História The nerd girl... (SaTzu) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias TWICE
Personagens Chaeyoung, Dahyun, Jihyo, Jungyeon, Mina, Momo, Nayeon, Personagens Originais, Sana, Tzuyu
Tags 2yeon, Dahmo, Michaeng, Nahyo, Samo, Satzu, Twice, Tzuna
Visualizações 110
Palavras 1.074
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, LGBT, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi pessoal tudo bem?

Bom não sei bem o que falar aqui nas notas do autor, só espero que gostem da Fic <3

Fiquem aí com o capítulo! :3

Capítulo 1 - Iludir ou ser iludida...


Tzuyu se encontrava sentada no chão do fundo de sua sala de aula ouvindo música em seus fones no ouvido, a taiwanesa era um pessoa bem reservada que gostava de ficar em locais silenciosos refletindo, por conta disso as pessoas daquela escola a considerava uma garota estranha, porém Tzuyu não se importava com que os outros falavam ou deixava de falar dela. Além de reservada ela também era fria.

A garota estava amando aquele silêncio, não havia ninguém na sala além dela. Mas com tudo que é bom dura pouco o silêncio acabou quando Sana entrou na sala falando coisas indizíveis — para Tzuyu.

— Tzuyu? — Sana a chamava porém Tzuyu não entendia nada. Então a japonesa foi até o ouvido dela e tirou seus fones. — Tzuyu!

— O que? 

— Poderia me emprestar a atividade de biologia? — disse meio receosa mordendo o lábio inferior.

— Vou pegar… — ela se levanta e vai até sua carteira pegando o caderno e colocando na página da atividade.

— Obrigado Tzuyu-ah! — ela fica de ponta de pés e sela o canto da boca da taiwanesa fazendo ela arregalar os olhos.

— É-É de nada… — fala e vai em direção a porta porém para ao ouvir a voz de Sana.

— Irá me deixar sozinha mesmo? — a mais velha questiona.

— Não eu só irei beber água… 

— Fica aqui! — Tzuyu franzi o cenho.

— Okay. 

— Tzuyu poderia me ensinar depois esse conteúdo de biologia não intendi muito bem… — a japonesa fala após Tzuyu se aproximar.

— Certo mas acho melhor você fazer a atividade logo pois o professor já está chegando. — Sana solta um sorriso.

Tzuyu era muito trouxa, as pessoas conseguiam fazer a taiwanesa comer na mão delas facilmente, mesmo sendo "isolada" era disposta a ajudar as pessoas. Tinha um bom coração, porém as pessoas que ela ajudava não, Sana era uma delas. A japonesa não queria nada com Tzuyu, a única coisa que queria era se dar bem na vida e iludir um pouco a "nerdzinha".

***

— Adivinha quem irá passar de ano? 

— Você que não é né Sana! — sua amiga fala.

— Errado Nayeon! 

— Como irá conseguir passar de ano? Você nem estuda babaca… — sua outra amiga diz.

— Ah Jihyo se eu te contar que nem estudar precisarei. Acabei de fazer amizade com nerdzinha da minha sala e acho que… Irei iludi um pouco ela. — Nayeon dá uma risada.

— Quando não consegue iludir ninguém apenas a nerd da sala…

— Ah Nayeon vai se fude! Ela pode ser nerd mais pelo menos é gostosa. 

— Acho melhor você não brincar com isso Sana! — Jihyo sugere.

— Até parece que se importa.

— Cara só te sugiro não brinca com sentimento dos outros isso pode machucar…

— Tô pouco me importando pro sentimentos daquela menina! Tenho coisas mais importantes para me importar como: quando será minha festa de formatura, e em que irei me formar. — Sana diz dando ombros.

  — Não é mais fácil estudar… Sei lá. — Jihyo novamente sugere e Sana novamente dá ombros. — Nayeon não vai falar nada!?

— Ah amor deixa ela! Vem vamos logo pra casa que eu quero degustar um pouco da comida de sua mãe. 

