1. Spirit Fanfics >
  2. The Love Has No Age. >
  3. Capítulo final.

História The Love Has No Age. - Capítulo 2


Escrita por: Monteiro88 e Izzy_Herondale16

Notas do Autor


Como já falei antes  sou completamente apaixonada pelo casal Jonerys e amo escrever sobre eles. 

Trago o último capítulo da história The Love has no age que será na visão do Jon. 

Agradeço a todos pelos comentários e favoritos e desejo a todos uma ótima leitura. 


Novamente agradeço as  betas @Lizzie e @LyRaky pela correção da história. 

Capítulo 2 - Capítulo final.


Fanfic / Fanfiction The Love Has No Age. - Capítulo 2 - Capítulo final.

" A capacidade de amar não tem limite cronológico e a diferença de idade está no campo psicológico, é apenas números. O importante é amar e ser amado, desejar, sonhar, viver juntos de maneira gratificante e prazerosa."

                                         (Juliano Leão).



           ꧁    𝙅𝙤𝙣   ꧂  



   Conheço Daenerys desde que ela tinha 15 anos, atualmente  tenho 33 anos e sempre fui encantado pela beleza extraordinária dela.  Dany era de pequena estatura porém  tinha belas curvas, seus cabelos eram em tom  quase brancos e seus olhos violetas pareciam mais duas ametista, nunca tive relacionamentos longos pois nunca fui  um homem de demonstrar sentimentos, com Daenerys era diferente o que ela me fazia sentir era novo e intenso, mas nunca me aproximava dela pois sou amigo de toda a família e nossa idade também seria um grande problema, quando me colocaram para lecionar na sala de Daenerys e ela se tornou minha distração constante, vez ou outra me pegava a observando. 



   Daenerys estudava no melhor colégio de toda a Porto Real, onde somente os filhos de famílias importantes estudavam e eu havia me tornado professor em seu colégio, ela não ia muito bem na minha matéria e eu não entendia o motivo já que sempre foi boa aluna,  então me ofereci para lhe dar uma aula extra. Me lembro de quando meu tio, Nedd Stark, me trouxe para Porto Real para morar em sua casa , porém a senhora Catelyn não gostava muito de mim, morei com meu tio até terminar o ensino médio, quando entrei a faculdade,  conheci Rhaegar Targaryen e nos tornamos grandes amigos, me mudei para uma república de estudante, foi exatamente nessa época que conheci Daenerys, apesar de fazer parte da família Stark nunca utilizei a influência da minha família para conquistar algo, sempre preferi conquistar tudo pelo meu próprio mérito e me orgulho muito disso. 



    Depois de estudar bastante e me formar, hoje, tenho uma vida confortável graças ao meu trabalho. Meu tio é dono de uma grande empresa de automóveis aqui em Porto Real e nossa família é considerada uma das mais importantes daqui, meu tio é dono de um verdadeiro império, assim como a família de Daenerys, que também é uma das mais importantes e ricas de todo Porto Real. Nosso encontro será hoje, um  sábado, em meu apartamento, já tinha mandado o endereço para Daenerys, pedi para senhora Olenna, deixar tudo organizado porque nesse dia ela  não trabalhava, nem sábado e nem no domingo, pois mesmo morando sozinho, gostava de manter  a organização.



    Ficaria sozinho com Daenerys, o que me deixa com os nervos à flor da pele, pois seria uma grande tentação para mim, passar a tarde inteira ao lado dela, pois Daenerys Targaryen tinha o dom de fazer meu coração bater forte.



    Sou acordado pelo  som do despertador, pois mesmo nos fins de semana me levanto cedo, me levanto da cama apenas com uma calça moletom e vou ao banheiro onde lavo o  rosto e escovo os dentes. volto para o quarto e coloco uma blusa. Saio do lugar indo direto para a cozinha, entro no cômodo e pego algumas frutas e faço uma vitamina e tomo, ainda lavo a louça suja deixando tudo organizado , volto para meu quarto, abro a porta e entro no lugar, tiro a calça moletom e coloco um shorts e tênis com meias, para fazer uma caminhada, em seguida saio do quarto e pego a chave na porta,  saio de casa trancando a porta por fora. 



   Caminho até o elevador e aperto o botão do térreo, não demora e o elevador chega e as portas se abrem e eu entro, quando o elevador para eu saio e caminho até a portaria onde cumprimento o porteiro Robert, em seguida começo minha caminhada pelo centro de Porto Real, que está movimentado por ser fim de semana, caminho uns 40 minutos e volto para casa. Quando chego no prédio, caminho até o senhor Robert e aviso  para quê permita a entrada de Daenerys, feito isso, caminho até o elevador apertando o botão do andar que fica no meu apartamento.



     Novamente as portas do elevador se abrem e eu entro apertando o botão do 5° andar, quando o elevador para,  caminho até a porta do meu apartamento e a destranco,  entrando no lugar indo direto para meu quarto para tomar banho, pois estava suado da caminhada. 



