1. Spirit Fanfics >
  2. The Originals (Taekook - Vkook) >
  3. 12- A Trégua

História The Originals (Taekook - Vkook) - Capítulo 13


Escrita por:


Notas do Autor


Hj eu tô muito inspirada, graças a vcs 💜
Porém, se tiver muitos erros me perdoem.
Tô com sono desde ontem.

Capítulo 13 - 12- A Trégua



" aquilo que é feito uma vez está feito para sempre"
Acordei sentindo olhos sobre mim, estou um pouco indisposto, também não era para menos, visto que os últimos dias foram bastantes turbulentos e essa cama é tão macia.

- É... bom dia?

- Jungkook! a quanto tempo estás  acordado?

- não muito, já trouxeram-nos o café. Vai se arrumar primeiro ?

- Sim.

-Taehyung ... - estava buscando palavras - me desculpe outra vez

Não disse nada apenas afirmei com a cabeça. Até quando ele vai continuar fazendo coisas que me machucam? Agora somos casados em todo caso, é hora dele parar.

Jungkook me esperou pacientemente para fazermos a primeira refeição, ele parecia não saber como agir de agora em diante. Confesso que eu também não sei

- o que você sabe sobre alto-defesa?

- o minimo que foi me permitido saber.

- então lhe ensinarei o máximo. - acho que já estou me acostumando com sua estranheza e mudanças repentinas de comportamento

- porque isso?

- és meu esposo agora, e digamos que existem pessoas que não gostam muito de mim. - de longe percebe-se o porquê não gostam

Terminamos de nos alimentar e Jungkook me levou para o local de treinamento

- Essa é a arena de Esparta. Local onde nossos guerreiros são ensinados e treinados para irem a guerra.
São selecionados alfas a partir de 7 anos  com melhor saúde e disposição, em seguida separados de sua casa e trazidos para morarem em alojamentos. Nós, os soldados mais experiente nos encarregados de treiná-los para serem bons guerreiros. E não qualquer guerreiro. Eles serão soldados espartanos! o militar mais capacitado, temido, odiado e perfeito. - falava cheio de orgulho

- venha, vamos começar com o mais simples: o arco.

Ele me entrega e fica bem atrás de mim, tão próximo que posso sentir sua respiração quente em minha nuca me deixando tenso.
- É assim que você segura o arco, olhe bem e foque no alvo, respire, mire, puxe, solte! - soltei a flecha e como era de se esperar, erro.

- vamos tentar outra vez.

Ele era bastante paciente quando o assunto era ensinar sobre guerra, não era para menos; dedicou-se a vida toda em prol disso.
Em Troia não tinha muito sobre isso para ômegas, embora Esparta nao fosse muito diferente eles acreditavam que o essencial para se ter um reino forte e poderoso só  era possível se todos os habitantes (independente de ser alfa, ômega ou beta) soubessem se defender. Era o que os diferia de todos os outros povos gregos.
O tempo passava e mais pessoas chegavam. Jungkook sorria junto à seus homens, me ensinava e ensinava também algumas crianças que lá estavam, ele fazia até brincadeiras. Eu nunca tinha o visto assim antes.
Ele me deixou entrar em sua zona.


《♤♡♧》

Dia seguinte

-Mas eu ainda nem sei usar o arco direito.

- com o tempo irás se aperfeiçoar, eu não aprendi tudo que sei do dia para a noite. Venha até aqui e escolha a que mais lhe agrada.

- posso escolher a que eu quiser ?

- Sim. Qual quer uma destas espadas.

- achei que amasse tanto sua coleção que ninguém pudesse nem sequer toca-lá.

- E a amo. Por isso, tenha cuidado para não quebrar a sua pois não terás outra do meu conjunto cintilante.

- Ok. Então eu acho que quero essa. - escolhi uma espada de cabo azul, bem fina e pontiaguda, reluzente podia ver meu reflexo nela.

- ela combina com você, pacífica e  inevitável. Um só corte e seu inimigo é mandado pro Hades. Já que escolheu, agora vamos.

Jungkook é assim, cheio de metáforas.
Ao sairmos dos aposentos somos barrados por um guarda da corte

- príncipe Jeon! O rei vosso pai, solicita tua presença na sala do trono.

- entendido. - fez a reverência final e saiu.

Jungkook dirige-se a mim

- vá caminhando na frente para a ala de treinamento. Daqui a pouco o acompanho


            [...]

- appa, chamou-me?

- Sim Jungkook, apenas para avisar-lhe que pretendo mudar de general com Troia para uma espécie de troca de táticas. Assim nosso bom general, o comandante Min irá para Troia e o chefe das tropas troianas, o  Kim, vira.

- entendido appa.

- estas em atividade com teu ômega?

- Sim.

- E como foi tua noite de núpcias já que ontem não tive tempo de perguntar-te?

- foi bem majestade.

- fala-me sem animo. Houve resistência por parte do teu ômega?

- não appa. Não houve. Taehyung é um exemplo de ômega

- o marcou?

