda.– E não era mentira.

A garota resmunga algo baixinho e pega seu capacete em minhas mãos.

Depois de esperar _________ sentar em minha garupa e com seu capacete estar devidamente colocado eu dou partida.

Fiz o percurso o percurso rápido e tão conhecido por mim até parar em frente ao prédio de 4 andares que eu conhecia mais do que ninguém.

— Yoon, a gente vai visitar alguém?– ________ me pergunta fitando o local.

— Você vai.– Digo simplista.– Visitar a minha residência.– completo e a garota desvia sua atenção até a mim e após solta um pequeno "oh" eu percebo que deveria ter avisado antes a ela antes.

— Olha, se tiver algum problema a gente pode procurar outro lugar para jantar.– Indago levando uma das mãos ate minha nuca. – Não tem problema, sério. Foi que eu mei...– Não pude terminar minha fala pois a mesma me interrompeu.

— Calma Yoon. Eu estou apenas surpresa.– A menor diz sorrindo fraco.– Relaxa, não precisa surtar.– e ao ouvir isto eu finalmente respiro aliviado.

— Certo, então vamos entrar que eu irei preparar nosso jantar.– Digo e seguro em uma das mãos da garota para que podessemos adentrar o local.

— E você sempre morou aqui?- _______ pergunta quebrando o silêncio que se instaurava no elevador.

— Na verdade, quando eu cheguei em Seul eu passei um tempo com Hoseok .– A garota ouvia todo em silêncio.— Mas depois que consegui enfim me instalar, me mudei pra aqui.

— Eu gostei, ele é legal.– _______ diz fitando ao redor e eu sorrio.

— O que? O corredor ou o elevador? Nem chegamos ainda.– Digo e a garota me da um pequeno tapinha no braço.

Ja estavamos do lado de fora do elevador e nos encontrávamos caminhando pelo curto corredor que nos levava ate aos apartamentos do andar.

— Eu estava tentando ser legal e elogiar o meu anfitrião poxa.– A garota diz com pequeno bico em seus lábios.

— Sendo assim, era só ressaltar o quão bonito eu sou.– Digo convencido e a garota faz uma careta forçada.

— Eu gostaria de saber em que momento você ficou tão antipático Min Yoongi.– _________ diz semicerrando os olhos e eu riu com sua fala.

— E é aqui que eu moro.– Anuncio ao pararmos em frente ao apartamento 52.

Me abaixo um pouco para pegar a chave de casa, à qual ficava escondida estrategicamente embaixo do tapete.

— Eu não acredito que você guarda suas chaves embaixo do tapete.– Escuto a garota ao meu lado dizer enquanto observava a cena.

— Era o esconderijoperfeito, mas você falou tão alto que agora eu vou precisar arrumar outro lugar.– Bufo contrariado.

— Não era não e eu nem falei tão alto assim.- A garota dizia zombeteira.

— Claro que não.– reviro os olhos enfim abrindo a maçaneta.– Ninguém pensaria no óbvio.– Finalizo dando espaço para a mesma entrar.

— Na verdade seria o primeiro lugar que qualquer pessoa procuraria Yoon.- A garota insiste. – Por que não usa um chaveiro?– Pergunta.

— Porque eu perdi o meu.– Digo simplista tirando meu casaco e vejo ________ fazer o mesmo.

— E não rola comprar outro?– pergunta como se fosse o óbvio.

— Aish, você é muito teimosa,hum?– Digo e ________ ri mais uma vez.

— Bem...você pode ficar aqui na sala ou pode ver a arte acontecer la na cozinha bae, o que me diz?

— Não é todo dia que podemos ver o trabalho de um chef gastronômico assim de tão perto.– A garota brinca. – Felizmente já tive algumas oportunidades.

— Então é so me seguir.– Digo e a mesma me segue se sentando em um dos bancos do balcão da cozinha.

Enquanto eu preparava a massa com frutos do mar que seria nossa refeição hoje, eu alguns momentos me pegava fitando a garota que contava mais uma das suas histórias doidas de quando ainda estava no Brasil, mas que quando notava meu olhar sobre ela logo desviava e gaguejava um pouco, me fazendo segurar o riso com a cena, era um tanto que adorável ver ela assim, mesmo que a mesma sempre negasse. E eu me questionava por qual motivo o Taehyung demorou tanto tempo para nos apresentar _________, mas tambem me senti grato por ele fazer isto.

