História The Nanny - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink
Personagens Jimin, Jungkook, Lisa
Tags Imagine, Imagine Jimin, Jimin, Park Jimin
Visualizações 317
Palavras 1.510
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Hentai, Luta, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa Leitura ❤️

Capítulo 13 - Thirteenth Chapter


Fanfic / Fanfiction The Nanny - Capítulo 13 - Thirteenth Chapter

Thirteenth Chapter 

 

Jungkook or Park Jimin?

 

Sabe ter acordado foi muito bom, varias coisas foram esclarecidas porém algumas dessas coisas são bem estranhas a doida da Lisa insiste em dizer que eu tinha ou sei la tenho um caso com o senhor Park Jimin mas eu não consigo me lembrar, ela também me explicou o que havia acontecido comigo e bem pelo que eu sei eu fui esfaqueada por uma pessoa no beco ao lado da minha casa e o Jungkook me achou sangrando la e me trouxe para o hospital eu fiquei praticamente 2 semanas desacordada.

 

Na hora que ela disse duas semanas parceria que um balde de água fria tinha acabado de cair na minha cabeça, 2 semanas, 14 dias, 336 horas realmente eu fiquei muito tempo desacordada, eu me assustei, como eu pude ficar todo esse tempo sem ir para a faculdade, sem trabalhar, eu tinha contas para pagar mas... A Lisa disse que... O senhor Park tinha feito tudo para mim, sim inclusive trabalhos de faculdades, até as contas ele pagou, eu fiquei chocado eu queria agradece-lo mas ao mesmo tempo queria questiona-lo, por que? Porque ele tinha feito tudo aquilo para mim sendo que eu sou uma simples babá, uma simples funcionária dele.

 

 

Depois de tantas informações, o médico havia entrado no quarto.

 

-Olá meninas, desculpa atrapalhar mas... eu tenho 3 notícias duas ruins e uma mais ou menos- Ok ou seja vem merda por ai.

 

-Nossa Doutor, comece pela mais ou menos por favor- Lisa falou e soltou uma risada um tanto falsa(?).

 

-Ok, bom... S/n, como você ficou um tempo grande desacordada teremos que fazer uns exames, e também devido sua falta de memória- Realmente não era una notícia ruim porém não é uma notícia boa.

 

-Ook Doutor mas e as notícias ruins?- Olhei para ele apreensiva.

 

 

-Os seus dois amigos, Jungkook e Jimin, estão internados, um deles estava em estado gravíssimo mas ja foi estabilizado, o outro ja esta bem mas vai ficar alguns dias em observação- Ele me olhou e eu olhei para ele, duas pessoas que me ajudaram tanto agora estão mal essa é a minha hora de ajudar.

 

-Qual deles esta em estado grave Doutor?- Eu estava morrendo de preocupação.

 

-O senhor Park Jimin, as empregadas dele o trouxeram para ca, ainda não sabemos o que aconteceu com ele mas ele levou duas facadas, uma no braço e a outra do abdômen, as empregadas disseram que não tinha sinal de ninguém na casa, nem sua esposa e nem sua filha- 

 

Eu não sei porque mas... aquilo me feriu, me machucou, eu queria chorar, queria ir correndo atrás dele e poder ver ele, poder abraçar ele e ver que ele esta bem só que eu não tenho intimidade com ele mas meu coração diz que eu preciso ir nele e fazer tudo o que eu tinha vontade mas ele é casado tem uma família eu não podia.

 

-E-ele ta bem agora? Eu posso ver ele? Qual quarto ele esta?- Eu precisava de respostas, eu queria vê-lo mas era tão errado.

 

-Calma mocinha, primeiro os exames depois você poderá visitar tanto o Jungkook quanto o Jimin- ele Sorriu e eu dei um leve sorriso enfraquecido em retribuição 

 

-E o que aconteceu com o Jungkook?- Eu sei que o que eu vou falar é horrível mas... eu estava mais preocupada com o Jungkook me sinto mau por pensar desse jeito, sentir isso.

 

-Pelo que os seguranças me falaram o Jimin bateu no Jungkook até ele perder a consciência o que resultou em um nariz quebrado do Jungkook mas não sabemos o porquê da briga- Ele deu de ombros.

 

 

-Hmm... entendi mas o Jimin se machucou na briga? Não que eu não me preocupe com o Jungkook claro- Como eu posso dizer isso? Como eu sou babaca!.

 

-Não, só o Jungkook saiu ferido mas nada grave. Então... Vamos para os exames?- Assenti e ele sorrio e anotou algumas coisas em sua caderneta.

 

 

Depois do Doutor anotar algumas coisas algumas enfermeiras entraram em meu quarto e me levaram para algumas salas, la fizeram vários exames e procedimentos em mim, eu nem estava prestando tanta atenção, nem senti na hora de tirar sangue só conseguia pensar nele, Jimin não sai dos meus pensamentos eu queria que ele saísse mas não consigo, toda hora me pegou perguntando se ele esta bem.

