História The light in the darkness - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Izuku Midoriya (Deku), Katsuki Bakugou, Momo Yaoyorozu, Ochako Uraraka (Uravity), Personagens Originais, Shouto Todoroki
Visualizações 121
Palavras 1.278
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpem a demora, aqui está o segundo cap. Espero que gostem!

Capítulo 2 - First day at school


-Idiotas, que ideia é essa de me mandarem pouco antes do festival esportivo? - Jogou com força a caneta contra a parede.

Já era noite de domingo e no dia seguinte teria que comparecer a escola. Encarou novamente a tela do computador.

-Droga Himiko, podia ter me avisado antes.

Talvez estivesse agoniada à toa, talvez ficasse de fora para não chamar atenção? Não. Tadashi havia lhe dito que colocá-la nos holofotes era estratégia. Talvez ajudasse a manter aquele velhote afastado. Fazendo-o acreditar que ela estaria escondida, afinal, era a ideia lógica, se você não quer ser achada basta ficar escondida. Mas quem ousaria procurar bem debaixo do nariz?

Mas Wendy sabia que essa ideia provavelmente não daria certo, honestamente, nem os dois oficiais botava tanta fé. Ele era um homem inteligente e perigoso.

“Sempre tenha um plano B”

E All Might era o plano B. Mesmo que ele a encontrasse o super-herói número 1 estaria ali para protegê-la.

Como sempre, sua cabeça estava um turbilhão. Sua mente lutava entre ser pessimista e ser otimista. Não conseguia achar o meio-termo.

Desligou o computador e se jogou na cama, encarou o teto por longos segundos. Tinha total confiança em suas habilidades, participar não seria problema. Tinha a vantagem de ninguém conhecer sua individualidade, mas, tinha a desvantagem de não conhecer a de seus rivais. E no meio de vários pensamentos, adormeceu.

♠♠♠

“First things first

I'ma say all the words inside my head

I'm fired up and tired of the way that things have been, oh ooh”

A música ecoava pela sala de jantar onde Wendy terminava de tomar seu café da manhã. Aquela letra tinha um forte impacto nela. Queria ser otimista, ter esperança de que tudo seria diferente, que dessa vez sua vida tomaria o rumo certo onde ela pudesse ser feliz, mas, alguma coisa a impedia.

Lavou a louça rapidamente e saiu, trancando o apartamento. Seguiu o caminho indicado pelo GPS, a escola ficava a 20 minutos de caminhada.

Durante o caminho lembranças dos anos anteriores surgiram. A deixando insegura e nervosa. A lembrança das pessoas a ignorando. Dela sempre sozinha. Do Bullying.

Estava tão presa nos pensamentos que não prestou atenção no caminho e acabou esbarrando em alguém fazendo ambos caírem no chão.

-Desculpe-me - disse rapidamente se levantando. - Eu estava distraída, você está bem? - Perguntou estendendo a mão para uma garota de longos cabelos pretos e lisos.

- Kero - disse a menina pegando na mão da loira - tudo bem, foi apenas um acidente. Muito prazer sou Asui Tsuyu. - Disse sorrindo

- Mitarashi Wendy, muito prazer. - Deu um sorriso fraco.

- Estranho, nunca te vi pela escola antes. - Comentou pensativa.

- Beeeem - e agora? O que ela poderia dizer. - Bom eu tenho que ir. Até mais Asui-san. - Não encontrou outra saída senão fugir.

- Até Mitarashi-San, espero encontrá-la novamente.

Essa frase fez seu coração apertar. Era a primeira vez em tempos que conversava com alguém da escola. Não sabia ao certo o que dizer ou como agir, só conseguia ouvir a sua mente gritando para ela correr e pôr um fim o mais rápido possível no breve diálogo.

Respirou fundo enquanto se aproximava da entrada do Colégio.

- Midnight? - Encontrou a professora na entrada.

- Você deve ser a aluna nova. Mitarashi Wendy. - Lambeu os lábios, analisando a aluna dos pés à cabeça. - Siga-me, irei levá-la até o diretor.

A loira apenas assentiu e seguiu a mulher. Durante o caminho percebeu olhares e sussurros. Tentou não dar atenção, tentou distrair a mente, tentou pensamentos positivos. Mas não adiantou. Novamente as lembranças do passado surgiram. Os olhares, os cochichos. Respirou fundo. Uma coisa que ela havia aprendido muito bem nos últimos anos era a disfarçar. Apesar de por dentro tudo está bagunçado, por fora ela aparentava estar calma.

