História The music inside your heart - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Cana Alberona, Erza Scarlet, Gajeel Redfox, Gray Fullbuster, Jellal Fernandes, Juvia Lockser, Levy McGarden, Lucy Heartfilia, Mirajane Strauss, Natsu Dragneel
Tags Nalu
Visualizações 554
Palavras 4.117
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Hentai, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - Pior pode ficar


Eu estava totalmente, completamente e várias outras palavras com mente no final enganada! Eu na minha ingenuidade achei que pior não poderia ficar mas aqui estamos nos, nesta maldita ponte com a chuva molhando nossos corpos e gritando um com o outro como se nós conhecêssemos a anos, mas o que eu poderia fazer além de gritar correspondendo suas palavras afiadas e cruéis? Ele despertava o pior dentro de mim, fazendo com que gritasse com todo meu fôlego coisas horríveis para ele. E pensar que tudo aquilo começou ainda hoje de manhã! 


Flashback on

Terça-feira 6:00 da manhã

Meu apartamento


Acordei com a cara ainda pressionada na blusa do Sting, sim eu tinha dormido cheirando a blusa dele! Mas a culpa não era inteiramente minha, não era minha culpa se ele cheirava a canela e sol e sempre que sentia aquele cheiro comparava ao do rosado! Resumindo fiquei até 1h da manhã comparando o cheiro dos dois, o do Natsu parecia gravado na minha mente e o do Sting sumia a cada 10 minutos e por isso tinha que cheirar a blusa dele novamente até que em uma tentativa de tirar o cheiro da ameba da minha memória eu enfiei a cara na jaqueta do Sting e acabei dormindo com ela no rosto.

Suspirei e me arrastei até o banheiro para tomar um bom banho e tentar esquecer que meu pesadelo com o rosado começava hoje.

Entrei na banheira ainda pensando nele e notei uma coisa, ontem no intervalo ele não estava em lugar nenhum e na sala ele não falou com ninguém será que ele fazia o estilo bad boy sexy e caladão? Olhei para o teto ainda com os pensamentos ligados ao menino de cabelos cor de cerejeira e resmunguei sobre ele nem mesmo ter se despedido ontem no final da aula de português.

Me sequei e vesti o uniforme que comprei ontem a tarde depois que sai da escola junto da Erza, a coitada ainda estava em choque por ter que fazer o trabalho com o Jellal e por isso quando ela foi me mostrar a escola (por ser a presidente do conselho estudantil) parecia um zumbi nem mesmo fez piadas ou comentou sobre a minha dupla, o que no fundo eu acredeci pois não estava com paciência para aquilo. Quando acabamos o tour ela me explicou sobre as atividades extracurriculares, que eram basicamente um ou mais grupos que você entrava.

Andei até minha cama e peguei minha mochila arrumando meus livros dentro dela e prendi meu cabelo em um rabo de cavalo alto com a franja solta.

Andei até a porta e liguei meu celular colocando meus fones vermelhos e selecionando a música King And Lionherat do Of Monsters and Men e começei a cantar baixinho enquanto ia para a escola.

Parei em frente ao portão da Fairy Tail e tirei os fones estava prestes a entrar quando alguém tampou meus olhos e susurou no meu ouvido

-Adivinha quem é! 

Os pelos da minha nuca se arrepiaram por causa da proximidade e do sopro que a voz causou, o calor se espalhou do meu ouvido até meu rosto. Como não reconheceria a pessoa sendo que passei a noite toda com a blusa dele em meu rosto? 

Lucy - Uhh, Natsu é você? -provoquei com um sorriso 

Sting - Não! Lucy eu esperava que pelo menos o seu salvador você reconhecesse! - exclamou retirando as mãos do meu rosto e parando na minha frente, ele estava com um biquinho e parecia ofendido 

Lucy - Eu sei seu bobo so estava brincando com você! -ri da cara dele

Sting - Bom mesmo blondie!

Lucy - Não me chame de blondie, abelha! 

Nos encaramos e começamos a rir. As poucas alunas que passavam ali lançavam olhares de desejo para o Sting e para mim um olhar que poderia cortar pedra. 

Lucy - Ah antes que me esqueça aqui a sua jaqueta! Muito obrigado por me emprestar! 

Sting - De nada blondie

Lucy - Eu vou indo abelha, vai que alguma dessas meninas pula no meu pescoço!