    Tiro os tênis , meia e a roupa , vou para o banheiro onde tomei um banho demorado, quando termino, coloco uma toalha em minha cintura e volto para o quarto, vou até meu armário e pego um cueca box e visto, em seguida uma calça jeans na cor azul, passo  antitranspirante e deixo secar, visto uma blusa na cor preta e por último coloco as meias e tênis preto, ainda passo um pouco de perfume, pego minhas roupas,  tênis e meias da caminhada e saio do quarto indo para a cozinha. 



    Vou até a pequena área de serviço e estendo a roupa para secar e também deixei os tênis. Volto para a cozinha e vou até a geladeira pegando a comida que a senhora Olenna deixou pronta. Levo a comida até o micro-ondas e a coloco para esquentar enquanto pego um prato e  talheres necessários, quando a comida já está quente a tiro do micro-ondas e logo  a colocando no  prato, me sento na mesa e como uma deliciosa lasanha com arroz, a senhora Olenna tinha mãos de fadas para  cozinhar. 



    Quando termino de comer, lavo a louça suja e organizo a cozinha, em seguida vou para meu quarto, entro e vou ao o banheiro, escovo os dentes, volto para quarto e separo tudo que vou precisar para a aula de Daenerys, novamente saio indo para a sala onde sento no sofá, pois estava um pouco nervoso, a campainha toca e eu respiro fundo, me levanto e caminho até a porta, a abrindo e me deparando com a bela visão de Daenerys.



    Dou espaço e ela entra e mesmo não demonstrando, era quase impossível tirar os olhos dela, a mesma olha todo meu apartamento enquanto fecho a porta com o coração agitado. Dany volta seus olhos para mim enquanto  a observo, ela usa um vestido azul curto que não era vulgar porém a deixava sexy, seus longos cabelos platinados, estavam soltos e seus belos olhos violetas bem marcados, como alguém poderia ser tão linda. Daenerys me fazia sentir como um adolescente .



   – Sente-se,  vou apenas  pegar o material para nossa aula. Aviso saindo do lugar e  indo até o meu quarto, onde pego tudo que separei para a aula, logo saio do quarto voltando para a sala e encontro Daenerys já sentada no sofá, me sento ao seu   e começo com as explicações



    Vez ou outra  a olho e algumas vezes Daenerys também  me olhava . Me surpreendo quando Dany pega minha mão, porém não me afasto e seguro a mão dela, se aproxima e sinto meu coração bater forte quando ela me beija no rosto, era possível sentir os lábios macios. 



   – Isso não me parece certo Daenerys Digo segurando o seu queixo com a mão, enquanto ela olha em meus olhos e  me perco naqueles oceanos violetas,  tinha dúvida se era certo desmontar o que sinto. 



    – Eu sei muito bem o que quero Jon, posso parecer apenas uma menina ao seus olhos, porém sei muito bem o que sinto por você, te amo Jon. Afirmou olhando em meus olhos e tive a certeza que  falava a verdade. Então tomo coragem e beijo Daenerys com intensidade sentindo o gosto de seus lábios, aquele era o melhor beijo da minha vida, as mãos dela enlaçam  meu pescoço enquanto eu mantinha uma mão em sua cintura e outra em suas costas. 



   A  puxo e ela senta em colo, cessamos o beijo e claramente estamos ofegantes, encosto minha testa na dela e novamente nossos olhos se encontram e vejo um certo brilho em seus belos olhos violetas. 



    – Isso não deveria ter acontecido Dany, você é linda mas é só uma menina, isso é errado . Falo com dúvida, pois nem eu sabia mais o que era certo depois do nosso beijo. 



   – Se nós dois queremos Jon, como pode ser errado? Não tenho dúvida sobre o que sinto por você. Murmura e me beija novamente de forma intensa, novamente nos separamos ofegantes, Dany se levanta do meu colo e se afasta um pouco.



   Ela desce o zíper do vestido e permite que  as alças deslizem por seus ombros enquanto mantia contato visual comigo, quando o vestido cai de vez no chão,  a observo por alguns segundos os seios médios, a barriga lisa e percebo uma pequena tatuagem em suas costelas, estava cansado de ser racional quando a mulher com quem já sonhei inúmeras  noites, estava bem a minha frente, usando apenas uma pequena calcinha preta, tudo o que  queria era tê-la em meus braços. 



   Me levanto do sofá e pego Dany no colo, caminho com ela até o meu quarto, a cada passo sinto o meu corpo arder em ansiedade, eu a olhava com intensidade. Abro a porta e entramos no lugar, eu a sento na cama e levo minhas mãos até os pés de Daenerys el,  tiro as sapatilha e a deito com cuidado, me afasto um pouco e começo tirando os sapatos e meias, tiro a blusa e calça, ficando apenas de cueca box enquanto Dany me fita com um brilho nos olhos. 



    Eu já estava excitado só de vê-la tão entregue a mim,  ansiava por sentir Daenerys por inteira, com certa lentidão caminho até a cama deitando-me sobre si a beijando, ela enlaça meu pescoço, aproximando nossos corpos e sinto meu sangue ferver, começo beijando o pescoço e em seguida desço os beijos pela barriga indo até o umbigo tirando a pequena calcinha com a boca,  faço tudo isso enquanto fito seu olhos violetas .



