1. Spirit Fanfics >
  2. The light in the darkness (Reescrita) >
  3. Torneio Esportivo. - Part I

História The light in the darkness (Reescrita) - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Na versão antiga, o festival havia sido escrito em quatro ou cinco capítulos. Não havia notado quando escrevia da primeira vez que a personagem fazia o oposto do que falava, e isso dava uma imagem que não gostei para ela, fora que havia muita coisa que era apenas eu escrevendo tudo que aconteceu nos eps, sendo que muito não era necessário. Cortei bastante coisa, modifiquei algumas e adicionei outras cenas. Espero que gostem.

Capítulo 5 - Torneio Esportivo. - Part I


Fanfic / Fanfiction The light in the darkness (Reescrita) - Capítulo 5 - Torneio Esportivo. - Part I

Era o dia do festival esportivo. Dentro da sala destinada à sua turma, os alunos aguardavam o momento de sua entrada na arena. Para um combate justo, foi decidido que todos deveriam usar os uniformes de Ed. Física, já que os uniformes de heróis dariam vantagem, a decisão acarretou no descontentamento de alguns, porém, a decisão já havia sido tomada e aprovada pelas outras turmas, não os dando muita escolha, a não ser aceitar.

Wendy estava mais afastada mexendo em uma mecha de seu cabelo para se distrair, observou pela visão periférica o grupo de meninas sentadas juntas no outro canto da sala, conversando enquanto tentavam acalmar umas as outras. Mais uma vez ela havia sido convidada, e mais uma vez fora covarde e recusou o convite. Tinha prometido a si mesma no dia anterior que se esforçaria mais para se enturmar, porém, quando ouviu a voz de Uraraka a chamando sua mente simplesmente travou, a fazendo buscar a saída mais fácil. E esta era se afastar.

De repente a sala ficou em silêncio e reparou que os olhares agora se direcionavam para um trás de si, onde estavam Midoriya e Todoroki. Se atentou a conversa sem os olhar diretamente. Parecia ser apenas uma conversa sobre a rivalidade, mas uma frase, dita pelo bicolor, chamou sua atenção.

“All Might está de olho em você, não é?” – Percebeu a surpresa no rosto de Midoriya se transformarem em tensão.

Pela reação do esverdeado Todoroki provavelmente deu um tiro certeiro.

Kirishima se aproximou dos dois tentando acalmar os ânimos.

- Não estamos aqui para brincar de ser amigos. – Rosnou soltando a mão do outro de seu ombro.

Wendy franziu o cenho. Aquele não podia ser o mesmo garoto que um dia atrás o ajudou com Rikaru. O analisou discretamente, tanto seu olhar quanto sua postura estavam duros. – O que aconteceu com você? – Se questionou mentalmente, logo se surpreendendo com aquela indagação. – E por que eu estou tão curiosa?

♣♣♣

Durante os poucos dias que se antecederam o festival Wendy não sentiu nenhuma emoção de ansiedade ou nervosismo, porém, foi inevitável o sentimento vim após por os pés na arena. As arquibancadas estavam lotadas com super-heróis de todo o Japão, prontos para avaliar cada um dos concorrentes. Respirou fundo, evitaria de pensar na presença deles e faria o que achasse melhor. Não planejava ter realmente um destaque grande, apenas o suficiente para conseguir a oferta de alguém, apesar de algo em sua mente a dizer que caso recebesse, ainda teria outros problemas com isso.

Por ter sido o melhor no exame de admissão, Bakugou foi escolhido como representante da turma, e se tensão com as outras classes já era palpável desde antes deste dia, acabou se agravando após a declaração dele. A loira se controlou para não revirar os olhos depois das palavras prepotentes do colega de classe.

Um rápido sorteio foi feito, revelando qual seria a prova. Parecia que os olhares de todos estavam focados na enorme tela enquanto diversos nomes apareciam e desapareciam rapidamente, até que ela parou. Corrida de obstáculos. Prestou atenção nas regras ditas por Midnight, já pensando em uma estratégia.

A largada foi dada, e as portas para um corredor estreito se abriram, lotando o espaço com alunos apressados se debatendo. Wendy ficou atenta, logo alguém lançaria o primeiro ataque tentando atordoar a maioria. Sentiu o vento frio por sua perna e rapidamente saltou nos ombros de outros dois alunos, antes que o gelo a prendesse.

