História The Other Side of Jungkook - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Brigas, Hoseok, Investigação, Jimin, Jungkook, Namjin, Romances, Taehyung, Vhope, Yoongi, Yoonkook
Visualizações 142
Palavras 855
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


[A chave da verdade são os olhos, o mistério está seguro enquanto você não achar a fechadura]

Capítulo 2 - O Professor


Fanfic / Fanfiction The Other Side of Jungkook - Capítulo 2 - O Professor

Yoongi

Meu nome Min Yoongi, aluno novo do terceiro ano. Moro sozinho e tenho um cachorro chamado Suga, é, eu dei meu apelido pra ele, ele é um husky siberiano de olhos azuis.

Passo a mão na cabeça de Suga e pego minha bolsa saindo de casa, para ir à escola.

Me matriculei nesta escola ontem de tarde, eu estou bem cansando, e como eu não moro com meus pais, eu tenho que fazer tudo sozinho. Passei quase a noite toda fazendo anotações.

Mas não são anotações comuns, ou escolares, são anotações secretas, e uma das formas de manter essas anotações seguras é o código que eu criei, ou seja, apenas eu posso entender elas.

Voltando para o presente, agora eu estava indo para a escola, assim que eu entro todos me olham, estava tomando a atenção de todos, fico meio desconfortável com os olhares mas contínuo seguindo em frente.

Fui até a secretaria saber qual o número da minha sala e em qual andar ficava, afinal essa escola tem cinco andares e a estrutura era uma das melhores da Coréia.

- Sua sala fica no segundo andar, sala três

Agradeço a mulher que me dera a informação e saio da sala voltando a caminhar até que esbarro em alguém.

Ele tenta se desculpar, mas eu corto sua fala.

- Sai da frente idiota

Olho sério para o garoto e saio normalmente, dou um grande sorriso vitorioso e vou andando até minha sala até que uma garota me chama. Olho para a mesma confuso.

- Meu nome é Lily, sou a representante da turma. Fiquei encarregada de te mostrar a escola e as regras, então me espere quando bater o sinal. Venha!

A garota me puxa para a sala e o professor pede para que eu me apresente pra turma.

Faço minha apresentação e o professor me manda sentar, vou para a última carteira da última fileira e me sento.

Professor

- Como eu sou novo, irei me apresentar também, eu sou Kim Namjoon, professor de Inglês. Espero que todos se esforcem, pois eu não irei pegar leve, só hoje, porque é o primeiro dia, alguém tem algo a falar ou alguma dúvida?

Todos ficam em silêncio.

- Ótimo, que bom que todos compreenderão

Peço para todos se apresentarem em inglês e depois deixo vinte minutos para conversarem

Os vinte minutos se passam e eu guardo minhas coisas indo em direção a porta, mas antes de sair, olho para o aluno novo e este mesmo sorri de uma forma confiante para mim.

Duas horas mais tarde bate o sinal para o intervalo dos alunos e dos professores. Pego um copo de café e vou para a biblioteca e pego meu celular vendo uma mensagem.

  Como foi seu primeiro dia?

Diz a mensagem.

    Acho que tivemos está dando certo. E você?

Respondo.

Não muito, preciso de mais informações. Você não acha essa decisão um pouco precipitada?

Ele me pergunta com preocupação.

Eu também achei, mas você sabe como é, se ele está fazendo isso é porque ele está desconfiado de algo, vamos esperar pra ver o que vai dar

Envio.

Certo, mas tomem cuidado. O que está fazendo agora?

Pergunta.

Além de pensar em você? Nada demais, só tomando um café na biblioteca

Respondo sorrindo.

Não brinque Namjoon, me conte logo o que você fez

Responde nervoso e eu sorrio mais.

Eu coloquei câmeras em todas as partes da escola, mas a parte de estar pensando em você não era brincadeira, e eu estou mesmo tomando café

Respondo tomando mais um gole de café.

Não fale isso.
Estou ocupado, tenho uma coisas pra fazer agora, até depois

Responde tentando fugir.

Até
Sei que estava pensando em mim também 💋

Envio e fico imaginando um sorriso se formando em seus lábios.

Terminamos a conversa e eu bebo meu café as pressas já ouvindo o sinal do fim do intervalo tocar. Saio da biblioteca e vou para a sala dos professores encontrando o diretor.

- Ah, Namjoon, houve um problema na escola, todos estão dispensados por hoje, inclusive, eu dei uma olhada em seu currículo.

Ouço com atenção.

- É magnífico, nunca vi alguém ser fluente em seis línguas, e a organização do seu currículo também é perfeita, parabéns. É uma honra trabalhar com você.

Sorrio e aperto sua mão em um comprimento.

- Obrigado, senhor. Digo o mesmo.

Me despeço e saio da escola indo para casa. Entro e vou para o banheiro tomar um banho, relaxo fechando os olhos.

- Que físico em!

Abro os olhos já sabendo quem era.

- Que feio, uma garota não deveria ver seu oppa sem as vestes

Seus braços se cruzam.

- Cala boca Namjoon

Rio um pouco e olho diretamente em seus olhos.

- Como você entrou?

Pergunto dando um sorriso.

- Fiz uma cópia da sua chave

Fala normalmente.

- Eu não te dei permissão

Dou um tapa em sua cabeça.

- Aish

- Sai logo

Resmunga.

Termino meu banho, visto uma roupa e saio do banheiro.

- Não entre mais assim no banheiro, eu sou uma pessoa comprometida

Recebo um olhar reprovador.

- Deixe de ser iludido, duvido que ele tenha aceitado, você deve ter levado outro pé na bunda

Rio e bagunço seus cabelos.

- Cala boca, idiota

Tira minha mão.

- Você colocou as câmeras?

Reviro os olhos.

- Claro. Vou poder ficar de olho em tudo agora. Mas, parece que você também achou algo interessante, o que fez dessa vez?

Vejo um sorriso formar em seu rosto e seus dentes mordem seus próprios lábios com um batom vermelho.


Notas Finais


[Sua vida é como a de um hamster, você pode correr o quanto quiser, mas vai estar sempre no mesmo lugar, girando e girando]


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...