1. Spirit Fanfics >
  2. The Only Control - Oh SeHun >
  3. 01 - Você é o único que pode me ajudar.

História The Only Control - Oh SeHun - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


BOA LEITURA!!

Capítulo 1 - 01 - Você é o único que pode me ajudar.


Fanfic / Fanfiction The Only Control - Oh SeHun - Capítulo 1 - 01 - Você é o único que pode me ajudar.

SeHun ON

- Yeah! - Jackson chutou sua carteira contra Suho fazendo todos da sala se assustar e principalmente ele. - Você é idiota ou o quê? - Se aproximou do rosto de Suho.

O garoto nervoso e com a voz trêmula respondeu:

- O- o quê que eu fiz? 

Jackson deu uma risada de deboche agarrou a gola da farda de Suho e completou:

- Você dormiu com a minha namorada! Eu só não te mato agora, porquê estamos na escola, mas eu juro que você não irá escapar dessa! 


O enredo da história é simples. Jackson Wang é considerado o cara mais popular e fortão de toda a escola, e Suho é seu amigo de infância os dois são como unha e carne, brigam, fazem as pazes, brigam de novo e fazem as pazes outra vez, mas parece que dessa vez é diferente. Mina é a namorada de Jackson e super amiga de Suho, ela vive dando em cima do mesmo, mas Jackson nunca percebe. A escola toda sabe que Mina é a garota mais atirada de Kungdam. Jackson sempre dizia para a sala que tinha orgulho de ter Mina como namorada, mas agora, parece que ele sacou a verdadeira namorada que tem.

Eu já enjodo de ver aquela cena dos dois brigando resolvo me ajeitar em minha carteira e colocar meus fones de ouvido, e escutar algumas músicas relaxantes até o professor chegar.

(...)

- Terminem dever de sala em casa e me entreguem amanhã sem falta! - Disse o professor de História saindo.

Era a última aula, já estava tarde e eu estava bem cansado, todos da sala saíam com os seus grupinhos de amigos, enquanto eu fiquei alí terminando de guardar meu material. 

De repente sinto alguém me cutucar por trás então, me viro e vejo S/n.

Bom, S/n Kim é a garota mais simpática e popular da sala até mais que Jackson com o seu grupinho de amigos idiotas.

- Oi, S/n. - Digo seco guardando o último livro que estava sobre a mesa de minha carteira.

- Você é o único que pode me ajudar! Por favor me ajude! - implorou.

- O que houve? - pergunto.

A sua face estava amedrontada. Os pingos de suor podiam ser vistos escorrendo por toda parte de seu rosto.

- Me encontre no estacionamento do colégio. - Disse e saiu correndo.

(...)

- Eu não sei o que fazer! - a garota andava de um lado para outro. 

- Que aplicativos é esse? Por que o instalou? - pergunto curioso. A mesma parou de andar e me olhou séria.

- Eu não sei, eu não sei, mas isso tá me fazendo ficar irritada! - bagunçou seus cabelos - Esse aplicativo prever morte das pessoas.

- prever a morte? - pergunto meio intrigado.

- Sim, tipo o dia em que morreremos, essas coisas. - Disse e eu engulo seco.

- No quê que você quer minha ajuda? - pergunto.

- Dizem que além de você ser solitário, você manda muito bem em tecnologia. - Disse e eu mordi meu lábio inferior.

- Como você se chama mesmo? - Perguntou colocando seus braços para trás.

- Sehun, Oh Sehun. - Digo e ela dar um sorriso desconcertado.

- Estudamos na mesma sala, certo? - Perguntou se aproximando de mim.

Eu apenas assenti.

- Ótimo! A parti de hoje seremos namorados! - Disse confiante.

- Como assim? - arregalei os olhos.

- Sehun, você irá me ajudar a ver quem está por trás desse aplicativo. Quando estiver tudo resolvido terminamos. - Disse e saiu.

Eu fiquei alí relembrando cada palavra dita por S/n naquele instante. 

(...)

Deitado na cama e mexendo de um lado para o outro sem conseguir dormir, era como poderia resumir minhas noites de todos os dias. Faz alguns dias que eu não consigo dormir por coisas óbvias. Como trabalho que eu ainda não conseguir, escola, minha vida. Eu tomava remédios para dormir á alguns meses atrás, mas percebi que quanto mais eu os tomava mais eu acordava tarde e muito tardio. 

Minha cachorra vivi é a única que me ajuda nesses momentos difíceis da minha vida. Moro sozinho, mas meu pai e minha mãe estão vivos. Minha mãe me abandonou quando eu ainda tinha 7 anos de idade e meu pai é um bêbado muito agressivo. Toda vez que ele ficava bêbado ele batia em mim ou na minha mãe. Não sei mais onde eles vivem hoje em dia e pretendo nunca saber.

(...)

- Acorde! Acorde! - sinto alguém dar um tapa forte em minha cabeça.

levanto minha cabeça que estava deitada sobre meus braços e vejo Jackson junto com o seu amigo Suho.

~ Já estão juntos de novo? piada isso né? ~ penso.

- o que vocês querem? - digo passando minha língua entre meus lábios.

- É assim que você fala comigo? -gritou e  agarrou a gola de minha farda fazendo todos da sala olharem para nós.

- Yeah!! - ouvimos um grito alto vindo da porta da sala. 

- Olha quem apareceu...- Suho saiu de perto de Jackson, e se aproximou de S/n. - a garotinha que todos consideram popular, mas que não passa de uma estudante idiota e irritante. - S/n deu um sorriso debochado. 

- Acabou? - perguntou colocando uma mexa de seu cabelo para trás da orelha e  empurrou Suho para o lado, e se aproximou de Jackson.

- Saia daqui. Não mexa com ele, nunca mais! - gritou fazendo Jackson rir.

- Ele virou seu namoradinho agora foi? 

S/n bateu palmas em forma de deboche e disse:

- Parece que as notícias rolam rápido aqui, hein? - disse sorridente.

todos da sala a olharam confusos.

- Sim Jackson, Oh SeHun é meu namorado. - disse me olhando sorridente.

Os olhos das pessoas pareciam que iam saltar a qualquer hora para fora da órbita, pois não era algo tão comum de se ver uma popular e um joão ninguém juntos. 

- Levante e vamos para o refeitório...preciso falar urgentemente com você! - disse e saiu 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...