História The owners of true blood - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Doce
Visualizações 16
Palavras 1.197
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bem, essa historia eu escrevi em uma antiga conta minha e eu recentemente troquei de conta, então né, eu vou repostar ela aqui

Capítulo 1 - Rosa branca


Fanfic / Fanfiction The owners of true blood - Capítulo 1 - Rosa branca

Sabe, nem tudo é um mar de rosas, na verdade é um mar de gente, onde varias pessoas de cores, estilos, jeitos se encontram presentes. O vento não é só algo que movimenta as roupas do seu varal ou seu cabelo, ele pode querer te falar muitas coisas mas você não consegue compreender, a gotas d'água não gostam de ficar paradas lá em cima nas nuvens, por isso elas fazem uma grande festa e começam a cair e trazer a alegria delas para nós também.

Durante toda a minha vida, eu aprendi desde cedo que sempre vão existir pessoas que querem que você caia tão fundo que atinja até o núcleo da terra, algumas que só estão ali pra saber se você tem alguma chance de desaparecer, outras que não ligam nem pra qual letra começa o seu nome.

•| Atualmente:Japão |• Kill on |•

Estaria deitada na grama do jardim, observava o céu, ouvia o cantar dos pássaros, e sentia a brisa no meu rosto. É como se apenas existisse eu em um novo planeta cercado por grama e flores.

???:Kill!!

Logo ouço a voz de meu pai e me levanto, vou até o mesmo com um pequeno sorriso no rosto, logo recebo um leve cafuné na cabeça.

Kill:Olá, appa

Appa:Olá pequena, como você está?

Kill:Estou bem, e o senhor?

Appa:Que bom, tbm estou bem -vejo o mesmo dar um sorriso mostrando suas presas- Bem, eu queria te falar uma coisa

Kill:E o que seria?

Appa:Eu sei que você sempre foi educada em casa pela sua omma mas... não acha que pode ser bom ir para uma escola?

Kill:Eu... não sei... as pessoas me consideram algo diferente e sempre fugiram, eu não quero causar problemas.. -coloco a mão no meu ombro e abaixo um pouco a cabeça-

Appa:Eu sei, as vezes é difícil achar um alfa que seja fêmea e... Você sabe

Kill:Um ser proibido... não é?

Appa:Uhum

Kill:Se o senhor acha que vai ser melhor pra mim... tudo bem -sorrio de lado pro mesmo e logo recebo um abraço a qual retribuo-

Appa:Ela ficaria orgulhosa de você. -o mesmo faz um pouco de cafuné na minha cabeça enquanto me abraça-

Kill:E do senhor mais ainda, por ser um ótimo pai e sempre cuidar de mim

Appa:Tudo bem se você começar depois de amanhã?

Kill:Uhum

Appa:Eu irei organizar tudo então.

Kill:Ok

•| flashback |•

Kill:Omma! Omma!

Omma:Olha só quem está aqui, minha pequena lobinha -a mesma sorri e corre para me abraçar-

Kill:Ye! Omma! Eu quero brincar no lago! Vamos! Vamos!

Omma:Ah, tudo bem kk, vamos lá!

A mesma me coloca nas costas e corre até o lago, chegando lá ela me põe no chão e segura em minhas mãos

Omma:Está pronta?!

Kill:Sim!!

Logo a mesma entra no lago porém estaria andando sobre a água, logo ela começa a dançar fazendo bolhas coloridas saírem da água

Kill:Whooooa!!

Omma:Venha! Dance comigo pequena! -ela ri e logo começo a dançar com a mesma

Kill:Eu te amo omma!

Omma:Eu tbm te amo minha lobinha!

•| flashback off |•

Kill:Eu sinto sua falta.. -sussurro para mim mesma e vou para casa, logo adentro no meu quarto e me deito na cama, me perco em algumas memorias de minha falecida mãe e acabo adormecendo.

•| Dias depois |•

Estaria caminhando até a escola com meu pai, assim que cheguei observei tudo, eu nunca vi tantas pessoas em um local que não fugiram quando eu cheguei.

Appa:Bem, eu tenho que ir, a alcatéia precisa de ajuda, qualquer coisa que acontecer com você é só me ligar ok?