Enquanto conversavamos descobri muitas coisas sobre ela, como o fato da mesma odiar café e pimenta – O que me fez caçoar do paladar infantil da garota; o que resultou em uma _______ um pouco brava alegando que seu paladar não era infantil de forma alguma, era apenas sensível– mas que adora sentir o cheiro do primeiro, ela também amava o frio, mesmo nascendo em um país tropical, e o fato que ela adorava  e conseguia se dar bem com qualquer uma crianças.

 Me contou de como foi difícil de convencer seus pais a deixarem ela se mudar para a Coreia, por conta dos mesmos não gostarem da ideia de que sua única filha se mudasse de uma hora para outra para o outro lado do mundo, sem nenhum tipo certeza que aquilo daria certo. O que me fez perceber que eramos apesar de tudo muito parecidos.

Já estava quase terminado nossa janta quando _________ recebe um telefonema e segue a te a sala para atende-lo.

— Era minha mãe.– A garota retorna depois de uns 10 minutos.– Eu esqueci que de ligar pra ela mais cedo. – Diz se sentando novamente em seu lugar.

— Bem, eu acabei aqui também.– informo e a garota sorri animada.

Sirvo nossos pratos e lhe ofereço uma garrafa de Suju e logo após me sento ao seu lado para enfim começarmos a comer.

— Min Yoongi.– ______ me chama ainda com a boca cheia.– Isto está tão bom que eu posso chorar.– Completa e eu sorri de lado.

— Então eu acho que deveria começar a cobrar.- Brinco.

— Eu pagaria feliz se quer saber.– Diz simplista.

— Mas eu ainda nem disse o preço.- Comento rindo.

— Eu pagaria qual fosse o valor.- A menor diz levando sua garrafa de suju em direção a sua boca.


(...)


Depois de jantamos ficamos um tempo conversando no sofá, _______ se encontrava rindo destraida com algo que passava na tv e eu aproveitei para observar um pouco a garota, os cachos que se soltavam do coque improvisado que a mesma fez minutos atrás, os pequenos sinais que a garota possuia em seu rosto que marcavam seu sorriso juntamente com suas covinhas, tudo, tudo em ______ me prendia de uma maneira tão inexplicável, e com esses pensamentos eu notei que a atenção da garota estava voltada para mim.

— Tem algo errado?– A mesma pergunta confusa.

— Eu ja disse que eu gosto de te observar.- Digo sincero e a garota ri.

— Bobo.- Diz simplista e eu me aproximo um pouco da mesma.

— Será que eu já posso cobrar pelo jantar?– Pergunto um pouco baixo e arranco mais uma vez o olhar confuso da menor.

Mas antes que _______ pudesse responder eu findo a distância entre nós unindo nossos lábios em um beijo que no começo era lento, mas logo se tornou em um ósculo calido, ________ levou uma de suas mãos até minha nuca e depositando ali pequenos carinhos e alguns puxões nos pelos da região, o que me fazia arrepiar a cada momento, em um movimento rápido trago a mesma até meu colo e sinto a garota sorrir entre o beijo. Seguro firmemente a cintura de ________ quando a mesma desce seus labios até meu pescoço, deixando beijos molhados em minha pele desnuda.

— Porra ________, não faz assim.– Digo arfando antes de tomar seus lábios novamente, de uma maneira sedenta e desesperada.

Mas para o meu desespero meu celular que estava jogado na poltrona ao lado nosso sofá começa a tocar. ________ faz menção de separar nossos lábios, porém eu a impeço levando uma de minhas mão ate seu rosto enquanto a outra ja se encontrava tocando a pele de sua cintura por baixo da blusa, estavamos indo bem, mas o toque irritante do aparelho se fez novamente presente, fazendo assim _________ se afastar ofegante ainda à contra gosto.

— Atende Yoon, pode ser importante, hum?– A garota diz deixando um último selar em meus lábios.

— Não deve ser nada, bae.– Digo tentando unir novamente nossos lábios, mas bufo ao ser atrapalhado novamente pela celular.

