História The love outlast the ignorance - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane, Lauren Jauregui, Normani
Personagens Camila Cabello, Lauren Jauregui
Tags Camila G!p, Camren
Visualizações 127
Palavras 1.368
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Esporte, Famí­lia, LGBT, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Transsexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hey,cheguei meu povo

se vc estiver gostando da fanfic deixe seu fav

Boa leitura❤

Capítulo 3 - Festa a fantasia parte 1


Camila Pov.

Hoje já era quinta e tudo depois de segunda-feira já estava normal, ou como sempre fora. Deixei Oli na escola e fui direto para o treino. Estacionei e peguei a mochila no banco do carona, tranquei o carro e fui em direção ao vestiário. Me troquei, guardei a mochila e fui pro campo vendo as minhas companheiras de time se aquecendo, cumprimentei todos indo para o lado de Dinah.

- Hey gigante. - disse animada e eu sorri.

- Oi bunduda. - comecei a me alongar.

- Como estão Oli e Lauren? - perguntou ficando de frente pra mim.

- Você os viu segunda, Dinah. - eu disse e ela revirou os olhos.

- Eu sei, mas hoje é quinta. - disse como se fosse obvio.

- Estão bem Dinah. - ri com a cara feia que ela fez. - agora me diga, como vai funcionar a festa da Luisa?

- Normani e eu decidimos perguntar a ela o que ela gostaria de ter em uma festa de aniversário. E ela disse que queria que todos fossem como personagens dos filmes que ela assiste e você sabe que a Luisa assiste muitos filmes da Disney. - disse sorrindo.

- Luisa é uma criança sonhadora. Me lembra você quando era mais nova... Bom, tal mãe tal filha. - dei de ombros e ela sorriu maior ainda. - e do que ela vai se vestir?

- Não perguntamos ainda, mas ela está obcecada pela Cleópatra, então acho que ela vai querer ser isso. - falou vestindo as luvas de goleiro. - você sabe o que o Oli vai querer?

- Ainda não, Lauren e eu vamos levá-lo a algumas lojas hoje pra que ele escolha algo.

- As meninas vão continuar fofocando ou vão treinar? - ouvimos a voz do treinador, que para a minha infelicidade era nada mais nada menos que Simon Cowell, o homem que se denominava meu pai e por quem eu não nutria simpatia alguma. - Cowell e Jane vão para os seus lugares.

- Meu nome é Cabello, cacete. - rosnei e ele riu irônico.

Por sorte o treino se passou rápido e sem muitos problemas tirando o fato de que Simon sempre pegava no meu pé e já estava me deixando verdadeiramente irritada. O apito sinalizou o fim do treino e eu apoiei as mãos nos joelhos recuperando o ar.

- Hey Dinah, que horas são? - perguntei vendo que ela colocava o relógio no pulso.

- Três, Mila. - olhei para os lados e vi Lauren e Oli sentados no banco de reservas, não tinha notado a presença deles até esse momento.

Andei até eles com Dinah ao meu lado.

- Oi babe, não vi vocês chegarem. - deixei um beijo na testa de Lauren e um na de Oli.

- Tia Dinah!!! - Oliver levantou e pulou no colo da loira.

- Oi monstrinho. - Dinah sorriu.

- Você não veria mesmo, estava tão concentrada. - Lauren abraçou minha cintura e encostou a cabeça em minha barriga já que estava sentada.

- Mamãe que horas nós vamos? - Oli perguntou balançando as pernas no colo de Dinah, oscilando o olhar entre mim e Lauren.

- Vou me trocar e nós poderemos ir ok? Eu já volto. - Lauren me soltou e eu fui em direção ao vestiário.

Me troquei rapidamente, já que eu preferia tomar banho em meu próprio banheiro. Peguei a mochila a colocando em um ombro quando senti uma mão no outro. Olhei para a mão e depois para pessoa dando de cara com Simon.

- Aqueles são meu filho e minha esposa. - desviei de seu toque e fui em direção aos dois.

- Aquele é meu neto? - perguntou olhando Lauren e Oliver que riam de algo.

- O que quer? - perguntei ríspida.

- Tudo pronto Camz? - Lauren perguntou se levantando e pegando na mão de Oli.

- Sim, vamos. - entrelacei nossos dedos e olhei pra trás vendo Simon nos olhar com uma cara nada boa. - hey filho, já sabe do que quer se fantasiar?

