1. Spirit Fanfics >
  2. The mestizo!!! >
  3. Aceita!!!

História The mestizo!!! - Capítulo 29


Escrita por: e Izana-Sama


Notas do Autor


Boa leitura ♥️♥️

Capítulo 29 - Aceita!!!


Fanfic / Fanfiction The mestizo!!! - Capítulo 29 - Aceita!!!

Quando criança Lucy costumava odiar os bailes que aconteciam no clã dos caçadores ou reuniões. Cresceu sem precisar ir em esses tipos de festas ou coisa parecida. 

É de todos bailes pareciam o tipo de coisa que nunca iria, porém lá estava ela entrando no salão acompanhada de Acnologia e seus amigos. Era inevitável não ter olhares para cima de si, tentava ignorar isso mas era difícil evitar os olhares curiosos para cima de si principalmente quando tem o antigo rei que deveria estar adormecido a séculos ao seu lado.

Muitos vampiros e lordes vieram tentar conversar com ela, provavelmente tentando tirar algumas informações sobre ela estar junto a Acnologia ou o motivo dos caçadores ainda está no clã dos vampiros. Lucy não se atrevia a dizer muitas palavras com vinha a seu encontro, apenas o necessário. Alguns humanos também vieram a seu encontro e de seu grupo e fez amizade com uma morena muito simpática que se chamava Minerva mas nesse momento ela estava engatada numa conversa com Sting.

Três figuras entrando pelas grandes portas do salão chamou sua atenção. Eram três homens trajando roupas reais, não se lembrava de ter os vistos pelo castelo mas assim que duas figuras entraram atrás deles e todos os vampiros se ajoelharam logo Lucy percebeu de quem se tratava.

Ali em sua frente estava Hades e sua esposa Perséfone acompanhado de seus três juízes, Radamanthys , Ayaicos e Minos. Os olhos do homem percorreu todo salão até parar nos seus dando um breve sorriso se aproximando do grupo em passos lentos, atraindo toda a atenção para o grupo.

- É bom vê-la novamente querida. – Hades pronunciou-se olhando para Lucy, parando seus olhos em sua barriga. – Vejo que a criação está bem!

- Como vai senhor Hades, senhora Perséfone. – Diz Lucy fazendo uma breve reverência assim como o grupo atrás de si.

- Oh, fico muito feliz em saber que nossa família irá aumentar um pouquinho. – Falou Perséfone sorrindo para a loira. – Como está a pequena Wendy não vi ela aqui.

- Ela ainda se encontra no clã dos caçadores. – Respondeu Juvia.

- Soube que vocês estão querendo firmar laços com meus queridos filhos, ficarei honrado em estar presente no dia. – Hades sorriu para o grupo. – Só vin dar um oi ao Natsu e a Lígia, e a vocês. Estou me retirando por agora nos vemos depois queridos.

- Tchauzinho, mande beijos a Wendy por mim. – Perséfone falou se dirigindo a saída junto ao marido e os Juízes.

- Isso foi. – Comentou Levy

- Sinistro e foda ao mesmo tempo. – Completou Sting rindo.

Xxxxx

Os príncipes se encontravam num dos salões principais juntos aos seus pais que tinham uma conversa séria com o filho sobre como ele deverá se prostra durante a conversa sobre seu noivado com Lucy e a chegada de uma futura ou futuro herdeiro do trono.

- Você entendeu não é? – Igneel olhou para o filhos que acenou com a cabeça,. – Ótimo. Lígia como princesa você sabe o seu papel sobre deveres, se irá cancelar seu matrimônio com Alec terá motivos claros sobre tal feito.

É depois da conversa que teve com Hades as coisas havia ficado mais claras.

- Eu sei pai. – Respondeu a princesa.

- Hoje é dia de celebrações e comemoração não fiquem com essa cara vocês dois, será um baile maravilhoso. – Comentou Miyako se levantando de seu trono junto ao marido.

- Vamos então. – Falou Natsu enlaçando seu braço ao de sua irmã, caminhando em direção ao salão principal.

