História The Secret Villages - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Warrior Cats (Gatos Guerreiros)
Personagens Personagens Originais
Tags Gatos Guerreiros, Olhos Vermelhos, Warriors Cats
Visualizações 13
Palavras 3.372
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Canibalismo, Heterossexualidade, Intersexualidade (G!P), Mutilação, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


iai, essa na imagem é a Amber
só isso

Capítulo 13 - O treinamento


Fanfic / Fanfiction The Secret Villages - Capítulo 13 - O treinamento


Vishnevyy acordou com leves "batidas" na porta, ele se levantou meio cambaleante por causa do sono e abriu a porta. Era Zebra, ela riu levemente do estado do amigo.
--- bom dia, eu sei que é ruim acordar cedo, mas o treinamento vai começar daqui a pouco --- explicou calmamento para o amigo entender --- mas antes é melhor você e seus amigos virem lá embaixo comer.
--- c-certo, vou acordar eles --- bocejou.
--- então te vejo no refeitório --- ronronou e saiu.
--- tchau... --- sussurrou e se virou, vendo os amigo dormindo tranquilamente. Ele se aproximou do Kremen e o balançou levemente ele.
--- hm...... --- ele levantou levemente a cabeça --- o que foi? --- perguntou sonolento.
--- o treinamento vai começar daqui a pouco, a Zebra disse para irmos ao refeitório --- ele se esticou.
--- certo, vou chamar o Lip --- suspirou.
--- já vou indo --- Vishnevyy saiu do quarto.
Kremen se levantou e foi acordar seu amigo, que estava  dormindo, com um ar relaxado.
--- ei, Lip --- chamou, levemente colocando sua pata no ombro do gato negro --- acorde --- sussurrou.
--- bom dia --- bocejou e se levantou, começando a se esticar --- acordou mais cedo que o normal --- olhou a pequena janela que tinha na parede ao contrário da porta.
--- é que o treinamento vai começar daqui a pouco, então é melhor irmos logo e pegar nossa comida --- sussurrou.
--- certo --- ele volta a se esticar.
Kremen foi em direção a Lopast, que parecia desconfortável, possivelmente pelo sonho que estava tendo. O gato branco com manchas laranjas o balançou levemente, logo o outro acordou com um suspiro leve, depois olhou para o pequeno gato que estava a sua frente.
--- o que foi?? --- questionou irritado.
--- o treinamento vai começar daqui a pouco --- miou, não se encomodando com a grosseria do gato cinza.
Lopast não falou nada, apenas se sentou e bocejou. Olhando para Kremen.
--- vamos Kren --- chamou Lipkaya.
--- certo --- Kremen o seguiu, mas antes seu olhos cruzaram com Lopast.
*
--- oi gente --- Vishnevyy se sentou na mesa que estavam Zebra e Lava.
--- olá Nevyy --- Zebra ronronou, o gato laranja ficou meio sem graça com o apelido --- então, pronto para o treinamento? --- ela perguntou sorrindo.
--- claro! vou ser o melhor e mais forte guerreiro --- miou animado, fazendo as gatas rirem.
--- a única coisa que você vai ser "melhor", é ser o melhor perdedor --- um gato que estava alí perto provocou.
--- ei Iron! pare de atormentar os outros --- Zebra repreendeu.
--- calada, nínguem te chamou na conversa --- gruniu.
--- qual é o seu problema? --- Vishnevyy ficou de frente para ele, seus olhos ficaram verdes luminescentes.
--- ta querendo defender "sua namorada" perdedor --- riu.
Vishnevyy já estava com as garras para fora, quando o treinador os interveu.
--- o que está acontecendo aqui?? já querem ser expulsos no primeiro dia??? pois se quiserem eu o posso fazer --- desafiou o grande gato marrom.
Todos ficaram em silêncio, o treinador olhou com raiva para Vishnevyy para Iron.
--- se eu ver vocês brigando de novo, vão ser expulsos e nunca poderam ser guerreiros, entederam??? --- os gato assentiram --- daqui a alguns minutos quero todos no campo.
Ele se virou e foi para fora da instalação, todos os gatos que estavam alí já iam se arrumando para sair.
--- por favor, não faça mais isso Vishnveyy --- Lava estava preocupada.
--- certo, desculpe por isso --- suspirou, seus olhos voltando a cor natural.
