1. Spirit Fanfics >
  2. The mental game. >
  3. Lei da selva.

História The mental game. - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Oi galeres!
Mais um capítulo para vocês!
Boa leitura ❤️

Capítulo 3 - Lei da selva.


Fanfic / Fanfiction The mental game. - Capítulo 3 - Lei da selva.

Duas semanas depois...

Tribunal Federal de Justiça - Los Angeles.

Os Leto tinham me apresentado algumas provas sobre o dia do possível abuso. Eles haviam mentido sobre não saberem quem eram às meninas e isso foi um ponto alto para que eu, a partir daquele momento, não confiasse em nenhum dos dois sobre quaisquer informação que resolvessem me passar de bom grado.

Jared era um ótimo ator, mas péssimo mentiroso. Shannon era muito molengo para tomar uma atitude grosseira. Infelizmente ambos tinham suas fichas marcadas por várias coisas. Não era a primeira vez que Jared era indiciado sobre abuso sexual, mas os acordos sempre o salvaram e ajudaram a manter sigilo. Já Shannon tinha tido problemas com embriaguez e drogas, cotando seu nome em sua ficha suja e questionável.

Ambas as partes estavam incompletas em seus depoimentos. Isso poderia acabar em um simples acordo nesse tribunal, mas caso isso não acontecesse seria um processo chato ao qual os dois teriam falhas e eu não iria brincar de perder. Iria pressionar os irmãos até que eles me fizessem realmente os querer fazer saírem como inocentes de todas essas acusações.

Jared e Shannon estavam apreensivos na mesa do tribunal enquanto esperávamos o início do julgamento para apresentar um possível acordo ou o início de um longo julgamento com provas, testemunhas e muito debate até que tudo isso acabasse.

ー A fase postulatória é a mais fácil. ー Sussurrei para os irmãos ao meu lado. ー Pode haver um acordo ou o andamento desse julgamento. Então acabamos com isso e encerramos o assunto.

ー Achei que sua especialidade era ir á julgamento, Scarlett. ー Jared olhou-me com sorriso debochado, fazendo-me revirar os olhos. ー Será que pesquisei errado?

ー Estou tentando acabar com isso. Abuso sexual não é um caso rápido. ー Desdenhei.

ー Estou cansado de fazer acordos. ー O loiro falou endurecido. ー Vai ser o último processo sobre isso que respondo e eu não vou dar dinheiro a elas.

ー Shannon está de acordo com isso?

ー Vamos nessa. ー O moreno respirou e ajeitou o terno, se encostando na cadeira.

Assenti positivamente me convencendo que eles estavam tomando uma atitude sensata, mas tudo em mim gritava que não fechar um acordo de cara, era uma tremenda burrice. Como advogada eu iria até onde eles achassem necessário, podendo apenas aconselhá-los, mas ao meu ver, eles não me ouviriam.

Os olhei uma última vez até o julgamento começar, com a citação do crime em vigor e o juramento de falarem a verdade diante do tribunal e o processo. Folman recitou as vertentes do processo e o advogado e Scotty começaram a iniciação do processo que foram consentidas á fala.

Ouvi cada detalhe, furo e distorção ali apresentados e pude ver nos olhos do Ethan que aquele processo seria demorado. Jared e Shannon haviam dado suas versões com os questionamentos de Woods e meu, faltando apenas Stevens.

ー Rivera? ー O juíz Folman chamou-me. ー Alguma pergunta para senhorita Stevens?

ー Sim meritíssimo. ー Ele assentiu e eu permaneci sentada. ー Em uma das provas apresentadas, você havia dito que não tinha contato com Leto. Mas mudou de idéia quando questionada no segundo testemunho. Correto?

Ramona engoliu seco a pergunta e respirou fundo, quando me viu levantar e parar a sua frente com o olhar fixo e um sorriso torto.

ー Sim.

ー Porque?

ー Não achei que seria importante.

ー Não acha que um contato com seu possível abusador seja importante? ー Debochei.

ー Não foi o que quis dizer.

ー Responda sim ou não, senhorita Stevens. ー Falei com firmeza á encarando.

ー Não achava. ー Abaixou o olhar.

ー Então você mente no testemunho, seus dados inconclusivos no perito e seu álibi não é convincente. Interessante.

ー Protesto! ー Woods falou alto. ー Ela está testemunhando pela minha cliente.

ー Protesto aceito. ー Folman encarou-me. ー Apenas perguntas, Rivera.

ー Ok. Vou reformular. ー Endureci o olhar para Ramona, e vi seu corpo tremer. ー Estava ingerindo bebidas alcoólicas no dia do possível abuso?

ー Sim. ー Respondeu com a respiração rápida. ー E isso me deixou desestabilizada.