Sai de lá e me encaminhei para a sala onde encontrei a Juvia olhando pela janela com um olhar sonhador e sorrindo 

Lucy - Uou o príncipe encantado está lá em baixa por acaso? -perguntei ironicamente 

Juvia - Sim, está sim- ela suspirou avoada

Me aproximei e olhei pela janela, onde observei o Gray sentado debaixo de uma árvore sem camisa (por algum motivo desconhecido) e ele parecia descansar ou coisa assim 

Juvia - Juvia está tão feliz Lucy! Juvia vai fazer o trabalho de literatura com o Gray-sama! 

Lucy - Enquanto uma está em um sonho eu estou em um pesadelo com o palhaço de cabelo rosa! 

Juvia - Juvia está mal por você amiga! Mas Juvia está tão feliz que esquece dos problemas das amigas, Juvia sente muito!

Lucy - Tudo bem Ju, alguém pelo menos esta feliz! - disse olhando para ela 

Juvia - Sim, muito feliz! Juvia vai poder ficar perto do Gray-sama sem stalkea-lo! Mas e se Gray-sama não gostar da companhia da Juvia? 

Lucy - Se ele não gostar o problema vai ser dele! Ele estaria perdendo a chance de ficar com uma menina muito legal!

Juvia - Você acha mesmo Lucy? 

Lucy - Com toda certeza Ju! Mas mudando de assunto e as meninas, onde estão elas? 

Juvia - As três patetas devem chegar atrasadas, Juvia ja falou para acordarem mais cedo! E Cana está de ressaca por isso vai faltar no primeiro horário.

Lucy - Como ela ficar de ressaca em dia de semana com aula no dia seguinte? - disse com uma gota na cabeça.

Juvia - Isso é Cana sendo Cana!

Continuamos a conversar até que olhei novamente pela janela e vi borrão rosa, estreitei os olhos para ver melhor e percebi que o "borrão" era na realidade o Natsu correndo ate um canto e entrando em uma porta no meio das trepadeiras, mas o que? Pisquei e voltei a olhar para a Juvia que agora falava em como o Gray era isso e aquilo e blábláblá a interompi antes que começasse a falar sobre as cuecas dele.

Lucy - Ju eu tenho que me inscrever em algum clube, por isso tenho que ir la na secretaria você vem comigo? 

Ela não pareceu se importar com a mudança súbita de assunto e respondeu

Juvia - Claro! Juvia preciso sair de um clube também!

Lucy - Mas porquê?

Juvia - Um menino chamado Lion não deixa Juvia em paz! Ele parece gostar da Juvia, mas Juvia não quer mogoa-lo!

Lucy - Deixa eu ver se entendi, você vai sair de um clube porque tem um cara afim de você e tudo isso porque só tem olhos para o Gray?

Juvia - Sim, Juvia está errada?

Lucy - Não sei Ju mas você podia dar uma chance para esse tal de Lion.

Juvia - Assim como você poderia dar uma chance para o Sting! 

Lucy - O q-que? -estava muito vermelha, de onde ela tirou isso? 

Juvia - Ele parece ter gostado de você! 

Lucy - Sim mas como amiga! Afinal nos conhecemos a 2 dias! 

Juvia -Sim mas já ouviu falar que o amor não tem tempo ou idade?

Lucy - Juvia o assunto é você e seu triângulo amoroso! Então vai dar uma chance para o Lion? -perguntei cruzando os braços

Juvia -O-olha a hora! Vamos para a secretaria ou perderemos o primeiro horário!

Ela saiu andando e eu fui atrás, deixaria esse assunto quieto por hora, mas ainda queria conhecer esse tal de Lion, talvez ele pudesse fazer a Juvia feliz coisa que o Gray até hoje não fez. Doía ver uma amiga sofrendo de amor "Ah Ju, você merece mais que um cara que só te fez mal!" pensei preocupada com ela.

Quando chegamos em frente a secretaria vi uma mulher de cabelos loiros claros e um vestido rosa bebê

Juvia - Olá Libra!

Libra - Oh menina Juvia! Como tem andado? 

Juvia - Juvia estaria melhor se Gray-sama notasse a Juvia! Mas deixe isso para mais tarde, Juvia veio retirar seu nome da lista do clube de floricultura! 

Libra - Tudo certo Juvia! Mas é sua colega quem é ela? 