--- olá gente, o que aconteceu aqui? --- Kremen finalmente pode aproximar-se, com Lipkaya o seguindo de perto.
--- só uma pequena discussão, não foi nada de mais --- Lava explicou ao irmão --- ah! lembrei --- eles a olharam --- aqui, mamãe mandou eu te dar isso --- ela o entregou um pena que era pendurada por duas cordinhas de tamahos diferentes(é o brinco da imagem se vocês não viram). Ele colocou o brinco com ajuda da irmã, sorrindo --- ficou ótimo --- Lava ronronou.
--- sim, combinou com seus olhos --- Lipkaya o elogiou.
--- gente, é melhor agente ir, o treinamento já vai começar --- Zebra os avisou --- acho que o treinamento de hoje vai ser combate, já que o Ship vai da-lo.
--- como assim o treinamento de hoje? --- Vishnevyy a perguntou.
--- é que tem vários tipos de treinamento, como o de combate, que vai ter agora --- ela explicou enquanto eles andavam.
--- no combate podemos usar nossos poderes? --- eles se sentaram em frente ao treinador.
--- sim, por isso é melhor tomar cuidado, pois alguns aqui não pegam leve --- sussurrou.
--- muito bem! espero que estejam preparados novatos, mas primeiro os seus colegas mais experientes vão mostrar como é! --- Ship avisou, fazendo todos ficarem calados --- Serebryanaya e Speed poderiam começar? --- ele perguntou, a gata prateada e um gato cinza esbranquiçado se colocaram no centro do campo --- pode começar!.
O gato cinza começou a correr em volta de Zebra, sua velocidade era incrivel. Zebra criou lanças de prata e o atacou, mas ele conseguiu desviar com sua velocidade. Ela continuou atacando, até um foi bem em frente a ele, mas ele simplesmente deu um chuto, quebrando a estaca, mas quando ele ia a atacar ela some. Speed olha em volta na defensiva, mas acabou que os cacos que estavam embaixo de sí se juntaram e formaram Zebra, que empurrou ele, fazendo e se chocar contra um outra estaca pratiada. 
Zebra fez duas estacas sairem do chão envergada em cima do pescoço dele, imoblizando.
--- muito bem Zebra, já souberam como é novatos?? --- enquanto Ship conversava com os novatos, Zebra foi em direção a Speed.
--- você está bem? acho que coloquei muita força no impulso --- ela o ajudou a sair absorvendo as estava que estavam em volta.
--- tudo bem, já passei por coisas piores --- e sacudiu se pelo e suspirou --- está forte não é mesmo? --- ele sorri a acompanhando até alguns lugares que estavam na sombra de uma pedra, onde estavam alguns aprendizes.
--- você acha? --- ela perguntou sentando-se.
--- claro, com certeza você um guerreiro muito forte --- ronrona.
--- você foi ótima Zebra --- ronronou Kremen, se colocando ao lado dela.
--- quem vai lutar agora? --- ela perguntou olhando os outros aprendizes.
--- vai ser o Lip, só não sei com quem, ainda não conheço todo mundo daqui --- ele suspira.
--- tomara que ninguém se machuque lutando com o zhelezo, ele é um veterano em batalhas --- Speed se colocou ao lado de Kremen.
O treinador terminou de falar, então Lipkaya se colocou a frente de todos, então um pequenino gato branco cor de leite (seria tipo um cinza, só que bem suave) se aproximou dele.
--- que estranho.... --- Zebra observou a cena curiosa --- o Moloko nunca foi muito de lutar, ele sempre se recusou a participar desse treinamento.
Lipkaya começou, ele entrou em sua forma gosmenta e atacou Moloko com seus tentaculos, o gato cinza se esquivou, ele era bem ágil, então seus olhos rosas ficaram roxos brilhantes. 
Der repente pedras estranhas voaram em direção a Lip, que desviou e as rebateu com seus tentaculos, mas ele não não prestou atenção atrás de sí, então ele foi acertado por duas bolas.
A dor latejava um pouco em suas costas, mas ele então avançou sobre Moloko, que não teve tempo de desviar, sendo acertado por um dos tentáculos, que o fez se arremessado.
Mas ele levantou e estava pronto para atacar de novo, quando um outro tentáculo o agarrou, apertando-o. O gato cinza gruniu de dor, então Lipkaya o soltou, Moloko tossiu um pouco, mas ainda estava de cabeça baixa.
