História The Light In The Darkness - Capítulo 4


Escrita por: e MoonStelar

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Histórias Originais
Visualizações 7
Palavras 743
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Obrigada pelo Interesse. Boa Leitura.

Capítulo 4 - A Sombra Uivante


Fanfic / Fanfiction The Light In The Darkness - Capítulo 4 - A Sombra Uivante

E caminhando até pertodo espelho,

Viu seu rosto refletido junto a face brilhante da sedutora Lua

Seus instintos o chamvam.

Mas não era como se fosse se transformar em lobisomem.

Simplesmente havia uma

fera maior dentro dele do que 

dentro da alma impura de um demônio.

O um lobo uivava incessantemente.

O rosto da garota pousa pela última vez em sua mente como uma mosca atrevida na hora do almoço.

Esta noite, alguém iria morrer.

Colocou a mão no pescoço da vítima, a Lua sorriu, deu-se o último suspiro.

。。。

O Templo se torna silenciososo... tudo está escuro. Eu ando sem rumo por todos os lados...

"Parece um puta labirinto do inferno que nunca acaba. Será que ele se perdeu? Ou... quer fazer com que eu me perca pra não poder sair?"

[S/n]-HEY GATINHO! EU NÃO VOU FUGIR! CAI DENTRO!!

Eu escuto um rosnado bem baixinho...

"Não pode ser..."

Eu dou um passo pra trás, tropeço e caio no chão.

"Miga levanta você não é mocinha indefesa..."

O som se torna mais alto. Minhas pernas não se mexem.

"TIPO LEVANTA MESMO SUA TONTA!!!!!"

Eu olho rapidamente para todos os lados procurando a vassoura mais próxima, eu realmente tenho probleminhas mentais...

De repente vejo algo a minha frente...

[S/n]-EITA PORRA UM LOBO DE

VERDADE!!!!

Ele se aproxima cada vez mais e eu fico... caída ... sem nenhuma vassoura nem nada pra me defender. Seus dentes são enormes, ele me encara babando sangue em sua boca.

"Ja deve ter matado alguém... mas parece continuar com fome!"

De repente, outro som... passos...

[?]-Reiji!

O lobo recua.

Um homem se aproxima... eu vou levantando minha cabeça de vagarinho para ver seu rosto e então... percebo que ele está agachado me olhando e logo dou de casa com seu rosto, ele sorri.

"Meu Deus!!!! Isso que é homem de não se jogar fora"

[?]-Milady?

"Derreti... nossa que voz linda".

Ele me da sua mão e me ajuda a levantar. Ficamos de mãos dadas.

[?]-O que uma bonequinha como você faz sozinha num lugar como este?

[S/n]-Eu...

(Abel-Não confie em ninguém... nem em mim.)

[S/n]-Eu só... estou procurando alguém.

[?]-Não se preocupe. Você ja me achou.

[S/n]-Espera senhor eu não estav...

[A. S]-Ayato Sakamaki... vamos?

"Isso pode ser um teste, mas talvez valha a pena perder este aqui. Eu não estava procurando ele mas minha nossa... eu acho que agora eu quero"

[S/n]-Na verdade... foi o senhor quem me achou...

"SENHOR MIGA!? Ai nossa ele consegue me deixar toda mansa com essa voz..."

[A. S]-O nome dele é Reiji. É sempre hostil com as damas. Vamos?

"O Tigre vai ter que esperar!"

Nós caminhamos de mãos dadas pelo templo e atravessamos várias salas... até que, o Reiji uiva.

Ayato da um sorriso de lado.

[A. S]-Você me espera aqui? Vou dexa-lo cuidando de você.

[S/n]-O que você vai fazer?

[A. S]-Só cumprimentar um velho amigo... promete não morrer de saudades?

Ele da uma mordidinha na minha orelha.

"Que isso... já morri aqui já migo..."

Eu fico toda vermelha e esfrego minhas pernas uma na outra. Ele me olha de cima abaixo e beija na testa.

[A. S]-Volto logo baby.

Me arrepio.

"É bom mesmo"

Ele solta minha mão eu fico parada.

Tipo paralisada mesmo, com Reiji me olhando. Eu começo a olhar em volta e a procurar alguma coisa incomum do ambiente.

"Eu vou fugir. Espera... desde quando confio no Abel? Não... isso é apenas instinto. Eu... quero ir embora"

Uma lágrima escorre de meu rosto e eu começo a entrar em desespero.

"EU PRECISO SAIR DAQUI!!!"

De repente, um rugido. Rapidamente Abel me vêm a mente.

Eu dou dois passos e o lobo rosna...

[S/n]-Eu vou domar um tigre... E NÃO É UM CACHORRINHO QUE VAI ME IMPEDIR DISSO!!

Ele avança e eu dou um chute nele. Ele tenta morder minha perna mas eu tomo raiva e facilmente quebro uma de suas patas como se fosse um cabo de vassoura, ou seja, ele é fichinha.

Ele geme alto de dor.

Eu corro pra longe na direção do rugido e dou de cara com Ayato.

[A. S]-O que você fez!?

[S/n]-Reiji... avançou pra cima de mim eu não tive escolha!

[A. S]-Você tentou fugir!

[S/n]-Você me pediu pra esperar não disse que eu não podia me mexer!! Você... tem algum motivo pra me dar para que eu fuja?

Eu olho bem no fundo da sua alma. Ele põe as suas mãos quentes em meu rosto e ... me beija.

[A. S]-Não... desculpe... eu vou dar uma bronca nele depois. Vamos voltar?

[S/n]-Eu ... não sei. Eu não quero. EU NÃO SEI!!

Eu tiro suas mãos de mim e saio correndo sem rumo.

[A. S]-Milady!!!

(Abel-Não confie em ninguém... não confie... não confie... NÃO CONFIE EM NINGUÉM!!! Não confie... não confie...)

Acabo ficando tonta olhando pros lados, pouco a pouco vou perdendo meu fôlego.

Eu bato a cabeça... e desmaio.

"Mano... to fudida..."


Notas Finais


Obrigada pela Paciência.
Aguarde até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...