Juvia - Essa é a Lucy, ela acabou de entrar no Colégio e veio se inscrever em algum clube. 

Libra - Ok, então menina Lucy essa é a lista de clubes você pode escolher até 5, as atividades começaram daqui a uma semana!

Ela me passou uma lista com os seguintes clubes:

*Culinária

*Natação

*Vôlei

*Basquete

*Luta

*Música

*Desenho

*Literatura

*Dança

*Teatro

*Floricultura

*Informática

*Fotografia

*Cinematográfico 

Libra -  No final do ano alguns grupos participam de uma competição entre as escolas, e por isso são selecionados os melhores integrantes do clube para representarem a modalidade.

Acabei escolhendo 4 deles, o de culinária afinal precisava aprender a cozinhar ou viveria apenas de pizza e congelados, o de desenho pois em todos os vídeos que postava como L a imagem era um desenho feito por mim, o de vôlei que era o único esporte que eu gostava e o de luta, precisava saber me defender ou aquilo poderia acontecer novamente, tremi só de pensar nisso "Calma Lucy ele não vai te achar aqui, ele não pode me achar aqui!" 

Lucy - Eu gostaria de participar dos clubes de culinária, vôlei, desenho e luta 

Juvia - Nossa Lu não é muita coisa não?

Lucy - Acho que não, caso não aquente eu posso sair do clube, então não se preocupe!

Libra me entregou o meu horário que era 

Segunda-feira - Vôlei {15:30}

Terça-feira - Culinária {15:00}

Quarta-feira - Luta {17:00}

Quinta-feira - Desenho {14:30} 

Lucy - Obrigada Libra! 

Saí de lá junto da Juvia que na metade do caminho falou

Juvia -Você vai fazer vôlei junto da Juvia e das meninas! -exclamou com um sorriso 

Lucy - Sério!? Isso vai ser muito legal! -respondi animada- De quais outros grupos você e as meninas fazem parte? 

Juvia - Juvia faz parte do clube de vôlei, música e natação onde Juvia é líder da equipe de nado!

Lucy - Nossa não sabia que era tão boa!

Juvia - Claro né! Não perguntou e nos conhecemos ontem! -ela reclamou com uma gota na cabeça 

Lucy - É verdade- disse com uma mão na nuca

Juvia - Continuando, a Mira faz parte do clube de vôlei, teatro, luta e não sei se ela ja comentou mas ela é a "líder" do jornal da escola. 

Lucy - Ela já me falou! Mas porque o jornal não estava entre os clubes?

Juvia - Alguns clubes como o jornalismo, debate, laboratório de quimica, Conselho estudantil e área de pesquisa são fechados, apenas um membro do grupo pode te chamar para participar. -eu assenti e pedi para ela continuar 

Juvia - A Levy faz parte do grupo de literatura, debate, vôlei, informática e de floricultura. 

 A Erza é a líder de conselho estudantil e faz parte do clube de vôlei, debate e de dança"

Lucy - Sério que a Erza não faz parte do clube de luta? Achei que era a cara dela!

Juvia - Sim ela fazia parte, mas ela foi expulsa depois de mandar 4 garotos para a ala hospitalar depois que eles falaram que ela era fraca.

Fiquei com uma gota enorme na cabeça, é aquilo realmente fazia o estilo da Erza!

Ainda faltava 1/3 do caminho quando o sinal tocou e nos como pessoa normais saímos correndo gritando até chegar na sala onde o professor estava prestes a entrar, passamos por ele rapidamente e nos dirigimos aos nossos lugares.

Eu me sentei na frente do rosado que estava com a cabeça encostada na mesa com os fones no volume máximo, por isso consegui escutar trechos da música Hall Of Fame "Ele tem bom gosto" pensei, essa era uma das minhas músicas preferidas.

A aula transcorreu normalmente e o segundo horário começou com todos tensos. A professora de Literatura a Áries entrou na sala com um sorriso enorme e falou

Áries -Bom dia alunos! Eu sou a professora Áries e dou aula de literatura e como o professor de português deve ter explicado vamos separa-los em dupla para um trabalho! Então se sentem com o seu par por favor.

Eu me levantei e coloquei a carteira ao lado do Natsu, sabia que ele não moveria um fio de cabelo se dependesse dele.