--- muito bem Lipkaya, pode ir descansar --- o treinador foi em direção a Moloko, o pegando e levando para sombra de uma árvore que estava alí perto.
Ship trocou algumas palavras com Moloko, que pareceu ficar triste e assustado,ele abaixou a cabeça. O treinador voltou e foi em direção a Kremen, que se levantou, meio nervoso.
--- está pronto para batalhar? --- o treinador perguntou, parecendo estar de mal humor.
--- sinceramente eu acho que não.... --- murmurou, alto o suficiente para ouvirem, meio hesitante.
--- certo --- o treinador gruniu, mas suspirou depois olhou para Vishnevyy --- e você? oque acha? --- perguntou fazendo os olhos de Vishnevyy brilharem.
--- eu aceito senhor! --- ele miou com honra, mas tinha felicidade em sua expressão.
--- muito bem, pode ir.
Vishnveyy foi para o meio do campo, onde e se preparou, logo seus olhos ficara verdes brilhantes e reluzentes.
O treinador foi falar com um gato conhecido, era Lopast, que sorriu e foi para o meio do campo, colocando suas longas e afiadas garras para fora.
Lopast já avançou e tentou arranhar o peito de Vishnevyy, que conseguiu desviar no último segundo, o que o fez alguns pelos voarem da área.
Vishnevyy se virou rapidamente e lhe acertou um golpe em Lopast, que tentou desviar mas acabou sendo ferido, um pedaço da sua orelha esquerda foi arrancada, mas o ácido fez mais dano, queimando a área, parecendo que o corte foi derretido.
Lopast sentiu a dor latejante em sua orelha, mas manteve-se firme.
--- esse ferimento não é grave? --- perguntou Lava aos companheiros.
--- possivelmente, mas ele parece nem se importar, se continuar assim ele pode ter infcção --- Kremen murmurou preocupado.
Vishnevyy atacou novamente, mas Lopast desviou, mas sua perna traseira foi mordida, fazendo ele grunir. Lopast arranhou o ombro de Vishnevyy, fanzendo um corte profundo e fazendo-o lhe soltar. Os dois se encaravam, arfando, estavam prestes a se atacar quando...
--- já está bom! podem parar --- Ship criou uma cerca de espinhos entre os dois --- agora vão para a enfermaria e não arranjem problemas!
--- vamos Nevyy --- Zebra o apoiou, o corte em seu ombro latejava.
--- venha Lopast, vamos a enfermaria --- Kremen se aproximou dele, mas o mesmo rosnou levemente, fazendo o pequeno gato recuar --- se você continuar assim seus ferimentos vão infeccionar --- ele avisou calmamento, o gato cinza bufou e aceitou a ajuda --- venha --- Lopast se apoiou nele.
Eles foram a enfermaria, e lá estava uma gata com belo pelo sarapintado.
--- o que aconteceu para vocês estarem assim?? --- perguntou a raiva com expressão de raiva, mas preocupada.
--- foi no treinamento do Ship --- Zebra informou.
--- certo, entendo.... --- suspirou --- venha coloque eles aqui --- ela apontou para camas que eram feitas de ervas --- essas ervas coagulam o sangue --- informou.
--- qual o nome dela? --- Kremen perguntou interessado.
--- Milefólio --- miou enquanto pegava uma vasilha com uma gosma estranha dentro --- isso vai arder um pouco --- ela avisou e passou no ombro de Vishnevyy --- será que você poderia colocar no ferimento dele? --- ela perguntou se referindo a Kremen e a Lopast.
--- ah, claro! --- ele pegou a vasilha que ela lhe ofereceu, ele se sentou ao lado de Lopast e começou a passar a pomada, mas o mesmo gruniu --- desculpe --- sussurrou e continuou passando.
--- essa e uma pomada feita de Cravo-de-defunto, vai prevenir infcção e curar as feridas rapidamente --- ela miou, então pegou uma bandagem, que parecia de seda --- essa é uma bandagem de teia de aranha, a habilidade da minha amiga é teia, então isso foi graças a ela --- ela sorriu
--- uau! isso deve ter sido revolucionário --- Kremen estava feliz aprendendo sobre isso.
--- sim, salvou muitos gatos --- ela ronronou, acabando de colocar a bandagem, então ela foi em direção a Lopast --- aqui, é assim que coloca --- ela o ensinou como colocava.
--- entendo --- ele estava com os olhos brilhando.
