História The memory of an eternal friendship - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Bts Bts Bts
Visualizações 2
Palavras 945
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Tenham uma boa leitura🙈😻

Capítulo 13 - Capítulo 11


Fanfic / Fanfiction The memory of an eternal friendship - Capítulo 13 - Capítulo 11

Mari

Chego em casa e vou direto para o banheiro, tomo meu banho e vou me arrumar, eu iria sair com Hoseok e Júlia hoje. Estávamos a muito tempo marcando esse "rolê".

Coloco uma roupa bonita e levo minha bolsa simples com meu celular dentro, mando mensagem a ele e saio de casa. Minutinhos depois eu já estava em sua porta, dou três batidinhas rápidas nela e espero por respostas.

- Será que eles saíram? Mas eu mandei mensagem.. - Pego meu celular e vejo que Hobi já havia vizualizado, Aish! Odeio quando não me respondem!

Tento ligar para Hoseok, mas seu celular sempre caia na caixa postal, e o da Júlia parecia nem estar ligado. Tento ver se a porta estava trancada e ela não estava! Acho que ele deixou aberta para quando eu chegasse talvez, abro a porta cautelosamente e acabo vendo algo que não era para ter visto. Hoseok e Júlia estavam entre os beijos sentados no sofá, Júlia se mantia no colo de Hoseok com um beijo lento, eles não perceberam minha presença ali. Pareciam não ter segundas intenções, mas as mãos de Hobi que tinham acabado de descer para as coxas de Júlia, e as apertando de maneira ligeira, me disseram outra coisa.

- Os pombinhos aí podem parar?

Disse isso e os mesmos se assustaram, Júlia saiu do colo de Hoseok e permaneceu em pé, já seu namorado ficou sentado.

Hobi: ah... d-desculpa Mari...

- Não ouviu seu celular tocando não?

Hobi: deve estar no silencioso. - pegou o aparelho e me mostrou que realmente estava. - Não foi por querer!

Júlia: E meu celular está carregando lá no quarto, ele está deligado.

- Ah, ok... Vou entender vocês... vamos?

Eles concordam e então saímos de lá. Nós estávamos nos dando bem até, pensei que eles iriam ficar só no romance e naquelas frases melosas, mas não. Chegamos na praça então decidimos tomar um sorvete, compramos e fomos nos sentar num banco que havia perto de um chafariz, bem lindo por sinal, ele estava super iluminado com as luzes da própria praça.

Eu estava bem distraída vendo algumas crianças brincando, não vou mentir, acho bem fofo a inocência no jeitinho delas, essa fase é a melhor da vida... você não se preocupa com nada, apenas vê seu desenho, dorme, come e brinca com os amigo. Se eu pudesse, voltava a essa época. Meus pensamentos se distanciaram quando sinto Hobi me cutucar.

Hobi: Seu sorvete vai derreter, Mari! - Disse apontando para o potinho e dando um sorriso. - Você estava pensando de novo?

Júlia: No que tanto você pensa Mari? - Deitou a cabeça no peito do seu namorado.

Hobi: Ela fica pensando no namoradinho dela, o Namjoon. - Riu.

- Olha só, não quero saber dele! Tá legal? - Suspirei. - Eu estava apenas observando as crianças, são fofas, não acham?

Júlia: Aaah! Eu amo crianças, Hobi também gosta muito. - Disse super animada.

- Apoio ser madrinha dos filhos de vocês! - sorri fofa. - Eu iria quase todo dia visitar vocês, só para poder abraçar e morder esses bebêzinhos!

Hobi: Ainda está muito cedo para isso, mas com certeza você será madrinha... E espera! Não vou deixar você morder eles. - cruzou os braços.

Eu e a Júlia rimos da reação de Hoseok e ficamos mais um tempinho conversando sobre isso. Gosto muito de estar com eles, eles não me fizeram pensar no Namjoon em momento algum... eles me distraíram.

Júlia: Mas então Mari, e o Namjoon? Vocês deram um tempo? - Jogou seu potinho fora e voltou a sua posição normal. Eu sabia que estava muito bom para ser verdade...

- Sim, desde o aniversário do TaeHyung.

Júlia: Nossa, já faz muito tempo! Você não pensa em voltar não? Ele parece ser fofo às vezes sabe?

Hobi: Só às vezes mesmo, não lembra que ele agrediu o Kim? E ele também já me agrediu, antes mesmo de vocês duas chegarem na faculdade.

Júlia: Ahh lembrei... Mas sabe, vai que ele pode mudar com o amor? Talvez falte isso nele.

- Será? Eu acho que ele só vai querer me usar, novamente.

Júlia: Só vai saber voltando com ele denovo, não estou te obrigando e nem pedindo para você ir atrás dele, espere ele tomar atitude e chegar em você.

- Talvez eu faça isso, sabe, algo me diz que pode dar errado.

Júlia: Então deixa esse algo aí e tenta! O que custa tentar?

- Verdade, obrigada por essa conversa, estava precisando muito... mas que tal mudarmos o assunto?

Hobi: Concordo.

Ficamos mais um pouco na rua e logo fomos levar Júlia na casa dela. Andamos mais um pouco e chegamos na minha casa, dei passos até a porta e quando ia a abrir, ouvi Hoseok me chamar.

Hobi: Não quer ir lá para casa não? Eu vou estar sozinho e você também. Quero uma companhia.

-... Ah não sei, a Júlia não vai se importar não?

Hobi: Você é minha melhor amiga e ela sabe que eu não sou capaz de fazer nada com você.

- Hmm... tá legal, vou pegar minhas coisas, pode entrar se quiser.

Pego minhas coisas em poucos minutos saímos novamente de casa indo em direção à dele. Chegando lá, peguei um travesseiro e um cobertor e taquei no sofá da casa.

- Vocês já transaram aqui? - Digo antes de sentar.

Hobi: Sim, até mesmo nesse chão que você esta pisando.

- Ahhhh que nojo Hoseok! - O menino riu e eu fechei a cara. - Fala sério! Vocês não seriam capazes.

Hobi: Seríamos sim, o sofá está limpo, relaxa. - Se encostou na parede.

Suspirei aliviada e então me deitei ali, conversamos mais um pouco, ele se despediu, foi para seu quarto e eu fiquei ali na sala vendo um filme qualquer. A história era bem interessante, esperei acabar para que eu possa dormir.


Notas Finais


Oiaaa quem chegouuuu🤣 euzinhaa! Desculpe a demoraaa:3

O capítulo foi pequeno mas eu juro que o próximo sera maior!!! Galera peço que comentem e votem para eu saber se vcs estao gostando ou não! E isso, beijinhossss💜💜💜💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...