História The milkman - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Ji Chang-wook
Personagens J-hope, Personagens Originais, Suga
Tags Amor, Bangtan Boys, Bts, Hentai, Hetero, Kpop, Romance, Sexo
Visualizações 94
Palavras 1.238
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii, desculpa a demora, meus bolinhos <3

Capítulo 16 - Cap.16


Fanfic / Fanfiction The milkman - Capítulo 16 - Cap.16

Ele veio até a mim ainda de toalha e segurou meu rosto. Logo beijou minha testa, desceu para o nariz, e chegou em meus lábios que estavam vermelhos e carnudos de tanto eu morder hoje de ansiedade.

Hoseok- sua boca…- ele parou o beijo- está machucada?

-hoseok..- falei manhosa e me aproximei dele prestes a o beijar mas ele recuou.

Hoseok- você beijou outra pessoa?

- não. Por que eu faria isso?- falei baixo e com medo de ele deixar se levar com o ciúmes.

Hoseok- então por que está sangrando agora?

-eu tenho ansiedade, hoseok. Esse foi o meu jeito pra me segurar hoje.- minha voz ecoou tímida, olhei pro chão

Hoseok- você realmente me assustou- o mesmo me puxou mais pra perto me colando em seu abdômen nú, deixando minhas bochechas coradas.

Ele me beijou com intensidade e senti que ele estava sugando meus lábios.

-o que.. você está.. fazendo?- o mesmo sorriu

Hoseok- seu sangue é doce…

-voce é um vampiro?

Hoseok- corta essa… eu nao sou um vampiro.- riu- vampiros nao existem

-pra mim existem- falei com cara emburrada.

Hoseok- posso te beijar de novo?- seus braços se entrelaçaram em minha cintura, me deixando com vontade de beijá-lo.

-ah…pode?- ele me beijou, e esse foi o melhor beijo do dia. Eu podia deslizar meus dedos em seu abs enquanto sua língua explorava minha boca.

O mesmo segurou meus pulsos, pois os arranhões deviam estar doendo em seu abs, e logo entrelaçou meus braços em seu pescoço.

Senti sua ereção por baixo da toalha que estava por um fio de cair, então rapidamente segurei a mesma pra não acontecer aquilo, não estava preparada.

Hoseok- não está preparada para fazer isso?- me encarou enquanto respirava ofegante.

- n-não sei se irei fazer bem.

Hoseok- sim ou não?

Minha mente conturbada decidiu responder a mais segura resposta

-sim, nao estou preparada.- eu fechei meus punhos de vergonha, então olhei para a parede tentando fazer minha intimidade parar de chamar por atenção.

Hoseok- eu lhe entendo. Mas se for porque está com medo de não fazer direito, não se preocupe, a gente aprende junto.- sorriu e eu deitei minha cabeça no seu ombro, sorrindo aliviada.

-talvez amanhã… Ou depois de amanhã.

Hoseok- não se sinta pressionada, pode falar no dia que quiser. Minha mãe está na cozinha fazendo o jantar.

-oh meu Deus… A gente ta conversando sobre isso perto da sua mãe?

Hoseok- ela está ouvindo sua música clássica no fone de ouvido. E papai já está vindo.- sorriu

-ele vai vir mais cedo?- olhei o relógio que batia 20:30.

Hoseok- sim. Vem, vamos lá em cima. Preciso me vestir, não é?- sorrimos.

- você vai dormir em casa hoje ou na minha?

Hoseok- pode ser na sua. Ai ficamos a sós.- sorriu sendo um pouco pervertido, então bati em suas costas nua.- au!

-hihi… não seja assim comigo!- rimos

(…)

Entramos em seu quarto, então deitei em sua cama, esperando ele sair do banheiro. Fechei os olhos e respirei num alívio.

-que bom que voltamos, estava prestes a me matar sem ele.

Em um piscar de olhos, ele estava em cima de mim

Hoseok- sério?

Por que pensei em voz alta? Agora ele vai ficar se achando…

-sim…

Hoseok- ownnn minha neném, eu te amoooo- pior ainda, dengoso do caramba…

Mas quem disse que não gosto disso :)?

Roubei um selinho dele e sorri, o mesmo segurou meus pulsos pro alto, fazendo eu ficar presa deitada por baixo dele.

Hoseok- agora você nao escapa, pequena fugitiva!- comecei a rir, pois ele fez cócegas em mim, eu não aguento isso…

Meu Deus, to sem ar!

-chega!- gritei de tanto rir

Hoseok- só com uma condição

-qual?

Hoseok- faça aegyo!- sorriu tentando me convencer.

-ah não… Eu sou tímida- fiz carinha triste e ele sorriu.

