História The Marriage Contract - Capítulo 54


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Selena Gomez
Personagens Justin Bieber, Personagens Originais, Selena Gomez
Tags Contrato, Jelena, Justin Bieber, Selena Gomez
Visualizações 922
Palavras 1.287
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiie gente, nem acredito que esta tão perto do fim, só mais 4 capitulos :'(

Coloquei nas notas finais minha "nova" fanfic. Eu ja tinha postado ela aqui, mas estou reescrevendo ela porque os capitulos estavam pequenos e metade era video ou foto que não da para colocar aqui kk Na fanfic Justin é famosos e a protagonista é a Jasmine Villegas.

Capítulo 54 - Tarde com as crianças


Fanfic / Fanfiction The Marriage Contract - Capítulo 54 - Tarde com as crianças

Iríamos embora do Canadá de noite, o que nos deu o dia inteiro para aproveitar com os pequenos Bieber.  

— Vamos lá, um belo passeio no parque. — Justin falou animado.

Fechei o último botão da minha jardineira e passei um perfume. Era uma jardineira de calça comprida e lavagem clara, com alguns rasgos na perna, junto com uma cropped de manga curta branca e um tênis da mesma cor.  

— Vamos lá. — falei pegando minha bolsa, coloquei-a em meus ombros. Justin me encarou e entortou a cabeça.  

— Não fica assim, cadê o ânimo? —  se aproximou de mim passando suas mãos pela minha cintura e dando um aperto em minha nádega direita.  

— Eles não gostam de mim, Justin. — falei abaixando a cabeça em seguida.  

— Claro que gostam. —  Justin levantou minha cabeça com seu indicador, suspirei.  

— Vamos logo. —  me soltei de seus braços e sai do quarto.  

Na sala, encontrei as crianças já vestidas para o dia de diversão programado por Justin. O loiro desceu as escadas — quase —  pulando e parou ao meu lado chamando as crianças. Ao nos despedirmos de todos, Justin colocou os pequenos na cadeirinha infantil do carro alugado e partimos em direção ao local.

Não demorou para estarmos no parque de diversões na cidade vizinha. Justin comprou os ingressos e entramos em seguida.  

— Onde querem ir primeiro? — Justin perguntou se ajoelhando para ficar na altura deles.  

— Carrinho bate-bate! —  Jaxon gritou fechando os punhos e socando um contra o outro.

— Roda gigante! —  Jasmyn falou animada levantando os braços. Justin me olhou como se esperasse uma resposta minha. Apenas dei de ombros.

— Ok, vamos no carrinho bate-bate primeiro, a fila da roda gigante está grande. — assim que Justin decidiu o brinquedo, esticou a mão para que as duas crianças segurassem na mesma.

Os segui logo atrás, admirando o local. Fazia alguns anos em que eu não vinha em um parque de diversões.  

— Você vem? — Jaxon perguntou me olhando com dificuldade — por conta do sol — assim que paramos na fila.  

— Vou não. — disse sorrindo minimamente, tentando soar simpática.  

— Por que? — o menino perguntou ainda me olhando. Jasmyn me olhou surpresa. Olhei para Justin tentando buscar uma resposta. Seria difícil responder o porquê, são crianças...

— É que vocês vão ganhar um sobrinho. — Justin falou e os dois olharam para ele.  

— Sobrinho?— Jaxon perguntou confuso.  

— Sim, eu vou ter um filho. E ele está bem aqui. — o loiro falou sorrindo largo e colocou a mão em minha barriga.  

— Que nem a mamãe nos tevê? — Jazmyn perguntou e Justin assentiu.

— Mas porque ela não pode ir? — Jaxon perguntou ainda sem entender.  

— Ela passa mal, Jaxon.  

— Eu vou ser tia! — Jasmyn me olhou com um sorriso no rosto. —Vou poder brincar com ele?

— Claro que vai, você e Jaxon vão me ajudar com o bebê. — Jasmyn abraçou minhas pernas e Justin sorriu, me abaixei abraçando a loira e senti meus olhos se enxerem de lágrimas.  

— Não, amor! — Justin disse me puxando de lado para seus braços. Beijou minha bochecha. — Não chora, por favor.  

— Estou tentando. — disse enquanto limpava minhas lágrimas, o que fez o loiro rir fraco.  

— Eu disse que eles gostam de você. — completou antes de me abraçar.

— Só porque vou dar um sobrinho ou sobrinha a eles. — disse apenas olhando os dois que estava quase pendurados na grade do brinquedo.  

— Não importa, eles gostam. — ele disse rindo e me puxou para outro beijo, que foi interrompido pelas crianças exclamando um “Eca”.  

Depois de uns 30 minutos na fila, tinha chegado nossa vez, segurei suas coisas enquanto tirava fotos deles brincando. Saíram após dezminutos, alegres. Vê-los assim me alegrou, não pude conter um sorrisinho.  

