História The Marriage Contract - 2 Temporada - Capítulo 37


Escrita por:

Postado
Categorias Justin Bieber, Selena Gomez
Tags Contrato, Jelena, Justin Bieber, Selena Gomez
Visualizações 439
Palavras 1.741
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 37 - Momento Familia


Point Of View — Justin Bieber 

Caitlin me pediu para fazermos uma sessão de fotos para o casamento. Acabei marcando com Alfredo para tirarmos as fotos em uma praça. Mal chegamos no local e Cailtin foi logo indo na direção de três pessoas.  

—Amor, esse meu estilista, a maquiadora e o cabelereiro, eles vão cuidar das nossas fotos. Onde esta o Alfredo? — apenas sorri cumprimentando com a cabeça cada um.  

—Não sei, vou ligar para ele. Fique com sua mãe. — disse com Camille e me afastei para ligar para meu amigo, que surgiu no meu campo de visão antes que eu apertasse o botão de ligar.  

—Cheguei! Estou atrasado?  — Alfredo me olhou e logo inclinou a cabeça olhando atras de mim.  

—Não, acabamos de chegar.  

—Lembra da Olivia? — Alfredo falou e eu olhei para o lado vendo a ruiva vindo.  

—Claro. — sorri para ela que logo me cumprimentou.  

—Mais um casamento, Bieber? — falou Olivia em um tom brincalhão.  

—Espero que seja o ultimo. — disse fazendo ela ri mais. — Aquela é minha noiva, Caitlin e nossa filha Camille.  

—Filha? Essa é nova. — Olivia falou e bateu em meu ombro.  

—Muita coisa mudou. — ela me encarou e logo deu de ombros. — Caitlin! Essa é a Olivia, socia do Alfredo.  

—Oi, prazer em conhece-la. — Caitlin a cumprimentou. — Podemos começar? Gostaria de ver os locais com vocês, antes de começarmos, enquanto isso podem ir se ajeitando. — ela olhou pra mim e para Camille.  

—Eu vou poder brincar? Aqui tem um parquinho enorme. — Camile perguntou triste.  

—Claro. Assim que terminamos de tirar as fotos que sua mãe quer. — a menina revirou os olhos. — Não faça isso. Ela faz muito por você, tem que fazer algo por ela também.  

—Eu sei. — ela respondeu ainda com raiva. Desisti de tentar, ate porque eu também não queria estar aqui. 

[...] 

Já tinhamos tirados inumeras fotos, Camille tomava agua e Caitlin continuava a posar para fotos sozinha.  

—Você tem que se esforçar mais. — Alfredo falou parando do meu lado.  

—Para? — olhei para ele confuso, mas sem demonstrar.  

—Mostrar que esta gostando de tudo isso, é seu casamento, cara. Você não esta nem um pouco animado.  

—Não é o primeiro. — disse dando de ombros e ele riu.  

—Sim, é o primeiro. O outro você mal planejou, mal conhecia a noiva e era um contrato. — ele sussurrou a última parte para que apenas eu escutasse.  

—Eu sei, mas no final foi um casamento de verdade.  

—Sinceramente, não sei porque continua nisso. Esta bem claro que você não a quer. Você fingia melhor com a outra.  

—Não me enche, Alfredo. — me afastei do moreno que apenas balançava a cabeça de um lado para o outro.  

—Pai, quero um sorvete. — olhei para Caitlin e isso não parecia terminar tão cedo.  

—Vamos la, só não pode sujar sua roupa.  

—Não vou. — ela sorriu largo e eu segurei sua mão indo ate o quiosque ali perto.  

—O que vai querer? — perguntei a olhando e a mesma se sentou no banquinho.  

—Morango com calda de caramelo. — assenti fazendo o pedido.  

Enquanto esperava me virei vendo Caitlin ainda tirando as fotos, Alfredo olhando as fotos tiradas em seu computador e então vi Ryan se aproximando com uma loira, o vento fazia seu cabelo cobrir seu rosto.  

—Aqui esta! — a moça falou colocando o potinho na frente da Camille, me virei pagando e então meu amigo parou do meu lado.  