— Adeus couple! — Sana diz acenando.

— Pensa bem Sana! Cuidado para não tentar iludir e não acabar se iludindo! — Jihyo avisa novamente.

— Okay okay! — a japonesa se retira vendo Nahyo sumir.

Ela corre até o portão principal da escola na espectativa de encontrar Tzuyu ainda lá, e ela estava lá ainda esperando seu pai vim pegá-la. Sana discretamente se aproxima da taiwanesa.

— Tzuyu-ah? — Sana a chama dando um leve susto na garota.

— Ah, oi Sana, o que quer?

— Nossa que curta você em? Eu só quero conversar com você. — a japonesa diz olhando para Tzuyu.

— Ah, é, desculpa…

— Não precisa se desculpar bobinha! Está esperando alguém?

— Sim, meu pai. — Sana dá uma risada. “Tzuyu é tão ingênua” pensou. — Que foi?

— Nada é que você é fofa. 

— Atá. — um carro buzina. — É meu pai, tenho que ir tchau! — Sana segura seu braço.

— Até amanhã… — beija a bochecha da mais nova e a dá um abraço fazendo a mesma ficar sem reação.

— Até! — fala após separar o abraço e vai em direção ao carro.

A garota seguiu caminho sem nem ao menos falar com seu pai e quando chegou em casa foi correndo pro seu quarto vendo seu celular em cima do criado mudo, o mesmo já tinha um notificação Sana já havia lhe mandado uma mensagem, Tzuyu não imaginava que ela fosse tão rápida.

~Oi, já chegou? :3 

~Nossa como você é rápida! 

~Tenho meus contatos…

~Tendi não.

~KSKSK melhor não intender.

~Nossa…

~Mudando de assunto, o que você tá fazendo?

~Nada…

~Tzuyu-ah não que sair para algum lugar?

~Não posso.

~Ah okay!

~Sana eu irei tomar banho já volto a falar com você.

~Certo.

Sana sentia que Tzuyu estava um pouco interessada nela, a garota só precisava colocar mais lenha na fogueira. A japonesa já tinha certeza de sua sexualidade, era lésbica, porém nunca havia gostado de nenhuma menina, ela já tinha ficado com algumas garotas mas nada sério.

***

Tzuyu tinha se atrasado, a garota havia passado a noite todinha conversando com Sana, estava começando a achar a garota interessante ela só não entendia o por quê da japonesa se aproximar dela. Elas estavam um pouco próximas mas ainda assim eram apenas colegas.

Sana por sua vez já estava no colégio, porém estava conversando com suas amigas vulgo Nayeon e Jihyo.

— Puta merda Tzuyu já deve ter chegado! — disse.

— Você tá parecendo um carrapato. — Nayeon fala.

— Eu vou ir atrás dela… — Sana dá ombros e sai dali indo atrás da taiwanesa.

Tzuyu agora estava sentada de cabeça baixa em sua carteira porém não sozinha, tinha algumas pessoas lá na sala de aula e logo entrou Sana provavelmente queria algo.

— Está com sono Tzuyu? — a japonesa questionou após ver a mais nova de cabeça baixa.

— Uhum… — fala com voz rouca.

— Levanta que eu quero te mostrar a algumas amigas.

— Não…

— Anda sua chata. — ela levanta a cabeça. — Vem logo.

— Mas já já o professor chega! — Tzuyu diz ainda sentada.

— Ashi você nunca se atrasou?

— Não…

— Anda logo, vamos só ali na outra sala! — ela sai puxando Tzuyu sem nem deixar a mesma responder nada.

A garota leva a mais nova até a outra sala vendo as duas amigas sentada em seus devidos lugares.

— Nayeon, Jihyo! Essa é a Tzuyu…


Notas Finais


Ficou legal? Me digam o que achou aí nós comentários! Desculpe se tiver erros de caligrafia…
Ah, desculpa também pelo capítulo pequeno pretendo fazer capítulos com mais palavras.

Bom, tchauzinho pessoal ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...