História The Owners of True Blood - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Magcon, Matthew Espinosa
Personagens Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Hayes Grier, Jack and Jack, Jack Gilinsky, Jack Johnson, Jacob Whitesides, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier, Personagens Originais, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Tags Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Comedia, Hayes Grier, Jack Gilinsky, Jack Johnson, Magcon, Mahogany Lox, Matthew Espinosa, Nash Grier, Romance, Sobrenatural, Suspense
Visualizações 79
Palavras 1.078
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hey hey ❤
Essa é a minha primeira história no tema sobrenatural envolvendo vampiros, entre outros seres sobrenaturais.
Boa leitura ❤

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction The Owners of True Blood - Capítulo 1 - Prólogo

Há 4.000 anos a.C.

Foram relatadas as primeiras aparições das figuras sobrenaturais com os antigos Assírios e Babilônios da Mesopotâmia e Grécia Antiga. 

Uma delas seria Lilith, a primeira companheira de Adão, por enquanto, Eva não entrou na história! Ah, cuzona mesmo! Lilith era chamada pelos antigos hebreus de "monstro da noite", que brigou com Deus e por isso foi transformada em demônio. Na verdade, o maior castigo que Ihe impuseram os sacerdotes foi excluí-la dos relatos bíblicos da criação do mundo.

Lilith, versão hebraica de uma divindade babilônica, sinônimo de "face escura da Lua", não se dava bem com Adão. Duh, mommy! Certo dia, cansada de desavenças, Lilith abandonou o marido e foi para o mar Vermelho, onde passou a viver entre demônios, com quem teve vários filhos. De acordo com certas interpretações da criação humana em Gênesis, no Antigo Testamento, reconhecendo que havia sido criada por Deus com a mesma matéria prima, Lilith rebelou-se, recusando a ficar sempre em baixo durante as suas relações sexuais.

Com o ressurgimento das religiões pagãs, Lilith foi resgatada da categoria de demônio, embora esse resgate tenha ficado circunscrito à determinadas tradições, como a Bruxaria e a Wicca. O tipo de força energética que Lilith incide é eminentemente sexual, primitiva. Ela age nos homens castrando seu poder masculino. A Lilith, com sua força, castra o falo.

Pense numa mulher insaciável por sexo. Essa mulher transa com você (homem) até que você não aguente mais. E ela continua não satisfeita. Ela faz você se sentir humilhado! Sua masculinidade e poder viril são reduzidos a nada. Ela solta uma gargalhada e, com seu líquido seminal — seu fluido energético – sai "voando". Lilith não é apenas um fenômeno de aparição em sonhos. Ela é também uma força natural — uma força da natureza — que opera dentro de todos nós. Blá-blá-blá e eu nasci!

Sou Emma, filha biológica de Lilith! (foto acima). E as vezes, sou filha adotiva de Lâmia! Ela tentou me matar várias vezes quando eu passava para o seu lado, mas eu escapava sempre que podia.

Antes chupando pescoço do que decepada por uma "mãe" parte mulher, parte cobra! Foda!

Bom, minha segunda "mãe" e muitos da sua espécie, eram seres imaginados pelos gregos como mulheres belas e fantasmagóricas, que devoravam crianças ou que, com artifícios sensuais. Atraíam os jovens a seus leitos para devorá-los ou sugar-lhes o sangue. Presume-se que elas podiam tomar sua forma humana, mas supunha-se que, ao atingir seu objetivo, retornavam à sua forma verdadeira de mulher-serpente, ou de uma besta quadrúpede e feroz. 

Lâmia era uma belíssima rainha da Líbia, filha de Poseidon (Deus dos mares) e amante de Zeus, de quem concebeu muitos filhos, dentre os quais a ninfa Líbia. Hera (Deusa do casamento), mulher de Zeus, corroída pelos ciúmes, matava seus filhos ao nascer (exceto Cila e Aquileu, segundo algumas versões) e, ao final, a transformou em um monstro!