"Efetivo, porém previsível" – Pensou enquanto corria por cima dos ombros dos outros alunos, até chegar à área da pista que estava congelada. Reparou que alguns de sua classe conseguiram escapar da armadilha, mas demonstravam ter dificuldade em correr no gelo. Por conta do treinamento que recebeu desde pequena, correr neste solo não estava sendo uma dificuldade, e se acelerasse um pouco mais, conseguiria alcançar Todoroki, mas achou melhor permanecer atrás, deixando que alguns poucos a ultrapassarem.

Ouviu um grito fino. Pouco mais a frente, Mineta havia sido acertado por um robô. Aí estava a primeira barreira. Parou de correr, analisando a situação. Eles eram muito grandes, mas passar por eles não chegava a ser difícil. Todoroki, talvez por ser o mais próximo dos robôs e seu alvo, foi o primeiro a tomar uma iniciativa. Wendy se preparou pronta para usar a abertura que ele criaria. Rapidamente, correu pelo vão entre as pernas de um, conseguindo avançar antes que eles começassem a cair.

- Você ainda conseguiu passar. – Disse ao perceber a loira pouco atrás de si.

- Francamente, você me subestima. – Respondeu com a voz entediada.

- Entendo. Acho que vou ter que me preocupar com você.

Chegaram a segunda barreira. Ilhas ligadas por cordas. Todoroki avançou, utilizando o gelo para escorregar pelas cordas, conseguindo passar com facilidade.

- Para ser honesta, eu esperava muito mais da U.A. – Disse para si mesma. Com seu equilíbrio, não foi difícil correr pelas cordas, avançando de ilha em ilha, mas mesmo tendo certa habilidade com essa parte, reconhecia que estava em desvantagem. Logo os outros começavam a alcançar, por suas individualidades os ajudarem. Mas não chegou a preocupa-la.    

Finalmente, a terceira e ultima barreira. Parou onde se iniciava o campo minado, inicialmente procuravam avançar com cuidado, mas agora todos apenas corriam se certificando de não serem atingidos.

- Se eu tivesse as minhas cartas seria tão mais simples. – Suspirou, procurando ao redor algo que pudesse ser útil. Encontrou uma rocha de tamanho médio entre as arvores que cercavam o circuito. – É, vai servir. – Utilizando a telecinese, a fez flutuar para próximo e pulou em cima dela, avançando por cima das minas, e desviando quando alguém acionava outra. Logo alcançou Bakugou e Todoroki os passando, o que pareceu chamar a atenção dos dois meninos, para logo a atenção mudar para uma enorme explosão. Era Midoriya.

Rapidamente, ela passou todos os três, enfim tomando a liderança. Os eventos seguintes aconteceram muito rápido, mas não teve tempo de reparar, tendo que desviar da outra explosão que o esverdeado causou. Abandonou a pedra pelo caminho, ao notar que as minas haviam se acabado. Todoroki e Bakugou corriam do seu lado, e quando estavam prestes a chegar na linha de chegada, diminuiu o passo, deixando que os dois a ultrapassassem.

- Droga, acabei me exaltando. – Wendy mordeu o lábio inferior se repreendendo internamente. Havia ficado mais a frente que o planejado, mas agora, já estava feito.

♣♣♣

Fukuoka – Distrito de Kyushu

- Nossa, esses jovens são impressionantes. – Comentou uma senhora velhinha, sentada em uma das diversas mesas da confeitaria, enquanto uma moça loira servia seu chá.

- Sem dúvidas. – Concordou sorridente. – Deseja mais alguma coisa?

- Não, muito obrigada querida. – A jovem se reverenciou voltando para o balcão, onde uma menininha estava sentada sem tirar os olhos da televisão.

- A onee-San foi muito bem, você não acha? – Comentou alegre.

- Sim. Continue aqui Keiko, eu preciso checar os bolos no forno.

- Certo.

Ayumi entrou na cozinha, logo soltando o suspiro preso em seu peito. Seu coração batia acelerado de preocupação, sabia que a irmã estava segura, mas não podia evitar. Retirou os bolos já prontos do forno enquanto tentava distrair a mente do que havia visto na televisão. Só esperava que tudo terminasse logo, e que sua irmã não saísse ferida.

