História The love outlast the ignorance - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane, Lauren Jauregui, Normani
Personagens Camila Cabello, Lauren Jauregui
Tags Camila G!p, Camren
Visualizações 202
Palavras 948
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Esporte, Famí­lia, LGBT, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Transsexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hey,essa é uma adaptação de uma fanfic Larry e ela é autorizada pela autora.

Se quiserem ler a fanfic original só pesquisar o user @larryoi lá e se quiserem ler a fic versão camren no wattpad só ir no meu perfil @SangriaWes.

Bom ela é Camila g!p então espero que gostem.

Capítulo 1 - O começo


Fanfic / Fanfiction The love outlast the ignorance - Capítulo 1 - O começo

Lauren povs

Me remexi procurando pelo corpo de Camila na cama espaçosa,mas acabei dando de cara com lençóis frios.Me espreguicei e olhei para os lados tentando achar minha esposa quando ouvi barulhos vindo do andar de baixo.

Levantei da cama e fui para o banheiro.Depois de ter feito minha higiene matinal,me vesti e sai do meu quarto indo em direção da frente.Entrei indo direto para a janela,abri as cortinas e deixei a janela meio aberta.Olhei para a cama e fui me sentar no espacinho que sobrava,vendo meu filho coberto até as orelhas.

- Oli,já está na hora de acordar meu amor - Chamei baixinho acariciando seus cabelos e pude ouvir um resmungo. - Vamos lá,hoje é seu primeiro dia na escola,você estava tão animado ontem,babe.

- Bom dia mamãe - se virou sorrindo grande coçando os olhinhos com as mãos,com pequenas ruguinhas se formando ao redor dos mesmos.

- Bom dia meu bebê - beijei sua testa e ele levantou indo em direção ao banheiro - Oli,você precisa de ajuda para se arrumar?

- Não,a mamãe Mila já disse que agora eu sou bem grandinho - tentou dizer com a boca cheia de espuma me fazendo rir.

- Mas meninos bem grandinhos também precisam de ajuda…Não esqueça de lavar o rosto,Oli - disse alto o vendo ficar nas pontas do pé para alcançar a pia e molhando o pijama ao encher as mãozinhas de água para lavar o rosto.

- Não precisa mamãe,obrigado - voltou secando o rosto com a blusa do pijama e eu sorri balançando a cabeça.

- Ok homenzinho,desça logo para tomar o café - peguei o uniforme e o par de tênis

deixando fácil para ele não se enrolar.

Saí do quarto e desci as escadas ouvindo Camila cantarolar uma música qualquer que passava na rádio.A abracei pela cintura e afundei meu rosto em seu pescoço.

- Bom dia babe - virou a cabeça e deu um beijo em meus cabelos.

- Bom dia camz,o que está fazendo? Onde está a Norma? - perguntei vendo que ela tentava virar alguma coisa na frigideira.

- Ainda não chegou então eu decidi fazer panquecas - disse em um tão Alegre que me fez sorrir.

- Amor você não sabe cozinhar lembra? - disse rindo ficando ao seu lado e cruzando os braços e logo sentindo leve cheiro de queimado - camz,isso está queimando.

- oh merda - virou a panqueca queimada num prato e me olhou ficando sem graça

- Ok,isso não deu certo.Onde está o Oli?

- Deixa que eu faço - peguei as coisas e comecei a fazer as panquecas - Oli está se arrumando,ele disse que você falou que ele está grandinho e agora quer fazer as coisas sozinho.

- Eu posso ter dito algo assim - deu de ombros me olhando e logo depois ouvimos o interfone tocar e Camila foi atender.

Vi Oliver descendo as escadas com os tênis desamarrados e os cabelos extremamente bagunçados.Camila voltou e se sentou na cadeira ao lado de Oliver.

- Amor pode ajudar o Oli? - pedi e Camila assentiu começando a amarrar os tênis do pequeno - quem era no interfone?

- Verônica e…

- Bom dia família Cabello-jauregui - Verônica entrou na cozinha gritando.

- ...e jade - Camila completou fazendo uma careta por ela ter gritado - Pra que essa gritaria toda criatura?

- Bom dia pra você também cunhadinha - sorriu e deu um beijo em Camila logo depois indo falar com Oliver - Bom dia Oli,esta animado pra hoje?Sua prima não me deixou dormir por causa desse maldito primeiro dia de aula.

- Verônica olha o palavreado - repreendi e olhei para o meu filho que olhava Jade de cima a baixo cumprimentar Camila,totalmente encantado.

- Olá tia Lauren - me abaixei e dei um beijo na testa da pequena que logo foi se sentar ao lado de Oliver.

- Jade não mexa no seu cabelo até o final do dia,ouviu? - Verônica pediu e a menina concordou enquanto mostrava suas pulseiras para Oli.

Servi todos e vi Norma entrar na cozinha correndo.

- oh menina Lauren me desculpe pelo atraso,meus filhos estão em casa e tudo está uma loucura - disse exasperada.

- Não tem problema Norma,como a Ally está?Faz tempo que não a vemos. - pergunto e Camila concorda.

- Ótima,ela e Demi estão tentando ter um bebê - Disse Feliz.

- Ja estava na hora,elas estão juntas a tanto tempo - Camila disse e sorriu para Norma.

- Mamãe, eu e o Oli vamos para a escola juntos? - Jade perguntou para Verônica.

- Sim meu amor, Luisa também estará com vocês. - Verônica respondeu e as crianças começaram a se agitar.

Depois do café, arrumei o cabelo de Oliver que estava um caos. Camila, eu e Verônica fomos deixar as crianças na escola e lá encontramos Dinah e Normani com Luisa esperando o portão abrir. Ficamos um tempo conversando até que vimos algumas crianças chorarem e outras correndo para entrar na escola.

Suspirei e me abaixei sendo imitada por Camila para ficarmos do tamanho de Oliver.

- Está na hora Oli, seja gentil sempre ok? - pedi arrumando seu uniforme novamente e ele apenas balançou a cabeça em afirmação.

- Obedeça e respeite os professores, sim? - Camila pediu séria.

- Vamos Oli. - Jade chamou enquanto estava de mãos dadas com Luisa.

- Tchau mamães - Oli sorriu e nos abraçou.

- Nós te amamos bebê. - eu disse e Camila acenou para Oli que já estava indo em direção a Jade e Luisa.

Me levantei e Camila me abraçou de lado.

- Amor não chora, daqui a pouco ele vai estar em casa, uh. - beijou minha bochecha.

- Ele está crescendo tão rápido, Camz. - murmurei e ouvi Normani e Verônica rirem.

- A partir de agora tudo fica mais difícil. - Normani disse e todos concordaram.

Só espero que esse difícil não venha ao extremo.


Notas Finais


Deixem aí a opinião de vocês se quiserem mais algum capítulo.

Até❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...