— O que faremos agora? — perguntei olhando para os três.  

— Pula-pula! — as duas crianças responderam em coro, pude ver Justin dar um sorriso disfarçado.

Seguimos os quatros para o pula-pula e mais fila até conseguirmos entrar no brinquedo. Dessa vez apenas Jaxon e Jazmyn foram no brinquedo.  

— Fico imaginando nosso filho brincando como eles. — Justin falou, o fitei.  

— Também. Imagino como ele, ou ela, será. Com quem vai se parecer mais e tudo. — disse e encostei minha cabeça em seu ombro. — Vamos conseguir, certo? — perguntei receosa.

— Claro que vamos, somos um time incrível. — ele encorajou. O loiro se afastou para me olhar. — Vai ser a criança mais feliz do mundo.  

— E nós seremos os melhores pais do mundo. — falei passando meus braços pelo  seu pescoço, logo juntando nossos lábios em um beijo calmo.  

[...]

Depois do parque, fomos almoçar e, agora, as crianças queriam tomar sorvete, o que fez Justin me levar até sua praça favorita.  

— Vão querer sorvete de que? — Justin perguntou, quando nos sentamos na sorveteria.  

— Quero um milk-shake. — falei e ele me olhou.  

— Morango com cobertura de morango! — Jasmyn falou com os olhos  no cardápio, logo passando para Jaxon, ri fraco com o jeito dos dois.  

— Eu quero sorvete de baunilha e de chocolate. — Jaxon falou e Justin concordou.

— Você vai querer milk-shake de que? — Justin me olhou, fiz um bico enquanto pensava. Vi Justin se aproximando e em seguida morder meu bico, me fazendo bater em seu ombro.  

— Baunilha com calda de caramelo. — disse por fim, fazendo ele estreitar os olhos.  

— Você não come isso. — falou extremamente confuso.

— Mas seu filho quer. — disse dando de ombros e ele sorriu.

— É seu primeiro desejo. — Justin falou se aproximando com um enorme sorriso.  

— Tecnicamente, é o primeiro que você vai realizar, porque, no trabalho, eu vivo comendo coisa diferente. — falei fazendo uma cara culpada, ele deu de ombros e meu um selinho demorado.  

— Vou comprar. — Justin falou se levantando.  

— O que é desejo?— Jazmyn perguntou me olhando curiosa.  

— É uma coisa que se sente quando está grávida, que nos faz querer experimentar coisas diferentes. — disse e ela pareceu pensativa.  

— Eu vou ter isso? — perguntou ainda me olhando.

— Sim, quando engravidar do cara certo. — disse tentando ressaltar a ultima parte, ela sorriu. Justin logo voltou e se sentou do meu lado.  

— Do que estavam falando? — ele me olhou um pouco desconfiado, acabei por rir.  

— Jasmyn quis saber o que era desejo, acabei de explicar. — disse fazendo ele ficar ainda mais desconfiado.  

— Ali fora tem um parquinho, depois do sorvete, vamos lá? — mudou de assunto. As crianças olharam para o parque e concordaram conversando uma com a outra animadamente. — O que você disse para ela?

— Que desejo é uma coisa que se sente quando está grávida, que nos faz querer comer coisas diferentes. ‘Aí ela perguntou se algum dia vai sentir isso, disse que sim. Quando ela engravidar do cara certo.

— Muito bem! — beijou minha testa.  

— Ficou com medo que eu transformasse sua irmã em um puta? — perguntei cruzando os braços e ele arregalou os olhos.

— Não, claro que não! — disse apressado, estreitei os olhos.

— Você tem que dizer a verdade, daqui a alguns meses nosso bebê vai nascer e não quero você desconfiando de mim.  

— Amor, calma!— tentou me acalmar enquanto alisava meus braços. — Não quis dizer isso! Gravidez, sexo, essas coisas, são coisas difíceis e delicadas de se falar com crianças. — falou calmamente.  

— Tudo bem. — disse me ajeitando no banco e ficando de frente para as crianças.  

— Não fica com raiva. — ele pediu.

— Me deixa! — falei antes que ele se aproximasse demais. A garçonete deixou os pedidos na mesa e todos comemos em silêncio.

— Quero água. — Jasmyn disse. Justin assentiu se levantando.  

— Vamos tirar uma foto? — perguntei aos dois que sorriram.

Me afastei da mesa e me sentei no meio deles tirando a foto.  

— Eu não saí! — Justin reclamou colocando a garrafa de água na mesa.  

— Tira para mim. — pedi com uma carinha fofa e ele pegou o celular. Jazmyn beijou minha bochecha, estava encantada com a atitude da pequena.  

— Agora comigo! — Justin se afastou, logo posicionando o celular. Viramos para câmera e o loiro tirou a selfie.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...