♣♣♣

Dez milhões. Um dos motivos para não ter almejado o primeiro lugar. Essa posição sempre vinha seguida de um fardo enorme, e agora, Midoriya havia se tornado a presa em meio a caçadores, prontas para atacar.

“Todos almejam o topo, isso é um fato. Por isso, nunca se mantenha na liderança desde o início, mantenha sempre um pé atrás, e então, no último segundo tome a dianteira. Um bom estrategista sabe se esconder no meio, se tornando aos olhos da maioria apenas mais um, evitando de se tornar um alvo.”

Balançou a cabeça, tentando afastar as palavras de seu pai de sua mente. O tempo na tela cada vez mais ia ficando mais curto. Wendy estava encostada no palco observando cada um montar sua equipe. Tinha que começar a procurar uma equipe, mas como o fazer se não conseguia chegar na pessoa e falar com ela, nem mesmo com sua turma tinha afinidade. Suspirou derrotada, o jeito seria ficar com quem sobrou.

- Hey você, garota da A. – Se virou na direção da voz feminina, encontrando uma garota de longos cabelos verdes que se assemelhavam a vinhas. – Ainda está sem equipe, certo?

- Sim. Porquê?

- O que acha de se juntar a minha? – O convite foi inesperado. Não achava que alguém da B tomaria iniciativa de a convidar, tendo em vista a rivalidade criada entre ambas as turmas. Olhou nos olhos negros da garota, eles brilhavam em determinação. Wendy gostou disso.

- Pelas últimas provocações, achei que não gostasse da A. – Respondeu na defensiva.

- Uma atitude de poucos. Não faço parte deles, você sendo da outra turma ou não, não me importa. Apenas quero aumentar as minhas chances de ganhar.

- Tudo bem. – Aceitou, satisfeita com a resposta. A menina fez um sinal para que a seguisse e a guiou em direção a outros dois garotos, que Wendy deduziu serem da B.

- Você tá louca Shiozaki. – Disse o garoto de cabelos prateados. – Eu não vou lutar ao lado do inimigo.

- No momento, ela é aliada. – Rebateu, já sentindo sua paciência se acabar. – Não quero um peso morto no grupo.

- Eu não gosto nem um pouco disso, você concorda, né Honenuki? – O outro garoto ficou em silêncio. – Hey.

- Chega. – Shiozaki elevou a voz, já estava sem paciência.

Wendy suspirou, se perguntou se realmente foi uma boa ideia estar ali. Mas o tempo já estava acabando. Era eles ou nada.

- Precisamos montar um plano, rápido. – Disse chamando a atenção para si. Em outras circunstancias, ficaria nervosa com aquela atenção. Mas não havia tempo para isso.

O garoto, mesmo a contra gosto, concordou e se juntou ao grupo enquanto Wendy e Shiozaki travavam um plano. Para uma melhor execução, cada um apresentou suas peculiaridades, e a posição de cada um foi definida.

- Mais uma coisa. Não vamos atrás dos dez milhões. – Disse e todos a olharam perplexos. Quando Tetsutetsu estava pronto para protestar, ela completou. – Todos irão para cima deles, nesse momento aproveitaremos e roubaremos o maior número de faixas possível. Fora, que logo notarão que ir atrás do primeiro lugar não vale a pena por conta da grande concorrência, aí se focarão umas nas outras.

- Ela tem um ponto. – Disse Honenuki para o amigo, que ainda estava contrariado.

O som de uma buzina ecoou, indicando que o tempo havia se acabado. Cada um se pôs em sua posição. Wendy seria a cavaleira. Amarrou a faixa no pescoço, indicando os 730 pontos. A largada foi dada, e como previsto, a maioria foi para cima do grupo de Midoriya. Pegou as faixas dos mais distraídos, reparando que os pontos eram bem baixos, a mais alta era de 440. As amarrou no pescoço, enquanto o grupo corria pela arena, trazendo para si mais duas faixas, sem que os cavaleiros notassem.

- Cuidado. – Gritou Honenuki, e Wendy pode sentir uma mão passar de raspão por seu pescoço.

