História The Madness Of Life - Shawn Mendes - Capítulo 27


Escrita por:

Postado
Categorias Britt Robertson, Camila Cabello, Shawn Mendes
Personagens Shawn Mendes
Tags Camila Cabello, Fanfic, Mendes Army, Romance, Shawn Mendes
Visualizações 156
Palavras 1.291
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


boa noite meus amorzinhos, como vão vocês? Eu estou morrendo de saudades de cada um de vocês! Das coisas loucas que vocês comentam nos capítulos hahaha 😂😂

Como vocês sabem, eu estava sem internet, por isso fiquei tanto tempo sem dar sinal de vida, mas agora estou de volta e irei fazer de tudo para postar um cap a cada dia (sempre de madrugada)

Nessas duas semanas em que fiquei offline, eu tive algumas ideias, e uma delas é colocar uma música como tema de cada capítulo (obs: não são todos os capítulos que vão ter, e algumas músicas tem letras nada a ver com o assunto do cap)

Capítulo 27 - Capítulo 27


Fanfic / Fanfiction The Madness Of Life - Shawn Mendes - Capítulo 27 - Capítulo 27

Som: Photograph - Ed Sheeran


Acordo e vejo que Shawn já não está mais na cama. Me levanto, faço minhas higienes matinais e desço. O encontro fazendo café.

- Bom dia minha vida - diz ele e me da um beijo apaixonado.

- Bom dia meu amor - digo me sentando a mesa - Onde estão todos?

- Meu pais tiveram que sair para resolver um problema e a Aaliy ainda está dormindo.

- Hum...

Depois de tomar café da manhã, pego a chave de meu carro e da minha casa.

- Já vai? - pergunta Shawn.

- Infelizmente - digo lhe abraçando.

- Tudo... bem... então - diz ele entre o beijo.

Entro em meu carro e dou partida.

[...]

Chego em casa, vou ao banheiro e quando estou saindo ouço a campainha tocar.

- Aurorinha - diz Britt em um abraço apertado.

- Britt, que surpresa - digo - Entre.

- Vim para colocarmos o papo em dia - diz ela dando uma de suas típicas gargalhadas.

- Tenho muitas coisas para lhe contar! - digo com um sorriso malicioso - Aceita uma água, um suco?

- Não, não, quero apenas que me conte tudo ocorreu enquanto eu estava fora.

[...]

- Então quer dizer que eu vou ser titia? É isso mesmo? Aí que felicidade! - diz Britt entusiasmada com a ideia de ser tia.

- Acalme-se Britt - digo gargalhando e tentando conte-la.

- É menininho ou menininha?

- Ainda é muito cedo para saber.

- Você já contou ao Shawn?

- Ainda não.

- Como não? - pergunta ela incrédula.

- Eu não sei o modo certo de contar! - digo cabisbaixa.

- Eu sei - diz ela com um sorriso malicioso - Ligue para ele, o chame para vir aqui, fale para ele trazer seu violão, aí você escreve na palheta "Em breve será papai".

- Essa é a ideia mais cretina que você já teve amiga, mas acho que pode dar certo - digo gargalhando.

- Mas vai dar certo! - diz ela determinada.

- Tive outra ideia! - digo me levantado para ir a cozinha.

- Qual? - pergunta ela me seguindo.

- Vou escrever que estamos gravidos no fundo de uma caneca e dar para ele beber algo - digo pegando uma caneca.

- Depois vem dizer que a minha ideia que é cretina. - diz ela gargalhando alto.

- O que é? A minha ideia é ótima! - digo fazendo biquinho de brava.

- Tá, então use a minha e a sua ideia.

- É o que vou fazer.

Pego um marca texto preto e escrevo no fundo da caneca.

- Agora eu vou ligar para ele, o convidar para vir aqui hoje a noite, e trazer seu violão.

Pego meu celular e disco o número dele.

- Oi meu amor.

- Oi vida.

- Será que tem como você vir aqui em casa hoje a noite?

- Claro, mas que horas?

- 20:00! Ah, e traga seu violão. quero que toque para mim.

- Será um prazer.

- Então eu te espero hoje a noite, beijos.

- Beijos.

Desligo o celular e me jogo mo sofá ao lado de Britt.

- Ele não está fazendo shows não? - pergunta ela.

- Não! Ele tirou uma folguinha no fim e no começo de ano.

- Então está explicado o porquê dele ele poder te ver qualquer hora - diz ela e em seguida levanta em disparada - De quem é esse cachorrinho?