--- ei Kren --- chamou Lipkaya, o amigo nem desviou o olhar, mas deu um "hum?" --- o que você acha de aprender medicina? parece que você realmente se deu bem com essa coisas --- ele sorriu levemente.
--- v-você acha? é-é que o treinador já me aceitou c-como guerreiro então..... --- ele olhou para baixou.
--- eu posso ir falar com ele se quiser --- a gata ronronou.
--- sério?? obrigado.... 
--- Rasteniye, me chamo Rasteniye --- ela sorriu.
--- certo! obrigado Rasteniye! --- ele ronronou e lambeu em agercimento as orelhas da amiga.
--- então vamos lá, já acabei aqui, agora é só eles descansarem --- ela o olhou para o dois e viu que ambos estavam dormindo --- vejo que já estam --- ela riu levemente --- mas então, acho melhor vocês esperarem e depois do treinamento iremos falar com ele, e eu o pedirei para você ser o meu aprendiz --- ela se animou, enquanto eles saiam de lá.
--- certo.... mas e o treinamento? acha que o Ship vai me obrigar a batalhar? --- ele pergunta preocupado.
--- é só você se enconder, se ele perguntar vou lhe dizer que você se sentiu mal, então foi para o quarto --- Lipkaya deu-lhe um olhar confiante.
--- c-certo --- suspirou.
Quando eles chegaram, Kremen se esgueirou por trás dos gatos e se escondeu atrás de uma árvore. Mas logo percebeu que não estava sozinho, ele olhou e tinha o gato que lutou contra Lipkaya, ele parecia meio triste.
--- o-olá --- sussurrou, mas ainda assim o pequeno gato se assustou.
Moloko virou ser olhar rapidamente para ele, com um olhar inseguro, mas não falou nada.
--- tudo bem com você? se estiver se sentindo mal e lhe levo a enfermaria --- ele se sentou o olhando preocupado, mas Moloko  só balançou a cabeça negando --- certo....
Kremen suspirou e olhou o céu, o clima estava perfeito. Tinha várias nuvens em diversos formatos. Uma brisa passou sacudindo seus pelos, ele fechou os olhos e aproveitou.
--- isso é bom... --- ronronou baixinho, mas audivel.
--- sim... --- Kremen olhou para Moloko, que estava com os olhos fechados.
--- estava começando a achar que era mudo --- Kremen riu levemente.
--- é-é que e-eu não.... gosto de falar muito.... --- sussurrou sem graça.
--- você não tem amigos? --- Kremen perguntou preocupado.
--- não.... m-meu tio disse que amigos só lhe causam problemas e lhe atrasam --- ele sussurrou olhando para baixo triste.
--- o que!!! --- ele arragalou os olhos, estava estupefato --- que tio é esse que priva seu filho de socializar??? --- ele estava indignado.
--- shhhhhhh, s-silêncio ou e-eles vão nos encontrar --- sussurrou assustado.
--- mas sério, ele está completamente errado! --- sussurrou, Moloko pretou atenção --- amigos servem para lhe apoiar, sempre vão estar lá, nos momentos bons ou ruins!
--- oohhh --- ele tinha um brilho nos olhos.
--- se quiser, a gente pode ser amigos --- ele ronronou sorrindo para o pequeno gatinho branco.
--- e-eu- 
--- o que vocês estão fazendo aqui?? --- perguntou um gatão de pelos cinzas prateados escuros.
--- é-é q-que --- Kremen se enrolou, pela a intimidação do grande gato.
--- não importa, é melhor vocês irem para dentro, o treinamento já acabou, daqui a algumas horas vai começar o treinamento estratégico --- avisou, meio irritado.
--- c-certo, v-vamos moloko --- chamou o amigo e eles saltitaram rapidamente para dentro --- quem era ele??
--- é o zhelezo, ele já completou o treinamento e virou treinador, mas isso é só temporáriamente, pois ele é um dos melhores guerreiros que tem --- informa, enquanto entravam na instalação --- e isso só a um mês --- sussurrou assustado.
--- ah! alí meus amigos --- ele ronronou, apontando em direção ao grupo de Zebra, que estava com Lipkaya e Lava --- ei gente! --- ele chamou.
--- oi Kren --- Lipkaya sorri ao ver o amigo.
--- Lip, esse é o moloko, nosso novo amigo --- ronronou.
--- não foi você que eu lutei? --- Lipkaya se aproximou surpreso.
