História The One That Got Away - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Kankuro, Karin, Kiba Inuzuka, Madara Uchiha, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Temari, Tsunade Senju
Tags Drama, Lemon, Naruto, Romance, Sasuke, Sasunaru, Yaoi
Visualizações 217
Palavras 1.468
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


GLÓRIA A DEUS SAIU, ESSE MOMENTO É DE VOCÊS PORRA !!
Juro pra vocês que quase não teve esse epílogo porque reli várias vezes o capítulo 14 e pra mim aquilo ali estava com muita cara de final.
Mas eu dedico essa porrinha para a minha Beta que me obrigou a escrever esse epílogo, acordei plena de manhã e contei que passou umas cenas do epílogo na cabeça e a maldita me colocou no cativeiro para escrever HAUSHAUA
Enfim, Boa Leitura ❤
e aviso nas notas finais

Capítulo 15 - Forever - Epílogo


Espreguicei os braços sentindo meu corpo reclamar de cansaço, maldito Naruto fogoso. Olhei para o relógio ao lado da cama que marcava nove horas da manhã, em alguns segundos uma pessoinha entraria pela porta fazendo manha por não ter o outro pai em casa.


Escutei os passos curtos mais barulhentos pelo corredor, fechei os olhos fingindo que estava dormindo quando escutei a porta ser aberta de leve.


- Papai acorda - sussurrou dando um beijinho em minha bochecha.


Me virei para o outro lado não dando atenção para ela e fingindo que continuava a dormir, sorri escutando a pequena bufar e subir na cama logo começando a pular.


- Acorda papai - pulava enquanto segurava um sapo de pelúcia - Eu tô com fome - se sentou em cima de mim começando a encher meu rosto de beijos melados.


- Kaylu Uzumaki Uchiha - olhei seriamente para ela que sai de cima de mim e me olhou de canto de olho - Que história é essa de pular em cima da cama?


- Papa que deixa - faz beiço - Cadê papa? - desceu indo até o banheiro e vendo que não tinha ninguém, caminhou até a porta do quarto chamou pelo loiro não obtendo resposta. Se virou para mim com os olhos castanhos escuro cheios de lágrimas.


- Seu papa foi trabalhar, logo ele chega - levantei da cama, fui até ela e a peguei no colo tendo meu pescoço agarrado pelas mãos pequenas.


- Eu quero ele - resmungou enquanto eu a colocava na cama.


- Sem manha Kaylu, você sabe que seu papa trabalha em alguns sábados - caminhei até o banheiro para fazer minha higiene.


- Ninguém me ama, eu sou uma idiota mesmo - ri escutando o drama da garota.


- Já pode virar atriz minha filha - ri vendo ela cruzar os braços e fazer cara de brava - Vem, vamos preparar o nosso café - estendi a mão para ela e fomos até a cozinha.


- Vai querer comer o que? - coloquei ela sentada na cadeira e caminhei até a geladeira.


- Sucrilhos - sorriu.


Revirei os olhos lembrando que ela tinha pegado o costume de comer essas coisas graças ao Naruto, que sempre se empanturrava disso toda manhã. Abri o armário pegando o bendito Sucrilhos e uma tigela, mas comecei a pensar em quanto minha vida tinha mudado nesses 7 anos.


Logo que eu e Naruto voltamos tivemos um empecilho logo no início, Tsunade e Ino não apoiavam nosso relacionamento por achar que eu fazia mal ao bem estar do loiro. Minato sabia que não tinha como ir contra a decisão do filho então nos apoiou em tudo. Um ano depois Naruto se mudou para o meu apartamento e dali em diante começamos uma vida de casados maravilhosas. Óbvio que tinha e tem algumas brigas às vezes, mas nada que abale nosso casamento. Com 2 anos morando juntos, Naruto me pediu em casamento em frente à família Uzumaki inteira me matando de vergonha, meses depois nos casamos no civil. Talvez eu tenha que agradecer a Sakura se algum dia a gente se esbarrar, por ter me enganado aquela vez isso me tornou mais forte. Hina me disse que a mãe da rosada havia dado a entender que a filha tinha se casado com um velho rico e que estava morando em Nova York.


- Odeio quando o senhor para e vai para o mundo da lua, tô com fome - resmungou Kaylu fazendo eu perceber que tava parado na frente dela com a tigela e o cereal na mão - Você é doido papai.


- Desculpa, estava pensando em algo - lhe entreguei a tigela, coloquei o cereal e ela o leite.


- Pensando o que? - encheu a boca de sucrilhos.  


- Em como eu e seu papa temos sorte de ter você na nossa vida que já foi tão bagunçada - sorri apertando o nariz dela.


- Eu que tenho sorte, odiava aquele lugar papai.


Kaylu chegou em nossas vidas em um momento de loucura, nós havíamos começado a pensar em um futuro com filhos e de repente, no meio de um jantar romântico eu falei para Naruto que queria adotar uma criança. Lógico que o loiro parecia que ia morrer de felicidade com a notícia, então na semana seguinte fomos em um orfanato da cidade.