—Justin? — ele questionou surpreso e então olhou para a loira.  

—E ai, cara. — estendi a mão cumprimentando ele.  

—Oi tio Ryan! — Camile falou sorrindo largo, mas logo voltou a se concentrar em seu sorvete.  

—Oi querida. — ele sorriu para Camile e logo me olhou. — O que faz aqui? —  ele me olhava serio e nesse momento vi quem estava ao seu lado, Felicia abria uma garrafa com agua e tomava, ela me olhou e viu que eu a olhava, deu um sorrisinho e sussurou algo no ouvido de Ryan antes de sair.  

—Fotos para o casamento. — falei e me virei apontando para Cailtin. — E você? — perguntei apoiando meus cotovelos na bancada.  

—Passeando com minha namorada. — juntei as sobrancelhas e olhei para onde Felicia ia.  

—Não sabia que vocês tinham voltado. Como esta as coisas? 

—Tão bem. Pedi ela em casamento e ela fugiu, literalmente. — arregalei os olhos e me virei para seu lado.  

—Como assim? — perguntei e Ryan passou a mão no cabelo, nesse momento vi Felicia conversar com uma morena que segurava uma criança loira. — Você está aqui com a Chloe? — questionei voltando minha atenção para Ryan, que sorriu desconcertado.  

—Sim, ela conseguiu a guarda da Emma a alguns dias e hoje resolveu vim passear com ela. Chloe chamou as amigas, Juliana também está aqui. — assenti e suspirei. — Enfim, pedi ela em casamento, naquele café que nos beijamos a primeira vez e ela simplesmente se levantou e foi embora. Veio falar comigo hoje para virmos aqui, ainda nem consegui conversar com ela sobre isso.  

—Sinto muito, Ryan! — toquei seu ombro e ele deu um sorriso de lado. — Deveria aproveitar o momento para conversa com ela.  

—Estou tentando. Ela não é fácil.  

—Imagino. — disse e ele sorriu.  

—Vai la para seu momento em família, vou tentar falar com minha namorada. — Ri fraco. 

—Até mais. — Vi Ryan se afastar e dei uma olhada no parque sendo surpreendido por Chloe beijando seu mais novo namorado, sorri de lado, ela parecia feliz.  

Isso me incomodava por não ser eu, mas um lado meu estava feliz por ela está. Parecia que finalmente sua vida estava entrando nos eixos.  

—Acabei! — Camille me olhava a procura de algo, sorri de lado.  

—Vamos voltar.  

—Quero brincar, tem um monte de brinquedos, pai. — Suspirei e olhei para o enorme parque.  

—Tudo bem, vai lá. — disse vencido pela sua carinha fofa.  

Point of view — Chloe Miller 

—As fotos ficaram lindas! — Alfredo exclamou me surpreendendo. Me virei para o moreno e sorri largo indo abraça-lo.  

—O que faz aqui? — perguntei me afastando dele que sorria largo.  

—Vim tirar umas fotos de um casal e te vi aqui. — Ele falou e olhou atentamente para trás de mim.  

—Esse é o Eduardo, meu namorado. Querido, esse é o Alfredo, meu melhor amigo. — disse apresentando os dois que se cumprimentaram.  

—Então, essa é a Emma? Está louco para conhece-la. Oi pequeninha! — ele disse brincando com a menina no colo do Eduardo.  

—Estava com saudade de você. Tanta coisa acontecendo que eu esqueci de te ligar.  

—Eu sei, todo o processo do divórcio, o desfile, novas lojas. Estou por dentro. — Sorri largo. — e agora um novo namorado.  

—Fredo! Ele não te substitui, você sabe. Ninguém é igual a você. — disse apertando suas bochechas.  

—Ele substituiu alguém? — Alfredo arqueou a sobrancelha e eu revirei os olhos.  

—Tipo o Justin? — perguntei cruzando os braços e ele riu fraco. Vi uma menina passar correndo e a reconheci na hora. Levantei meu olhar e vi o loiro de braços cruzados. — Veio tirar fotos do Justin? — olhei para o Alfredo que se virou rapidamente e suspirou derrotado.  

