História The New York Girl; Bughead - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Riverdale
Personagens Alice Cooper, Antoinette "Toni" Topaz, Archibald "Archie" Andrews, Cheryl Blossom, Chuck Clayton, Clifford "Cliff" Blossom, Dilton Doiley, Elizabeth "Betty" Cooper, Forsythe Pendleton "FP" Jones II, Forsythe Pendleton "Jughead" Jones III, Frederick "Fred" Andrews, Hal Cooper, Hermione Lodge, Hiram Lodge, Jason Blossom, Joaquin, Josephine "Josie" McCoy, Kevin Keller, Marmaduke "Moose" Mason, Penelope Blossom, Polly Cooper, Pop Tate, Reginald "Reggie" Mantle, Sierra McCoy, Smithers, Valerie Brown, Veronica "Ronnie" Lodge, Waldo Weatherbee, Xerife Keller
Tags Archie, Betty, Bughead, Cheryl, Choni, Falice, Jughead, Moovin, New York, Pops, Riverdale, Serpentes Do Sul, Toni, Varchie, Verônica
Visualizações 63
Palavras 1.507
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Capítulo novo para vocês! Espero que gostem❤️
Boa leitura!

Capítulo 6 - The prom


___POR BETTY COOPER___

Tomei um banho mega rápido, vesti uma roupa, arrumei meu cabelo, peguei minha bolsa e desci correndo pra cozinha.
-Bom dia, filha! -minha mãe disse enquanto almoçava- Pra que essa pressa toda? -eu andava apressada pela cozinha pegando algumas frutas. Olhei para o relógio, era uma hora já.
-Tenho manicure daqui a meia hora, acordei super atrasada e a Veronica já deve estar me esperando. -expliquei. Dei uma mordida em uma maçã enquanto pagava a chave do carro. Fui até minha mãe e lhe dei um beijo na cabeça.- Tchau. Vou demorar pra chegar, tenho manicure, pedicure, cabelo e maquiagem pra hoje!
-Se cuida. -sai de casa e fui pra garagem. Entrei no carro e sai dirigindo como uma louca em direção ao lugar, enquanto olhava a localização que Veronica tinha me mandado pelo celular, e terminava de comer minha maçã.
Cheguei no "shopping" em que havíamos feito compras, fui até o salão, e na hora que eu abri a porta do lugar o relógio dava uma e meia em ponto.
-Oi B! 
-Oi Ronnie! -disse caminhando até a garota, que estava sentada em um sofá, que ficava em um tipo de sala de espera. Lhe dei um beijinho na bochecha.
-Veronica Lodge e Elizabeth Cooper? -uma mulher de avental chamou, nós olhamos para ela- São vocês?
-Sim. -respondi.
-É a vez de vocês. Por aqui... -a mulher nos levou até duas cadeiras, e nós sentamos.- Já vão vir atender vocês. -concluiu e se retirou.
Pouco tempo depois, enquanto eu e Veronica fofocavamos, quatro jovens chegaram e começaram a fazer nossas unhas do pé e da mão.
Duas horas depois estavam prontas. Pintei minha mão com um preto fosco, e no pé, um cinza prateado.
Como eu não tinha comido praticamente nada, fomos até a praça de alimentação e eu comi um pretzel, acompanhado por um copo de café. 
Depois disso, por volta de quatro horas da tarde, fomos embora, cada uma pra sua casa.
Dirigi o caminho de volta ouvindo minha cantora favorita, Halsey, para começar a me aquecer pro baile.
Quando cheguei em casa, fui tomar um banho de banheira. Quente e relaxante. Claro, com espumas também. Passei máscaras faciais, e relaxei minha pele. 
Quando sai do banho, coloquei um roupão e esperei até a cabeleireira e a maquiadora chegarem em casa para me arrumarem.
Não muito tempo depois elas chegaram e começar a trabalhar em mim. Meu cabelo foi preso em um coque alto, com alguns fios soltos. A maquiagem era pesada, mas ao mesmo tempo natural. Um batom vermelho vinho, uma sombra preta, mas com um esfumaçado prata, que não deixava ficar muito forte, um blush rosinha, um delineador e várias camadas de rímel.
Quando elas terminaram o trabalho e foram embora, coloquei meu vestido com muita delicadeza, e o salto, que era preto brilhante. Arrumei uma bolsinha com um espelhinho, o batom para retocar, e claro, meu celular.
Dei uma olhada no espelho, e meu deus, eu to gata pra caramba!
Espelho, espelho meu, existe alguém mais gostosa do que eu?
Se o espelho falasse, a resposta seria não! 
Já era quase oito horas, então eu desci até a sala para me despedir da minha mãe.
-Liza, você tá perfeita! -disse pondo a mão no coração- Da uma rodadinha? -coloquei a mão na cintura e dei uma volta, enquanto ela aplaudia- Vai arrasar nesse baile!
-Vou mesmo! -sorri.
-Hum.. Ok! -ela disse fazendo uma cara pensativa- Você não tem hora pra chegar, mas dependendo me manda uma mensagem só pra eu não ficar preocupada. -assenti com a cabeça- Se cuida, e aproveita! -sorriu. Retribui e peguei a chave do carro, estava saindo quando ela se virou para mim e disse- Ah, e Elizabeth Cooper, pelo amor, não me volte grávida, ok? Use sempre preservativos. -me olhava séria.
-Ah Alice, me poupe né?! -fiz pouco caso e sai.
Fui para o carro e dirigi em direção à escola.
Felizmente encontrei uma vaga perto da porta de entrada do ginásio, onde seria o baile, então estacionei. Não havia nem uma outra vaga disponível.
