História The misadventures of my life - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ajuda, Drama, Suícidio, Tragedia
Visualizações 4
Palavras 320
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


isso eh só um desabafo okay?...

Capítulo 3 - Amizades.


Fanfic / Fanfiction The misadventures of my life - Capítulo 3 - Amizades.

Amizade,isso realmente existe?

Alguém realmente se importa?

Isso n eh só um termo q foi inventado para que nós não nos sintamos sozinhos?

                     (…)

As vezes me sinto num mar sem fundo,onde todos se salvam e eu me afundo cada vez mais,na profunda escuridão e tristeza.

Onde as pessoas jogam boias falando "você eh boa" "vai conseguir" "continue tentando" mas estão na terra,secos falando o quanto sou fracassada e burra por estar me afogando em um pequeno mar visto de cima.

Me sinto uma obra,que desistiram de construir, me sinto inútil em meio de vários que fazem de tudo para conseguir algo na vida.

Ouço várias vozes me lembrando todo dia o quanto não merecia estar viva ou que não sou boa o suficiente para nada,que sou a coisa mais feia que alguém já viu,que sou o próprio nada.

Posso ser nova,mas essa dor é antiga.

Ainda lembro daqueles que disseram nunca me abandonar e na minha primeira recaída,eu sou jogada de lado e esquecida.

Aqueles que diziam apenas ser colegas foram o que mais se importaram,os que mais me apoiaram e ficaram até o fim. E eh nisso que pergunto, o que é a amizade? um relacionamento entre pessoa não de forma sexual e romântica? Ou apenas um nome para que não nos sintamos sozinhos?

As vezes me perco no que é real e no que eu mesma inventei,será que realmente me odeiam ou é apenas uma paranóia? Me pergunto sempre isso.

O tempo era o único que considerava amigo,ele me ajudava a esquecer o que não deveria ser lembrado mais.

Desde pequena sempre entendi,que não preciso ajuda de ninguém,apenas de mim mesma e agora está na hora de por em prática isso.

A preocupação nunca ajudou,a curiosidade nunca ajudou,as tentativas de terapia não ajudaram.

  A minha única opção agora,eh seguir,sem nenhum sentido,apenas viver o que tiver pela frente e assim ter uma vida,considerada normal ao olhar dos outros.


Notas Finais


a k, um dia tudo passa né? Estou ansiosa por esse dia.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...