_________ sai do meu colo, e se senta novamente no sofá. Eu me levanto pronto para xingar até a próxima encarnação do infeliz que estivesse me ligando e aperto os olhos com força ao notar o nome que piscava no visor.

Ligação on

" Que caralhos você quer comigo em Hoseok?" Pergunto sem paciência alguma.

" Credo Yoongi, precisa falar assim com seu amigão?" Escuto o mesmo falar do outro lado da linha e uma vontade imensa de voltar a xinga-lo me invade.

" Fala logo o que você quer Hoseok, antes que desligue."– Digo.

" Quer vir aqui pra casa amanhã? Os meninos irão vir aqui de noite, então liguei pra te avisar."– Meu amigo -se é que eu posso chamar assim depois de ocorrido- diz simplista e eu suspiro fundo ao perceber que ele me atrapalhou pra isto.

" Tanto faz"- Digo puxando levemente meus cabelos.

" Yoongi, você está muito mais estressado que o normal meu caro, credo."- Hoseok diz indignado." Bom, agora eu irei desligar, por que irei tomar banho, ate aman...-" Antes dele terminar eu finalizo a chamada e bufo jogando o celular novamente na poltrona.

— Eu acho que pelo seu tom não era nada muito importante.- _______ me fitava risonha no sofá.

— Não tem como a gente esquecer isto e voltar da onde paramos não é?- Pergunto emburrado e agarota ri negando com a cabeça e eu juro mais uma vez matar Jung Hoseok.

— Quem sabe outro dia, hum?- A garota diz dando um selinho em mim após eu me deitar com a cabeça em sru colo. – Na verdade, eu acho até que já é hora de voltar para casa.– A garota diz por fim.

— Não!– Digo um pouco exasperado e a garota ri.– Hoseok ja atrapalhou a gente, eu me recuso deixar você ir embora agora.– confesso frustrado e sinto os dedos fofinhos da garota fazer um cafuné em meus fios.

— Mas Yoon, a gente precisa descansar, está ficando tarde.– A garota diz tentando me convencer.

— Minha cama é de casal, se quer saber.– Sorrio sacana e a garota me dá um peteleco na testa.– Aii! Foi só uma brincadeira.– Reclamo após sentir uma leve ardência no local.

— Claro que foi.- A garota diz ainda revirando os olhos.– Você anda muito brincalhão estes tempos Min.– ________ diz voltando a brincar com minhas mechas e eu fecho os olhos aproveitando cada momento.

— E você adora.– Comento ainda de olhos fechados.

— Isto não vem ao caso.– responde divertida.


(...)


Um tempo depois que pedi para que a garota ficasse mais um pouco, ________ volta a insistir que ja estava ficando tarde e que era melhor ela ir embora novamente. Mesmo sem vontade alguma de deixar a garota partir, me dou por vencido e me preparo para leva-la ate em casa.

O caminho ainda foi um completo silêncio, meu bom humor não havia voltado completamente e a garota aparentou perceber isto.

— Obrigado pela noite Yoon.– ________ diz assim que desce da moto, tirando sei capacete e me entregando.– Eu me diverti muito hoje.

— Eu que agradeço pela companhia, minha dama.– Brinco e a garota ri.– E agora que ja conhece onde eu moro, pode aparecer todas as vezes que quiser.– Sorrio de lado.

— Se todas as vezes que eu aparecer por lá você cozinhar, pode esperar visitas frequentes.– A garota da uma piscadela.

— Seria legal você fingir as vezes que não continua proxima a mim apenas por conta dos meus dotes culinários.– Fingo indignação e a garota ri.

— E por qual motivo eu faria isto?- Sorri travessa.

— E eu ainda que sou o abusado.– reviro os olhos.– Mas agora é melhor você entrar, bae.– Digo ao notar o tempo esfriando.

— Certo, quando chegar em casa manda um mensagem, hum?– A garota assenti e logo eu faço o mesmo.

Me despeço de ________ com um beijo rápido espero que a garota entre em casa antes de dar partida em minha moto.

No caminho de volta as cenas de hoje mais cedo me vem na cabeça e um sorriso idiota que só _________ consegue arrancar de mim brota em meu rosto.


Notas Finais


Porque me destrói Jung Hoseok? Kkkkk
Desculpa qualquer erro e...

Espero que tenham gostado!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...