História The Lost Prince HIATUS - Capítulo 4


Escrita por: ~ e ~shadow_Uzumaki

Visualizações 14
Palavras 427
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção Adolescente, Luta, Magia, Mistério, Policial, Shonen-Ai, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Homossexualidade, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Capitulo 3 - Cercado por lobos


Se tinha algo que irritava muito Yusaku Kudo eram pessoas como aquelas com as quais ele se encontrava naquele momento. 

Estava em uma reunião com inspetor Megure, a qual este o informava sobre o aumento de casos não solucionados pelo país.  

Mas Megure não era aquilo que o irritava e seu concelho, um grupo formado desde muito antes do nascimento de Yusaku, e muitos outros reis anteriores a ele, por anciões. 13, eram 13 anciões aqueles que juntos auxiliavam o monarca, ou como Yusaku dizia "infernizavam", e em casos de emergência, como a ausência de um monarca, era deixado aos cuidados do Primeiro Conselheiro a coroa.

Os seus amados conselheiros tentavam mais uma vez, de muitas outras, convence-lo de que a melhor forma de diminuir a criminalidade era impor punições mais rígidas aqueles que descumpriam as leis, o que na opinião deles era aumentar os níveis daa taxas de multas ou o pagamento de uma quantia exurberante de dinheiro em casos de furtos. Alguns até sugeriram que a punição para essas coisas poderia ser trabalho não remunerado. O que eles carinhosamente chamaram de 'serviço comunitário' como se isso o fizesse deixar de ser trabalho escravo. Hipócritas.

Como se Yusaku fosse obrigar uma mãe a pagar uma multa exuberante, ou então a sofrer trabalho escravo, por roubar um pão para dar de comida ao filho ou então avançar no sinal vermelho porque seu filho passou mal na escola. Humpft!

Filho... 

Essa simples palavra trazia demasiada angústia ao jovem rei. Tinha apenas trinta e um anos, mas nesses últimos cinco parecera envelhecer cem anos, psicologicamente é claro, sua aparência continua saúdavel e jovial, embora seus olhos já não tivessem mais aquele brilho alegre, contudo não se deixava abater, sabia que ao menor descuído os lobos atacariam. Fora tirado de seus devaneios por uma voz familiar o chamando.

- Vossa majestade ?  - Eri que estava ao seu lado. Diferente dos outros conselheiros Eri realmente era útil, realmente o aconselhava, diferente dos outros e mais e que isso era sua amiga

- Oh sim. Como estava dizendo Conde Denzer,.eu desaprovo totalmente essas novas medidas. - ao ver seus anciões quererem protestar completara: - É inadimicível aceitar uma medida dessas. Trabalho não remunerado ?! Façam-me rir, isto está mais para trabalho escravo. Tomaremos sim medidas para diminuir a criminalidade, mas não essas. E se alguém tem algo contra esta decisão....bem, está convidado a retirar-se deste conselho.

- Bem. Isto é tudo senhores e senhoras. -  disse Yusaku e logo completou levantando-se e saíndo daquele lugar repleto de pessoas hipócritas com Eri a seu lado. -Até logo senhor.





Notas Finais


Capítulo feito pelo celular desculpem os erros minna-san.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...