História The Moon, my life - Imagine Kim Taehyung - Hibidro - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, Kim Taehyung
Visualizações 19
Palavras 1.209
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Magia, Misticismo, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Incesto, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bom..Desculpinha demorar assim, mas está aqui..
Sei que não sou muito de dar opiniões, MAS se você tiver a música Dusk till dawn..do Zayn, ficaria mais interessante..se você tiver..
Bom..boa leitura ☺

Capítulo 6 - Surpresa?...fugir..


Fanfic / Fanfiction The Moon, my life - Imagine Kim Taehyung - Hibidro - Capítulo 6 - Surpresa?...fugir..

Kata on

Estava dormindo, mas fui acordada com um peso em minha cintura, pensei que fosse Tasha que devia estar cansada..me virei e vi..Taehyung?!?!? Peguei um travesseiro e começo a bater nele..Tae acorda em um susto e se protege com suas mãos..

- O que faz a-aqui ?!?! - Pergunto ainda batendo nele com o travesseiro..

- Calma Kata! - Ele pega o travesseiro de mim..e ele colocou sua mão na cabeça..peguei um caderno indo em direção a ele - Ou, ou..Kata, deixa eu explicar..solta esse caderno - Ele estendeu a mão em sinal de parar..

Abaixo o caderno devagar e vou até ele, sento na cama e ele me olhava..

-C-como, você chegou até a-aqui ?- Pergunto o olhando..

- Érr...bom, a história é meio estranha - Ele sorri meio bobo e coloca sua mão em sua nuca..ele respirou fundo e olhou pra mim..- Eu sou o..V - Com os olhos dele, ele me olha esperando uma resposta..

-Não é possível - Rio, mas ele ainda fica com uma cara séria e meio confusa..- V é uma..- Ele me interrompe..

- Coruja? Preta e branca? Sempre lhe respondia a cada pergunta que fazia com Uuu? É sua ouvinte? Sempre dá comida a ela? - Ele arqueou a sobrancelha sorrindo, agora eu estou séria - Eu nem ainda estou transformado completamente - Ele aponta pro seu cabelo, o mesmo estava preto e branco com algumas penas da mesma cor...

- N-não...não pode ser - Me levanto da cama e ando ao livro que Tasha me deu de magia..me viro pra ele- Quem lhe transformou? - Ele me olha sorrindo ladino

-Conhece uma menina...chamada..Tasha? - Ele sorri, ele sabia que conhecia..

- Minha prima não tens coragem de fazer isso - Ando até ele..e toco em seu cabelo- Tens mais alguma coisa além de ser o V? -

Ele ficou assustado, pensava que eu não ia acreditar nele..

- Tenho poderes..- Fico confusa..

- Como ?- espero uma resposta ainda tocando em seu cabelo..

Ele chega mais perto de mim..

- O-o que vai fazer?- Vou me afastando..

- Não quer ver meus poderes? - Ele vem chegando um pouco mais perto..ele tocou no meu queixo - Posso? - Não sabia do que ele estava falando, mas disse sim com a cabeça..fechei os olhos, ele me deu uma beijo na testa..

Abri os olhos e olhei pra cima, minhas lembranças estavam passando como um filme...lembranças boas, que eu nunca mais tinha lembrado..

- Eu recupero lembranças - Olho pra ele, mas ele continua a olhar minhas lembranças..- Quem é aquele homem? - Ele aponta pra um homem me olhando eu brincando no parque com o meu pai, quando ele ainda não bebia..

Fiquei confusa, não sabia quem era aquele homem...mas ele sorria ao me ver brincar..

-Não me lembro..- Toco em minha cabeça..ele chega mais perto e toca um de seus dedos em minha testa...apareceu uma lembrança, em um hospital..estava lá, minha mãe e meu pai..mas atrás vi aquele homem de novo..- Como eu tenho essa lembrança? Se eu ainda ia nascer?..- Ele me olha mais uma vez..

- Também posso voltar no tempo, e mexer as coisas com a força da mente - Ele ainda não tirava os olhos das minhas lembranças..também decidi prestar atenção..

