História The Night in Paris - Jikook Fanfic - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO, Got7, SHINee
Visualizações 330
Palavras 1.227
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, LGBT, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Maldita Paris


Fanfic / Fanfiction The Night in Paris - Jikook Fanfic - Capítulo 2 - Maldita Paris

- O-oque você vai fazer? - o moreno gaguejou, por mais que tivesse essa marra de birrento, teimoso e sem receio dos outros, ele se assustou com as palavras do antes mascarado.

- Ora... Eu já disse princesa, agora quero que ligue pro seu noivo... Ou quero dizer... - O rapaz que antes estava mascarado, denominado Jungkook, levanta-se e vai até um balcão próximo a cama onde o moreno se encontra e pega uma venda - Ex noivo...

- V-você vai me m-matar?! - Jimin tentava controlar as lágrimas - Vai?... - o moreno sentiu a venda cobrir seus olhos - O-o que vai f-fazer?

- Nada demais boneca... Apenas te marcar. Quer ser marcado no peito ou no pescoço?!? - Jungkook, já dizia pegando uma faca de seu blazer - Hum... Que tal aqui? - Jungkook aponta a faca para a coxa de Jimin

- A-ah.. - O moreno geme com o contato da faca em suas coxas 

- Que pena essa dessa coxa... Mas vai ficar linda com um JK escrito - ele diz precionando mais a ponta da faca nas coxas fartas do moreno

- N-não... - Ele diz apressado e gemendo - Tá.. você ganhou!

-  Já? Tão fácil assim?! - Jungkook joga a faca no chão - Espere aqui bebê, já volto - o mesmo vai até a porta e a abre, depois fecha novamente.

Jimin se desespera, o que será que Killer Bunny ou Jungkook iria fazer com ele? O que ele iria ganhar com isso? 

"Mas aquele sorriso totalmente sarcástico que o mesmo carregava lhe parecia transmitir um certo desejo"

Logo a porta é aberta novamente, o moreno sente o corpo arrepiar, será que era o tal Jungkook? Ou um dos Bangtan Boys? Jimin só pensava em "maldita Paris, maldita Paris"

- Q-quem é?!? 

- Calma ae vadia, você vai pra um lugar digamos que... Confortável 

O mesmo se aproxima do moreno, parecendo pegar uma chave e abrir as correntes dos braços e pernas de Jimin.

- Onde vai me levar?! Cade aquele maldito coelho?? - O mesmo é puxado da cama e é arrastado com brutalidade para fora do "quarto"

- Se eu fosse você vadia, não falava assim do chefe - o rapaz logo depois de umas andadas pela casa guiando o moreno que ainda estara vendado, chega no local, abre a porta e joga Jimin já lá dentro, fechando a mesma em seguida.

- VADIA É SUA MÃE PALHAÇO!! - O moreno gritou já dentro do cômodo 

- Olá Park... Que bom te ver de novo! - o rapaz mascarado se aproxima de Jimin, tirando a venda.

••Jimin Pov's••

Assim que o maluco coelho assasino tira a venda de meus olhos, abro o mesmo e vejo ele bem próximo de mim, mas com a máscara. Olho e volta e percebo que estou em um quarto.

- Boneca... - Jungkook me chama - Tire a roupa

- P-RA Q-QUE? - Eu não acredito que fiz essa pergunta

- Só tire, se não quem sofre é sua irmã querido... - Jungkook diz apontando para um computador, que estava em uma estante de frente para a cama 

- NOONA! - Me ajoelho em frente ao computador, estava minha irmã, totalmente sangrando com um vestido transparente de seda rasgado, seus longos cabelos bagunçados e sentada em uma cadeira. E o pior: ela estava com a máscara de Killer Bunny, mas cortada pela metade - OQUE FIZERAM COM VOCÊ?

- Então bebê, vai logo aí ou eu tiro!

- IDIOTA! - Digo e Jungkook dá um tapa forte em meu rosto 

- Vem Aqui bebê - Jungkook me puxou com brutalidade e me joga na cama - Vamos ver se você é tudo isso que os líderes de todos as ex máfias falavam

Jungkook deixa o computador ligado. Estranho. 