Os quatro saíram do sala seguindo para o salão real onde, o baile se iniciava, parando em frente aos enormes portões. Igneel estendeu o braço para sua esposa que, segurou dando os últimos toques nas vestimentas do marido. Lígia ajeitou a coroa de seu irmão com magia assim como seu rosto e seu cabelo.

- Anúncio, a família real. Vossas majestade Rei Igneel Dragneel e a rainha Miyako Dragneel, e vossas altezas reais príncipe Natsu e princesa Lígia.

Todos os presentes pararam o que estavam fazendo e voltarão sua atenção em direção aos quatro tronos, fazendo uma reverência para a família real que, agradeceu com um acenar.

O rei Igneel é a rainha Miyako se sentaram em seus tronos, seguindo por seus filhos, Lígia e Natsu, ambos sentados aos lado esquerdo de seu pai, um ao lado do outro.

Reis e rainhas, nobres e súditos de toda as partes enviaram presentes para comemorar o solstício de verão.

Natsu vasculhou todo o salão em busca dos olhos chocolate que tanto amava, assim que os encontrou deu um breve sorriso para a loira que correspondeu na mesma hora, Natsu sentiu sua irmã ficar tensa ao seu lado se virando para a rosada que mantinha a expressão neutra.

- Consigo sentir sua tensão daqui. – Murmurou Natsu para a rosada.

- Não consigo evitar, a barreira está drenado quase metade da minha força está difícil manter tantos rosto gravados. – Exclamou Lígia, não era de fato mentira mas o motivo maior de sua tensão era os olhos dourados de Laxus em si que fazia estremecer. Era de foto ridículo aquilo pois vampiros não deveriam sentir tal coisa mas era inevitável.

Pov Lucy

Lucy sentiu seu coração ir para a boca assim que Natsu atravessou a porta principal, parecia que o rosado havia roubado todo a beleza do mundo só para ele. Não que seus amigos ou os vampiros que conheceu não fossem bonitos, porém, nenhum deles parecia se comparar a beleza do rosado.

Vestindo roupas dignas de um príncipe, e a postura digna de um rei é o mesmo olhar de quando se conheceram pela primeira vez.

Todos os olhares foram para eles, principalmente aos dois príncipes Lígia estava deslumbrante Lucy conseguia ver o quanto Laxus ficou desnorteado com tal visão. O vestido que a mesma trajava era de fato sua cara, ao longe Erza me mandou um pequeno beijo no ar, os vampiros se encontravam ao lado de seus pais.

Mas quando os olhos verde vasculharam o salão e se encontraram com os seus, sentiu as famosas borboletas no estômago. Talvez fosse seus hormônios mas teve vontade de chorar ali no meio do salão assim que Natsu sorriu para si, depois voltando sua atenção para Lígia que não parecia muito bem mas assim que olhou para Laxus ao seu lado sobe o motivo do nervosismo.

Deu um pequeno sorriso ao ver tal cena, voltando seu olhar para todos ali presente até que seus olhos se encontraram com os de Lissana que a encarava mortalmente, deu em ombros voltando sua atenção para a rei que acabava de se levantar de seu trono.

- Agradeço a todos, duques, condes, e meus adorados súditos. Hoje fico horando em comemorar outro solstício ao lado de minha família e meu clã, e fico mais honrado ainda de ter meu irmão de volta comigo. – O salão se preencheu de aplausos e gritos eufóricos dos vampiros ali presente. – É claro, como nossos antepassados falavam depois da calmaria vem a tempestade, como vocês sabem o acidente que ocorreu a anos atrás com o clã dos caçadores sobre o romance proibido entre Acnologia e Anna que resultou em uma guerra entre ambas as raças.

