História The other side of paradise - Shameron - Capítulo 19


Escrita por:

Postado
Categorias Cameron Dallas, Camila Cabello, Carter Reynolds, Lauren Jauregui, Nash Grier, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Personagens Cameron Dallas, Camila Cabello, Carter Reynolds, Lauren Jauregui, Nash Grier, Personagens Originais, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Tags Cameron Dallas, Cash, Nash Grier, Shameron, Shawn Mendes
Visualizações 142
Palavras 1.536
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, LGBT, Romance e Novela, Saga, Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem!! Próximo capítulo essa semana 🖤

Capítulo 19 - 16- Time to smile


Fanfic / Fanfiction The other side of paradise - Shameron - Capítulo 19 - 16- Time to smile

Anteriormente em The Other Side of Paradise...

- Mesmo que ele aceite eu nunca vou voltar para você - digo com ódio na voz - Nash, eu realmente não posso acreditar que você seja capaz disso.

- Ah, você vai e sabe o porquê? -Nash faz uma pergunta retórica e fiquei assustado pela resposta - Porque o Brandon está na cidade e você não vai querer que ele te ache. Não é?

••
Como ele está? - pergunto também triste com situação.

- Ainda em coma - Alice suspira derrubando algumas lágrimas - Eu não posso acreditar que ele fez isso, que ele tentou se matar por minha causa.

••
Vou para sair da garagem, mas ele me segura pelo braço.

- Seu viadinho - Brandon diz apertando meu braço forte - Eu só estava tentando te comer esse tempo todo.

- Me solta Brandon - digo alterado.

- Ah, mas você vai ficar - Brandon diz me jogando no chão.

Tento me soltar mas ele mais rápido e coloca seu pé sobre a minha garganta, tento me mexer ou respirar, mas se torna impossível.

- Socorro - sussurro.

Brandon sorri.

- Solta meu filho seu desgraçado - minha mãe grita com uma faca na mão.

Cameron Dallas

Os sentimentos, tão inoportunos e cruéis, quando você menos espera, eles te decepcionam e te manipulam. As vezes é melhor não tê-los por perto, as vezes é melhor apenas sorrir e seguir em frente, mesmo que o sorriso seja falso.

- Brandon? - o encaro confuso - O que está fazendo aqui?

Minhas mãos suavam, minha mão tremia de forma descontrolada.

- Dando uma passada nessa cidadezinha, que coincidência - Brandon sorri se aproximando.

Nash se aproxima e segura na minha mão.

- S-Sim, coincidência - digo nervoso.

- Podiamos marcar alguma coisa - Brandon sugere ainda com um sorriso no rosto.

- Não vai nos apresentar seu amigo? - Nash pergunta com um olhar de ciúmes.

- É Cameron... Não vai me apresentar? - Brandon não tirava aquele sorriso do rosto.

- Eu acho que não precisa - Alice se aproxima de nós, sorrindo forçado - Ele só está passando na cidade. Vamos?

Me despeço mais uma vez da Alice e do Carter, enquanto Nash me entregava o capacete. Nash ligou a moto e assobiu para mim, eu encarei mais uma vez o Brandon que sorria e subi na moto.

O rosto do Brandon não saia da minha cabeça, passei o caminho todo pensando nele e no que ele fez, eu sabia que ele estava na cidade mas não imaginaria que um dia eu fosse esbarrar com ele novamente.

Nash parou a moto em frente á minha casa, desci e lhe entreguei o capacete, mas ouço ele me chamar:

- Cameron? - Nash grita.

Me viro e o encaro como sinal de poderia falar.

- Eu... A minha ameaça era o Brandon, eu sei que você fugiu de Toronto por causa dele, eu não me importo que você me deixe agora - Nash suspira - Mas me pareceu que você tem medo dele e foi aí que eu pensei...

O interrompo:

- Pensou o quê? Em como me entregar de bandeja para ele? Em como destruir mais a minha vida, agora que o seu plano falhou? - grito com ódio - Vai lá agora falar para ele onde eu moro, para que ele venha e termine o seu serviço de destruir minha vida!!

- Não, eu... - Nash desce da moto - Ele te fez tanto mau assim? Foi algo que precisemos chamar a polícia?

- Não te interessa, você é igualzinho á ele e nem pense em ligar para a polícia - digo frustrado  e sussurro - Não adiantaria...

Me viro e corro para dentro de casa, naquele momento eu chorava silenciosamente, não queria incomodar minha mãe, não queria preocupar ninguém.

Passei a noite inteira chorando, adormeci sem perceber.

Ouvi o despertador e abri meus olhos, desliguei o despertador e encarei o dia pela janela, estava nublado. Fiz minha higiene pessoal, tomei um banho e desci.

- Bom dia Cameron - Gina disse sorrindo - Seus olhos estão vermelhos, nem parece que dormiu.

- Eu fui dormir tarde - forçei um sorriso.

Comi um pedaço de bolo de padaria e tomei café expresso, mesmo com o descontentamento da minha mãe por me ver tomar cafeína nessa idade.

- Vai querer uma carona? O Nash vai vir te buscar? - Gina pergunta.

