História The love is a Devil - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Os Instrumentos Mortais, Shadowhunters
Personagens Alexander "Alec" Lightwood, Aline Penhallow, Asmodeus, Clary Fairchild (Clary Fray), Hodge Starkweather, Imogen Herondale, Isabelle Lightwood, Ithuriel, Jace Herondale (Jace Wayland), Jocelyn Fairchild, Jonathan Christopher Morgenstern, Jordan Kyle, Kaelie, Lilith, Luke Graymark, Madame Dorothea, Magnus Bane, Maia Roberts, Maryse Lightwood, Max Lightwood, Meliorn, Ragnor Fell, Rainha Seelie, Raphael Santiago, Raziel, Rebecca Lewis, Robert Lightwood, Sebastian Verlac, Simon Lewis, Valentim Morgenstern
Tags Clace, Clalec, Clary Fray, Climon, Clizzy, Isabelle Lightwood, Jace Herondale, Jimon, Jizzy, Malec, Rizzy, Shadowhunters, Simon Lewis, The Love Is A Devil
Visualizações 55
Palavras 1.532
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Policial, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Sobrenatural, Survival, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


yaaay, boa leitura anjos! 💛

Capítulo 2 - Eles estão mortos?


Fanfic / Fanfiction The love is a Devil - Capítulo 2 - Eles estão mortos?

{...} havia alguém saindo do banheiro e era... o Jace? Eu entrei em pânico e não sabia o que fazer, então eu continuei deitada e puxei o edredom de novo.


- Não, nós não transamos. E sim, eu vi a sua tatuagem na parte de cima da coxa escrito "Art", é bem bonita. - Ele disse aquilo tão... facilmente? Como ele sabia que eu não estava dormindo?


Eu sentei na cama.


- A-é - É difícil você se concentrar quando a sua cabeça parece que vai explodir e tem um cara extremamente atraente na sua frente sem camisa, ele ainda estava de costas... ai meu Deus.


Ele sorriu e colocou uma camiseta.


- Melhor? - ele disse me olhando e eu puxei mais o edredom pra perto de mim.


- Ah... Claro... - na verdade eu preferia sem, ok Clary, se comporte, você mal o conhece... - O que aconteceu ontem a noite? Eu lembro de ir pro bar e de ir pra pista de dança, eu realmente não lembro de mais nada... - falei mexendo no meu cabelo, que parecia incrivelmente armado.


- Bom, você subiu em uma mesa de sinuca, começou a dançar, disse pra todos irem nadar e começou a tirar a roupa, e tirou... Seu amigo ou nam...- eu havia o interrompido.


- Melhor amigo


- Tanto faz, tentou te tirar de lá, e eu ouvi você gritar "não ouse tocar em mim... Beyoncé?" - ele riu - e quando chegaram mais caras ao redor da mesa eu notei que você precisava de ajuda.


- Mas não foram muitas pessoas que me viram, certo? - parabéns Clarissa por ficar conhecida como a drogada da festa.


- Eu diria que umas 150 pessoas.


- Puta mer...da - coloquei as mãos na cabeça e levantei indo em direção a porta. O único problema era que eu ainda não tinha calças ou seja...


- Você não esqueceu de nada? Quero dizer... eu não estou reclamando - ouvi Jace falando e ele olhou para as minhas pernas.


- OH MERDA! - disse correndo em direção a cama. - O que aconteceu com as minhas roupas?


- Bem, você deve ter jogado na piscina... - ele se virou para o armário e procurou algo. - Não tem nenhuma roupa aqui, eu achei que a casa do Bane seria mais equipada... - ele colocou as mãos na cintura. - É princessa, não tenho nada pra você.


Eu acho que em 5 minutos de conversa eu já tinha conhecido 45 tons de vermelho... eu me sentir corar tantas vezes, pelo anjo.


- E agora? - eu o olhei apavorada


- Fique aqui e eu vou procurar alguma coisa nos outros cômodos.


- Ah... e você podia achar o Simon pra mim? ele deve estar preocupado e meu celular descarregou.


- Tá, eu já volto.


(Jace pov)


Deixei Clary no quarto e fui procurar os outros... mas tinha algo errado... tudo estava quieto.
Cheguei na parte principal onde teve a festa e tinha uma centena de pessoas no chão, eles estão mortos? Procurei Izzy e Alec imediatamente, mas não os achei lá, fui conferir os corpos e alguns ainda respiravam, mas devia ter uns 67 mortos... O que diabos aconteceu?


Entrei em um dos quartos do qual achei Izzy e... Simon? Ele estava no chão, possivelmente desmaiado, ainda parecia vivo, se é que um vampiro pode parecer vivo, eu acho, Izzy estava ao lado dele acordada.


- Jace eu não sei que merda ta acontecendo. A última coisa que eu me lembro é o Simon batendo em um cara que entrou aqui. - ela estava tremendo.


- Ei, se acalma. Alguém drogou a festa inteira, ou pelo menos mais da metade dela. - peguei Simon do chão - Ei você tem alguma roupa pra Clary?


- A garota de ontem? Jace, vocês...? - ela falou com os olhos arregalados me olhando.


- O que? Não. Depois eu explico. Você tem ou não?


- Eu acho que devo ter alguma coisa aqui... - ela foi procurar nos armários - Achei!!! Isso deve ser a única coisa que serve nela. - Ela pegou uma regata vinho decotada, um calção e um salto alto...?