Minha estava dando luz a mim, não apareceu muito naquela lembrança...depois já apareceu ela comigo no colo e meu pai entrado na sala, e aquele...homem..já estava ficando com uma raiva, pois eu queria saber..

- Posso conversar com ele?- Minha mãe perguntou ao meu pai...meu pai saiu e só ficou aquele homem e minha mãe na sala..

- Como está Kata? - Que? Ele perguntou de mim?

- Ela está bem..quer segurá-la?- Minha mãe pergunta ao homem..

- Como...quem é ele?- Sussurro pra mim mesma..

Minha mãe me dá ao tal homem...até que ele pergunta...

- Por que eu não posso ficar com minha filha? Ela não vai aguentar ficar com aquele homem..-

O que? ? Filha ?? Desse homem? ? Não pode ser..

- Você vai viajar pra longe...por 10 anos..nesse tempo ela precisa mais de mim do que você, Charlie vai ser como um pai que ela nunca vai ter.. - Minha mãe olhou para aquele homem..- Dê o último tchau pra sua filha Yong, por que você nunca mais irá vê-la..enquanto ela ficar comigo...


E a lembrança acabou aí..

- O que?? Por que acabou aí? ? Por favor Tae continua...eu preciso saber mais -

 
Imploro a Tae..

- Não consigo...alguma coisa aconteceu..- Ele fala e eu começo a arrumar uma mochila com minhas roupas e coisas que eu preciso e coloco também o livro que Tasha me...- O que vai fazer Kata? - Paro em sua frente..

- Ter uma conversa com minha mãe, pode me esperar aqui por favor? - Ele diz sim com a cabeça e saio do meu quarto..vejo minha mãe, arrumada pra sair mas ela me viu..

- Filha..- Eu a interrompo

- Por que não me contou a verdade?- Eu já queria chorar..

- Eu não sei do que está falando Kata..- Ela dita confusa..

- Charlie...ele não é meu pai, não é? - Pergunto e ela fica em choque..

- Quem te disse isso? - Ela tenta chegar perto de mim mas eu me afasto..

- Todo esse tempo, mentindo pra mim..eu era abusada por ele, ele me batia..a senhora sabendo disso também..não deu atenção - Respiro fundo e começo a gritar..- Você deixava eu com um monstro, que não é meu pai...eu o perdoava por isso, porque eu acreditava que ele era meu pai..- Sinto algumas lágrima cairem de meu rosto, minha mãe começa a chorar também..

- E você acha que eu a deixaria você sem um pai?- Ela grita..

- Melhor do que ficar com um vagabundo chamado Charlie e que eu o chamei de pai durante anos..- Grito e viro mexendo em meus cabelos e depois viro falando olhando em minha mãe- Vocês são um monstros..- Sou surpreendida com um tapa de minha mãe...

-Não admito que fale assim de Charlie e de mim...eu lhe tive, não foi qualquer uma não..EU SOU SUA MÃE- Ela fala com raiva..

Olho pra ela mais uma vez com uma de minhas bochechas ardendo..- Uma mãe que mentiu por 19 anos, dizendo que um pai que nunca tive seria Charlie..eu não a conheço mais como mãe..por causa de uma única mentira e de tudo que aquele merda fez comigo..E a senhora também - Subo as escadas..

- Kata!! Filha..- Ela grita meu nome, mas eu não dei atenção..

Entro no quarto e pego minha bolsa, chamei V..e ele me abraçou..

- Sei como se sente..eu já senti isso- Deixo minha mochila cair no chão e o abraço também..

- Eu fui um brinquedo pra aquele homem por muito tempo...- O abraço mais forte- Eu quero fugir..

Ele para de me abraçar e fica de costas pra mim e de frente pra janela..

- Quer no cavalinho? - Ele sorri e sorrio junto, pego minha mochila e subo em suas costas..ele pega impulso e  pula da janela, ele descobri agora que ele também tem super pulo..- Primeiro vamos na minha casa..preciso pegar algumas coisas- Digo sim com a cabeça e fomos na sua casa..

"^^Continued..🍒,,





Notas Finais


Beijos..


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...