- Eu vou caminhando, preciso passar na casa da Alice - e era a segunda mentira do dia, em menos de uma hora.

Ela apenas concordou com a cabeça e subiu as escadas, mandei um tchau enquanto ela subia e a vi apenas sorrir.

Abri a porta e sai, fechando-a, mas assim que me viro fico frente-a-frente de quem eu menos imaginaria encontrar.

- Oi Cameron - Brandon sorriu.

- Oh meu Deus!! O que faz aqui? - digo tapando minha boca.

- Vim te levar para a escola - ele sorria igual um idiota.

- C-Como você nos encontrou? Por que você está me seguindo e me esperando em frente á minha casa - pergunto incrédulo.

- Conversamos no carro e eu não aceito não, você sabe bem disso - Brandon disse autoritário mas ainda sorrindo.

Eu estava com medo, medo de me levar para a guilhotina, um frio no estômago que com certeza não é bom. Ele estava com mais um de seus carros, desde que ele se descobriu rico após a morte do seu pai.

Entramos no carro e vi Shawn parado em frente a sua casa, ele me encarava fixamente e eu fazia o mesmo, o meu peito ardia em chamas e Brandon ligou o carro e saiu dali.

- Então... Você parece bem desde a última vez que nos vimos - Bradon me encara pelo retrovisor.

- O que não é nenhuma novidade lembrando da situação que você me deixou - respondo sincero, mas ainda sentia medo.

- Olha que lingua afiada, você realmente precisa de mim aqui, para te domar - Brandon sorri - Eu adoraria domar você.

- Você é doente, quando eu sai de Toronto você estava preso!! E agora está aqui? - digo alterado, Brando me irritava - Eu não entendo...

- Eu cumpri minha pena com serviço comunitário, eu paguei por uma injustiça que não era minha Cam - ele responde sério - Aquela noite, nós sabemos que eu não fui o errado da história.

- Você quase me matou e esfaqueou minha mãe, se não foram erros, eu não sei o que é!! - digo alterado.

- Calma, eu senti falta desse teu temperamento - Brandon bagunçou meu cabelo sorrindo - Eu tenho planos nessa cidade, eu tenho planos para nós.

Eu sabia que ele estava bravo, eu sabia que ele estava escondendo tudo em um sorriso, era típico do Brandon.

Chegamos na escola, eu abri a porta e desci, me virei e encarei ele.

- Não existe nós, nunca existiu - e me viro.

Ouço ele algo como um "De nada".

Assim que entrei na escola, fui direto para a sala e encontrei Taylor sentado, me sentei ao seu lado.

- Bom dia - Taylor disse sorrindo.

- Bom dia - disse desanimado.

- Algum bicho te mordeu? - perguntou brincando.

- Me desculpe, provavelmente o pior bicho de todos - respondo revirando os olhos.

- Sorria, o seu sorriso é lindo - Taylor diz com um enorme sorriso, e que sorriso lindo.

- Vou tentar - retribuo um sorriso forçado.

Me viro para arrumar os meus materiais e vejo Shawn entrando na sala, ele sorri para mim e eu retribuo. Ele se aproxima e se senta ao meu lado, ele olha para o Taylor com um olhar preocupado.

Apenas me aproximo dele e sussurro:

- Podemos conversar no intervalo? - pergunto.

Shawn me encara, sorri e concorda.

Volto á arrumar os meus materiais, mas ouço passos e quando ergo minha cabeça, vejo Alice e Carter.

- Você poderia sair do meu lugar Mendes? Ele é MEU amigo - Alice fala irritada.

Shawn me encara e eu aceno que sim.

Ele apenas se levanta e se senta atrás de mim, Alice se senta ao meu lado e Carter se senta atrás dela.

- Bom dia pra você também - digo rindo.

Alice sussurra.

- TPM.

Reviramos os olhos juntos e o sinal bate em sequência.

A professora entra na sala e alguém entra junto com ela, era Nash. Ele se senta em frente á Alice e me encara, ele parecia arrependido.

Senti outros olhares sobre mim mas tentei focar no que a professora estava falando, eu já tinha problemas demais, coloquei um sorriso no rosto e começei a copiar a lição.

Quando bateu o sinal, parecia que todos me acompanhavam até o meu armário, até o Nash parecia interessado em mim.

- Aí, ele me beijou assim que me deixou na porta de casa - Alice sussurrava  no meu ouvido, já que Carter estava ao seu lado.

- Vocês são lindos juntos - sorri pra ela.

Parei em frente ao meu armário e abri, procurei o livro de biologia mas ouvi algumas pessoas gritarem e falarem alto.

Me virei e vi que tinha uma multidão, alguém se aproximava, era a Camila.

- Então você está aqui, não é? Eu pensei que você era inocente nessa história, até eu me lembrar de ver você e ele - Camila aponta para o Shawn - Próximos, no estacionamento da escola.

- Mas, o quê... - tento entender o que estava acontecendo, mas recebo um tapa na cara.

- Você rouba o meu namorado e agora quer roubar minha família? - Camila disse alterada, ela estava descabelada - Você nunca vai ser o meu irmão!! Nunca!!


Notas Finais


Gostaram? Comentem e favoritem 🖤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...