- É acredito que todos sabiam sobre a existência da criança nascida de Anna antes de morrer, infelizmente a rainha Anna veio a falecer sacrificada por tal ato e nosso rei Acnologia caiu em sono eterno mas os caçadores com ajuda dos príncipes e os filhos dos Generais conseguiu trazer de volta nosso rei. – Completou Miyako, tomando a palavra de seu marido que se sentou. – Essa criança foi treinada e criado como uma arma para nós matar cresceu cercada de mentiras e da falsidade, mas por obra do destino ela veio direto para nossos braços, então o clã decidiu acolhê-la como nossa filha, sendo também a filha do antigo rei e também irmã mais nova de Jellal ela se torna parte da família real.

- Eu sou contra sobre acolhê-la, isso significaria outra guerra. – Exclamou Lissana chamando a atenção de todo o salão, Natsu imediatamente a fuzilou com o olhar e Lígia revirou os olhos.

- Isso não é algo que você deva se interferir. – Lígia se levantou, encarando a albina séria. – Estamos aqui também para anunciar o cancelamento do noivado de Natsu com Lissana.

- Dê fato, meu noivado não terá mais sentido já que a mulher que amo está esperando um filho meu e um futuro ou futura herdeira. – Assim que Natsu falou, o salão se encheu de murmúrios e sussurros.

- Peço silêncio meus irmãos e irmãos. – Pediu a rainha olhando para os príncipes que se sentaram imediatamente. – Dê fato Lissana pode haver uma guerra, mas mesmo que não tivéssemos acolhido ela ainda teríamos que lutar. Lucy querida venha até aqui por favor!

Lucy sentiu seu corpo estremecer na mesma hora, mas mesmo assim andou calmamente até a rainha que lhe estendeu a mão que foi segurada pela loira imediatamente.

- Apresento a vocês, Lucy Heartifilia Varmilion, o que muitos consideram um Tabu por ser filha de duas raças inimigas desde da era da criação. Em seu ventre está meu neto e seu futuro herdeiro e agora noiva de seu príncipe e seu rei. – Exclamou Miyako séria.- o conselho deu seu veredito assim como a alta cúpula, e eles escolheram a proteção da criança e sua mãe.

Após as palavras da rainha o silêncio reinou por todo o salão, todos estavam presos em seus pensamentos e fazendo sua escolha mentalmente, uma das coisas importantes para serem aceitos era seu povo que era sua família. A opinião de todos ali presente eram importantes para seguirem com tudo.

Lucy esperou que os vampiros não aceitassem ou dissessem que nunca lutaria por outra pessoas além de seu povo, mas seus olhos se arregalaram ao ver todos os vampiros ali presente se curvarem, até mesmo Lissana não teve outra escolha se não se curvar também.

- Vinda longa a família real. – Gritou um duque fazendo todos os vampiros gritar em êxtase, fazendo a loira abrir um pequeno sorriso para todos. Todos se calaram assim que a loira fez um sinal com as mãos.

- Durante minha vida inteira, fui ensinada e treinada para matar seu povo e assim cresci achando que era culpa de vocês a morte de meus pais, mas, quando cheguei aqui cheia de ódio e rancor vocês me estenderam a mão e me ajudaram e me fez ver a verdade. Pra ser sincera eu estou morta de medo de tudo que está prestes a acontecer, tenho medo pelo meu filho. – Lucy levou sua mão ao ventre, Lígia estalou os dedos fazendo com que lentamente a barriga de três meses da loira aparecesse fazendo todos olharem imediatamente para o ventre da loira. – não quero me meu filho cresça odiando as raças e sim aceitando, não importando o que. Pela primeira vez durante muitos anos eu me sinto em casa e confortável por isso agradeço por terem me aceitando como talvez uma amiga ou por enquanto uma conhecida eu espero cumprir todas as suas expectativas sobre mim.

Mais aplausos foram ouvido pelo salão, assim dando continuidade ao baile. Os Reis e príncipes ficaram alguns horas sentados em seus tronos recebendo os presentes e conversando com alguns lordes, várias vampiras se aproximaram de Lucy com a intenção de acariciar seu ventre ou lhe fazer perguntas sobre o herdeiro.