- acredito que ainda não seja o momento

- hm... realmente estou começando a considera-lo, tirando a parte da fuga. Aquele incidente poderia destruir a  imagem dele...

- appa, meu ômega me espera. Como acabamos de nos casar peço-vos que compreenda

- Sim entendo. Podes ir mas não esqueça-te que em breve teremos o festival de inverno.


             [...]

Estava desferido golpes de todo jeito e formas com a espada em um tronco da arena. Isso é divertido.
De repente alguém se aproximou e não era Jungkook

- se continuar brincando com a espada assim jamais conseguirá empunha-la.

- eu não sei como usar uma, estava passando o tempo esperando Jungkook vir me ensinar

- sou o general Min Yoongi caso tenhas esquecido. E não me estranha Jungkook está ensinado-vos a se defender.
vim aqui para buscar alguns pertences, estou indo para vosso reino junto de tua progenitora.

- por quais motivos partirá? Se puder me dizer, claro.

- troca de experiência.

- ah

- ainda tenho tempo, te ensinarei enquanto Jungkook não vem

- sério!? - fiquei tão empolgado que logo aceitei

- Sim. Veja bem, com essa mão você segura firme, olhe bem nos olhos do seu inimigo, ataque e pronto o golpe é fatal. - ele pegou minha mão para me explicar melhor

O Min era um bom professor explicava muito bem tanto quanto Jungkook e eu aprendia tudo o que me era explicado

- Taehyung o que está fazendo ?!

- Jungkook! Veja, o general Min me ensinou alguns golpes com a espada e como segura-la corretamente - falava saltitante como uma criança.
Jungkook enfureceu-se, pegou na mão de Taehyung e saiu puxado pela arena até a saída o ômega por sua vez ficou corado instantaneamente com o ato repentino do alfa. - claro que ele estava brigando internamente com o Min por dominância. Não era de hoje que os dois alfas não se entendiam, um sempre querendo ser melhor que o outro.
Nessa situação, o estopim foi ver Yoongi segurando a mão de Taehyung.
Em sua concepção ele era melhor do que o general, só ele poderia segurar.


     [...]

- porque fez isso? - Taehyung sentia os feronomios de posse de Jungkook irem se dissipando aos poucos e o efeito que causava sobre si também

- eu sou muito impulsivo. Me desculpe, minha presença te assustou?

- não. Apenas senti algo estranho

- estranho como ?

- eu não sei explicar deixa pra lá.

-podes ir comigo ao festejo de inverno? Dizem que será o inverno mais longo.

- evoluímos não é mesmo? Acho que é a primeira vez que pergunta-me se quero fazer algo, e não chega dando ordens tipo "arrume-se! Iremos ao festival." - disse em um tom brincalhão

- É de minha natureza dá ordens. Se não fosse príncipe, acredito que seria o melhor general que Esparta já teve.

- O comandante Min é um bom general então terias problemas para supera-lo.

- o que estás mencionando?! Achas que Min Yoongi é melhor do que eu? - nesse momento sua expressão mudou drasticamente, vi faíscas em seus olhos e um misto de ... angústia? Ele literalmente não gostou do que eu falei.
Não gosto de magoar as pessoas tenho que consertar o que disse

- não é que eu ache algo é só que minhas expectativas com você estão abaixo de zero. Então, eu prefiro não esperar nada.

Tenho que me controlar não posso perder a cabeça, ele não merece que eu o machuque mais uma vez. Entretanto Taehyung nunca tinha sido frio antes, no entanto esta em seu direito não esperar nada de mim.

- você tem toda razão.

- quero te pedir um favor?

- diga

- serás que podes mandar que tragam Jimin para cá?

- algum servo o derespeitou?

- Não é isso, nenhum deles me ofendeu. Eu só não me sinto confortável com eles.

- Eu não gosto do Jimin. Se não sabes,  foi o mesmo que estragou o plano.

- plano o qual eu fui o único afetado e o perdoei então, por favor ...

- okay. Se é o que desejas.

Jungkook se retirou dos aposentos e pelos meus cálculos irá demorar a voltar.
Aproveito para tomar um banho e acabo  esquecendo minha muda de roupa, nessa ocasião volto para o quarto, meu baú ainda não tinha sido desfeito por motivos de não ter me adaptado aos servos. Ele estava no topo da cômoda, ela é alta e por isso tenho que me esticar até alcança-la, sendo assim, minha toalha acabou caindo contudo eu alcanço o baú e depois coloco a toalha novamente e quando me viro ... petrifico -  
Jungkook estava lá. Seus olhos estavam vermelhos. Ele viu todo o meu corpo.



- Sabia que ômegas não deveriam ficar tão expostos assim?


Notas Finais


Pessoal me desculpem!
Eu juro q ñ foi proposital. Sem querer eu acabei excluindo alguns comentários de vcs e não consegui recuperar( eu achei q tava excluindo das notificações só q não era, então, sem querer, acabei excluindo da fanfic msm). Os comentários são a minha maior motivação para continuar por isso fiquei tão irritada comigo mesma; sorry💜.

Link da fic no Wattpad:
https://my.w.tt/XTkZKapHC0


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...