História The our real faces - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Chanbaek, Exo, Hunhan, Kaisoo, Kris Wu, Kristao, Lu Han, Sulay, Xiuchen, Zitao
Visualizações 200
Palavras 1.610
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Policial, Romance e Novela, Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 13 - Sehun - I


Fanfic / Fanfiction The our real faces - Capítulo 13 - Sehun - I

- Yah! Chame Sehun pra mim.

- Sim senhor.

*Sehun chega*

- Bom dia.

- Nem tão bom...

- Mas você podia tentar ser educado às vezes.

- Isso não é da sua conta, yah, arrume meu computador, está sem internet de novo.

- Deveria aprender a fazer isso Yifan, sabe administrar uma empresa, mas não sabe fazer a internet voltar?

- Por isso eu tenho você amor *piscada fatal*

- Eca, não brinque com isso!

- Não se preocupe, é só brincadeira.

- Nem de brincadeira isso Yifan! Deus me livre!

- Yaaah, não sou tão ruim assim afinal.

- Não faz meu tipo... Prefiro mulheres.

- E por que você não tem?

- Porque eu estou esperando a pessoa perfeita.

- Tudo bem, o que vai fazer hoje?

- Depois do trabalho eu vou para minha casa, por quê?

- Pois... Tem um jantar hoje, vou me encontrar com o sr. Xiao, dono daquela empresa de informática, quero comprar uma porcentagem de suas ações. Gostaria de me acompanhar? Se não tiver outros planos...

- Eu posso ir sim, que tipo de roupa eu devo usar?

- Apenas me acompanhe depois do trabalho.

- Tudo bem, vou voltar a fazer o que estava fazendo.

- Yah, bom trabalho.

*Depois do trabalho*

- Quanto dinheiro eu devo levar?

- Nenhum, eu pago.

- Nossa, que tipo de drogas você usou que de repente te deixou tão bonzinho? *arrumando a gravata de Yifan*

- Se tudo der certo, vamos ganhar bastante dinheiro, vou poder te dar um aumento, pagar mais jantares, etc...

- Espero que dê tudo certo então. *Ajudando Yifan a colocar o blaser*

- Esperamos Sehun... *Arrumando o cabelo de Sehun*

No jantar...

- Boa noite Sr. Xiao, é um prazer conhece-lo pessoalmente, este é meu executivo, Sr. Oh.

- É um prazer Sr. Xiao. – Sehun

- O prazer é todo meu Sr. Wu e Sr. Oh. Este é meu supervisor e sucessor, Sr. Xiao.

- É um prazer. -os dois respondem.

Depois de uma longa conversa de negócios...

- Espero que possamos fazer uma boa pareceria Sr. Wu.

- Eu digo o mesmo Sr. Xiao, foi um grande prazer conhecer o senhor e o seu filho.

*o “sucessor” fez uma cara meio triste*

- Eu e meu filho iremos nos despedir, tenham uma boa noite sr. Wu e sr. Oh.

- Muito obrigado, igualmente.

*Foram embora*

- Você viu a cara do menino, Yifan?

- O nome do filho do Sr. Xiao é Lu Han. Lu Han Xiao e não, não percebi.

- Notei que ele não está contente com algo...

- Quer conversar com ele?

- Eu não! Não sou próximo dele nem nada, não é problema meu.

- Está bem, vou levar você em casa.

- Ok, obrigado.

- Amanhã eu vou chamar um especialista para ver o que há com meu computador.

- Ah sim, não quero ter que parar o que estou fazendo para atender você.

- Não reclame! Tudo bem, chegamos Sehun, tenha uma boa noite, te vejo amanhã.

- Boa noite Yifan.

*No outro dia*

- Bom dia Yifan, vou para o meu escritório.

- Não vai não, você vem comigo.

- Tenho coisas para fazer Yifan.

- Tem sim, me acompanhe, preciso que supervisione um visitante.

- Todo bem, aonde?

- No meu escritório.

- Estou indo pra lá.

- Eu vou a uma reunião, depois me diga como foi.

*Sehun entra no escritório*

- Bom dia.

Quando Sehun se vira avista Lu Han

-Oh, senhor Xiao, me desculpe.

- Senhor Oh, tudo bem?

- Tudo e com você?

- Tudo bem... *desanimado*

- Eu vim para supervisionar, mas se precisar de algo, eu estou aqui.

- Tudo bem, obrigado senhor Oh.

- Pode me chamar de Sehun, prazer *estende a mão*

- Lu Han, o prazer é todo meu. *Estende a mão também.

- Então, o que há com está porcaria? Está sempre sem internet.

- Vou verificar novamente, mas acredito que seja apenas um problema com a conexão.

- Uaa, que inteligente! Eu vivo brigando com isso ai, Yifan não cansa de me incomodar por causa dessa coisa. Espero que você consiga resolver.

- Eu também, não quero decepciona-los.

- Que isso! Não seria novidade essa coisa não funcionar. Nem sei porque o Yifan ainda insiste nesta droga.

- É porque é um computador de alta qualidade, deve ter custado uma grana...

- Nossa você é tão jovem e tão inteligente...

- Com todo respeito, quantos anos acha que tenho?

- 20. Estou errado?

- Você está 5 anos atrasado, posso saber qual sua idade?

- Uau que rosto jovem! Ah sim claro, tenho 27 anos.