Hoseok- você não quer sair de baixo de mim não é?!- eu ri irônica

- você acha que eu quero ficar aqui?- empurrei ele

Hoseok- é o quê?!- comecei a rir e saí correndo para a sala.- Kyung-Soon!

Ele é tão fofo quando está bravo <3

O mesmo desceu as escadas, então me escondi atrás do sofá.

Hoseok- ya! Não foge de novo não!- ri baixo.- SOON!

segurei pra não cair na risada, ele tá desesperado. De repente, um silêncio ficou pela sala e levei um susto com o mesmo me pegando no colo.

- aaaa quer morrer?- bati em seu peitoral.

Hoseok- só se for morrer de raiva.- ele estava bravo, mas ainda assim fofo.

-nossa, eu levo um susto e você que fica bravo?- ele começa a subir as escadas comigo.

Hoseok- eu levei um susto maior, você nao tem noção! Pensei que tinha fugido de novo.

-Seok…- falei baixo e logo o maior olhou diretamente em meus olhos, dei um beijo em sua bochecha- eu nunca mais vou lhe abandonar. Sabe por quê?! Porque eu te amo muito, você não tem noção do quanto eu te amo.- sorri envergonhada por ter falado aquilo.

Hoseok- eu também te amo muito, só não brinque com isso de novo.- o mesmo falou olhando pra cima e logo suas bochechas coraram.

Ele me deitou em sua cama e se deitou ao meu lado, me abraçou e acariciou minhas madeixas.

Hoseok- você é a melhor pessoa que existe no mundo. Eu não sei como agradecer por ter você comigo.- ele sorriu tímido e eu sorri abaixando a cabeça.

- você sabe que você sempre foi e sempre será minha esperança, meu sol, e o meu anjo.- olhei pro mesmo.

Hoseok, eu- o terraço…- o mesmo me encarou, então sorrimos.

Hoseok- foi naquele dia que tudo mudou.

-aquele dia deve ter sido o melhor da minha vida só por ter conhecido você.

Hoseok- eu te amo.

-eu também te amo.- ele se aproximou para me beijar, então fechei meus olhos e esperei que seus lábios viessem aos meus.

Seu toque me fazia diferente, diferente de um jeito bom, na verdade maravilhoso. Sua língua era fantástica a cada momento, me dava borboletas no estômago.

O beijo era lento e prazeroso, me sentia feliz a cada momento.

Mãe- filho, o jantar já está pronto!- de repente parei o beijo com muita vergonha pensando que ela estaria ali na porta, mas por sorte não estava. Ela estava subindo as escadas.

Hoseok- levanta..- falou baixo, então levantei e ele também.

Mãe- oh, soon! Não tinha visto você chegar!- veio me abraçar.

- olá mãe (sogra)- sorri- como a senhora está?

Mãe- cansada… Esse dia foi longo, se puderem já ir comer sozinhos, eu fico feliz, vou tomar um banho.

Hoseok- a gente te espera, mãe.

Mãe- não, meu bem, nao precisa.- sorriu e segurou a mão do hoseok.

Ouvimos o barulho da porta da entrada abrindo, era o sr.jung.

Mãe- Querido?- ele sorriu quando a viu, então ela desceu e o abraçou.

Sr.Jung- boa noite, querida. Oi soon! Oi filho!- sorriu e nos abraçou.- quando irão se casar mesmo?

Deu um nó na garganta de tanto constrangimento.

Mãe- Jung!- riu e bateu de leve nele- deixe eles se prepararem…- ri envergonhada

Hoseok- estou preparando isso…- olhei surpresa pra ele- logo logo acontecerá.

Sr.Jung- gostei disso! Quero ter vários netinhos!- ri tímida.

Mãe- querido… 2 já está ótimo- rimos.

Hoseok- não sei quantos vamos ter, mas quero um parecido comigo e um parecido com ela. Um mini-seok e uma mini-soon.- sorriu imaginando e segurou minha mão, assim me deixando segura.

Mãe- espero que seja assim!- sorrimos- podem ir jantar, a janta já está na mesa.

Sr.Jung- e você, querida?- sorriu

Mãe- estou cansada, vou tomar um banho e relaxar.

-ah, mãe, janta com a gente…- pedi.

Mãe- tão fofa me chamando de mãe- acariciou meu cabelo e sorriu- mas eu realmente estou muito cansada

Sr.Jung- então ok, vou jantar e já subo

Mãe- tá, boa noite queridos!

-boa noite, mãe.

Hoseok- vamos jantar então- sorriu para a mãe e então fomos nos sentar.

(…)


Notas Finais


Xoxo, lostkisuuu


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...