Olhando para aquela aluna, ninguém acreditaria o tamanho do nervoso que ela estava sentindo, de tão pleno que seu rosto estava.

- Chegamos. - Pararam em frente a uma porta. - Bom eu tenho que ir para a sala dos professores, até outra hora. – Midnight se afastou.

Wendy encarou a porta por alguns segundos, deu umas batidinhas e ouviu um “entre”, engoliu em seco e entrou.

♠♠♠

Na sala de aula 1-A todos os estudantes conversavam animadamente. Já havia se passado 4 semanas desde o ataque na USJ e a rotina dos alunos prosseguiu normalmente.

Sentado em seu lugar Midoriya conversava animadamente com seus amigos.

- Eu tenho treinado todas as tardes, e vocês? – Perguntou Lida animado.

- Igualmente, eu não planejo dar mole no festival. – Comentou Ojiro.

- Sim, vamos dar o nosso melhor – Gritou Ashido.

A conversa seguiu animada, com cada uma falando um pouco de sua rotina.

- O que foi Yaoyorozu-San, parece distraída – Disse Uraraka.

- Eu estava me perguntando.... Vocês não notaram que temos uma mesa a mais na sala? – Apontou para a mesa atrás de si.

- É verdade, eu nem tinha percebido – Kaminari falou.

- Será que colocaram ela aqui por engano? – Mineta indagou com a mão no queixo pensativo.

- Não, a sala sempre teve o número de cadeiras igual ao de estudantes, não vejo como poderiam ter colocado por “engano”. – Contestou Todoroki.

A conversa foi interrompida pelo sinal, rapidamente, todos retornaram aos seus lugares.

- Bom dia. – Aizawa disse com a voz abafada devido as faixas. – Bom hoje eu trago duas notícias, a primeira é iremos voltar a USJ para o treinamento de resgate. – Como o esperado, os adolescentes gritaram e pularam, obrigando o professor a usar os olhos. – Bem a segunda coisa. – Virou para a porta. – Pode entrar. – A última fala fez todos ficarem atentos e fixarem seus olhos na porta, ficaram confusos ao ver uma garota loira entrar na sala. – Apresente-se.

- Muito prazer, me chamo Mitarashi Wendy. – Fez uma breve reverencia.

- Ela foi transferida de uma escola do Norte, em outras palavras, é a nova companheira de classe de vocês. – Todos pareciam confusos e não tiravam os olhos da garota. – Por favor, sente-se atrás da Yaoyorozu. – Apontou para uma cadeira vazia.

Timidamente Wendy caminhou até seu lugar. Não podia deixar de ficar nervosa.

- Bom sei que é algo incomum e muitos de vocês devem estar estranhando, mas, isso é algo que desrespeito a escola, não quero vocês perturbando a Mitarashi para saber o motivo de ela ter sido aceita no meio do ano letivo. – Avisou olhando seriamente para os alunos. – Agora vamos indo.

Todos se levantaram e se prepararam para sair. Wendy estava nervosa e apertava as mãos inquietamente.

- Não esperava te reencontrar aqui, kero. – Ouviu uma voz ao seu lado e teve uma surpresa ao encontrar a menina de mais cedo.

-Asui-san, também não esperava reencontra-la aqui.

- Vocês se conhecem? – Perguntou Yaoyorozu.

- Sim, nos encontramos na entrada. – Asui disse simplesmente.

- Muito prazer em conhece-la, me chamo Ashido Mina. – Disse uma menina cor-de-rosa.

Wendy nem conseguiu falar e logo outra se apresentou.

- Sou Uraraka Ochaco.

- Jiro Kyoka.

Uma a uma as meninas foram se apresentando, deixando Wendy cada vez mais nervosa. Não estava acostumada a falar com tantas pessoas, ela não sabia o que fazer.

- Mitarashi-san, o que você acha de te mostrarmos a escola na hora do almoço? – Hagakure perguntou empolgada. Todas as meninas olharam para a loira com os olhos brilhando de empolgação.

- Be-bem – Suas mãos suavam frio. – Por que não? – Deu um fraco sorriso constrangido.

As garotas pularam de empolgação.

- Vamos Mitarashi-san, temos que ir. – Ashido pegou na mão de Wendy e a puxou em direção a porta sendo seguida pelas outras.

Talvez as coisas fossem diferentes na escola afinal.


Notas Finais


Espero que tenham gostado. Obrigada por lerem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...