Enquanto eu ia até o ginásio, várias pessoas me olhavam e ficavam boquiaberta. Ouvi alguns sussurros, e neles haviam sempre as palavras "aluna nova", "Nova Iorque", e "muito bonita" ou "gostosa". Ergui a cabeça, sorri, e fui desfilando até o lugar.
Entrei. O lugar já estava totalmente cheio, e todo decorado. Havia um palco montado, uma banda, até que bem legal, tocando, uma pista de dança com um globo de luzes gigante, e no canto havia uma mesa com comidas, e bebidas, como o famoso ponche.
Enquanto eu me familiarizava com o lugar, senti uma mão no meu ombro e logo me virei.
-Oi Archie! Veronica! -sorri.
-Oi! Você tá linda, B! -Veronica disse.
-Você também.
-As duas estão lindas! -lancei um olhar para Archie.
-Vocês viram a Cheryl por aí? -perguntei.
-Ela está perto da mesa de ponches.
-Valeu. -dei um sorriso e deixei os dois lá.
Fui até a mesa de ponches e encontrei a garota.
-Oi prima! Você tá linda! -veio me abraçar.
-Você também Cheryl! -sorri. Ela usava um vestido longo, vermelho vibrante.- A Toni veio com você? 
-Veio sim, mas ela foi pra pista de dança um pouco. 
-Falando em pista de dança, acho que vou pra lá. 
-Ok, a gente se vê depois então... Ah, Betty, quando der umas meia noite, nós vamos para a minha casa para uma After Party, e você vai com a gente, viu? Pode levar alguém se quiser.
-After Party? Fechou! -dei uma piscadinha pra ela e fui pra pista de dança. Estava dançando muito, quando de repente senti uma mão em minha coxa. A pessoa se aproximou do meu ouvido e sussurou:
-Acho que nós temos um assunto não terminado, não é mesmo? -era aquele garoto, o Reggie. Ele deu um beijo no meu pescoço enquanto eu me aproximava dele.
-Acho que temos um assunto que nós nem começamos, gato. -ele sorriu e nós começamos a nos beijar.
O beijo dele era até que bom, e nós fazíamos aquilo freneticamente. Sua mão percorreu meu corpo, mas logo parou em minha bunda, que ele começou a apertar. Paramos o beijo para recuperar o fôlego.
-Uau, Cooper! Você conseguiu ser melhor do que eu imaginava! -sorriu malicioso enquanto traçava um caminho de beijos até meu pescoço.
-Nunca subestime Elizabeth Cooper! -retribui o sorriso.
Enquanto ele beijava meu pescoço, aproveitei o olhei o salão à minha volta. De repente, vejo em um canto, perto dos ponches, Jughead conversando com uma morena, provavelmente a tal líder de torcida que ele me falou. Acho que é Julie Carter o nome da piranha.
-Ahn, Reggie, meu bem. -disse tentando afastá-lo de mim- Foi muito bom, obrigada, mas eu preciso ir resolver um assunto, ok?
-Ahh... Mas já, gata? -fez beicinho- Agora que a gente tava curtindo? 
-Realmente uma pena pra você né? -imitei o beicinho.
-Outro dia a gente termina isso então.. -sorriu malicioso enquanto eu me afastava.
-Quem sabe, né?
Sai de perto dele e fui até a mesa de ponches, próximo de onde o Jones e o piranha mirim estavam. Fingi estar pegado um pouco da bebida, e opss, de repente achei os dois. Fui até eles com uma cara de impressionada e inocente.
-Vejam quem eu encontrei! Oi Jones! -ele me olhou surpreso, e depois começou a me analisar de cima a baixo. Me virei para a garota- E você é.....?
-Eu sou a Julie Carter, prazer. -me estendeu a mão, mas eu ignorei.
-Ahhh, que legal em! -voltei minha atenção para o Jones, fazendo pouco caso- Eai Juggie, aproveitando a festa? -ele fez uma cara de quem não estava entendendo nada, mas respondeu:
-Ah.. To sim, e você?
-Também. Olha aqui, -coloquei a mão no braço dele- você vai na After Party na casa da Cheyl né,?, depois do baile. Você -disse enfatizando essa palavra- é o meu convidado!
-Pode ser, Betty. Ok. -sorri enquanto via ele confuso.
-Ótimo então! Te vejo daqui a pouco! -dei uma piscadinha e uma risadinha- E você, -me virei para a piranha- tchauzinho! -acenei com a mão e sai de lá.
Fiz um ótimo show. Agora vamos ver se aquele piranha mirim tira aquele sorrisinho idiota do rosto.
Voltei para a pista de dança e fiquei lá, dançando, cantando, e interagindo com algumas pessoas. Reggie veio atrás de mim depois, mas eu realmente não estava mais no clima pra nada depois de ter visto aquela piranha em cima do meu.... *pausa* Do meu nada. Eu só não estava no clima, então simplesmente o despachei.
E assim o tempo quis dar uma de Cinderela e correu. A meia noite chegou rapidamente.
Sai do ginásio pra ir em direção do meu carro, e encontro ninguém mais, ninguém menos que o Jones, encostado na porta do ginásio com um cigarro na mão.
-Ora, ora, ora, a princesa estava demorando para aparecer. -ele disse me olhando ferozmente de cima a baixo, em meio a uma tragada e outra.
-A que devo a honra, súdito? -digo sarcástica.


Notas Finais


É isto galera!
Espero que tenham gostado!
Comentem o que acharamm❤️
Não se esqueçam de favoritar e recomendar, se quiserem e puderem!
Beijinhos e até o próximo capítulo galeraa


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...