* Lu Han mantêm seu rosto sem expressões, olhando fixamente para o computador, concentrado em seu trabalho*

- Você é tão jovem e ocupa um cargo tão alto... Está ciente que assumirá o cargo do senhor Wu assim que ele se aposentar, ou caso venha a falecer? Se ele não tiver filhos, claro.

- Nós só temos 3 anos de diferença de idade. Eu terei apenas que treinar seu sucessor, mas mesmo que eu mesmo tivesse que assumir a empresa... Não seria um problema.

- Isso é porque você não está prestes a assumi-la. Bem, eu terminei, acredito que não haverá mais quedas. Este é meu número caso ocorra outro problema. *Entrega seu cartão*

- Tudo bem, obrigado.

- Tenha um bom dia senhor Oh.

- Você também Lu Han *disse em tom provocante*

Nisso Yifan entra na sala e observa que Sehun está pensativo...

- Yah *cutuca* como foi?

- Acredito que não vá mais ter problemas. Tenha um bom trabalho. *Dirigindo-se a porta*

- Sehun, nem ouse, sente-se, por favor.

- Me deixe trabalhar agora. Tenha um bom dia.

- Yah, depois do trabalho quero que me encontre no Kaffe, combinado?

*Sehun sai da sala*

*Depois do trabalho. Yifan está esperando Sehun no Kaffé*

- Yah, você veio!

- E eu teria escolha?

- Poderia simplesmente não ter vindo... Vai me contar o que houve com você e Lu Han ou não?

- Acha que eu estou apaixonado?

- Acho que você está confuso.

- Acho que você está se intrometendo muito na minha vida.

- Tudo bem, o que você quer beber?

- O que você quiser pagar.

- Tudo bem. – Hey! *dirigindo-se ao garçom*

A pessoa que apareceu para atende-los foi o próprio dono.

- Boa noite senhores, em que posso servi-los?

- Dois cappuccinos com creme e algo que tire a tristeza deste rapaz. Senhor...

- Kim, Junmyeon Kim, prazer em recebe-los.

- O prazer é nosso. O que você tem para este triste rapaz?

- Vou oferer-lhe um bolo de chocolate bem doce, minha avó dizia que “a doçura cura”. O senhor aceita?

- Claro! – disse Sehun empolgado.

- Pode adicionar na minha conta. – disse Yifan.

- Não, fica por conta da casa mesmo. – E abriu um lindo sorriso.

- Estamos muito agradecidos.

- XX-

- Enquanto esperamos, quer falar sobre algo?

- Yifan, eu não gosto de homens não é?

- Você gosta? Não há problema, por exemplo eu sou gay.

- Yifan não diga isso!

- Qual é o problema? Você gosta de homens?

- Eu não sei.

- Depois daqui, você quer ver?

- Eu não vou te beijar!

- Tsk. Relaxa.

*chega o bolo e as bebidas*

- Muito obrigado pelo bolo, espero melhorar.

- Espero que você melhore também! Pense que você tem um bom amigo ao seu lado.  Por favor, sintam-se a vontade, qualquer coisa é só me chamar.

- Sim, muito obrigado.

-XX-

- Sehun, seja lá o que for, quero que você me conte, não quero má conduta no trabalho por causa de depressão.  

- Meus sentimentos não afetarão meu trabalho, não se preocupe.

- Mas afetarão o meu. Está me deixando nervoso. Pode por favor me dizer o que está havendo?

*Sehun de repente grita*

- EU GOSTO DE UM CARA, SÓ ME DEIXA EM PAZ!

*Todos olham*

- Desculpem meu amigo, ele só está passando por uma fase difícil, já vamos embora, desculpem-nos.

*Junmyeon aparece*

- Ah não senhores, por favor não se preocupem, podem ficar. Querem mais alguma coisa?Não se preocupem com os clientes.

- Você não precisa nos dar atenção especial. – diz Yifan

- Você não me importa, com todo respeito. Estou preocupado com o rapaz, por favor fiquem até ele estar mais calmo.

- Eu sou adulto, não preciso de babás. - retrucou Sehun.

- Tenha mais educação, pode ser adulto, mas às vezes age como criança. Vamos ficar mais um tempo, desculpe-nos novamente.

- Não se preocupem. Aproveitem.

-XX-

- Vamos embora, vamos para minha casa.

- Eu quero ficar sozinho.

- Não me importa o que você quer, me importa a sua segurança.

- Você vai me agarrar?

- Você não faz meu tipo também... *revanche* Vamos nos despedir do senhor Kim.

-XX-

- Senhor Kim, muito obrigado pela atenção e ótima recepção. O senhor é muito bom. Qualquer coisa que precisar, este é meu número. *dá o cartão da empresa*

- Voltem sempre! Obrigado!

*Saem da cafeteria*

- Então ele é seu tipo?

- Não... Ele parece carente de mais, você seria meu tipo se não fosse tão bonito.

- Obrigado. Acho que estou bem agora, pode me largar em casa? Quero pensar melhor no assunto.

- Promete que vai só pensar, que não vai fazer nenhuma besteira?

- Prometo chefe..

- Tenha uma boa noite Sehun, qualquer coisa, me ligue, eu virei aqui em um minuto. Pode tirar o dia de folga amanhã se quiser.

- Irei trabalhar. Tenha uma boa noite Yifan, até amanhã.

- Até amanhã Sehun, descanse.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...