Kill:Acho que posso dar conta, mas, irei ligar se for necessário

Appa:Boa garota -o mesmo sorri e logo beija minha testa, logo se dirige até a saída, me deixando alí, o olhando ir em bora, decido então procurar meu armário, logo chegando perto do mesmo vejo uma garota de longos cabelos rosas e pele clara encostada em um armário, a mesma parecia estar sendo atormentada por um garoto alto de cabelos vermelhos e olhos da mesma cor, ele parecia ter uma personalidade forte, tanto que o semblante da garota próxima ao mesmo era de medo.

???-P-por favor... d-devolve meu livro...

???-Venha pegar então

???-P-para com isso... você sabe que eu não sou alta pra conseguir pegar

???-Oh, que pena

Logo me aproximo dos mesmos assim ficando a frente do tal garoto de cabelos vermelhos

Kill:Não está ouvindo o que ela falou? Devolva o livro, ela não consegue alcançar

???-Quem é você garota? Isso nem é da sua conta!

Kill:Mas agora é, vamos, devolve logo o livro dela. Você nem se quer vai ler ele mesmo.

???-Bem, parece que temos uma protetora aqui

Kill:Eu não sou protetora de ninguém,eu apenas estou fazendo o que acho que é certo, você não tem mais nada de idiota pra fazer não?

???-O que você disse?

Kill:Você ouviu bem, devolve o livro dela agora

???-E se eu não quiser?

Kill:Essa é a questão, eu não ligo se você quer ou não, eu mandei devolver, e você vai -Logo olho para o mesmo fazendo meus olhos ficarem roxos-

???-Não brinca... -o mesmo olha para mim com um pouco de dúvidas e logo me entrega o livro- Você é bem bravinha né? Como uma rosa branca que aparenta ser frágil mas não é.

O mesmo se retira do local ficando apenas eu, a garota de cabelo rosa e o seu livro em minhas mãos.

Kill:Aqui está seu livro.-me viro para a mesma e lhe entrego seu livro-

???-A-arigato...

Kill:Japonesa?

???-H-hai

Kill:Entendo -logo vou andando em direção de uma sala de aula que possivelmente seria a minha-

???-Espera!

Me viro para a garota e arqueio uma sobrancelha

???-Qual o seu nome?

Kill:Kill... Kill cipher

Vejo a mesma levantar suas orelhas de gatinho como se estivesse surpresa. Logo saio com a cabeça um pouco baixa e adentro na sala, observo e logo fico um pouco brava, aquele garoto estava lá, logo o mesmo olha pra mim e sorri de maneira debochada.

Prof:Ah, você deve ser a nova aluna certo?

Kill:ye.. -sussurro e logo a mesma me chama até a frente, mas prefiro ficar a onde estava- Olá, meu nome é Kill cipher.. eu nunca fui em uma escola então é minha primeira vez aqui..espero fazer amigos e me dar bem com todos

Prof:Ah, tudo bem querida, pode se sentar na quela cadeira

Kill:tudo bem então -me sento na cadeira e coloco meu cabelo atrás da orelha, assim mostrando as mesmas que seriam pontudas e teriam argolas pretas pelas mesmas, sinto olhares sobre mim mas ignoro e começo a escrever em meu caderno.

Prof:Muito bem, iremos aprender hoje sobre os diferentes tipos de ovos de dragão.

•| horas depois |•

O sinal tocou e logo todos foram saindo da sala, peguei meu celular e coloque meus fones, fico escutando Wonderwall do Oasis enquanto como meu lanche na qual meu appa teria feito. Logo observo a porta pois a mesma parecia ter sido aberta, logo vejo a pequena garota de hoje cedo, a mesma vem até mim.

???:B-bom, eu... esqueci de falar meu nome..

Retiro os fones para poder ouvir a mesma

Kill:O que disse?

???:H-heloisa! Esse é meu nome..

Kill:Ah entendi

???:E-eu não vou mais atrapalhar... b-bye!

Logo a mesma ficaria com as bochechas em um tom rubro e sairia do local, logo solto um sorriso e volto a comer.

Continua.. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...