    Queria que Dany visse em meus olhos o quanto eu a desejo, levo uma de minhas mãos até seus seios e aperto de leve enquanto Dany geme, abocanho o outro seio e ela arranha minhas costas. Fico um tempo nos seios de Daenerys e quando me dou por  satisfeito, beijo o umbigo dela ansioso para sentir seu gosto, pego as pernas dela com cuidado e as coloco sobre os ombros, começo a chupar seu clitóris com lentidão, sentindo seu doce gosto em minha boca, adentro minha língua em seu interior e Dany grita, começo a usar os dedos e ela rebola o quadril e então aumento a velocidade da minha língua e dedos e assim,  Daenerys têm seu primeiro orgasmo .



     Passo a língua e sugo até a última gota de seu doce néctar. Me afasto um pouco ficando em pé ainda com a respiração irregular, Dany levanta da cama e lentamente caminha até mim,  enlaça meu pescoço me beijando com intensidade o que me deixa muito excitado, sinto minha ereção doer em busca de alívio, ela beija meu pescoço e abdômen, se ajoelha  tirando minha última peça de roupa ficando cara a cara com minha ereção. Dany começa a lamber a ponta de meu membro enquanto eu gemia, só de tê-la ajoelhada em minha frente, sentia vontade de gozar e tenho que me controlar muito para ainda não me derramar em sua boca.



    Ela começa a abocanhar meu membro e também usa os dedos, enquanto eu gemia e murmurava palavras desconexas enquanto com uma das mãos , puxava levemente seus cabelos platinados, não demora muito e acabo sucumbindo ao prazer me derramado na boca e mãos de Daenerys que chupava minha pênis enquanto mantia contato visual comigo. 



     Eu a puxo com delicadeza, fazendo-a ficar cara a cara comigo e a beijo. A pego no colo e novamente a deito com cuidado sob a cama, abro uma gaveta da cômoda e pego uma camisinha a colocando. Deito-me sob Dany abrindo suas pernas, enlaço nossas mãos e começo a penetrá-la devagar,  gememos juntos, sinto a barreira de  sua virgindade e entro um pouco mais nela e seu hímen se rompe, fico parado para ela se acostumar. 



   Dany começa a rebolar o quadril e então começo a me mover de forma lenta,  queria prolongar ao máximo esse momento, ela me abraça forte e enlaça as pernas em meu quadril,  minha estocadas ficaram mais fortes ,  indo mais fundo,  porém tinha medo de machucá-la por ser sua primeira vez. 



    Nossos corpos se movimentam juntos e nossos gemidos se misturam,  novamente Dany chega ao ápice.  Continuo estocando até alcançar o meu próprio prazer, ainda estamos ofegantes e suados quando saio de seu interior  com cuidado,  me deito ao seu lado acariciando os seus cabelos. Dany deita a cabeça em meu peito e era possível ouvir nossos corações baterem no mesmo ritmo, passo meus dedos sob a tatuagem e percebo que são três pequenos dragões.


 


    - Quando você fez a tatuagem?  Pergunto curioso e vejo Dany fica radiante. 



    - Quando completei 18 anos, você gostou? Me questiona e parecia ansiosa pela resposta ,  sorrio ao constatar que Daenerys Targaryen era uma caixinha de surpresa.


 


   - Gostei, dragões são criaturas inteligentes e de uma beleza extraordinária , assim como você  . Afirmo e a vejo  ficar radiante com minhas palavras.  - Dany, você aceita namorar comigo? A indago sério e ansioso pelo resposta do pedido que sempre sonhei em fazer. 



    - Sim, eu aceito . Diz sorrindo ao enlaçar meu pescoço e logo após  me beijar, sinto meu peito queimar de felicidade. 



    -Acha que nossas famílias vão aceitar nosso relacionamento ? Ela pergunta e parece um pouco apreensiva. 



    -Não vejo motivos para eles não aceitarem, e mesmo que não aceitem, não estou disposto a me separar de você. Digo fixando meus olhos em suas belas íris violetas.




   - Eu te amo, Dany. Afirmo, pois queria deixar claro o que sinto por ela.



   - Eu também te amo, Jon . Disse e  me beija, sinto  o meu coração bater forte com essa declaração.


 


    Tomamos banho juntos e ainda deixei Daenerys em casa. Desde que comecei a namora-la ,  minha vida mudou, me sinto feliz e vivo , mesmo sendo mais nova, minha namorada tem muita maturidade e cada momento ao lado dela é intenso. 



      Infelizmente, teríamos que manter nosso namoro em segredo até Daenerys entrar na faculdade, senão , com certeza teria problemas por namorar uma aluna. Minha namorada era a mulher mais incrível de toda a Porto Real, tudo em Daenerys me encantava e estar ao seu lado era como descobrir um mundo novo, um mundo que eu estava muito feliz por conhecer. 



               FIM…







Notas Finais


Espero que tenham gostado!

Foi uma história que realmente amei escrever, pois amo o casal e a ligação entre eles. 

E muito obrigado a todos que leram.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...