 

 

{algumas horas depois dos exames}

 

Eu estava me contorcendo de ansiedade, mãos suando, borboletas no estômago eu parecia uma adolescente boba apaixonada mas eu não esperava isso de mim eu mal falava com ele como posso sentir tudo isso?

 

Eu estava em pé na frente da porta do quarto dele, estava ensaiando o que eu iria falar, arrumei meu cabelo pela vigésima vez, verifiquei meu hálito, eu nem iria o beijar mas... eu sentia que isso era necessário eu queria estar apresentável mas com aquela roupa de hospital e aquele soro ao meu lado não ajudaria muito eu tentar me “arrumar”, bati na porta e escutei um pode entrar bem baixo e um tanto rouco, abri a porta e vi ele deitada na cama hospitalar, do mesmo jeito que eu estava Quando acordei do coma. Eu pude ver o sorriso dele de longe era tão grande, lindo e contagiante.

 

 

-Oi...- Praticamente sussurrei,adentrei o quarto e fechei a porta, me aproximei da cama e olhei para ele, eu não pude evitar um sorriso dominou meu rosto, eu estava feliz em poder ver ele bem.

 

-Que bom poder ver que você acordou meu amor- amor? Ele disse amor? O sorriso se foi e o que restou foi minha cara de dúvida.

 

-Amor? Do que o senhor está falando?- A mesma expressão se fez presente no rosto dele, a dúvida.

 

-Senhor? S/n porque esta me chamando de senhor?- Porque eu não iria o chamar de senhor?.

 

-Isso se chama respeito senhor Park, você é meu chefe aliás porque me chamou de amor?- Seus olhos, ele estava triste seus olhos mostravam isso.

 

-Porque a gente ta junto S/n! Só por isso, você não lembra?- Ele estava exaltado, seus olhos lacrimejando.

 

-J-juntos? Como assim juntos? É claro que eu não lembro, você é meu chefe não existe esse negócio de juntos- Ele esta doido?

 

-Como assim não existe Juntos? S/n você disse que iria me esperar como você não lembra disso foi logo depois da sua primeira vez- Lágrima começaram a descer no rosto dele e aquilo me machucou mas eu não entendia o porquê.

 

-P-primeira vez? Eu sou virgem senhor Park Jimin e outra isso não vem ao caso e  como assim te esperar? Do que você esta falando pare de me falar essas coisas, pare de chorar você esta me irritando!- Eu sabia que não era ódio mas eu não queria absorver tanta informação minha cabeça doía.

 

-Sai... Sai daqui!- Ele estava chorando eu podia escutar seus soluços.

 

-Como? O que você disse?- Ele ta me expulsando?

 

-SAI DAQUI S/N... AGORA!- Ele tinha gritado comigo, aquilo doeu bem la no fundo, eu não queria mais ficar ali estava me machucando, não esperei ele falar mais nada e sai de lá correndo e... chorando.

 

Porque eu estava chorando? Eu nem gosto dele eu acho... eu estou tão confusa uma hora ele diz que estávamos juntos agora ele me manda sair aos gritos, esta tudo muito estranho eu não consigo pensar é tanta coisa para absorver, tanta coisa que eu nem tive tempo de agradecer ele pelos trabalhos e por ter pagado as contas mas falando em agradecer preciso ir falar com o Jungkook eu não estava com vontade mas seria maldade não agradecer ele.

 

Enxuguei minhas lágrimas e bati na porta do quarto dele e obtive a mesmo resposta de quando tinha ido no quarto do Park, entrei e fui até a cama dele, ele sorrio mas eu não queria sorrir eu estava triste então apenas dei um leve sorriso de lado por educação. Seu nariz estava “enfaixado” tenho que admitir Jungkook era bonito mesmo com “aquilo” em seu rosto.

 

-Ta tudo bem S/n?- Ele me tirou de meus devaneios.

 

-É... ja estive melhor- Ri sem ânimo e ele fez o mesmo.

 

-O que te trouxe aqui?- Se ajeitou na cama.

 

-Vim te agradecer por ter me salvado- Passei minha mão sobre a dele.

 

-Não precisa agradecer fiz isso de coração- Pegou minha mão e levou ate seu peito e pude sentir seu coração bater disparado.

 

-Assim você me deixa sem graça Kook- Sorri envergonhada e pude sentir minhas bochechas queimarem.

 

-Que bom você fica mais linda assim- Me puxou de leve e selou meus lábios, era tão errado eu sentia que estava traindo alguém, queria que outra pessoa estivesse ali o empurrei e sai do quarto correndo.

 

Porque eles tem que ser assim? Eu só queria que tudo fosse normal, eu só iria agradecer e agora estou aqui andando por um hospital me sentindo culpada e chorando como se tivesse sido deixada pelo namorado, eu tinha que resolver tudo aquilo mas ao mesmo tempo queria que tudo aquilo explodisse acho que iria ser mais fácil.

 

 

Everything So Complicated


Notas Finais


Te espero no próximo capítulo ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...