--- s-sim, prazer em conhece-lo --- miou um pouco nervoso.
--- você é bem forte, e.... bem vindo ao grupo --- ele voltou a sua forma normal.
--- obrigado! --- ronronou animado.
--- então, vamos Kremen? --- chamou Rasteniye.
--- c-claro --- ele a seguiu hesitante.
Eles foram para outra estalação, que ficava no outro canto do campo.
--- é aqui que os treinadores ficam --- ela entra --- com lincença, será que eu poderia fazer uma mini reunião? --- ela pergunta ainda na porta, estavam cinco gatos a olhando.
--- claro, sobre o que quer falar? --- perguntou um gato magro, branco com manchas pretas.
--- bem... --- ela entra e pede para Kremen entrar também --- ele disse que adoraria aprender sobre medicina --- Kremen assente concordando.
--- tem certeza? acho que seu pai não vai gostar disso --- avisou uma gata que estava sentada em frente a Ship.
--- e-eu não ligo, eu realmente quero fazer medicina --- miou, nervoso, mas determinado.
--- certo, você será a mentora dele, Rasteniye? --- o gato branco e preto perguntou novamente.
--- sim, agradeço a todos por concordarem --- ela piscou agradecida, depois saiu, junto de Kremen --- pronto, agora você é oficialmente aprendiz de médico.
--- sim! estou tão feliz --- ele ronronou saltitando levemente enquanto voltavam para a infermaria.
--- agora vamos, precisamos ver como seus amigos estão --- ela o chamou se colocando a sua frente.
Eles chegaram, quando entraram, só Lopast estava acordado.
--- olá, como está seu ferimento? está doendo ou sentindo algum encomodo? --- Herb se sentou em frente a ele e Kremen ao seu lado.
--- não, já estou bem, será que daria para eu voltar ao treinamento? --- ele perguntou sem seu tom de voz ríspido.
--- claro, mas precisamos ter certeza que essas queimaduras não vão infeccionar --- Rasteniye olhou para Kremen --- será que poderia pegar um pouco de Árnica? --- Kremen assentiu e foi em direção as ervas que estavam amassadas, fazendo pomadas, ele viu a Árnica e a pegou.
--- aqui --- ele colocou a pomada em frente a Rasteniye.
--- por que você não tenta, é só passar no ferimento --- ela sorriu, Kremen assentiu animado.
--- certo --- ele colocou a ponta de seus dedos na pomada, levando ela a orelha de Lopast, que gruniu levemente quando sentiu a pomada em seu ferimento --- desculpe, pronto, já terminei --- ele examinou a orelha --- vai ficar uma cicatriz.
--- isso é o minimo que me preocupo --- bufou.
--- agora você pode ir, venha aqui amanhã para checarmos o ferimento e vermos como esta a cicatrização --- Rasteniye miou.
--- certo, até amanhã, Rasteniye e Kremen --- ele suspirou enquanto saia.
--- você foi bem, mas tem muito o que aprender --- Rasteniye sorriu.
--- certo!
~*~
--- oque?! --- um gatão cinza azulado escuro tinha um impressão, completamente, enfurecida.
--- foi o que você ouviu --- o outro gato marrom estava desinteressado.
--- não acredito nisso --- suspirou pesadamente, mas ainda com a raiva visivel.
--- acho que você deveria deixar ele decidir seu próprio futuro.
--- claro que não! não criei aquele inútil para se tornar um médico --- rosnou --- acho melhor levar ele pra casa e lhe ensinar uma lição.
--- já disse para deixar ele viver, ele pode ser um bom médico e salvar a vida de nossos companheiros, também lembresse que daqui a 2 meses vai ser o inverno, para podermos sobreviver precisamos que territórios que tenham presas, como o terrítórios da Vila de Water ou da Vila de Eiche --- o outro miou calmamente, depois bocejou.
--- sim, eu sei disso, mas eu o criei para ser um guerreiro, não um médico! 
--- você deveria pensar melhor, pois só temos três médicas na vila, você sabe que elas estão se esforçando para poder dar conta de todos, mas vai ser pior ainda no inverno --- o gato se levantou de onde estava e começou a afastar-se --- a decisão é sua, alías ele é seu filho --- ele foi para o campo de treinamento --- quero ver como isso vai acabar --- pensou com uma expressão travessa.
CONTINUA...
 


Notas Finais


... nada a dizer :V


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...