História The Only One - ChanBaek - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Byun Baek-hyun (Baekhyun), Park Chan-yeol (Chanyeol)
Tags Abo, Alfa, Alfas, Baekyeol, Beta, Betas, Chanbaek, Exo, Gay, Mpreg, Ômega, Yaoi
Visualizações 232
Palavras 1.354
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, LGBT, Orange, Romance e Novela, Shonen-Ai, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 11 - Briga entre Alfas


-ˋˏ POV Baekhyun ˎˊ-


Senti todos os pelos do meu corpo se arrepiarem de medo, aquela voz era infelizmente familiar e a minha vontade era de sumir dalí. Apressei os meus passos para dentro da escola mas meu braço foi segurado.

- Ei, bolinha. Não vai falar comigo? - Lay pergunta.

- Eu não tenho nada pra falar com você, por favor me solte. - digo cautelosamente.

- Não vai nem me dar um beijinho. - Lay diz me forçando a beijá-lo e eu bato a minha cabeça na dele.

Ele fecha a sua cara e me empurra para o chão mas Kyungsoo consegue me segurar antes.

- Por que eu não consigo sentir o seu cheiro? - pergunta ficando estressado.

- Porque eu já pertenço a outro Alfa e não preciso mais de você! - digo com um sorriso e me viro de costas para entrar no colégio.

- Quem disse que você podia encontrar outro Alfa? - ele pergunta segurando no meu braço de novo, a esse ponto, todos do colégio olhavam para nós dois.

- A minha independência. - respondo e ele arqueia suas sobrancelhas tentando não demonstrar a sua indignação - Tem como você me soltar?

Lay me solta num empurrão e eu me viro andando confiante, apesar do medo que sentia por encontrar ele mais uma vez. Ele foi o primeiro garoto que tentei forçar algo por causa do Luhan, que me obrigava ter um alfa.

Era tudo muito lindo entre nós dois, mas, como eu não tinha exalado meu primeiro aroma, ele não podia transar comigo e um detalhe curioso é que ele era foguento. Então, juntando esses fatos, resultou que ele foi viajar e me traiu. A notícia se espalhou e eu terminei tudo com ele, mas ele sempre foi apegado por mim. E apesar da traição, ele nunca deixou de me amar.

Lay passou longos anos me perseguindo e me xingando até que Sehun entrou na justiça e pediu uma ordem de restrição. Mas, ao que parece, os anos se passaram rápido e ele pode se reaproximar de mim.

- Como eu sempre digo: o sucesso atraí o fracasso. - Kyungsoo diz revirando os olhos indignado.

- Justo agora que eu estou bem com o Chanyeol e o meu futuro filho, ele tem que aparecer. - digo ficando preocupado.

- Recomendo que você conte isso o mais rápido possível para Chanyeol para que ele coloque medo nesse Alfa rebaixado. - Kyungsoo diz.

- Kyung, me responde uma coisa. Quanto tempo demora uma gestação? - pergunto para ele mais afastado de todos na escola.

- Bem, a gestação de uma ômega é 9 meses normais como era antigamente, mas a gestação de um ômega é mais rápido, 6 meses.

- Ótimo. Quanto antes eu tiver essa criança melhor. - digo controlando minha respiração e me manter calmo.

Depois desse episódio, o sinal tocou e fui para a sala de aula e tentar prender minha concentração na aula. Quando se passaram as três primeiras aulas, o intervalo veio e meu celular começou a tocar.

- Alô? - digo.

- Baekhyun? Você está bem? - ouço a voz de Chanyeol do outro lado do telefone.

- Estou sim, por que?

- É porque eu tenho estado mais preocupado com você já que está grávido.

- Obrigado pela preocupação mas ainda estamos no primeiro mês da gestação, e você está bem também? - pergunto.

- Se você está bem eu também estou. - ele diz e eu sorrio - Quer que eu vá buscá-lo hoje?


- Se não estiver muito ocupado no trabalho sim. - digo.


- Ok, qualquer coisa te aviso. Tenho que ir agora, tchau, beijo, te amo viu?


- Também te amo, Chan. - digo rindo.


Chanyeol estava muito mais carinhoso e preocupado comigo agora que estou carregando nosso filho. Kyungsoo esperava por mim no fim do corredor.