ー Mas se lembra dos detalhes que ocorreram com perfeição, correto?

ー Sim. ー Ao ser pressionada, seus olhos ficaram marejados. ー Mas eu não...

ー Estava em condições de se retirar do local?

ー Sim, mas eu não quis...

ー O senhor Leto estava embriagado?

ー Não, ele não...

ー Marcaram o encontro naquele dia?

ー Marcamos e...

ー Então estava se preparando para que algo além de uma simples conversa acontecesse? ー Ramona encarou Jared, que tinha um sorriso vencedor no rosto. ー Ainda estou aguardando sua resposta, senhorita Stevens.

ー Sim, mas não podia imaginar que...

ー Sem mais perguntas. ー Encarei Ethan, que assentiu e folheou o processo novamente.

Fui para o meu assento, ouvindo as limitações do processo e se tinhamos algo a declarar sobre um possível acordo ou dar continuidade ao julgamento. Seguindo a vontade dos meus clientes deixei claro a falta de interesse por qualquer que fosse o acordo. Fazendo Ethan me olhar de lado, e eu sabia que ele achava burrice aquilo da mesma forma que eu.

Terminamos o julgamento e depois de uma hora dentro do tribunal, sai em direção a rua. Uma voz grossa me chamou atenção.

ー Porque não aconselhou seus clientes a fazerem um acordo? ー Ethan se aproximou sussurrando e olhou em volta para ver se não havia ninguém perto. ー Entendo que sua especialidade é levar seus casos a julgamento, mas isso é burrice Scar.

ー Eles não querem acordo. ー Dei de ombros. ー Não vão dar dinheiro á elas. Jared deixou isso claro dentro daquele tribunal.

ー Você precisa tentar um acordo.

ー Eu ainda não evolui para fazer milagres, Ethan.

ー São quatro testemunhos inconclusivos, você sabe disso.

ー Então vou espremer essa história até um se concluir. ー Falei com firmeza.

Ethan respirou fundo, se aproximando um pouco mais com seus olhos firmes nos meus.

ー E se a conclusão não for o seu lado do processo? ー Ele estava preocupado.

ー Então irei até a ordem e direi que sou uma péssima advogada. ー Debochei. ー Eu aconselho clientes e você sabe como funciona tudo isso.

ー Eu não vou poder facilitar para você. ー Ele respirou fundo e soltou o coque, nervoso. ー Woods sabe sobre nós, não posso te ajudar.

ー Não pedi sua ajuda.

ー Para de ser teimosa.

ー Para de se meter no meu caso. Você é o juíz dele Folman. ーOlhei-o com raiva. ー Sua opinião é neutra até que te convençam do contrário.

ー Você está correndo o risco de perder seu terceiro caso. ー Coçou os cabelos. ー Já pensou nisso?

ー Não se meta no meu caso, Ethan ou vou solicitar a mudança de juíz. ー Ele olhou-me surpreso. ー E você sabe que eu faço.

ー Liga para Elena. ー Seu maxilar estava trincado e fiz cara de confusão. ー Pede para ela investigar essas garotas.

ー Ethan...

ー Faz o que estou mandando.

Ficamos uns minutos nos encarando e eu assenti derrotada. Por mais que eu odiasse a sensação de ceder á ele, precisava daquilo, mas não levaria qualquer coisa que Elena me desse para o tribunal. Não jogava sujo e não seria agora que faria isso.

Ele iria falar mais alguma coisa, mas meu celular começou a tocar e era Jared me ligando sem parar. Mesmo que eu desligasse, ele retornava.

ー Fala. ー Atendi, virando de costas para Ethan e sumindo da sua vista indo em direção ao restaurante no lado do tribunal.

ー Tem um tempo para almoçar comigo? ー Ouvi um sorriso folgado na linha. ー Estou no restaurante que você acabou de entrar.

Olhei para frente e o vi sentado na mesa do canto sozinho. Andei até ele e me sentei, olhando-o.

ー O que você quer? ー Perguntei.

ー Você.

ー Como é? ー Me surpreendi.

ー Não sabia que advogada criminal tinha problemas de surdez. ー Seu tom era sarcástico e sensual.

Jared tinha um sorriso que mexeu com minha estrutura, mas respirei fundo e mantive minha postura séria para ele.

ー É preciso mais que um almoço para conseguir me comer, Leto. ー Levantei da cadeira, aproximando meu rosto do dele. Jared ficou com a respiração pesada, fazendo-me rir. ー Boa sorte.


Notas Finais


TURU POM??????
Espero que tenham gostado!
Nos vemos nos comentários ❤️

Obs: as transcrições passadas do tribunal não estão exatamente como são. Fiz de uma forma compreensível para todo público! Bjs!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...