- Izzy a sua estela ta ai?


- Não, eu acho que perdi ontem.


Voltamos ao quarto onde eu tinha deixado Clary e ela não estava mais na cama.


- Não era pra ela estar aqui? - Izzy falou um pouco curiosa.


Coloquei Simon no sofá, ele continuava apagado.


- CLARY????? - gritei


- EU TO TOMANDO BANHO - ela gritou de volta


- Achamos nossa garota - Izzy disse batendo palminhas. - Ou a su...


- Nem começa Isabelle.


- Ai ta, que chato.


Ficamos mais alguns minutos esperando Clary sair do banho.


- Vocês acharam alguma roupa pra mim? - ela havia saído do banheiro enrolada em uma das toalhas pretas e o cabelo ruivo molhado caindo sobre a pele branca dela.


Talvez eu tenha ficado olhando pra ela por algum tempo, até Izzy me beliscar e sussurrar pra mim ser discreto, quem se importa com isso nessas horas? ...


- Eu achei isso pra você. - falou Izzy


- Uou, é extremamente curto. Mas eu acho que vou pegar o calção e os saltos, obrigada pela regata, mas eu vou continuar com o moletom do Jace. - Clary disse e sorriu...


- Okay... - Izzy fala tudo fazendo insinuações.


- Ai meu Deus, o que o Simon faz ali? - Clary correu em direção a ele. - SIMON! Ai meu Deus, SIMON! Ele ta vivo?


- Não, ele é um vamp... - ela me interrompeu.


- Você entendeu!


- Ele só foi drogado, quase todos na festa foram, você, eu, Simon, e sei-lá mais quem. - Isabelle conseguia deixar as pessoas mais agitadas.


- Ele O QUE? - Clary gritou


- gente... vocês podem param de gritar? - Simon disse e levantou com as mãos na cabeça, um pouco tonto, mas recuperado. - Clary e a sua roupa?


- A... eu já volto.


Clary se trocou, e nós fomos a sala principal, onde estavam quase todas as pessoas mortas ou desmaiadas, mas quando chegamos lá estava tudo limpo e organizado... que merda aconteceu aqui?


- Que porra é essa? - Izzy parecia extremamente confusa, assim como todos os outros, deviam ser umas 10 horas da manhã de sábado, e de repente...


- SURPREEEEESA!!!!! - era o Magnus e o Alec. - Sentiram nossa falta? Eu sei que sentiram. Agora eu poupo o trabalho de vocês e vou contar o que aconteceu. Ontem eu pedi a Maia que colocasse um pouco de um dos meus elixir nas bebidas, e alguns meio que ficaram drogados, e o que vocês viram não foi real. O que acharam?


- Espera ai, O QUE?


- Que merda aconteceu?


- Gente eu to perdida, Alec eu sou sua irmã, você vai me contar esse negócio direitinho.


- Magnus fez um elixir pra vocês verem coisas, ou seja, 79% das coisas que vocês viram não eram reais. - ele sorriu - A verdadeira festa é hoje.


- Mas e o cara que entrou no quarto da Izzy? - Simon disse aquilo e ficou os encarando, mas espera ai, que cara?


- O que? Que cara?


- Ah - ele deu uma risada - Eu pedi pro Meliorn ver se estavam todos bem, como você quase o matou de tanto o espancar, eu pedi pro Magnus dar um jeitinho em você, mas confesso que fico feliz que faria aquilo pra proteger Isabelle. - ele sorriu pro Simon, e Simon nos olhou completamente perdido.


- Eu tirei a roupa na frente dos caras ontem? - Izzy perguntou a eles


- É claro que não, fiquei de olho em você o tempo todo... Mas a Clary tirou. - Alec e Magnus riram - Não se preocupe ninguém lembrará disso, a não ser vocês aqui.


- E por que não impediram?


- Eu achei engraçado - Magnus a olhou - Mas eu já cuidei de tudo.


- Eu queria ver como as pessoas iriam reagir, principalmente o Jace - Alec fingiu uma falsa tosse.


- Tá, ok. Vocês dois planejaram uma brincadeira com todos nós. Mas e as nossas estelas? - Isabelle falou e cruzou os braços.


- Bom, eu não poderia fazer a brincadeira se vocês pudessem se curar. - Magnus riu e fez um estalo com os dedos. - Mas não se atrassem pra festa hoje, mas com certeza não vai ser aqui, vai ser em Praga. - Magnus e Alec pareciam super felizes, talvez porque estivessem mesmo.


- PARIS? - Clary, Isabelle e Simon falaram ao mesmo tempo.


- Vocês já ouviram falar que feiticeiros conseguem fazer portais?


- É... bem pensado.


- Okay agora voltem aos quartos e confiram os armários, eu comprei algo pra vocês. Vai ser um final de semana louco!! - disse Magnus todo empolgado


- Mais louco que pensar que a festa toda tinha morrido? - eu perguntei a ele


- Acredite em mim, provavelmente.


- Mal posso esperar!!!! - Simon falou dando pulinhos, o que foi totalmente esquisito, ele era esquisito...


03:00pm


Depois de todo mundo se arrumar estavamos saindo. Paris aqui vamos nós!





Notas Finais


Oi gentee, me falem se estão gostando. ❤ O que será que vai ter em Paris? 👀

Continuoo?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...