Se alguém dissesse a Lucy que ela se envolveria com o príncipe dos vampiros e que teria um filho com ele, e que agora estava num baile conversando com várias vampiras ela com toda certeza mataria essa pessoa.

O baile seguiu normal após algumas conversas do rei com os duques e os príncipes puderam se levantar de seus respectivos tronos e andar livremente pelo salão, Natsu cumprimentou alguns conhecidos e conversou com alguns Lordes sem tirar os olhos da loira que estava em volta de um grupo de vampiras.

Em passos rápidos Natsu caminhou até a loira parando ao seu lado.

- Me daria a honra de uma dança . –

Lucy olhou para o rosado curvando em sua frente, esboçando um grande sorriso para o mesmo aceitando sua mão. 

Natsu guiou a loira para o salão principal, todos presentes fizeram uma reverência para o casal, Lucy apoiou a mão sobre o ombro do rosado enquanto o mesmo segurava sua mão e a outra repousava sobre sua cintura, assim os dois começaram a dançar.

- Está tudo bem?? – Natsu perguntou, Lucy deu um pequeno sorriso para o mesmo o deixando mais tranquilo.

- Fique um pouco assustada, mas foi confortante saber que os vampiros me aceitaram mesmo depois de tudo. – Respondeu Lucy.

- Eles não costumam guarda rancor sabe, a vida é longa demais para nós prender em algo tão superficial quanto o ódio. – Murmurou Natsu, desviando seu olhar da loira até sua irmã que parecia está numa discussão com Alec.

Lucy viu a expressão do rosado mudar, enquanto encarava algum local do salão. A loira olhou para a direção onde Natsu olhava e pode ver Lígia dar as costas para Alec que saia do salão com um verdadeiro furacão.

- Ela acabou de dizer que o noivado dos dois não existe mais, e ele não aceitou muito bem não é – Lucy falou, Natsu deu um pequeno sorriso.

- Vejo que sua audição está boa para conseguir ouvir dessa distância. – Diz Natsu, girando a loira e dois voltaram a ficar frente a frente.

- Não. Eu apenas chutei, está um pouco na cara. – Respondeu Lucy olhando para o rosado que riu.

- Então seus chutes estão ótimos. – Disse Natsu rindo, a loira encostou sua cabeça sobre o ombro do rosado aproveitando os braços do mesmo ao seu redor.

Xxx

Lígia simplesmente não poderia acreditar que havia escutado Alec lhe chamar de tais nomes horrendos, em momento algum levantou sua voz para o mesmo e mesmo assim o homem pareceu está possuído pelo próprio Ares.

- Mas que merda. – Enrolou suas mãos em seus cabelos dando um puxão lhe causando uma certa dor no couro cabeludo, acabando deixando sua coroa cair, só não quebrou pois era revestida e feita a base de uma joia muito dura e resistente.

Lígia se abaixou para pegar a coroa mas uma mão foi mais rápido em pegar a coroa, Lígia levantou seu olhar podendo contemplar os olhos dourados a qual tirava seu sossego.

- O que foi que ela fez para você. – Laxus perguntou se referindo a coroa que se encontrava em suas mãos. – Precisamos esclarecer alguns coisas entre nós Lígia.

- Laxus eu já sei tá, foi um erro o que aconteceu na ilha das sereias. Eu não deveria ter me alimentado de você e nós não deveríamos ter dormido juntos eu sei ok. – Lígia pegou a coroa das mãos do loiro, respirando profundamente pois a barreira poderia ser comprometida se caso perder a cabeça. – Você me falou tudo isso, assim que acordamos no outro dia.

- Será se tem como você calar a boca e esperar eu falar. – Lígia arregalou os olhos por tal ato do loiro, ele havia gritado com ela. Com a princesa dos vampiros e uma bruxa nem seus pais podiam gritar com sigo. Mas ao ver a expressão séria do loiro achou melhor se calar e ouvir o que ele tinha a dizer. – Olha eu sei que eu fui um babaca um burro com você na ilha, mas tente entender o meu lado também Lígia. Porra, isso está confuso eu estou literalmente surtando desde que cheguei aqui e descobrir coisas sobre meu clã que eu nunca soube, descobrir que metade da minha vida era uma mentira.

