História The Original - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7, Stray Kids
Personagens JB, Youngjae
Tags 2jae, Abo, Bts, Comedia, Got7, Jb Alfa, Lemon, Mpreg, Strag Kids, Stray Kids, Yaoi, Youngjae, Youngjae Ômega
Visualizações 122
Palavras 939
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Fluffy, Hentai, Lemon, LGBT, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


hello angels

mano na cidade de vocês tá chovendo? aqui tá chovendo todo dia quase. pelo menos tá fazendo um friozinho hehe
chega de enrolação e fiquem com esse capítulo.

Capítulo 8 - VIII


Fanfic / Fanfiction The Original - Capítulo 8 - VIII

- Mãe o JB chegou! - Jinyoung fala enquanto ele recebe a gente.



        - Esse aqui é o Jeongin, ele que tá fazendo estágio comigo.


        - Prazer em conhecê-lo. - Jinyoung fala e pude perceber o Jeongin ficar um pouco nervoso. Ou talvez seja a minha cabeça.


       - Você é o irmão dele? - Jinyoun assente. - Ele fala muito de você.


      - Sério que você fala de mim? Não acredito nisso.


     - Para de graça, claro que eu falo.


     - Olha só que coisa mais bonitinha meu Deus, quem é você minha coisa fofa? - Minha mãe vem da cozinha direto apertando a bochecha dele. O menino quase nem respira.


     - Eu não falei que ela iria arrancar sua bochecha? - Falei recebendo um tapa da mesma.


     - Não liga pra ele, como é o seu nome?


     - Meu nome é Jeongin.


    - Que nome lindo, você já comeu hoje? Porquê eu fiz muita comida e quero que vocês comam muito.


    - Claro que vamos mãe. A sua comida é a melhor de todas. - Jinyoung fala e eu concordo com a cabeça.


Fomos para a cozinha que já estava arrumada para o almoço. Era um verdadeiro banquete pois a minha mãe exagera todo dia nas refeições. Eu nem reclamo porquê eu amo comer, comer é vida, tem gente que não gosta de comer?


     - Jeongin fique a vontade e come bem tá bom? - Minha mãe fala com uma voz calma e doce. Nem parece a pessoa que me bate por não escovar o dente.


     - Sim, eu vou comer bem.


     - Jinyoung. - O chamei jogando um pedaço de pão nele.


     - Qual a necessidade disso? - Ele pergunta indignado tacando outro pedaço de pão em mim, só que ele não é bom de mira então ele acertou no Jeongin.


     - Ai meu Deus me desculpa eu não queria jogar em você era pra acertar esse capeta que tá aí do seu lado. - A última frase ele falou com raiva.


     - Não tem problema eu achei, engraçado.


     - Engraçado?


     - Sim. Vocês são legais e queria que a minha família fosse assim. - Ele abaixou a cabeça e ficamos em silêncios por alguns minutos.


     - Ora mas nós podemos ser sua família, eu já considero você. - Mamãe fala quebrando o silêncio.


    - Obrigado. Eu acho que já tenho que ir embora agora. - Se levanta da cadeira e se despede.


    - Mas porquê, a comida não tava boa? - Jinyoung pergunta se levantando também.


   - Não é isso, a comida tava ótima mas eu tenho que ir ver alguém.


   - Tudo bem eu acompanho você até a porta. - Falei.


   - Tchau mãe foi um prazer conhecer a senhora.


   - Igualmente meu filho, volte sempre.


Levei ele em direção a porta e ele seguiu o caminho dele.


    - Nossa ele é muito bonito. - Peguei um susto com Jinyoung atrás de mim olhando ele ir embora.


   - Amor à primeira vista?


   - Talvez. Devemos sair qualquer dia desses não acha?


   - Vou planegar isso. - Rimos e voltamos para ajudar mamãe na cozinha.


Terminamos de arrumar a cozinha e cada um foi pra um canto. Minha mãe foi visitar uma amiga dela que está doente e disse que passaria a noite lá, Jinyoung foi para a empresa procurar Jeongin para levá-lo para sair. Ele realmente gostou dele. E eu vou ficar aqui mesmo com o Groot que não vai me deixar sozinho.


   - Groot! Vem aqui garoto, hora de comer. - Ele ama comer acho que puxou o pai, quando eu balanço o saco da ração ele fica igual um doido.


Enquanto Groot terminava de comer a sua refeição eu me deitei no sofá e fiquei vendo TV até eu decidir fazer alguma coisa. Coloquei em um programa qualquer que estava passando e fui surpreendido por uma mensagem no telefone.


Desconhecido:

   - Oi JB, sou eu Youngjae. Queria saber se você quer sair comigo hoje. Não tenho nada pra fazer, normalmente chamaria o seu irmão mas ele disse que iria sair com uma pessoa e não quis discutir. Se você aceitar me avise e me encontre no Parque. - Se isso não é um sonho eu não sei o que é.

   - Oi Youngjae, eu gostaria muito de sair com você sim. Vou me arrumar e irei em direção ao Parque, até lá.


É hoje que eu conquisto aquele moço.

Subi para o meu quarto igual um maluco e com a minha agitação toda o Groot veio correndo atrás de mim. Fui direto pro banheiro pra tirar esse cheiro de caatinga que tava empregnado em mim.

Lavei o cabelo, fiz a barba que eu nem tenho, escovei os dentes (milagres acontecem), fiz tudo o que eu tinha que fazer pra ter uma aparência boa. Acho que nem precisa pois eu já sou lindo de natureza não é mesmo?

Fui pro guarda-roupa procurar o que vestir, nunca fui a um encontro. Será que isso pode ser chamado de encontro? Enfim, procurei uma roupa, na verdade eu revirei o guarda-roupa inteiro procurando. No fim acabei vestindo uma calça preta, uma camisa branca com detalhes pretos e um sapato preto. Bem gótico porquê eu amo preto. Passei perfume, arrumei um pouco a minha juba e desci as escadas pegando logo as chaves do carro. Coloquei uma porção à mais de ração pro Groot e uma água nova porquê não sei que horas o Jinyoung vai voltar.


   - Eu já vou Groot, me deseje sorte e não coma os sapatos. - Fiz carinho nele e fechei a casa indo para o carro.


Estou com uma sensação boa sobre hoje.


Notas Finais


sentiu a felicidade? eu também
será que o Jinyoung se deu bem com o Jeongin? e será que o JB vai se dar bem com o Jae?

saberemos no próximo capítulo. os dois irmãos à procura de um amor kjkjkjkj até mais angels!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...