História The meanings of your kisses. - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 16
Palavras 586
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - ;002;


'P o v s  'Mota. 

A aula estava incrivelmente chata demais, sinceramente eu não estava prestando atenção em nada, eu tinha duas coisas em mente 

Porque caralhos a Luiza tinha que me lembrar disso?! 

Quero ir em bora.

Até que soou o sino para o intervalo. Saímos da sala, não tão rápidos, mas nem tão lentos.

-Kauan, Kauan... Kauan, Kauaaaaan! - David estava gritando em meu ouvido

-'Cacete! O que foi Renan?! 

-E-eu... - Ele escondeu a cabeça atrás da Luiza que arqueou uma das sobrancelhas para mim 

-Não grita com ele, tadinho -Ela riu

-Idiota -Revirei os olhos. - O que foi Nan? - Eu fui atrás da garota e encarei o menor 

-Kauan, você derrubou a Sthefany - Eu olhei para baixo e vi uma garota de cabelos pouco enrolados e estava com uma causa jeans clara com alguns rasgos, ao lado estava o namorado da mesma, Vinicius, um garoto alto, com pele extremamente clara, aparelho nos dentes, causa jeans, camiseta branca e cabelos jogados para o lado. David deu uma risada fraca.

Tão fofo

'Cacete, não Kauan, não. Não é fofo.

-Sim Kauan, sim - Luiza me encarava rindo, com os braços cruzados e uma das sobrancelhas arqueadas 

-Você adora essas situações não é? Sua vagabunda -Eu dei um tapa no braço da garota 

Ela riu e me bateu de volta.

-Desculpa aí Sthefany - Eu comecei a rir.   

-'Cacete Kauan! -Ela ria. Vinicius ajudou ela a se levantar -Cara, você tem sorte que eu estou de bom humor. 

-'Uis, que medo! -Falei rindo.

Nós estávamos no meio do pátio de uma escola, em grupo, rindo como retardados, sujando o chão, e com fome. 

-Eu quero comida. -David resmungou

-Tem salgadinho na minha bolsa - Kauan Melo disse olhando pro nada. 

-Seu retardado, a sala tá fechada, inútil - Falei. 

-Inútil é teu cu. -Ele foi até a porta porta da sala de aula e tentou abri-lá, com tentativa falha, ele voltou para perto de nós.

-Cara, sobre essa última frase do Kauan, eu ia falar algo muito errado sobre isso - A garota começou a rir desesperadamente. 

-Maliciosa como sempre.... - Sthefany disse rindo junto com Luiza, aparentemente elas foram as únicas que entenderam. 

-'Cacete, não é teu irmão ali na frente Kauan? -Luiza disse apontando para atrás de mim.

-M-meu?! -Eu olhei para os lados tentando enxergar alguém que parecesse com meu irmão. 

- Tremeu na base né? - Ela riu - tô falando do Kauan Melo, é o Vitor ali, não é? -Ela olhoi encarando fixadamente um garoto de pele parda, cabelos escuros, um óculos com listras verdes e ele era um pouco baixo. 

-'Ca-ra-lho - Kauan se escondeu atrás de um dos carros que tinha perto do mesmo. -Que ele tá fazendo aqui?! 

-Oi Kauan. -Vitor apareceu do nada do meu lado 

Confesso, me assustei. 

-Oi pra vocês também... Kauan, é pra você ir em bora. 

O Melo saiu de trás do carro chutando o chão 

-Cara, não podia ter só me avisado, sei lá,  por mensagem, vai assustar sua mãe - Disse ele - eu ao tenho mais onze anos de idade 

-A mentalidade é a mesma - Luiza falou com a mão na boca 

Eu ri.

- 'Teu cu.

-Ela não está mentindo, e se lembre que sua mãe, é minha mãe. Mas vai logo, eu não vim aqui atoa. 

Kauan foi até a sala, arrumou as suas coisas e foi em bora, eu realmente não sei o porque dele ter ido. Mas eu sinceramente queria ser ele naquele momento, infelizmente tinha mais algumas horas dentro daquele inferno: escola. 


...




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...