Lígia pode finalmente vislumbrar o que se passava na cabeça do loiro, medo, incerteza e inseguranças. Esse era um dos motivos para que não tentasse nada com o loiro.

- Mas cara, aqueles três dias que eu passei com você finalmente eu soube o significado de casa Lígia. Quando eu acordei e você estava em meus braços foi como um furacão de sentimentos que eu tranquei a muito tempo e a única pessoa que eu mostrava isso era a Lucy. – Laxus se encostou no corrimão da varanda, encostando sua testa na mármore gelada. – Merda, o que quero dizer é que isso é muito novo para mim, depois que eu perder uma certa pessoa no passado eu me fechei para tudo, e a Lucy me salvou disso, de eu me tornar uma pessoa sem sentimentos ou capaz de amar outra vez.

Lígia se encostou no corrimão devolvendo sua coroa para sua cabeça, encarando o céu que estava estrelado naquela noite. Podia se ouvir a canção lenta que vinha de dentro do salão, das conversas e risadas que preenchiam o salão. Pela primeira vez em quase duzentos anos alguém conseguiu lhe fazer perder as palavras, não sabia ao certo o que responder ao loiro ao seu lado. Se ele estava apavorado imagina a rosada que nem sabia o que fazer agora. O silêncio continuou por alguns minutos mas Lígia decidiu quebrá-lo pois já estava ficando cansada de todo aquele drama.

- Se lembra na biblioteca das bruxas quando eu lhe coloquei num feitiço e você se encontrou com seus pais? – Perguntou Lígia vendo o loiro assenti com a cabeça ainda apoiada sobre a mármore da varanda. – Eu vi tudo, desde do dia em que você nasceu até nós encontrar naquela floresta, sua vida passou para minha cabeça e meus olhos. Eu sentir seu medo, sua frustração, suas incerteza e suas inseguranças e principalmente eu vi seu amor, vi como amava aquela garota e como ela foi tirada de forma tão violenta de você e de como você se fechou para o mundo é quando Lucy chegou você esqueceu toda a dor e se concentrou nela. Naquele dia eu sentir uma certa inveja da Lucy, pois ela tinha algo muito forte com você.

- Você viu minha vida toda? – Laxus levantou sua cabeça encarando a rosada que confirmou com um balançar de cabeça.

- Eu sei, eu evadir sua privacidade mas eu estava curiosa demais para deixar aquilo passar, eu sentia que você é a Lucy tinha algo eu não queria que o Natsu se machucasse se caso Lucy gostasse de você de outra forma. – Exclamou Lígia suspirando. – Eu e Alec roupemos, o noivado foi apenas um modo que o conselho achou de tentar me colocar na linha mas não deu muito certo. Lucy lhe perguntou sobre valer a pena se machucar por mim, gostaria de ouvir a resposta?

- A verdade é que todo mundo vai machucar alguém um dia, você só tem que escolher por quem vale a pena sofrer. Eu decidir que se for por você, eu não me importo de me machucar. –

Lígia poderia ter feito várias coisas naquele momento, como por exemplo dizer que também se machucaria por ele ou que nunca deixaria ninguém lhe machucar mas ele fez o que achou certo naquele momento.. E o beijou, como nunca beijou ninguém antes passando todo sentimento reprimido tudo que segurou durante aqueles meses. Aproveitando que seus lábios ainda estavam conectados mostrou a Laxus sobre si desde do momento que nasceu até os aquele dia de seu encontro. Mostrou seus medos, suas incertezas e suas inseguranças e também lhe mostrou como poderia lhe matar se caso um dia precisasse.

- Nada mais justo, agora estamos quites. – Lígia Murmurou contra os lábios do loiro que deu um pequeno sorriso voltando a beijar a rosada profundamente.



Notas Finais


Até a próxima!! ♥️♥️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...