Eram um grupo de meninos, com a pontuação de quarenta. Eles não valiam a pena. Chamou Shiozaki que logo entendeu o recado, usando suas vinhas para os deixar presos.  Tentando aproveitar o que achavam ser uma brecha, outros dois grupos atacaram simultaneamente. Mas Shiozaki era mais rápida, e conseguiu os repelir. Todas as faixas foram para as mãos de Wendy. Estavam em quarto lugar.

- O que estão fazendo, saiam da frente. – Gritou Tetsutetsu. A sua frente, estavam um grupo de alunos da B.

- Desculpe, mas não podemos fazer isso. – Respondeu um garoto, que mais se assemelhava a uma caricatura mal feita.

- Um minuto faltando – Gritou Present Mic.

- Ora, o tempo passa rápido mesmo. – Respondeu a garota, cujo os cabelos cobriam parcialmente o rosto, de forma que a deixava com a aparência de um cogumelo.

O grupo rival correu na direção deles. Honenuki usou sua individualidade, porém, por já conhecerem aquele ataque, conseguiram desviar. Shiozaki tentou os prender com suas vinhas, mas o cavalo deles, Bondo, conseguiu as quebrar com facilidade. A colisão entre Bondo e Honenuki foi inevitável. O garoto soltou um grunhido de dor, sentindo o braço latejar.

Um dos grupos derrotados anteriormente tentou aproveitar que estavam ocupados com o embate, porém, Wendy percebeu e utilizou da telecinese para os fazer se desequilibrar, os derrubando no chão. Shiozaki rapidamente os prendeu com as vinhas, tendo certeza de que eles não mais incomodariam.

- I got it. – Gritou a cavaleira e o grupo rapidamente se afastou do outro.

- Mandou bem Komori. – Elogiou a outra menina.

- Quanto vale essa faixa? – Questionou Bondo. A menina virou a faixa com um sorriso no rosto, este que não durou muito ao ver a quantidade de pontos.

- Forty points?

- Vocês podem ficar com essa, eu peguei uma bem melhor. – Respondeu Wendy lhes mostrando a faixa que antes pertencia a eles.

A buzina tocou. O tempo havia acabado.

Wendy olhou para a tela, onde estavam os colocados. Terceiro Lugar. Nada mal.

♣♣♣

- Ayumi onee-san, porque a mana não está usando o poder dele? – Questionou a pequena, enquanto aguardava a mais velha terminar de fechar a loja para a pausa do almoço.

- É apenas um jogo, ela não precisa lutar para valer. – Respondeu, jogando o avental em cima de uma das mesas. – Vamos comer, depois eu posso ligar para ela, o que acha? – O rosto da pequena se iluminou.

- Sim. – Gritou correndo para a porta.

Ayumi sorriu trancando o local. Estava aliviada pela ultima prova ter sido mais tranquila, ao menos para ela, tentaria falar com Wendy para ter certeza de que estava tudo bem, também buscaria saber até onde a irmã planejava ir, sabia o quanto ela detestava a atenção, mas participando de um festival desses, era um pouco inevitável.

♣♣♣

Todos se retiraram da arena ao ser anunciado um intervalo. Grupos de amigos se juntavam novamente, prontos para debaterem sobre as provas que ocorreram, enquanto outros buscavam falar de outros assuntos.

Wendy estava pronta para se retirar, quando viu Midoriya e Todoroki se afastarem por outro corredor. Não havia esquecido a conversa de mais cedo na sala de espera. Os seguiu com cuidado para não ser notada até a entrada dos estudantes que estava vazia. A área não tinha muitos lugares para se esconder, então ela precisaria usar outro artificio. Se escondeu em uma copa de uma das árvores, respirando fundo. Isso exigiria muita energia e concentração.

Na palma de sua mão, fez surgir uma pequena aranha. Ela podia decidir se queria ver e escutar as mesmas coisas que o aracnídeo, porém, manter esses dois sentidos usaria muita energia e seria possível o usar apenas por pouco tempo, vê-los não seria tão importante, então o manteve apenas como escuta. O colocou no chão deixando que seguisse o caminho até o corredor. Midoriya foi o primeiro a quebrar o silêncio.

 

- O que você queria conversar?


Notas Finais


Espero que tenha ficado bom.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...