- É meu! Foi o Shawn que me deu de presente de natal.

- Sério? Que lindo! Qual o nome dele? - pergunta ela abraçando fortemente Peter.

- Peter, Peter é o nome dele.

- Espera, Peter não é o segundo nome do Shawn? - pergunta ela confusa.

- Sim! Foi por isso que eu coloquei esse nome nele.

- E ele aceitou ter seu nome em um cachorro?

- Sim - digo gargalhando.


[...]


Estou mexendo no celular, quando a campainha toca.

- Meu amor - digo entusiasmada e lhe dou um abraço bem apertado.

- Que alegria é essa minha vida? - pergunta ele surpreso.

- Eu sempre fui alegre - digo sorrindo.

- Mas hoje você está mais - diz ele com aquele tópico sorriso lindo - A propósito, olhe o que eu trouxe para você - Shawn retirou de trás das suas costas um buquê de flores.

- Que lindo meu amor, obrigada - digo pegando o buquê e lhe beijando - Vou colocar em um jarro para não murchar.

- Vou ali na minha caminhonete pegar o violão.

- Comprou uma caminhonete? - digo o seguindo

- Sim! Ela é bem melhor que aquele carro que eu tinha.

- Tenho que concordar.

Entramos em minha casa, coloco o buquê de flores em um vaso com água, nos sentamos no sofá e eu começo a lhe beijar loucamente.

- Está entusiasmada hoje em - diz ele com aquele sorriso lindo.

- Ah, que nada - digo corada - Vou te mostrar uma caneca que comprei.

Me levanto e vou até a cozinha pegar a tal caneca.

Mostrar uma caneca para o namorado é ridículo, mas eu preciso fazer isso.

- Que linda - diz ele pegando a caneca.

- Também achei, foi por isso que comprei.

Shawn começou a encarar o fundo da caneca e eu imediatamente gelei.

- É, é - digo tomando a caneca de sua mão - Acho melhor você tocar uma música para mim no violão.

- É mesmo - diz ele se levantando para pegar o violão no outro sofá.

- Faz um favor para mim amor?

- Claro.

-Leve a caneca na cozinha.

Shawn pegou a caneca e saiu.

Eu fiz isso para ganhar tempo e escrever na palheta.

Pego uma caneta e escrevo.

- Pronto - diz ele se sentando ao meu lado com seu violão - Agora vou tocar para você.

- Ótimo - digo sorrindo.

Quando Shawn começou a tocar, ele começa a encarar a palheta, assim como fez com a caneca.

- Amor? - pergunta ele lendo a palheta com um sorriso de orelha a orelha.

Eu não consegui falar nada, apenas comecei a gargalhar feito louca.

- É sério isso amor? - pergunta ele feliz, emocionado e confuso ao mesmo tempo.

- Sim amor! É verdade - digo sorrindo - Dois corações batem agora dentro de mim!

- Eu vou ser pai, eu vou ser pai, eu vou ser pai. - diz ele repetidamente.

- Sim meu amor! - digo e lhe dou um beijo.

Em poucos segundos, lágrimas começaram a escorrer dos olhos de Shawn. Foi difícil me manter forte. Comecei a chorar com ele.

- Que felicidade meu amor, você não imagina o quanto eu sonhei em ser pai. - diz Shawn chorando.

- Eu também sonhei muito em ser mãe meu amor, e agora vamos realizar esse sonho juntos - digo chorando e sorrindo ao mesmo tempo.

- Eu te amo, te amo mais que tudo, você e essa coisinha que está se formando dentro de você - diz ele beijando minha barriga.

- A única coisa melhor que ter você como namorado, é meu filho ter você como pai! - digo emocionada.

- Que palavras belas meu amor - diz ele me abraçando - Espera, você disse filho?

- Calma, calma meu amor, eu ainda não sei o sexo do nosso bebê, ainda é muito cedo. - digo lhe beijando.

Shawn me pega no colo e começa a subir as escadas.

- Quero que me conte tudo! - diz ele tentando parecer bravo.

- Tudo o que?

- Eu sabia que você estava me escondendo algo, então quero que me conte tudo.

- Aí - digo revirando os olhos e sorrindo ao mesmo tempo.


Notas Finais


prestem só atenção na chantagem 😛
Só posto outro cap se esse aqui tiver 15 comentários hahaha

gente... na foto da palheta está escrito novembro 2015, mas não liguem para isso KKK

AAAAAAA, minhas aulas voltam amanhã 😪

Até o próximo capítulo! Beijos de sua escritora favorita <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...