Me sentei novamente mas dessa vez ao lado do rosado e esperei a próxima fala da professora 

Áries -Ótimo! Agora eu vou passar de mesa em mesa e falar o livro que irão interpretar! -realmente a professora parecia mais animada que a própria turma com o trabalho.

Nos éramos a última dupla, ou seja ela ia demorar para chegar aqui, aproveitei isso e tirei meu caderno de desenho da mochila, onde eu já tinha começado a desenhar uma fada de costas com suas assas abertas e uma cauda como os desenhos de diabinho reta e com uma ponta triangular, só faltava pintar e como eu era rápida nisso talvez ainda hoje pudesse postar o vídeo.

Fiquei lá desenhando enquanto o Natsu ouvia sua música, que mesmo durante a aula de biologia não parou de tocar, mas agora tocava Demons do Imagine Dragons e a letra fluía pelos meus labios assim como os lápis e canetas fluiam pelo papel nas minha mãos

When the days are cold

And the cards all fold

And the saints we see

Are all made of gold

When your dreams all fail

And the ones we hail

Are the worst of all

And the blood’s run stale

I want to hide the truth

I want to shelter you

But with the beast inside 

There’s nowhere we can hide 

No matter what we breed 

We still are made of greed

This is my kingdom come

This is my kingdom come

When you feel my heat

Look into my eyes

It’s where my demons hide

It’s where my demons hide

Don’t get too close

It’s dark inside

It’s where my demons hide

It’s where my demons hide

At the curtain’s call It’s the last of all

When the lights fade out 

All the sinners crawl

So they dug your grave

And the masquerade

Will come calling out

At the mess you made

Don’t want to let you down

But I am hell bound

Though this is all for you

Don’t want to hide the truth

No matter what we breed

We still are made of greed

This is my kingdom come

This is my kingdom come  

When you feel my heat

Look into my eyes

It’s where my demons hide 

It’s where my demons hide 

Don’t get too close 

It’s dark inside

It’s where my demons hide 

It’s where my demons hide

They say it's what you make

I say it's up to fate It's woven in my soul I need to let you go 

Your eyes, they shine so bright

I want to save that light

I can't escape this now

Unless you show me how

When you feel my heat

Look into my eyes

It’s where my demons hide

It’s where my demons hide

Don’t get too close

It’s dark inside It’s where my demons hide

It’s where my demons hide

Estava tão distraída que nem notei quando a música parou e apenas o som baixo da minha voz fluía, lógico a sala estava uma loucura com pessoas gritando e jogando coisas uns nos outros por isso ninguém poderia me ouvir cantando exceto por uma pessoa... 

Quando finalmente me dei conta que a música tinha parado me virei para o rosado e fiquei surpresa ao notar seus olhos fixos em mim. Ele parecia me estudar e acabei ficando corada com seu ato, abaixei o rosto e disse com a voz fraca

Lucy - O que foi? Quer uma foto?

Natsu - Mas é uma metida mesmo! Não sabe falar sem ofender, xingar ou se achar superior a alguém? 

Lucy - Não quando essa pessoa quase me bateu ontem!

Natsu - A palavra chave na frase é quase!

Natsu - Escuta aqui seu... 

Áries - Olá queridos! Vocês serão a última dupla a se apresentar e o livro de vocês é bem fácil ja que tem peças e filmes sobre ele! -ela parou e fez suspense- o livro será... -mais uma pausa- Romeu e Julieta! 

Natsu/Lucy -.......

Meus olhos estavam arregalados assim como minha boca, me virei lentamente para Natsu que também me olhava 

 - O QUE????- beramos juntos

Não. Não podia ser! De todas as opções tinha que ser essa?! Romeu e Julieta a história mais água com açúcar existente?

Áries - Vocês podem escolher as cenas que interpretaram e boa sorte! -disse a professora como se nada tivesse acontecido e foi em direção a mesa dela na frente da sala.

Bufei e me deitei na carteira, não falamos nada apenas deixamos o resto da aula em branco. Estava tão avoada que nem notei quando a 3 aula começou e quando acabou, só me despertei quando a Erza levantou e me chamou para ir no refeitório.

Me sentei na mesa junto das meninas e fiquei pensando na minha sorte com o Romeu, quer dizer, eu devo ter torturado animais na vida passada so pode!

As meninas ficaram falando mas eu não estava com cabeça para aquilo e pedi licença me levantando e indo para o jardim sem comer nada. Olhei para o grande jardim até meus olhos se focaram na porta que o rosado abriu mais cedo sem pensar fui ate lá.