- Ver você atendendo ligação de alfa me faz rir tanto. - ele diz e eu reviro os olhos.


- Ih, me deixa. - digo e logo, nos batemos de frente com Lay e o seu amigo Chen.


- Você pega um e eu pego o outro, esse ômega pensa que eu vou deixar ele ir embora assim tão fácil. - Lay diz sério.


Meu coração bateu mais forte, olhei para Kyungsoo e ele estava furioso com seus punhos.


- Eu vou neles e você corre. - Kyungsoo sussurra para mim e ele corre na frente, eu corro na direção contrária.


Conseguia ouvir que alguém também corria atrás de mim, era claramente o Lay. Consegui correr o suficiente para chegar até o refeitório que todos os alunos se encontravam lá. Acabei me batendo de frente com o Lou, o presidente do conselho estudantil.


- Opa, eai Baekhyun! Você parece desesperado, o que houve? - ele pergunta.


Lou tem a fama de ser um garoto totalmente simpático e atencioso, por isso que foi eleito como o presidente do conselho, nada mais justo.


- O Lay está me perseguindo. - digo suspirando de alívio.


- Vish, venha e sente conosco. - Lou diz indo na frente e se sentando numa mesa.


Eu estava cercado de outros membros do conselho estudantil, todos representavam uma série do colegial. A longa distância, pude ver o Lay passar pelo colégio à minha procura, abaixei minha cabeça para que o mesmo não pudesse me identificar.


- Qual a sua série? - Lou pergunta sussurrando para mim.


- 2° ano A. - sussurro de volta.


O sinal bate indicando o fim do intervalo e Lou se levanta primeiro.


- Então, pessoal. Preciso ajudar o carinha aqui em algo, amanhã nós continuamos a nossa reunião de hoje. - Lou diz com um sorriso simpático e todos afirmam.


Ele faz um sinal para que eu o siga e obedeci. Lou estava me levando para a sala de aula em segurança.


- Por que que ele está te seguindo de novo? - Lou pergunta claramente intrigado.


- Deve ser porque o contrato da ordem de restrição deve ter acabado e talvez ele não desista em saber quem é o Alfa que estou saindo.


Lou sabe de toda história que ocorrera entre mim e Lay, até porque foi ele quem me ligou avisando traição.


- É aquele que vem te buscar? - pergunta.


- Sim... - digo


- Ele parece ser um cara gente boa, espero que ele te faça bem. - Lou diz com um sorriso simpático.

- Ele me faz. - digo com um sorriso bobo e abaixando a cabeça.

- Não precisa ficar corado, é essa a sua sala? - pergunta.

- Sim, muito obrigado! - digo me reverenciando e ele de volta.

- De nada, se ele continuar reporte para a diretoria. - ele diz e se vira indo embora.

Me sentei na cadeira tentando prestar atenção na aula, mas, pensar no Lay ainda me incomoda bastante. Então, meu celular vibrou indicando uma mensagem.

- Meu Alfa -

on-line

- Vai precisar que eu te busque hoje?

Sim, por favor. -

- Está tudo bem?

Quando você chegar eu te falo. -

- Hm, ok.

...

Quando as aulas acabaram, fiquei preocupado porque não vi o Kyungsoo o resto do dia inteiro. E assim que saí da minha sala, o vi bem distante e corri na sua direção.

- Ei, o que teve? Por que você não me procurou depois? - pergunto preocupado.

- Eu tive que resolver umas coisas, levei uma advertência básica. - Kyungsoo diz com um sorriso.

- Como assim? O que você fez? - pergunto.

- Eu... parti a boca do Chen... - ele diz rindo.

- Você é incrível. - digo rindo e saindo da escola.

Enquanto caminhávamos até a entrada, eu de longe não consegui ver o carro de Chanyeol nem o mesmo. Então, Kyungsoo ficou comigo esperando na frente do portão. Mas, o Lay apareceu do nada e começou a me puxar. Kyungsoo reagiu rapidamente e segurou meu braço não o deixando fazer aquilo.

- Solta ele! - Kyungsoo grita.

Lay acabou me soltando e eu fui de encontro ao abraço de Kyungsoo, quando me virei de costas, vi Chanyeol encima de Lay esmurrando a cara dele.


Notas Finais


- 2 capítulos em um dia só ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...