História The love of two teenagers - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 5
Palavras 884
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oioioioioi

Boa leitura ❤

Capítulo 1 - Capítulo 1


Clarissa ~

Bom, acordei às 06:00 e tomei um banho e me enrolei na toalha, abrindo meu guarda-roupa e pegando uma calça jeans, uma langeri preta e por último um suéter bege.

Passei creme no meu corpo, perfume e depois me vesti e desci as escadas indo até a cozinha, preparando um café e torradas.

-Bom dia maninha.

-Bom dia.-Respondi e peguei uma xícara a ele, e apareceu Vanessa e Fernando.

-Bom dia gente.-Respondi e dei um sorriso, os dois também retribuira o sorriso.

-Pronto para ver seu lindo namorado?

Dei risada e meu irmão me olhou -Namorado?

-Não, é o Azevedo.

-Que Azevedo?

-O Matheus, a Vanessa que fica falando que eu sou namorada dele.

-Claro! Você é gamada naquele gato!

-Ele nem deve ser tão lindo.-Disse Fernando e eu dei risada.

-Claro que ele é! Um deuso! Não é Clari?

-É..

Respondi enquanto tomava café e Vanessa deu risada, sai da cozinha e escovei meus dentes, pegando minha bolsa junto do meu celular e foninhos.

-Onde esse Azevedo mora?

-Perto da casa da Mile.

Disse e João assentiu, e eu desci e comecei a ouvir música -Eu vou com você.

Caminhamos nos quatro até o ponto de ônibus e nos sentamos no banco.

-Quantos anos ele tem?

-Ele quem?-Perguntei e olhei para meu irmão.

-Esse tal de Azevedo.

-18, ele tem 18.

[...]

Tempo depois o ônibus chegou, entramos já que os três estudavam na mesma faculdade, passei pela catraca e caminhei até a parte do fundo do ônibus. 

Azevedo estava um pouco a frente, junto com mais dois garotos que não sei o nome e Vanessa riu maliciosa.

-Então quem é?

-Aquele ali, de moletom vermelho.

-Ah... É mais ou menos.-Meu irmão respondeu e eu dei risada, mudando de música.

-"Vou fazer fumaça pra tranquilizar esse meu vício maluco, minha obsessão"

Cantei baixo a música e, os dois garotos que estavam com Matheus desceram junto de duas garotas também.

Vi ele bufar e pegar seu celular, logo em seguida conectando os foninhos, ele se virou para mim e sorriu, aquela droga de sorriso fofo. Ele acenou e eu também dando outro sorriso.

Vanessa, João e Fernando se sentaram e falaram que iria revisar a matéria, os três fazem Administração.

Apenas assenti e me sentei num banco, verificando minhas mensagens.

-Nossa você é tonta?

-Chega lá e beija ele!

-Quer que eu fale com ele?

Essa é Lais, minha amiga, uma grande amiga do Azevedo.

-Não! Você é doida?

-Claro que não! Só estou te ajudando!

-Otimo Senhora.Takarrashi

-Não preciso da sua ajuda!

-Grossa!

-Sou mesmo!

-Você já chegou no colégio?

-Já! Você viu que horas são?

-São 07:23 ! Você vai se atrasar lindinha!

-Eu sei meu amor!

-Eu não tenho culpa! É essa porra de ônibus!

-É verdade, esqueci. 

Dei risada e vi Matheus sentar ao meu lado -Oi Clarissa.

-Oi.

Respondi e suspirei, Matheus só vem para perguntar sobre o colégio e minha amigas se eu conseguia arruma-las para ele.

-Quem é aquela gata que está com seu irmão?

-É...... É eles estão ficando.

Respondi de uma vez só e ele bufou. Ficamos em silêncio por um bom tempo -Sabe Clari... Você é bonita sim...

Suspirei e arrumei meu cabelo -Não, eu sei que Lais ou Elisa te mandou falar isso.... Então, pronto, não precisa falar.

-Não Clari...

-"Não" nada Matheus, eu não sou bonita e ponto final.

-Clarissa...

Revirei os olhos - Vocês não vão conseguir ok? Não tente, e droga! Isso não é problema de vocês se eu não gosto de mim mesma!

-Você tem que gostar de você primeiro! Se não ninguém vai gostar de você!

-Isso! Eu não preciso de que pessoas gostem de mim!

-Claro que precisa!

-Não! Eu não preciso.

Respondi e o encarei -Você é linda, Clari!

-Matheus! Não!

Rebati com raiva -Clarissa! Sim! Você é linda!

-Não! Não sou que desgraça!

Então olhamos para a janela e vimos que já havíamos passado do ponto do colégio, já era mais de oito horas e, não te deixando entrar depois das oito.

O ônibus estacionou no terminal e nós dois bufamos saindo do ônibus, comecei a caminhar até o hospital que tinha ali perto -O que vai fazer nesse hospital?

Ignorei sua voz rouca que me arrepia todos os dias e continuei a caminhar, entrei no hospital e entreguei meu documento, pronta para doar sangue.

A mulher limpou meu braço e encontrou minha veia, fechei os olhos quando ela colocou a agulha no meu braço e num instante ela já tirou a agulha e colocou um algodão no meu braço.

-Obrigado, isso vai ajudar bastante!

Ela disse com sorriso divertido e olhei para o lado onde Matheus também doará sangue.

Peguei um copo d'água e bebi, e sai do hospital e caminhei até uma pequena loja de langeris e entrei, logo olhando as peças de langeri.

[...]

Me encantei por duas langerine e acabei levando elas duas -Por quê você tá me seguindo?

-Não tem pra onde eu ir.

Revirei os olhos e fui até uma loja de açaí.

-Eu quero um também.

Disse Matheus e depois o homem que trabalhava lá nos entregou o açaí -Fala um lugar para a gente ir.

Disse enquanto comia meu açaí -Me segue.

O segui e pegamos um ônibus, depois de uns bons minutos paramos no Shopping Catuaí.

-Vem!

Ele me puxou me fazendo dar risada, entramos no shopping e ele me puxou, literalmente, até o Play Master.

E depois ele me puxou — novamente — para a parte de trás do Play Master, onde tinha o boliche, pagamos, claro, nada é de graça.

E jogamos, posso dizer que eu estava levemente nervosa, porque o Azevedo é um sonho! Ele é engraçado, é inteligente, bonito, educado, e tem um sorriso lindo!

[...]

Depois disso, voltamos para casa, cada um na sua casa é claro.

Continua...




Notas Finais


Roupa da Mari:https://pin.it/yv2y2y3ryrrncc

Espero que tenham gostado mauahauauahauha


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...