 Virei a maçaneta e entrei no cômodo, que era uma sala com um sofá vermelho, uma mesa no centro, um som no chão ao lado do sofá e pilhas de CDs e livros nos cantos.

Me sentei em frente a uma pilha de CDs e começei a ver as bandas e cantores, o Natsu tinha um bom gosto ele parecia gostar mais de músicas antigas de 1900 a no máximo 2011 mas também tinha várias músicas recentes. Olhei os livros e nao acreditei quando encontrei Os Instrumentos Mortais por ser uma coleção mais voltada para as meninas, e começei a ler alguns trechos 

Natsu -Além de metida também é enxerida?

Me virei rapidamente e olhei para Natsu parado na porta me encarando.

Lucy - Não sou metida e nem grossa! Apenas queria saber o que era essa porta no meio do jardim! 

Natsu - Você já sabe agora saía daqui!

Lucy - E se não quiser?

Ele andou até mim mas antes de chegar perto me levantei e sai correndo do esconderijo do rosado e como o intervalo ja ia acabar me dirigi até a sala ainda correndo.

Durante toda a aula eu fiquei pensando na sala 'secreta do Natsu', será que era algo do estilo a caverna do Batma? Ou um covil de um vilão? Bem ele parecia mais um vilão do que o mocinho.

Estava faltando 20 minutos para a aula acabar quando uma bolinha de papel caiu em cima da mesa, eu curiosa abri e li 

 "Nos encontramos hoje para resolvermos o projeto" 

Olhei incrédula para a frase, não era uma pergunta era uma ordem!

"Você não manda em mim!"

"Apenas quero acabar isso rápido para não precisar olhar mais na sua cara!"

"Quem disse que quero olhar na sua cara?"

"Não me importo loira apenas esteja hoje no café music as 15:00"

Não respondi apenas olhei feio para ele que me olhou com superioridade, ahhhh que vontade de enfiar um machado bem no cú dele!

Me virei para frente e quardei meu material e sai da sala quando o sinal tocou. Fui rápida para casa e troquei de roupa colocando uma calça jeans e uma blusa branca com o símbolo das relíquias da morte. Fui para a cozinha e esquentei uma lasanha de micro-ondas, podia não ser tão boa quanto a original mas dava para engolir.

Acabei meu desenho da fada e modéstia a parte ficou muito bom! Olhei para o relógio e percebi que ja era 15:01, como o tempo passou tão rápido!? Peguei minha bolsa e calçei minha bota que usava na escola e corri para o café cheguei lá as 15:07 e encontrei um rosado mal humorado e com uma aura negra 

Natsu - Você é tão burra que não sabe olhar o relógio?

Lucy - Lógico que sei!

Natsu - Então porque se atrasou!?

Lucy  - Affsss para de drama são apenas 7 minutos! Vamos logo fazer esse trabalho para irmos cada um para sua casa.

Ele concordou e começamos a discutir sobre o tema e o que iríamos fazer, acabamos decidindo por uma interpretação de um trecho do livro. Andamos até uma ponte ja que o café estava lotado mas acho que não foi uma boa ideia já que o céu estava nublado e parecia que ia chover a qualquer momento, mesmo falando para o Natsu que o tempo estava horrível ele me ignorou e continuou andando apenas suspirei e segui o mesmo.

Cada um escolheu um trecho qualquer e começamos a ensaiar e ver qual ficava melhor 

Lucy - "Romeu, Romeu! Onde estás, meu Romeu? Renega o teu pai e abdica o teu nome; E, se não tiveres coragem, jura que me amas, E eu deixarei de ser Capuleto." -começei a falar um trecho que achei bonito

Natsu - "Se ela soubesse o que ela é pra mim! Quem me dera ser a luva dessa mão, para poder tocar aquele rosto!" -ele olhava com as sombrancelhas franzidas para o papel e pela primeira vez notei o quanto ele era bonito.