Ele retira a máscara, a jogando em um canto qualquer, logo atacando meu pescoço, me fazendo gemer sem querer. Aquilo me deu prazer? Sério? 

Depois começa a dar tapas em minhas coxas ainda cobertas. Aqueles tapas doeram.

- Agora diga que me ama - o mesmo já foi rasgando minha calça, me fazendo ficar com as coxas expostas, logo depositando um tapa bruto na mesmas.

Eu não sei explicar, mas gostei de quando ele deu aquele tapa.

- N-não v-vou - Fudeu, usei meu tom de voz feminino.

- Tão gostoso, mas tão teimoso... - Me encara - vai ser pior pro seu noivinho depois princesa - diz em meus ouvidos - AGORA FALA! - Agora ele bate em minha bunda.

- A-ah... T-te a-amo 

Estranho. Ele começa a rir, logo levantando-se da cama e indo em direção ao computador. Parecia entrar na câmera? Oque? Ele ia gravar? Pra que?

Depois ele fecha a aba e abre outra.

- Pronto, agora matem ela - ele diz 

- O-OQUE? - Eu disse me levantando

- Ah Jimin, digamos que sua irmã não é sua irmã... Aquela é apenas uma puta que, a propósito, transou com seu noivo ontem assim que você saiu. Haha, tão inocente esse bebê.. SEU NOIVO TEM OUTRAS PUTAS ALÉM DE VOCÊ - ele me diz alto 

- Oque? MENTIRA! - Levantei da cama e fui em direção à ele, dando socos leves no peitoral do mesmo

- Calma bebê... A noite ainda não chegou... - Ele disse entrando na aba anterior rapidamente e me empurrando novamente na cama

- Agora vou mostrar o que um assassino faz com quem o bate!

E então ele reverte as posições, me colocando por cima dele, e em seguida ele me pede para tirar as roupas dele?! Sei lá, só sei que tiro e puta que pariu... Ele tem um abs definido, um músculo totalmente forte e possuía um sorriso vitorioso. Então vou me abaixando lentamente e indo em direção à sua calça. Quando percebo a merda que fiz?! Quando me toquei que ele já estava sem a calça e eu levemente umedecia os lábios

- Eu sei que me quer Jiminie... 

- A-ah... E-eu quero - QUE PORRA FALEI?

Só sei que quando me dei por mim mesmo já estava chupando meu membro como se fosse pirulito... Ele tinha um muito grande! Enquanto chupava, escutava seus gemidos baixos e meio roucos. Logo sinto suas veias engrossarem e ele se desmancha em mim...

- Engole. tudo... não. estou... brincando. - ele diz pausadamente por conta de estar "espirrando" seu leite em minha boca

- Uhum - disse engolindo tudo como se fosse um belo leite tomado pela manhã. Aquela sensação de já ter vivido com ele bem antes dessa maldita máfia e rivalidade?

Levanto da cama e engatinho encarando seu rosto, quando chego perto, ele me vira com brutalidade. Porque isso me deu tesão?!?

- Chupa - ele enfia dois dedos em minha boca, e eu chupo, eu realmente estava excitado. PORRA PARK!

Sou tirado de meus rápidos pensamentos com ele enfiando um dedo em minha entrada. Até aí tudo bem, ele enfia o segundo e faz movimentos de vai e vem, seguido de um movimento abre-fecha de seus dedos, como se fosse uma tesoura.

•• Narradora On••

Jimin estava com as costas arqueadas. Queria mais contato com aqueles movimentos do assassino. Ele mesmo não entendia o porquê.

Jungkook não sabia o que pensar, ele realmente estava transando com Park Jimin,  o baixinho gordinho do colegial. Aquele garoto, que antes era cheio, agora está um HOMÃO DA PORRA. Jungkook adorou os gemidos do moreno, enquando o alargava com uma mão, a outra masturbava o membro do mesmo.

- Está pronto Jimin?! - Jungkook disse retirando os dedos da entrada de mim

- Acaba com essa porra logo!


Notas Finais


Ahsush desculpas por cortar na melhor parte. Não acham que está muito cedo pra um Lemon caprichado? Então!

Espero que gostem!

{Cap não revisado pq estou morrendo de sono, ignorem os erros}


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...