Lembro exatamente do momento em que a vimos, ela estava sentada com um livro de colorir entre as pernas. Os cabelos castanhos muito lisos cobrindo lhe o rosto, o vestido azul que usava todo rodadinho e ali juntos nós dois sentimos havíamos achado nossa filha. A assistente social do orfanato veio até nós com Kaylu pelas mãos que tinha apenas 4 anos na época. Ela não erguia o rosto de jeito nenhum, mas quando nos apresentamos e ela nos olhou com seus olhos castanhos tão expressivos, posso dizer com toda certeza que foi amor à primeira vista com nós três.


Em menos de uma semana arrumamos todos os papéis necessários e um mês depois conseguimos a guarda de Kaylu. Naruto não via a hora de trazer a pequena pra casa, a conexão dos dois foi tão perfeita que parecia que ela era predestinada a nós dois. Sinto que nossa filha chegou pra nos mudar, pra melhorar e como ela tem feito isso. Cada dia com essa pequena é uma aventura.


- Cheguei - escutei a porta sendo aberta e uma Kaylu saindo como um raio da cadeira gritando indo de encontro ao papa dela.


- Bom dia amor - entrou na cozinha com a garota pendurada em seu pescoço, caminhou até mim e selou nossos lábios rapidamente.


- Bom dia - sorri olhando para o loiro a minha frente que agora tinha os cabelos mais curtos, Naruto transpirava uma masculinidade que deixava qualquer um de pernas bambas.


- Papa - disse Kaylu colocando as mãos nas bochechas de Naruto e apertando


- Diga minha princesa.


- Que barulho era aquela no quarto de vocês ontem de noite? - levantou uma sobrancelha em dúvida.


- Não tinha barulho nenhum Kaylu - respondi rapidamente já sentindo minhas bochechas corarem.


- Claro que tinha, o senhor tava pedindo pro papa ir mais rápido.


Olhei para Naruto que tava com a mão na boca tentando segurar a risada.


- Se vira - o fuzilei seriamente.


- Era um jogo que o papa tava jogando no celular do seu papai.


- Hm - olhou desconfiada, às vezes eu odiava por uma criança de 6 anos ser tão esperta igual Kaylu era - Posso jogar?


- Depois, porque agora a gente vai se arrumar e ir almoçar lá na casa do seu avô - Naruto falou bagunçando os cabelos dela enquanto a mesma ria.


- Tia Ino vai ir?


- Sim, mas não quero a senhora de graça com Inojin - falei.


- Hora papai, eu vou me casar com Inojin - sorriu.


- Filha minha só vai se casar com 30 anos - disse o loiro olhando sério para a pequena.


- Ah não papa! Não quero me casar velha. - cruzou os braços indo em direção ao quarto dela.


- Ahh! O que eu faço com essa menina - gritou o loiro fazendo drama.


Abracei o loiro colocando meu rosto no pescoço dele e inspirando aquele perfume que eu tanto amava.


- Não reclame, ela está cada vez mais parecida com seu gênio- falei sorrindo.


-  Não posso contestar! - disse virando de frente pra mim me dando um beijo.


- Hina me ligou falando que chega semana que vem de Los Angeles com Tenten e as crianças - falou rindo


- Tá na hora mesmo, escritório tá precisando de Tenten e suas loucuras já que Itachi voltou para Nova York - ri sentindo saudade do maldito que eu chamava de irmão


- Convidei Madara para ir almoçar lá no meu pai, ele disse que vai levar a  nova namorada, confesso que ri bastante depois que desliguei e fiquei com dó da garota.


- Madara não vai tomar jeito nunca - revirei os olhos.


- Papa, Papai - Kaylu gritou do quarto - Me ajudem a escolher uma roupa - rimos.


- Eu te amo - sussurrei em seu ouvido.


- Eu te amo mais - me apertou em seu braços - Agora vamos lá salvar a mulher da nossa vida - pegou em minha mão me puxando pelo corredor.


Acho que nunca conseguiria agradecer o suficiente á Kami pela família que eu tinha ganhado, os altos e baixos que tive na vida eu tomei como aprendizado e amadureci. Eu precisei ser merecedor pra ter o marido que eu tenho, para conseguir ter a filha maravilhosa que tenho. Eu precisei cair algumas vezes pra ter meu lar, minha paz e minha pequena, perfeita e louca família.

Hoje eu sou feliz.

Nós somos felizes.

Nós três.


Notas Finais


Pois então, terminou depois de séculos.
E o recado é que tô escrevendo várias One's para postar (já falei isso várias vezes eu sei, estava apenas iludindo vocês, mas agora é sério) e logo mais tá chegando UMA LONG DARK FIC AQUI AAAAAAA eu tô com tantas idéias pra essa Long que vocês não tem idéia.

Ahh eu fiz um perfil fake no Facebook para interagir mais com as poc fanfiqueira, se vocês quiserem me add eu aceito todo mundo. (TEM MUITO DEBOCHE LÁ)
https://www.facebook.com/biel.castelli.98


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...