O vento fazia o cabelo rosa dele balançar suavemente enquanto eu conserteza parecia uma vassoura de palha, e senti uma grande vontade de afundar meus dedos nos fios de cabelo dele para ver se eles eram tão fofos quanto parecia, desci meu olhar para os olhos dele que eram sem brilho mas de uma beleza imensa, a boca era firme e cheia e no pescoço o inseparável cachecol que estava com ele todos os dias, pela primeira vez desde a morte da minha mãe senti a vontade de desenhar um rosto e pintar os olhos com uma combinação de preto, verde, prata e verde claro 

Natsu - O que você está olhando loira? -A voz dele me despertou do transe e sem pensar respondi 

Lucy - Os seus olhos! -ele me encarou com dúvida e com a sombrancelha erguida -eu só estava pensando em como pintaria a cor dos seus olhos já que eles tem uma cor bem específica!

Natsu - E porque você me desenharia? 

Lucy - Eu nunca disse que te desenharia! 

Natsu -Se você vai pintar é óbvio que antes vai desenhar! Não sabia que era tão lezada.

Uma gota de água caiu no meu braço "Está começando a chover" pensei

Lucy - O que te importa o que eu desenho ou não seu idiota? 

Natsu - Me importa se o desenho for eu! -ele disse com raiva

Mais pingos de água, agora era uma pequena garoa 

Lucy - Eu já disse uma vez e repito EU NUNCA DISSE QUE TE DESENHARIA!!! -porque estava gritando?

Natsu - FOI VOCÊ QUE COMEÇOU A FALAR COISAS ESTRANHAS SUA DEMEMTE!! 

Lucy - NÃO ME CHAME DE DEMENTE ALGODÃO DOCE!

Natsu - E VOCÊ PODE ME CHAMAR DE ALGODÃO DOCE SEM SE PREOCUPAR? MAS É REALMENTE UMA MIMADA!

Lucy - EU NUNCA FUI E NUNCA SEREI MIMADA SEU CRETINO! ENTAO NAO FALE DO QUE NÃO SABE! 

Natsu - EU FALO SIM, SABE O PORQUE? VOCE TEM QUE ESCUTAR ALGUMAS VERDADES NA VIDA!

Agora a chuva ja era forte e minha roupa estava ensopada assim como meu cabelo 

Lucy - AH É MESMO? ENTÃO QUAIS SERIAM ESSAS VERDADES?

Natsu - QUE VOCE É UMA MIMADA SEM GRAÇA QUE ACHA QUE O MUNDO GIRA EM TORNO DE VOCÊ E QUE NUNCA SE PREOCUPARIA COM AS CONTAS JA QUE SEU PAI TE SUSTENTARIA POR VOCE SER A PRINCESINHA DELE! E QUER SABER UMA COISA NINGUEM AMARIA UMA GAROTA COMO VOCÊ! SEUS PAIS DEVEM SENTIR NOJO DE VOCÊ... 

 Ele continuou a falar mas eu parei de ouvir nessa parte, uma lembrança de quando eu tinha 8 anos aflorou na minha mente 

 "-Papai, olha so o que eu fiz! -corri para perto do meu pai segurando uma coroa de flores e com a roupa suja de terra 

 -Lucy olhe a sujeira que voce fez no meu escritorio! -ele disse com raiva 

 -Me desculpe papai eu só queria te mostrar a ... 

 -Não me importo, você além de ser uma inútil ainda se porta como um animal! Eu tenho nojo de te ter como filha, no lugar de uma dama é um molegue sujo!"

As lágrimas escorriam pelo meu rosto e eu falei baixinho

Lucy - Pare, por favor apenas pare. -agora soluçava com as mãos no rosto

Natsu - Lucy... 

Lucy - FIQUE LONGE DE MIM!

Me levantei, nem mesmo notei quando cai de joelhos no chão com o peso das lembranças, e saí correndo para meu apartamento enquanto outras lembranças invadiam minha mente 

"-Quem você acha que é sua nerd?"

"-Você acha que alguém vai te amar do jeito que você é?"    

"-Ninguém se preocupa com você então não vão notar seu sumiço" 

"-Não adianta fugir Lucy, eu vou te achar aonde quer que você for!"

"-Lucy minha menininha, me prometa que nunca abaixada a cabeça e que sempre enfrentará tudo com um sorriso! Lembre-se que para todas as pessoas existe um final feliz" 

Lucy -Me desculpe mamãe mas eu não consigo sorrir como antes, não sem você!

Talvez eu não tenha meu final feliz mas não vou deixar de tentar conquista-lo afinal se queremos alguma coisa devemos correr atrás dela. 

Talvez o final feliz seja só seguir em frente



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...