—Sim. As fotos do casamento dele. — falou com receio.  

—Alfredo, achei que já tínhamos passado dessa fase. — disse olhando dentro de seus olhos.  

—Eu sei, desculpa. Você está indo tão bem, que não sei o que pode acabar com você. Chloe, tem semanas que você não fala comigo. Tenho que saber notícias de vocês por seus amigos e familiares. — Abaixei a cabeça e comprimi meus lábios.  

—Desculpa. Vamos almoçar amanhã? Deixo a Emma com minha mãe.  

—Não, leva ela.  

—Tudo bem, eu levo.  

— Vou voltar para as fotos, Caitlin deve ter terminado com as fotos dela. — Assenti e sorri beijando sua bochecha.  

—Nos vemos amanhã. — Ele sorriu e se afastou.  

—Você não me falou dele. — Eduardo disse aparecendo do meu lado.  

—Desculpa, amor. Faz um tempo que não falo com ele. Alfredo é um grande amigo e me ajudou na minha fase conturbada.  

—Depois conversamos sobre esse seu amigo. —Revirei os olhos. Nessa hora, Eduardo se afastou me deixando com Emma e um choro atraiu minha atenção.  

Camille chorava olhando para seu joelho que sangrava. Procurei Justin, mas ele não estava ali.  

—Ei, o que aconteceu? — perguntei me aproximando, sentei Emma no chão e olhei a perna de Camille.  

—Eu escorreguei, ta doendo muito. — Ela disse entre os soluços. Meu lado materno falou mais alto e eu a abracei tentando consola-la, aos poucos a menina foi parando de chorar.  

—Vem comigo e eu limpo, ok? — ela assentiu com as lagrimas descendo pelo seu rosto. Limpei suas lagrimas e peguei Emma no colo, ajudando Camille a se levantar.  

A menina foi pulando com a perna boa até chegar no banco mais próximo. A deixei lá e andei até as meninas que me olharam confusas quando as entreguei Emma. Peguei o pequeno kit de primeiros socorros e uma garrafa de água. Andei até Camille e me ajoelhei limpando com cuidado seu joelho.  

—Prontinho! — disse me levantando e ela sorriu para mim.  

—Obrigada, Chloe. Olha pai a Chloe me deu um band aid da Hello Kitty. — Ela sorriu e eu virei meu rosto vendo Justin parado atrás de mim.  

—Estou vendo, obrigado Chloe. — Olhei em seus olhos e sorri de lado.  

—De nada. Melhor ficar de olho na sua filha. — disse e ele assentiu.  

—Onde está a sua? — ele perguntou e eu apontei para tenda.  

—Não poderia cuidar da sua segurando a minha. — Ele riu.  

—Isso é verdade. Mais uma vez obrigado.  

—O que aconteceu? — me virei vendo Caitlin olhando a filha. — Você a deixou ir pro parquinho? Olha como está a roupa dela, Justin. — Ela falou um pouco histérica.  

—Ela queria brincar, Caitlin. Você estava bem ocupada tirando fotos para se preocupar com que ela iria fazer. — Justin rebatou e eu apenas observava assim como Camille.  

—O que você está olhando? — Caitlin me olhou com raiva e eu apenas sorri.  

—Vocês brigando na frente da menina. — Respondi fazendo ela me fuzilar com o olhar.  

—Pode ir. — Caitlin abanou as mãos como se eu fosse um inseto.  

—Mais uma vez obrigado, Chloe. — Sorri para o Justin.  

—De nada. Tchau Camille, cuidado na próxima vez. — Me afastei ainda escutando Caitlin falar.  

—Quem ela pensa que é? — ela perguntou furiosa.  

—A dona da loja que você está encomendando seu vestido e a mulher que cuidou do ferimento no joelho da nossa filha. — Justin falou tranquilamente, sorri vitoriosa e voltei para minha rodinha.  

—O que foi isso? — Juliana perguntou surpresa.  

—Uma boa ação, apenas isso. Camille tem ótimos pais, nenhum deles estava de olho nela quando ela se machucou 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...