1. Spirit Fanfics >
  2. The One That Got Away >
  3. Another Life.

História The One That Got Away - Capítulo 1


Escrita por: e evil-nogitsune


Notas do Autor


Tava doidinha para terminar e postar, já tinha a capa que aliás é linda né feita por @snobbism, obrigado ai.
One-shot para o @Hectaton-Chan hehehehe, no aguardo da minha Tobidei a. Eu realmente acho que não ficou boa o suficiente mas é você quem decide isso, não é? ai

Capítulo 1 - Another Life.


Capítulo Único — Another Life

 

Lembro-me de nosso primeiro beijo, era o último dia de verão, e foi após as aulas, no nosso primeiro encontro em uma lanchonete retrô enquanto ouvíamos alguma música antiga, era para ser um encontro entre amigos mas foi quando eu me declarei e surpreendentemente fui correspondido, iniciamos um romance às escondidas, apenas minha irmã mais velha, Temari, sabia. Ela enrolava nosso pai quando ele perguntava sobre mim. Ele detestaria saber de minha sexualidade, eu sabia bem disso após ele expulsar Gaara de casa quando ele beijou um garoto.

Quando atingi a maioridade, você insistiu bastante em fazer algo, eu cedi claro, seu sorriso era meu sol e sua felicidade era contagiante. Fizemos tatuagens iguais, no presente ainda tenho em meu pulso o desenho de um sol, há uns meses pensava que provavelmente você também ainda tinha mas não deveria lembrar-se de onde surgiu. Porém Sakura me disse que o viu numa estação, você removeu sua tatuagem, nosso símbolo.

Nós roubávamos bebida de seu pai, Minato, e subíamos para o telhado de sua casa para beber enquanto conversávamos sobre nosso futuro, nossas ambições, nosso amor, irônico pois você disse que sempre me amaria. Em uma dessas vezes tivemos nossa primeira vez, eu estava apreensivo sobre isso, eu te fiz sentir dor e não gostei disso mas você disse que estava tudo bem, então eu confiei em você, estávamos tão felizes, nosso relacionamento estava calmo. Eu não imaginava que iria o perder.

Gostaria que estivéssemos em outra vida, pois nela você ainda seria meu namorado inocente e amável, nossas promessas de amor perene ainda seriam válidas, seríamos apenas eu, Kankuro Sabaku, e você, Naruto Uzumaki, juntos nesse mundo grande com bilhões de pessoas, nós iríamos lutar contra todas elas, porém não foi assim.

O mais surpreendente foi descobrir quem é a sua nova pessoa, seu novo abrigo, afinal foi minha culpa indiretamente. Lembro-me de quando você e Gaara se conheceram, íamos comemorar o Natal, ele chegou em casa estressado por assuntos da faculdade, você estava na cozinha fazendo algo — fazia faculdade de gastronomia na época —, eu me arrumava no quarto. Quando desci as longas escadas vi que vocês conversavam animadamente, era bom pois meu irmão e namorado se davam bem, pareciam bem íntimos, pela primeira vez vi Gaara se abrir para alguém, isso me deixava mais empolgado.

Eu ficava cada vez mais ocupado após ter assumido comando das empresas Suna, herança de meu pai que iria se aposentar, sempre que chegava em casa você e Gaara estavam em algum assunto, como melhores amigos, isso era esplêndido, não teríamos problemas quando levássemos nosso relacionamento para o resto de minha família. Eu ganharia muito mais do que nós precisamos, teríamos uma vida perfeita e luxuosa, por isso meu tempo na empresa aumentava cada vez mais até nossa briga, na sua opinião eu estava distante, não apenas fisicamente, eu falei coisas que não deveria e me arrependi no mesmo minuto porém você foi mais rápido, terminando nosso relacionamento, eu sabia que essa sua escolha destruirá a nós dois, embora você não admita.

Tentei o contatar inúmeras vezes mas nunca conseguia, você não queria mais me ver e isso era horrível, pedi para Gaara falar com você e foi aí que errei. Ele o consolou e serviu como um ombro amigo, de certa forma já havia percebido como ele o olhava mas não dei importância, e então ele veio até mim e me contou, eu surtei, que idiotice, eu agi como uma criança tosca quebrando tudo em minha volta, ridículo.

Na outra semana você aceitou meu convite para conversar, eu insistia em o lembrar sobre nosso passado, ainda no colegial, como nós nos completávamos. No nosso pacto, nunca um sem o outro, você não quis me ouvir. E então eu desabei ao chegar em casa, coloquei os discos que costumávamos ouvir de seus pais. Finalmente era a hora de encarar a realidade, que o havia perdido, você não poderia mais ser minha fonte de inspiração pois tornou-se a dos desenhos e pinturas de Gaara, isso era terrível. Eu ainda esperava que você tornasse para mim, para meu amor, não gostaria de o chamar de aquele que foi embora.

Todo o maldito dinheiro que eu consegui com a empresa era desnecessário se eu pudesse o fazer ficar, pois aquela fortuna não seria capaz de comprar uma máquina do tempo ou pagar o melhor cientista que conseguisse encontrar. Deveria ter dito o quão importante você era para mim, o que você verdadeiramente significava para mim, mas não, e agora, a cada maldito dia sem você, eu pago o preço. Tenho que admitir para mim mesmo quando vejo fotos atuais suas com Gaara, sua felicidade é genuína, disso não posso discordar, você ama o Gaara e é recíproco, tenho que admitir que você é aquele que foi embora.


Notas Finais


Se tiver erros de acentuação me perdoem ai, meu sono é maior que minha consciência no momento.
Tema 90 nos desafios aiaiaii. @Hectaton-Chan hehehehe, e aí, o que achou? Fiz com muito amor e carinho, então se estiver horrível (como eu acho) reconsidere plis <333


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...