- Não Mamãe. - fez um biquinho e eu sorri com a cena.

Entramos no carro e Lauren ligou o som, o caminho foi tranquilo com Lauren e Oliver sempre conversando sobre algo. Passamos por três lojas diferentes até minha esposa decidir em qual iríamos parar de vez para ver.

Descemos do carro e entramos em uma loja enorme e cheia das mais variadas fantasias, uma vendedora veio nos ajudar e nos levou a ala infantil loja, sentei em um sofá pequeno que tinha lá e fiquei olhando Lauren ver algumas fantasias e Oli andando ao redor da sala olhando para cada fantasia que tinha lá.

- Oli, que tal essa? - Lauren mostrou uma de superman ao pequeno que fez uma careta. - Ok, talvez não.

Oliver foi para perto dos vestidos de princesas olhando tudo de cima a baixo, as vezes passando as mãos com delicadeza pelo tecido e eu franzi o cenho.

- Hey Oli. - chamei e ele tirou a mão do vestido rapidamente se virando pra mim com os olhos arregalados. - aí são fantasias de meninas, vá com a sua mãe.Lá são as fantasias certas.

Ele assentiu e olhou uma última vez para os vestidos indo para o lado de Lauren. Passou um tempo e toda fantasia que Lauren escolhia e mostrava para Oliver, o fazia dizer não. Decidi que iria ajudar e levantei indo olhar outro lado que continha outras fantasias mas mesmo assim Oli nunca gostava de nenhuma.

- Eu não sei o que você quer filho, já olhamos tudo e você não gostou de nada. - Lauren sentou no sofá frustrada.

- Calma Lo, nós vamos achar algo que ele goste... - olhei em direção ao meu filho que vinha em nossa direção com um cabide em mãos.

- Eu quero essa! - disse parando em nossa frente com um sorriso enorme no rosto.

O cabide continha um pano branco, outro vermelho e algo que imitava couro marrom, Oli estendeu o cabide para que eu abrisse o plástico, peguei o mesmo e fui tirando, peguei as roupas e estendi elas no sofá.

- Onde achou essa fantasia babe? - Lauren perguntou olhando a fantasia.

- Oh, essa estava na parte de fantasias mais simples. - ouvi a vendedora falar e analisei a fantasia. - ela é uma das mais baratas, não sei se as senhoras iram querer levá-la.

- Não! Eu quero essa por favor. - Oli pediu quando ouviu a vendedora dizer que não levaríamos e veio para o meu lado. - por favor mamãe.

- Isso seria um gladiador? - perguntei para Lauren.

- Acho que sim, eu gostei. - deu de ombros e eu peguei a túnica branca (que mais parecia um vestido) do gladiador nas mãos.

- Você quer mesmo essa Oli? - olhei para o pequeno que assentia freneticamente com a cabeça e depois olhei para a vendedora. - por mim tudo bem, o que vem com ela?

- Bom, uma espada de brinquedo, um escudo e acessórios para braços e pernas. - a vendedora disse olhando algo que parecia ser um catálogo.

- Ok, vamos levá-la. - Lauren disse sorrindo e Oliver abraçou sua perna, a vendedora pegou a fantasia e foi em direção ao caixa de embalar.

- Obrigada mamães. - Oli nos olhou com um sorriso enorme.

Depois de ter pago, nós fomos para casa com Oli dizendo o quanto estava animado para a festa e como tinha gostado de sua fantasia.

- O certo é obrigado, babe... E de nada. - o corrigi e fomos para o caixa pagar.

Horas depois nos preparávamos para dormir quando minha esposa puxou assunto.

- Camz, o treinador novo me parece familiar. - Lauren divagou enquanto virava a página de um livro que lia e eu saia do banheiro.

- Você acha, amor? - tirei a calça de moletom e levantei o cobertor.

- É o seu pai não é? - fechou o livro se ajeitando na cama e me olhando.

- Meu pai é o Alejandro, Lauren. O Simon é só mais um que se acha o bonzão. - a puxei para mais perto e ela deitou a cabeça em meu peito. - agora chega desse assunto por favor.

- Ok, eu te amo Camz. - beijou meu queixo e se aconchegou mais em mim.

- Eu também te amo muito. - sorri beijando seus cabelos.


Notas Finais


E aí, ficou legal?

Bom,em poucos capítulos a pequena Olivia vai aparecer e espero que tenham um pouco de paciência com uma certa mente fechada.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...