Em outras versões Lâmia foi se esconder em uma caverna isolada e o que a transformou em um monstro foi seu próprio desespero

Resumindo: Ela pulou a cerca VÁRIAS vezes! Foda!

Muitos vão dizer: "Como pode você ser filha delas?" "O que você é?"

É simples, eu sou uma "Vampira dos Sonhos!" herdei coisas boas de uma e a outra, apenas me ensinou a matar e chupar sangue!

Não querendo me gabar, mas eu sou a mais bela e encantadora de todas as espécies de vampiros. Sou graciosa e bonita! Não sou TÃO escura como os outros da minha família, que vivem comendo carne humana e bebendo sangue! Eu faço isso as vezes, mas isso não vem ao caso. Bom, eu sou a única do meu bando capaz de entrar nos sonhos das minhas vítimas escolhidas. Os vampiros da minha espécie, somos os mais próximos de sermos seres humanos, mas isso é broxante! E um fato bem curioso, por eu ser uma "Vampira dos Sonhos", sou a ÚNICA que consegue e precisa dormir.

Fora as presas afiadas, olhos vermelhos e bebedores de suquinho red… eu gosto de me sentir humana! Aprendi essa parte de ser vampira com as minhas duas mães, faz o que né!

Vou te mostrar como é que funciona a minha vida!

{…}

Na casa noturna mais famosa de Santa Monica! E ali estou eu, no open bar esperando a minha vítima escolhida e saborosa chegar. Bebo alguns copos de tequila e viro minha cadeira para olhar o público dançando na pista.

Qual é Matthew, chega naquela loira! – o dos olhos azuis empurrava o garoto de boné para cima de mim.

Dou uma risadinha e balanço a cabeça observando eles do outro lado do enorme salão. Por isso é ótimo ter uma ótima visão, audição e olfato!

Eu vou até ela, mas não precisa me empurrar! Eu já tenho 21 anos, sei muito bem como chegar em uma gostosa! – respondeu o garoto enfurecido.

Obrigada pelo elogio, baby!

– Então vai logo!

O garoto veio se aproximando de mim com uma cara de nervosismo. Ergo uma sobrancelha e viro minha cadeira para o barman.

– Hey. – disse o garoto sentando ao meu lado.

Dessa distância que estávamos, eu conseguia ouvir perfeitamente seus batimentos cardíacos acelerados. Que dó!

– Hey. – respondo sem olhá-lo.

– Vem sempre aqui?

Que bosta, hein.

Dou uma risada. – Você realmente não sabe como iniciar uma conversa!

– Qual é, loira?! – ele deu uma risada. – Posso te pagar uma bebida?

– E por que eu aceitaria? – olho ele.

– Sempre responde uma pergunta com outra? – sorriu meigo.

– Aceito sua oferta em pagar uma bebida pra mim. – sorrio.

– Aí parceiro! – ele chamou o barman. – Duas tequilas duplas!

Okay senhor. – o barman começou a preparar as bebidas.

– E a propósito, me chamo Matthew Espinosa e você?

Emma.

{…}

Depois de algumas rodadas de tequilas duplas, Matthew estava totalmente fora de si. Ele falava todo embolado e não conseguia ficar com o corpo reto, típico dos humanos!

– Wow loirinha. – Matthew colocou a mão na minha coxa e foi subindo até chegar na poupa da minha bunda. – Você é tão gostosa!

– Nossa, um virgem! –gargalho.

– O quê? – ele franziu o cenho. – Claro que não!

Sabe Mattchu, você deveria parar de beber um pouco e eu também preciso ir. – tiro a mão dele do local e levanto. – E mais uma coisinha… – me aproximo ficando cara a cara com ele. Matthew estava focado na minha boca, passo o polegar em seus lábios carnudos e ele me olha nos olhos. Fecho os meus lentamente e quando os abro, revelo a minha verdadeira identidade! RED EYES! – Bons sonhos, Mattchu! – sorrio e saio andando.

Ele ficou alguns segundos paralisado e depois raciocinou o que estava acontecendo.

– Mais que porra é essa?


Notas Finais


Espero que gostem ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...